O projeto “Vamos Florir Itaipava”, elaborado pela Associação Filantrópica de Petrópolis e doado a Prefeitura, já começou a sair do papel. Limpeza e manutenção das palmeiras, reforma do monumento do centenário da Estrada União e Indústria e plantio de bromélias ao redor das árvores, foram iniciadas na manhã desta terça-feira (08), numa ação conjunta entre a Comdep e Secretaria de Meio Ambiente, no Trevo de Bonsucesso.

De acordo com o projeto, que prevê o envolvimento da iniciativa privada, serão realizados o plantio de flores, mudas de plantas e árvores, abrangendo um trecho de aproximadamente quatro quilômetros, entre o trevo de Bonsucesso e as imediações do terminal de ônibus de Itaipava. A revitalização do canteiro central, área externa do Parque Municipal, Hortomercado e rotatórias do distrito, também estão incluídas.

O projeto não traz custos para o município, que ficará responsável pelo apoio técnico e operacional como a limpeza e revitalização dos canteiros e plantios das mudas.

Para a revitalização do espaço, de acordo com o secretário de Meio Ambiente, foi necessária a remoção de uma árvore, que já apresentava riscos de queda e limpeza das palmeiras. “Estamos vendo esse projeto com muito carinho e dando todo o suporte técnico para o andamento das ações. A idéia é entregar o Trevo de Bonsucesso revitalizado ainda neste mês de junho, quando comemoramos os 160 anos de inauguração da Estrada União e Indústria”, disse o secretário.

O objetivo é que todo o aporte financeiro para a compra de flores e mudas de plantas e árvores sejam garantidos pela iniciativa privada. Segundo Vera Cecília Pereira, presidente da Afipe, o apoio de empresários é fundamental. “Com certeza vamos atrair maior movimento turístico e estaremos fomentando a rede hoteleira, restaurantes e todos os demais comércios. Além de embelezar nosso distrito e trazer mais alegria para moradores e visitantes, estaremos contribuindo para o crescimento de ofertas de emprego no pós pandemia”, frisa.

A Prefeitura de Petrópolis celebrou neste sábado (05/06) o Dia Mundial do Meio Ambiente, e anunciou uma semana de programação voltada para a conscientização da população sobre a importância da preservação ambiental, através de projetos educacionais. O tema será lembrado até o próximo dia 13 de junho, com uma programação híbrida, com palestras pela internet e passeios em parques.

Este ano, uma das novidades anunciadas pela Secretaria de Meio Ambiente é o levantamento de informações sobre os locais protegidos que recebem visitação pública. Neste sábado, o Parque Natural de Petrópolis – um dos 17 locais protegidos por lei no município - recolheu opiniões sobre como melhorar a gestão do espaço. Ao entrar no local, o visitante direcionada seu celular num QR Code e responde a perguntas antes de realizar o passeio. De posse destes dados, vem sendo estruturado um planejamento para melhorar a administração do Parque.

Como parte dos festejos do Dia Mundial do Meio Ambiente, foi anunciado o Programa Municipal de Educação Ambiental - o Promea - cuja coordenação e execução reunirá diferentes secretarias do Governo Municipal. "Ele consiste no desenvolvimento de trabalhos em parceria para atuarem em escolas, comunidades e unidades de conservação com o objetivo de conscientizar o público de todas as faixas etárias sobre a importância de preservar o meio ambiente e de uma vida sustentável", explica o assessor de parques e educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente. Profissionais como professores, biólogos e engenheiros estarão envolvidos em todo o processo de implementação do programa.

Público elogia a unidade de conservação

O sábado foi bem diferente para o gestor de meio ambiente Victor Leite e a contabilista Roberta Gomes, que são do Rio e visitaram o parque pela primeira vez, participando também da pesquisa. O passeio na unidade de conservação mais próximo do Centro Histórico agradou muito a ambos, que destacaram as condições do local e as trilhas bem demarcadas.

“A sinalização e as trilhas são bem claras. Gostamos muito de tudo aqui, da conservação e da diversidade natural do local. Pude até ver um pássaro que não conhecia e pretendo estudá-lo para conhecer mais sobre a vida abrigada aqui”, ressaltou Victor Leite, que é coordenador de meio ambiente do Bondinho do Pão de Açúcar, no Rio.

Para os interessados, a partir desta segunda até o próximo domingo (13/06), haverá uma semana de vídeo-palestras através do aplicativo Meet, sempre às 15 horas, com especialistas em diversos temas dentro da área ambiental. Você pode participar pelo App Zoom, de cada dia.

Veja a seguir a programação completa:

Dia: Segunda-feira - 7/Jun/2021
Artur Justen
Biólogo / GECORA SMA
Tema: Resíduos Sólidos
Horário: 15h
Plataforma: Zoom
Link: Entrar na reunião Zoom
https://us04web.zoom.us/j/74110281913?pwd=Yk9FaWcxcHBKY2NCdVgwNE96cVpmZz09
ID da reunião: 741 1028 1913
Senha de acesso: T9Nz8v

Dia: Terça-feira - 8 /Jun/ 2021
Anderson Campos
Historiador
Guia Nacional de Turismo
Coord. Educação Ambiental SMA Petrópolis
Tema: ProMEA Petrópolis - Programa Municipal de Educação Ambiental
Horário: 15h
Plataforma: Zoom
Link: Entrar na reunião Zoom
https://us04web.zoom.us/j/77894534767?pwd=NDhXMFZFVU01NnlGS09WUURhYytwQT09
ID da reunião: 778 9453 4767
Senha de acesso: z5fEbR


Dia: Quarta-feira - 9/Jun/2021
Anderson Pinheiro
Biólogo / Esp. Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável
GECORA SMA
Tema: Queimadas e Incêndios Florestais
Horário: 15h
Plataforma: Zoom
Link: Entrar na reunião Zoom
https://us04web.zoom.us/j/76633516733?pwd=VEVrcEtlMnI2SU9BdUdhV2QzbVhsQT09
ID da reunião: 766 3351 6733
Senha de acesso: 2EF93z


Dia: Quinta-feira - 10/Jun/2021
Julia Horta
Bióloga - GECORA - Gerência de Conservação e Recuperação Ambiental da SMA Petrópolis
Coord. GT ICMS Ecológico
Tema: Unidade de Conservação
Horário: 15h às 17h
Plataforma: Zoom
Link: Entrar na reunião Zoom
https://us04web.zoom.us/j/78126807270?pwd=SElHdDBQN3EwV3hRcEJyOFJ4Y0FIUT09
ID da reunião: 781 2680 7270
Senha de acesso: 2jQfSb

Dia: Sexta-feira - 11/Jun/2021
Dione Stork
Mestre Biologia / Vigilância Ambiental - Secretaria de Saúde
Tema: Animais Silvestres - Onças Pardas
Horário: 15h às 17h
Plataforma: Zoom
Link: Entrar na reunião Zoom
https://us04web.zoom.us/j/75179843133?pwd=Ukprbm1XcmxyeXVSVVJDbzhyN2RCdz09
ID da reunião: 751 7984 3133
Senha de acesso: 94CpnU


Sábado (12/06) - Parque Natural Municipal de Petrópolis
End: Rua Ipiranga, 853 - Centro
10h às 12h: Caminhada Ecológica Guiada – Trilha Alta do Parque Natural de Petrópolis
Doação de 100 mudas da Mata Atlântica

Domingo (13/06)
9h às 17h: Desafio Natural – Portão a portão do Parque Natural de Petrópolis (2km)
Inscrição Gratuita – QR Code do Parque

 

Maiores informações:
Secretaria de Meio Ambiente de Petrópolis
Setor de Educação Ambiental
(24) 2246-9234
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Parque Natural Municipal de Petrópolis
Telefone: (24) 2247-7358

Em parceria com a Prefeitura de Petrópolis, o Fórum Itaboraí – programa da presidência da Fiocruz em Petrópolis – vai desenvolver um trabalho de identificação das espécies da flora existentes em boa parte dos 47.000 mil metros quadrados do Parque Cremerie. O trabalho foi solicitado pela Turispetro, que é a gestora do equipamento público, e deve ter início nos próximos dias.

O local foi visitado na semana passada pelo biólogo Sergio Monteiro, coordenador do Programa de Biodiversidade, Saúde e Agroecologia do Fórum Itaboraí, que explicou que durante a visita foi feito um primeiro diagnóstico da área, que vai basear o planejamento dos trabalhos.

“Fizemos uma visita inicial, na qual foi feita uma avaliação da área total do parque e uma análise preliminar sobre que tipo de espécies temos por lá. Será preparado um relatório que vai ser apresentado à Secretaria de Turismo para, a partir de então, marcarmos uma reunião para o planejamento das atividades”, explicou o biólogo.

“Consideramos este trabalho de grande importância para a conservação e preservação de espécies nativas do parque. Nesse sentido, nos socorremos do apoio técnico da Fiocruz para o diagnóstico e planejamento das futuras ações”, explicou a diretora administrativa Marília Mills, que acompanhou a visita ao lado do coordenador operacional do parque, Rodrigo Kozlowski.

O Cremerie – assim como outros equipamentos públicos da cidade – foi reaberto ao público no último dia 1º de maio, mas a entrada continua limitada a 50% da capacidade do local. Além disso, é feita a aferição de temperatura dos visitantes e é preciso respeitar as normas sanitárias, como o uso de máscaras, o distanciamento necessário de 1,5 metro, além da vedação a qualquer tipo de aglomeração.

Um dos maiores atrativos do local é a tranquilidade e a exuberante Mata Atlântica, que dividem a atenção dos visitantes com as opções de entretenimento para as crianças, como os pedalinhos e as trilhas para caminhadas. São opções que atraem centenas de pessoas todos os dias. A visitação acontece de terça a domingo, das 8h às 17h. O parque fica na Estrada da Independência, s/nº – Quitandinha. A entrada é franca.

Em razão da previsão de chuva para o próximo sábado (08/05), a quarta edição da campanha de adoção de animais promovida pela Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea) foi transferida para o dia 15 de maio, de 10h às 15h, na Praça Dom Pedro.

O objetivo da campanha é estimular a posse responsável com a frase, “Não compre, adote”. Em cada edição são disponibilizadas barracas para os protetores – estes deverão estar cadastrados na Cobea para serem incluídos no cronograma – e apoiadores do evento. As ONG’s participantes são: Dog’s Heaven (@dogsheaven), Proteção Cão Amor (@protecaocaoamor) e GAPA Itaipava (@gapaitaipva.ong). A loja de ração Rospauth é uma das apoiadoras do evento.

Desde a primeira etapa, que aconteceu na segunda semana de fevereiro, 22 “pets” – 18 cães e quatro gatos - foram acolhidos por novas famílias. Todos os animais (filhotes e adultos) levados pelos protetores ou pela Coordenadoria à feira estão vacinados, vermifugados e castrados.

O processo de adoção é simples e rápido. O interessado precisa apenas apresentar seus documentos de identidade e CPF, comprovante de residência, além de ser maior de 18 anos.

Os protetores interessados em participar das próximas feiras podem fazer contato com a Cobea através do telefone: (24) 2291-1505, ou por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

O governo municipal sancionou a lei criando uma comissão para elaboração do Programa Municipal de Educação Ambiental (ProMEA). O objetivo é garantir o desenvolvimento continuado do assunto nas escolas da rede, promovendo hábitos de produção e de consumo em sintonia o ecossistema de Petrópolis. Além disso, o ProMea conta no Índice de Qualidade do Sistema de Meio Ambiente, aumentando a pontuação da cidade no ICMS Verde.

Participam da comissão representantes da prefeitura, câmara de vereadores, sociedade civil organizada e governança municipal - através do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Condema). Em conjunto com esses agentes, o setor de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente vai conduzir o processo de criação do ProMea.

Os participantes dessa comissão não receberão qualquer gratificação. A participação será de forma voluntária. A lei foi publicada no Diário Oficial (DO) do dia 3 de maio e está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Recentemente, o prefeito interino sancionou a lei que cria o Fundo Municipal de Conservação Ambiental (FMCA), um passo importante passo para garantir mais recursos para a área de meio ambiente no município.

Com esses avanços, a intenção é aumentar a pontuação no ICMS Verde e aumentar a arrecadação do município.

A Secretaria de Meio Ambiente está com novos uniformes. O Governo Municipal recebeu hoje (03/05) a doação de 30 coletes para os setores administrativo e de fiscalização e para o Grupamento de Proteção Ambiental (GPA) da pasta. O material foi oferecido pela Natu Vale Confecções, empresa que produz uniforme para a educação adventista de todo o Estado do Rio, além de outros municípios em Minas Gerais e Espírito Santo.

A Natu Vale Confecções gera hoje 64 empregos diretos em Petrópolis. Hammes aproveitou e visitou todas as dependências da confecção. O secretário de Meio Ambiente explica a importância dos coletes para as equipes. Segundo ele, o trabalho da pasta será facilitado com o material recebido.

"Em especial para as equipes de fiscalização e do GPA, o colete faz toda a diferença. Quando a gente vai atender uma denúncia, por exemplo, o uniforme é nossa marca. Essa doação fará a diferença para toda a nossa equipe", garantiu o secretário.

O Fundo receberá ao menos 10% do repasse do ICMS Verde

O Governo Municipal deu, na última semana, um importante passo para garantir mais recursos para a área de meio ambiente no município: sancionou a lei que cria o Fundo Municipal de Conservação Ambiental (FMCA). A regulamentação também já foi publicada e vai refletir diretamente na arrecadação municipal, já que o fundo conta pontos para o ICMS Verde. A Secretaria de Meio Ambiente, será responsável por mobilizar e gerir recursos para planos, programas e projetos que visem o uso racional dos recursos ambientais. Serão destinados recursos de multas cobradas por infrações às normas ambientais, repasses oriundos do ICMS Verde - na proporção mínima de 10% - entre outros. A execução da verba do FMCA será submetida ao Conselho Municipal do Meio Ambiente (COMDEMA).

Entre as verbas destinadas estão acordos, convênios, contratos e consórcios, de ajuda e cooperação interinstitucional; transferências de recursos da União, do Estado ou de outras entidades públicas e privadas; – repasses por compensação financeira ambiental oriundos de acordo celebrado pelo Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal; taxas e tarifas ambientais, bem como penalidades pecuniárias delas decorrentes; outras receitas eventuais.

Compete à Secretaria de Meio Ambiente, em conjunto com o COMDEMA, a administração do Fundo. Os planos, programas e projetos financiados com esses recursos serão periodicamente revistos, de acordo com os princípios e diretrizes da política municipal de meio ambiente. É vedada a utilização da verba para o pagamento de pessoal da administração pública direta e indireta ou de despesas de custeio diversas de sua finalidade.

O secretário de Meio Ambiente destacou a participação do COMDEMA na elaboração do Fundo Municipal de Conservação Ambiental. A novidade vai permitir que o município consiga aumentar a arrecadação. "O Conselho foi fundamental na criação do FMCA. Esse trabalho em conjunto vai trazer outras novidades no futuro, como a atualização do código ambiental, por exemplo. Importante destacar que esse é mais um passo para o aumento no recebimento de ICMS Verde", ressaltou.

Segundo a presidente do COMDEMA, essa luta pela regulamentação do Fundo era antiga. "Eu faço parte do Conselho há sete anos, e desde que comecei, a gente já lutava por isso. Meu coração se enche de alegria e esperança nesse momento. Deixo a presidência em setembro com a certeza que essa conquista será um legado importantíssimo para a preservação e conservação ambiental da nossa cidade", disse.



A prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, interditou nesta quarta-feira (17.03) uma área em que estava ocorrendo uma movimentação de terra e corte de árvores de forma irregular, na Rua João Balter, no Quarteirão Brasileiro. Os fiscais da pasta chegaram ao local no início da tarde após denúncias de moradores.

No momento da vistoria, ficou constatado que houve movimentação de terra com a supressão de árvores no terreno. Na ocasião, havia apenas funcionários no local sem a presença de responsáveis. O proprietário foi notificado para que apresente no prazo de 5 dias a documentação que autoriza as intervenções. A área foi interditada pela equipe do Meio Ambiente e não pode sofrer novas intervenções até a regularização.

O chefe do setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente, Miguel Fausto, alerta que é necessário a autorização da pasta para realizar essas ações: “É importante frisar que para realizar a movimentação de terra e corte de árvores é necessário obter, previamente, a autorização ambiental e licença de obras, sob pena de multa e responsabilização pelo dano ambiental causado”.

Do início do ano até a metade do mês de março, a Secretaria de Meio Ambiente já atendeu 154 ocorrências de infrações ambientais no município, entre casos de supressão de vegetação, poluição de curso hídrico, contaminação de solo, empresas exercendo atividade sem licença ambiental e queimadas.

As denúncias podem ser realizadas de forma anônima através do telefone (24) 2246-9241, ou pessoalmente na Secretaria de Meio Ambiente, que fica localizada na Avenida Koeller nº 87 – Centro.

Eles vão se tornar facilitadores da pasta nos bairros

Técnicos da Secretaria de Meio Ambiente fizeram uma capacitação para os agentes regionais da prefeitura nesta terça-feira (10/03). Eles foram orientados sobre os serviços públicos oferecidos pela pasta, como as autorizações para o corte e podas de árvores e a fiscalização de crimes ambientais. O objetivo é que os agentes se tornem facilitadores, levando ao Meio Ambiente as demandas mais urgentes dos bairros.

O corte de árvores, seja em terreno público ou particular, deve ser autorizado pela Secretaria de Meio Ambiente, caso contrário, o proprietário pode ser multado. A pasta atua também na fiscalização de crimes como desmatamento, queimada, movimentação de terra e poluição de curso hídrico. 

"Já sabemos como acionar a Secretaria de Meio Ambiente de forma emergencial. Podemos ajudar também com fotos, referências, enfim, vamos estar próximos da pasta e trabalhar por melhorias em nossas comunidades", garante Luís Roberto dos Santos Nascimento, agente regional da região da Castelânea.


O governo municipal entregou nesta sexta-feira (05/03) quatro licenças ambientais para empreendimentos locais que esperavam pela regularização. A iniciativa garante a manutenção dos empregos gerados por essas empresas, que agora passam a funcionar de acordo com a legislação vigente. Nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, a Secretaria de Meio Ambiente já concedeu outras 10 autorizações ambientais.

Dono de uma loja de estética automotiva há cinco anos, o petropolitano Marcos Pestana solicitou a licença ambiental em 2017 e, desde então, aguardava a documentação. A empresa realiza, entre diversos outros serviços, pintura e lavagem de veículos.

"É muito importante para a gente conseguir essa licença. Cumprimos com nossas obrigações, como o tratamento de água, com todo o planejamento, evitando a poluição hídrica. Agradeço o empenho do governo municipal. A partir de agora, poderemos trabalhar com mais tranquilidade", contou

Pagina 5 de 47