A prefeitura promove no próximo domingo (07/03) um dia de atividades físicas ao ar livre em homenagem ao Dia Mundial das Mulheres (08). São aulas de alongamento, hiit, step, dança e funcional, de 8h às 11h30, no Parque Natural, na Av. Ipiranga. A programação terá público limitado, limpeza dos equipamentos utilizados ao término de cada aula, além de respeitar os decretos municipais de prevenção ao coronavírus, como o distanciamento social e o uso de álcool em gel.

São parceiros da prefeitura no Agita Petrópolis em homenagem às mulheres a Universidade Cruzeiro do Sul e a Academia 2B Boutique.

A realização do evento marca o retorno da competição ao Brasil após 17 anos

Petrópolis vai sediar uma etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike em abril de 2022. A prova será realizada em uma fazenda no Vale do Cuiabá. Nesta terça-feira (23/02), o prefeito interino Hingo Hammes recebeu o embaixador da competição no país, o ciclista petropolitano Henrique Avancini, primeiro brasileiro a conquistar uma etapa do torneio. Também participaram do encontro secretários municipais, empresários do ramo de hotelaria, guias turísticos e os organizadores da prova. A expectativa é que mais cinco mil pessoas visitem a cidade por conta da Copa do Mundo.

A realização do evento em Petrópolis marca o retorno da competição ao Brasil após 17 anos. A última realização no país foi em 2004. Essa competição é considerada, ao lado da Tour de France, o principal evento ciclístico mundial. "Estou muito feliz. Essa é uma competição grandiosa, da qual participam os principais ciclistas do planeta. Meu papel como atleta é difundir o esporte, além de divulgar a cidade que eu tanto amo. É uma satisfação enorme e uma grande alegria participar desse momento", disse Henrique Avancini.

Segundo a Turispetro, o evento deve movimentar toda a cadeia de turismo na cidade, com aproveitamento da maior parte dos seis mil leitos existentes no município. 

O mercado brasileiro de ciclismo vem crescendo de forma estável já há alguns anos. Segundo a Abraciclo, o crescimento da produção no Brasil em 2020 foi de 12,8%, com um total de 750 mil bicicletas fabricadas. Um dos motivos desse aumento é a bike entrando no dia a dia do brasileiro durante a pandemia, como explica Rogério Bernardes, organizador do evento.

“Essa conquista representa muito não só para nós e para o Henrique, mas para o ciclismo brasileiro, que será mais uma vez o centro do mapa mundial do esporte em 2022. Vamos fazer o melhor trabalho possível para que a Copa do Mundo não saia nunca mais do Brasil. E tenho certeza que a torcida brasileira vai eletrizar e fazer história”, contou Rogério.


"Para quem sabe como a quadra era, isso aqui agora é o nosso Maracanã", disse Sidnei Furtado, emocionado, na entrega da reforma da quadra da Comunidade do Alemão neste sábado (20/02). Conhecido como "Tide", ele é o responsável por um projeto esportivo que atende 46 crianças do bairro e da região no entorno. O espaço ganhou alambrado, cobertura, refletores e traves.

A reforma da quadra era um antigo sonho de toda a comunidade. A obra contou com instalação de um telhado de estrutura metálica, as grades laterais foram substituídas. No entorno foi realizado um calçamento para que os utilizadores tenham conforto ao seguir para o interior da quadra, anteriormente o local era envolto por terra batida. Além disso, o equipamento esportivo ganhou iluminação totalmente nova, desde a fiação até os refletores.

"Na minha época, se a bola fosse para fora do gol, iria parar longe, no meio mato. Agora... É até difícil falar. Isso aqui está lindo", conta o presidente da Associação de Moradores da Comunidade do Alemão, Davi Araújo.

A quadra da Comunidade do Alemão foi 100% reformada, a única característica mantida foi o solo de pó de pedra, um pedido dos moradores que preferem esse tipo de piso.

Não é segredo que o esporte proporciona benefícios para o corpo. Além disso, a prática de atividades físicas também é excelente para a saúde mental, pois pode combater os sentimentos de ansiedade e depressão, melhorar o foco e fortalecer a autoestima, principalmente para os idosos. Em meio a pandemia, o Agita Petrópolis se tornou um grande aliado dos mais de 2,5 mil petropolitanos que participam regularmente das aulas de ginástica, dança e alongamento em 13 bairros.

Há quase dois anos no programa, a dona de casa Michele Pereira Gomes de Oliveira, de 41 anos, perdeu peso, ganhou força e ganhou mais qualidade no sono. Mas os benefícios vão além disso. "Eu adoro participar do Agita.
É muito divertido. Às vezes a gente chega aqui um pouco desanimada, mas depois da aula é só alegria. Ainda mais nessa pandemia, não é? Quanto mais coisa a gente faz, melhor é", disse ela, que é aluna do núcleo do Centro.

"O mais importante é a segurança. As turmas são pequenas, existe o distanciamento, além da exigência da máscara e o álcool em gel. Com segurança, podemos participar das aulas e se exercitar. Me livrei das dores da época em que eu era sedentária. Me sinto mais leve, mais saudável, muito mais feliz", concluiu Michele.

Heloísa Helena, aluna do núcleo em Cascatinha, também ressaltou os benefícios para a saúde mental. "Estou muito feliz pelo retorno das aulas. Além dos benefícios para a minha saúde, também reencontro minhas amigas, fizemos uma turma muito legal aqui, uma sempre ajuda a outra", contou.

As atividades do programa voltaram na última semana em Cascatinha, Posse, Bataillard, Vale do Cuiabá, Madame Machado, Vila Rica, Alto da Serra, Caxambu, Centro, Quitandinha e São Sebastião. Os núcleos do Contorno e do Oswaldo Cruz estão sendo reorganizados e o retorno do Agita Petrópolis deve acontecer até o fim do mês. Os interessados em participar podem ligar para o (24) 2233-1218 para outras informações.

As aulas do Agita Petrópolis retornaram nesta segunda-feira (08/02) em Cascatinha, Posse, Bataillard, Vale do Cuiabá, Madame Machado e no Vila Rica. Ao longo desta semana, voltam as atividades no Alto da Serra, Caxambu, Centro, Quitandinha e São Sebastião. Os núcleos do Contorno e do Oswaldo Cruz estão sendo reorganizados e o regresso do programa deve acontecer até o fim do mês. A novidade será a instalação de um núcleo no Vicenzo Rivetti em março.

O Agita Petrópolis é um marco, um divisor de águas do esporte em Petrópolis e possibilita, de forma democrática, levar atividade física de forma gratuita para toda a cidade.

Por enquanto, em virtude da pandemia do coronavírus, permanecem sendo realizadas atividades do Agita Petrópolis apenas para o público adulto. Cabe ressaltar que os locais em que acontecem as aulas são usados tapetes sanitizantes, termômetros e também é disponibilizado o álcool em gel para os alunos. Em Cascatinha, por exemplo, os alunos comemoraram o retorno das atividades.

"Estou muito feliz pelo retorno das aulas. Além dos benefícios para a minha saúde, também reencontro minhas amigas, fizemos uma turma muito legal aqui", disse a aluna Heloísa Helena. "É uma alegria enorme retornar no Agita. Melhorei das dores na coluna e nas pernas, me sinto mais animada para o dia a dia. É ótimo para todos aqui", garantiu Claudia Salgueiro.

Os interessados em participar do Agita Petrópolis podem ligar para o (24) 2233-1218 para outras informações. Segundo o Instituto Municipal de Cultura e Esportes, a ideia é ampliar o Agita Petrópolis para mais locais ao longo desse ano.

As aulas de ginástica, dança e alongamento do Agita Petrópolis retornam em fevereiro e o programa será ampliado para mais dois locais: Escola Municipal José Fernandes (Alto da Serra) e Praça CEU (Posse). Dessa maneira, serão 13 lugares atendidos pelas atividades: Contorno, Centro, Osvaldo Cruz, Bataillard, Madame Machado, Alto da Serra (CRJ), Vila Rica, Quitandinha, São Sebastião, Caxambu e Cascatinha. Os interessados em participar podem ligar para o (24) 2233-1218 para outras informações.

Por enquanto, em virtude da pandemia do coronavírus, permanecem sendo realizadas atividades do Agita Petrópolis apenas para o público adulto. Cabe ressaltar que os locais em que acontecem as aulas são usados tapetes sanitizantes, termômetros e também é disponibilizado o álcool em gel para os alunos.

A ideia do Instituto Municipal de Cultura e Esportes é ampliar o Agita Petrópolis utilizando as quadras esportivas das escolas municipais, proporcionando mais conforto e segurança para os beneficiados. Mas, nesse momento, é importante que a população mantenha os cuidados, respeitando as regras sanitárias e o uso de máscara, por exemplo. Os exercícios físicos auxiliam na promoção da saúde e ajudam no controle de diversas doenças.

Bolas de basquete, futsal e vôlei, handebol, futebol, society, além de bola para deficientes - com guizo - são alguns dos materiais esportivos adquiridos pela Secretaria de Educação para as unidades escolares da rede. As entregas já começaram a ser feitas. 

No total foram adquiridos mais de 4.500 itens, incluindo redes de basquete, futsal e vôlei, tabuleiros de xadrez e dama, raquete de tênis de mesa, kit de badminton, kit de frescobol e raquete de tênis de mesa, velotrol e cones para circuitos, além de coletes para futebol.

A Secretária de Educação, Marcia Palma, aproveitou para agradecer a parceria das equipes das escolas e CEIs. “Durante todo esse período foi fundamental a parceria dos profissionais que atuam nas escolas e creches. Sabemos que não foi fácil, mas, desde sempre, todos estiveram dispostos a ajudar a Secretaria de Educação nesse momento em que, por conta da pandemia, tivemos que nos afastar fisicamente. Tenho certeza que todo esse material será muito bem utilizado nas instituições de ensino. Agradeço a parceria, compreensão e paciência de todos”.

O prefeito conheceu nesta quinta-feira (30/07) um projeto para implantar uma nova área de lazer em Cascatinha. O objetivo é aproveitar uma área de 700 metros da Companhia Petropolitana para uma ciclovia, uma praça, um parquinho infantil e uma academia ao ar livre. O vereador Marcelo Chitão apresentou a ideia.

Um projeto básico já foi aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), uma vez que o local possui tombamento pelo órgão, e agora precisa ser detalhada para nova análise. Com isso, o município vai buscar viabilizar o projeto.

A Companhia Petropolitana de Tecidos foi criada no século XIX e foi uma das mais importantes fábricas da história do município, com uma grande colônia de imigrantes italianos trabalhando no local, mas faliu quase um século depois da fundação. Desde 1981, a área possui tombamento pelo Iphan.

“A ideia é fazer esse espaço como um parque para a população poder usar para lazer, para atividades físicas”, explicou o vereador.

O prefeito sinalizou que pode buscar apoio ao projeto junto a iniciativa privada em parceria com a Secretaria de Obras, de Serviços e da Comdep.

Prefeito Bernardo Rossi acompanhou instalação dos equipamentos nesta terça-feira (28/07)

A academia ao ar livre da Praça de Nogueira ganhou novos aparelhos de ginástica. São seis aparelhos que permitem exercitar todos os grupos musculares do corpo, além de um painel de alongamentos. O prefeito esteve no local nesta terça-feira (28/07) acompanhando a instalação dos equipamentos.

Ainda na Praça de Nogueira, a prefeitura revitalizou brinquedos e bancos, além de terem sido trocadas 21 lixeiras no entorno. No início deste mês, a prefeitura também instalou novos equipamentos na academia ao ar livre de Secretário.

Os exercícios físicos podem auxiliam na promoção da saúde e amenizam doenças, aumentando a qualidade e a expectativa de vida na velhice. A instalação dos equipamentos nas duas academias (Nogueira e Secretário) são verba proveniente de emenda parlamentar do Ministério da Cidadania (pasta que engloba o extinto Ministério do Esporte).

Competição será online: participantes precisam gravar vídeos das apresentações e enviar no formulário de inscrição

O I Open Imperial de Taekwondo de Poomsae será realizada durante o mês de agosto. Em virtude dos decretos municipais relacionados ao coronavírus, a competição será realizada pela internet: o participante precisa gravar um vídeo da apresentação e colocar no YouTube – o link deverá ser enviado junto com o formulário na ficha de inscrição. Podem participar atletas a partir dos sete anos (categoria mirim) até mais de 65 anos. As vagas, que são gratuitas, estarão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) entre os dias 3 e 20 de agosto.

As categorias de faixas coloridas (faixas e pontas amarela, verde, azul e vermelha) apresentam uma sequência única de movimentos. As faixas pretas precisam de duas sequências ininterruptas. Um grupo de cinco árbitros vai avaliar cada vídeo. Após serem descartadas a maior e a menor nota, a média do restante das avaliações será o resultado final de cada atleta. O anúncio será feito no dia 30 de agosto.

A competição é uma iniciativa do Team Polonini Taekwondo com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer, e patrocínio do restaurante Luka’s e da Maxisite Comunicação Digital. “Normalmente esse seria um evento presencial. Porém, após a realização de alguns testes, vimos que funciona fazer virtualmente tanto por transmissão ao vivo, quanto por envio do vídeo”, explica Roberto Polonini, organizador do torneio. 

Dessa maneira, o governo municipal permanece incentivando as artes marciais em todas as idades. Desde 2017, a atual gestão investe em parcerias público-privada para trazer eventos com esse perfil para a cidade. Desde então, já foram realizadas edições da Copa Petropolitana de Judô, do Open de Judô, do Open de Taekwondo, do Desafio de Muaythai, do Desafio de Jiu-jitsu, dos Jogos do Interior de Capoeira, além da realização do judô no Jeups e de três etapas do Agita Lutas.

Pagina 10 de 114