O "IMC nas Redes – Conversas Culturais" desta quarta-feira (26/05) vai debater os desafios da dança em tempos de isolamento social. A roda de conversa on-line será transmitida nas redes da prefeitura (Facebook e Youtube), às 19h, com a participação de representantes do segmento na cidade. A mediadora do encontro será Catarina Maul, gerente do Centro de Cultura.

Participam da roda de conversa Roberta Bertelli, responsável pela direção artística e técnica do Espetáculo O CANTO DAS IRIAS, da Comunidade Católica Shalom; Neiva Voigt, que foi professora e coreógrafa na Training Center, CETEP, atualmente sócia/proprietária da Movimento ART & Cia Ltda, além de ser Conselheira Suplente do Segmento da Dança no CMC; Mickael Ramos, que trabalhou como coreógrafo de artistas como Ludmilla, Daya Luz, Karol K, além de ser formado em Direção de arte pela Academia Internacional de Cinema e Felipe Laureano, produtor, coreógrafo, fotógrafo e videomaker, assina pelo selo Hard Produções, com a Cia H.C, produtor artístico e colaborador do selo musical Boom Lab Music.

Sobre o projeto "IMC nas Redes - Conversas Culturais"

Toda quarta-feira, serão realizadas lives nas redes sociais da Prefeitura de Petrópolis (Canal de Youtube e Facebook), visando promover encontros entre agentes culturais, instituições de relevância, especialistas nas áreas dos diversos segmentos, procurando agregar informações e conhecimento.

Sobre os artistas

Roberta Bertelli

Iniciou os estudos de dança em 1989 e mantém até hoje pesquisas estudos e pesquisas nas modalidades de jazz, dança contemporânea e ballet clássico.
Desde 2018 atua e participa das construções e pesquisas coletivas da Cia Corpoiesis.
Atualmente é responsável pela direção artística e técnica do Espetáculo O CANTO DAS IRIAS, da Comunidade Católica Shalom, junto ao Corpo de Baile da Obra Petrópolis/RJ. Teve 8 trabalhos selecionados para a Jornada Mundial da Juventude no Brasil em 2013 e foi convidada para a edição de 2016 na Cracóvia.
Por 16 anos ensinou dança em um trabalho 100% voluntário, chamado Cia de Dança Sacra Expressão de Louvor. O projeto promove a inclusão social de crianças, adolescentes e jovens adultos que vivem em declarado risco social, no bairro Sargento Boening, na cidade de Petrópolis - RJ. Trabalho este desenvolvido no salão da igreja católica Sagrada Família, na comunidade. O grupo viajou pelo Brasil, conquistando mais de 200 títulos e premiações em inúmeros festivais de dança sacra.

Neiva Voigt

Catarinense de Rio do Sul, graduada em Ed. Física pela UDESC/SC (1976) com Especialização em Dança na UFRJ(1979). Atuou como professora e coreógrafa na Training Center,CETEP, atualmente sócia/proprietária da Movimento ART & Cia Ltda. Participou da criação e formatação do SMC de Petrópolis. Conselheira, ora titular ora suplente do CMC de Petrópolis de 2010 a 2014. Pelo SPDRJ (sindicato da dança) esteve nas seguintes funções: Delegada Regional, membro do Conselho Fiscal e atualmente Conselheira Honorária. Participou da criação do Projeto “Dançar por Dançar” (1987 a 1991,2010,2011,2012 e de 2015 a 2019. Recebeu do vereador Jamil Sabra o Título de Cidadã Petropolitana. Atualmente é Conselheira Suplente do Segmento da Dança no CMC.

Mickael Ramos

Foi bailarino e coreógrafo do Projeto/Espetáculo Trilhas do Prata Arte Negra do Rio Grande do Sul, dirigido por Heloisa Peres e Diego Mac. Ministrou oficina de dança contemporânea na I Conferência Gaúcha de Dança. Contemplado pelo Rumos Itaú cultural com a pesquisa Consequência do som – Dança contemporânea a partir do hip-hop. Integrou o corpo de baile do programa Gente Inocente da Rede Globo com Direção coreográfica de Caio Nunes. Integrou a Cia. Heart Company dirigida por Octávio Nassur. Coreógrafo da Art & Dança – Espaço Cultural a 10 anos onde obteve vários prêmios em festivais pelo país. Formado em Direção de arte pela Academia Internacional de Cinema. Professor e Performer convidado do projeto cultural Canoas Verão com arte. Diretor Coreográfico da cantora Lorena Simpson. Trabalhou como coreógrafo de artistas como Ludmilla, Daya Luz, Karol K, Maria etc.

Felipe Laureano

Iniciou sua carreira artística através da dança na infância, participando como bailarino de vídeo clipe para comerciais de grandes marcas como a antiga TAM, TIM, Caixa Econômica entre outros, de programas de TV como The Voice Brasil, finais de ano com Roberto Carlos. Shows com Gaiola das Popozudas, MC gordo boy, Darlene Lepetit. Foi um dos integrantes da equipe de bailarinos profissionais da Montagem da Abertura das Olimpíadas Rio2016 sobre a direção de Déborah Colcker, do Show de Abertura no Maracanã além de Shows com a equipe Rio 2016 no Parque Olímpico da Barra da Tijuca. Ministrou workshops em Petrópolis , Duque de Caxias , Rio Pomba , Rio de Janeiro , Três Rios , Juiz de Fora, São Paulo, Joinville, entre outras cidades e estados compartilhando seus estudo baseados na cultura Hip Hop, e na cultura Clubing mais precisamente o House Dance .

Dirigiu, produz e coreógrafa filmes e vídeos comerciais, o mais atual foi para o festival Brasil/França Dança em trânsito com o filme Caput, entrou em circulação com as peças Turminha do Barulho (2012/2018), o Espetáculo Ponto Comum(desde 2014), festivais de música, Festival Dançar por Dançar de 2014 a 2019 obtendo premiações e expandindo junto com sua equipe o festival a novos horizontes, Festival Urb 2016 a 2019 , Mostra artística Dance e deixe Dançar, Festivais de cultura urbana pela Ambev, CEG, Ampla, Nação Hip hop e Prefeitura de Petrópolis.

A prefeitura, em parceria com o governo federal e com o apoio da AssociEventos, promove uma capacitação sobre a Lei Federal de Incentivo ao Esporte. A atividade acontece no dia 27 de maio, no salão nobre da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) e as vagas são limitadas. Os interessados podem entrar em contato com a Secretaria de Lazer, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL) através do e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone: 2233-1218. As inscrições serão aceitas entre os dias 19 e 21 de maio.

Quem vai ministrar a capacitação é o secretário Especial do Esporte, entidade ligada ao Ministério da Cidadania, Leonardo da Cunha de Mendonça Castro. Ele acumula experiência como consultor de projetos incentivados, tendo atuado por cinco anos na gestão de projetos do Clube de Regatas do Flamengo. Hoje atua na coordenação para que projetos esportivos e paraesportivos financiados mediante incentivos fiscais sejam executados em todo o país.

Segundo o secretário de Esportes do município, o encontro será realizado de acordo com as regras sanitárias previstas no município. "O auditório da UCP estará com a capacidade muito reduzida para esse encontro, que será totalmente gratuito. Vamos respeitar o distanciamento social, além do uso de máscaras e álcool em gel. A ideia é promover um dia de muito aprendizado para os gestores esportivos da nossa cidade", disse.

A prefeitura, em parceria com o governo federal, promove uma capacitação sobre a Lei Federal de Incentivo ao Esporte. A atividade acontece no dia 27 de maio, no salão nobre da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) e as vagas são limitadas. Os interessados podem entrar em contato com a Secretaria de Lazer, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL) através do e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone: 2233-1218. As inscrições serão aceitas entre os dias 19 e 21 de maio.

Qualquer instituição interessada em captar verba federal pode participar da capacitação. Pode ser um clube, uma ONG, ou até mesmo uma liga amadora. Qualquer gestor esportivo pode participar. 

Quem vai ministrar a capacitação é o secretário Especial do Esporte, entidade ligada ao Ministério da Cidadania, Leonardo da Cunha de Mendonça Castro. Ele acumula experiência como consultor de projetos incentivados, tendo atuado por cinco anos na gestão de projetos do Clube de Regatas do Flamengo. Hoje atua na coordenação para que projetos esportivos e paradesportivos financiados mediante incentivos fiscais sejam executados em todo o país.

O auditório da UCP estará com a capacidade muito reduzida para esse encontro, que será totalmente gratuito.

O Governo interino e o secretário e Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer formalizaram na manhã deste sábado (08/05) a denominação da quadra de esportes Tatiane Brand de Castro, localizada na Rua Presidente Sodré, no bairro Siméria. A denominação foi aprovada pela Câmara Municipal no ano passado e transformou-se na Lei 8.033/2020, após a sanção pelo Poder Executivo.

Assim como diversas outras quadras de esportes do munícipio, a do bairro foi recentemente recuperada pela Prefeitura. Todo o gradil foi recuperado, com a solda das partes tubulares que estavam deterioradas, e pintado. A quadra ganhou também uma cobertura de tela em toda a sua extensão e o pavimento recebeu melhorias com a aplicação de pó de pedra. Os trabalhos, realizados pela Comdep, ficaram prontos esta semana.
O secretário de Esportes também enfatizou que as melhorias na quadra da Siméria fazem parte de um objetivo da área no atual governo municipal, que é estar presente nas comunidades, oferecendo condições mais dignas para a prática das modalidades. Ele lembrou que, além da quadra, a pequena praça e o parquinho infantil que ficam na frente da área também receberam melhorias.
Um pequeno grupo de parentes e amigos da homenageada participaram da rápida cerimônia, entre estes a presidente da Associação de Moradores do bairro e conselheira tutelar do município, Marise Brand. “Fico muito agradecida por essa homenagem à minha filha e pelo reconhecimento do seu trabalho. Minha família sempre esteve muito ligada a este espaço, e a própria Tatiane ajudou a cuidar dele”, disse a mãe da homenageada.
O esposo de Marise, o comerciante José Nilson, proprietário de um bar em frente à quadra, também estava visivelmente emocionado. Ele que também zela pelo espaço público de lazer há muitos anos, diz que com as melhorias implementadas a quadra ficou excelente. “A comunidade certamente fará um bom uso do espaço, principalmente quando essa fase da pandemia passar”, destacou.

Evento será realizado cumprindo todos os protocolos de segurança

A etapa em Petrópolis da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) – prevista para acontecer entre 24 e 26 de setembro no Vale do Cuiabá – irá seguir os protocolos de saúde e pode ser realizada sem público. Em reunião realizada nesta terça-feira (04/05), representantes da prefeitura ouviram do organizador do evento, Rogério Bernardes, as normas para que a prova aconteça de forma segura, com a testagem de atletas e equipes de apoio. O município também vai receber a Copa do Mundo de MTB em abril de 2022.

O mercado brasileiro de ciclismo vem crescendo de forma estável já há alguns anos. Segundo a Abraciclo, o crescimento da produção no Brasil em 2020 foi de 12,8%, com um total de 750 mil bicicletas fabricadas. Um dos motivos desse aumento é a bike entrando no dia a dia do brasileiro durante a pandemia, como explica Rogério.

"Será uma etapa que seguirá a risca com todos os protocolos de segurança. Vamos limitar o número de pessoas na prova e se for necessário, será realizada sem público. Além disso, em 2022, vamos fazer o melhor trabalho possível para que a Copa do Mundo não saia nunca mais do Brasil”, contou Rogério.


A Prefeitura vai reabrir neste sábado, dia 1º de maio, os parques municipais. Assim, estarão liberados à visitação pública o Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes, em Itaipava, o Parque Cremerie e o Parque Natural Municipal Padre Quinha, na Avenida Ipiranga. O Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), que é gerido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão federal, já estava aberto desde a semana passada.

A aberturas dos parques públicos e privados havia sido facultada por meio do decreto 074/2021, publicado na segunda-feira (19/4). Entretanto, o governo anunciou que os parques, os atrativos e os centros culturais administrados pelo poder público permaneceriam fechados, buscando preservar a capacidade de atendimento do serviço de saúde no município.

Mesmo com a aberturas dos espaços, a Prefeitura alerta para a obediência as normas sanitárias, com a restrição de circulação de pessoas sem o uso de máscaras, o distanciamento necessário de 1,5 metro entre elas, além da vedação a qualquer tipo de aglomeração.

Horários dos parques e endereços

Parque Natural Municipal Padre Quinha - Aberto de terça a domingo e feriados, das 8h30 às 17h30. Avenida Ipiranga 853, Centro.

Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes (Itaipava) - Aberto de quarta a domingo e feriados, das 7h às 18h. Estrada União e Indústria 10.000, Itaipava.

Parque Crémerie – Rua Luis de Camões s/nº, Independência – Aberto de terça a domingo, das 8h às 16h30.

A atividade física está presente na vida de Rafael dos Santos Coutinho desde a infância, quando jogou futsal até seus 14 anos nas categorias de base do Petropolitano Foot-ball Club. Quase uma década depois, aos 23, Rafael concluiu o curso de bacharel em Educação Física, escolhido por conta da relação desenvolvida com o esporte ainda quando criança. Agora professor formado, ele participa do Conselho Municipal de Esporte e Lazer (CMEL) e usou como tema do seu trabalho de conclusão de curso o programa Agita Petrópolis, primeiro programa de estímulo à prática de atividades físicas próprio do município, criado em 2017.

“Eu comecei a estagiar na faculdade trabalhando justamente com idosos, em uma faixa etária que sofre com doenças crônicas, como o diabetes e a hipertensão. Conheci o Agita Petrópolis dentro do CMEL e a decisão de estudar o programa veio para analisar o perfil dos participantes", explicou Rafael. "O Agita cumpre exatamente com o seu papel, que é proporcionar atividade física orientada e supervisionada por profissionais para pessoas de mais idade e com pouco poder aquisitivo", destacou.

Rafael conta que o esporte proporciona diversos benefícios para o corpo. Em meio à pandemia da Covid-19, a prática de atividades físicas pode fortalecer a saúde mental, combatendo os sentimentos de ansiedade e depressão, melhorando o foco e fortalecer a autoestima, principalmente para os idosos. No Agita Petrópolis são mais de dois mil petropolitanos atendidos em 15 bairros.

"O esporte promove saúde e bem-estar, benefícios não apenas para o corpo, mas também para a mente. Nesse momento de pandemia nós percebemos o quanto é importante nos cuidarmos, com a prática esportiva, alimentação, enfim, levarmos uma vida saudável. Comprovamos que o Agita Petrópolis muda a realidade dos beneficiados", ressaltou Rafael.

O Agita Petrópolis acontece no Carangola, Cascatinha, Posse, Bataillard, Vale do Cuiabá, Madame Machado, Vila Rica, Oswaldo Cruz, Contorno, Alto da Serra, Pedro do Rio, Caxambu, Centro, Quitandinha e São Sebastião. Existem vagas para novos alunos em todos os bairros.

Por enquanto, em virtude da pandemia do coronavírus, permanecem sendo realizadas atividades do Agita Petrópolis apenas para o público adulto. Cabe ressaltar que os locais em que acontecem as aulas são usados tapetes sanitizantes, termômetros e também é disponibilizado o álcool em gel para os alunos.

Segundo o secretário de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer, a ideia é ampliar o Agita Petrópolis para mais locais ao longo desse ano. Podem participar adultos e idosos. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (24) 2233-1218. “Os exercícios físicos auxiliam na promoção da saúde e ajudam no controle de diversas doenças. Nosso objetivo é ampliar o programa, democratizando o acesso a prática de esportes", concluiu o Secretário.

Promoção da saúde e de bem-estar. Esses são os objetivos do Motiv@ção, evento esportivo on-line criado pelo governo municipal e que será transmitido no Youtube da Prefeitura de Petrópolis no dia 01 de maio. De 9h até 10h30, os professores do programa Agita Petrópolis darão aulas de alongamento, dança, funcional e relaxamento. Em meio à pandemia da Covid-19, a ideia é que as pessoas utilizem os espaços de suas casas para realizarem as atividades.

Além disso, dentro dessa programação, será realizado o Desafio Motiv@ção 5 km. A intenção é incentivar a corrida sem caráter competitivo, sendo apenas participativa e filantrópica. Para isso, a prefeitura vai disponibilizar 200 vagas e os atletas devem comprovar que realizaram a quilometragem da prova. Os interessados podem se inscrever em um link que estará disponível no Instagram da prefeitura no domingo (25/04) a partir de 9h.

"Vamos abrir as inscrições no domingo e os participantes devem realizar a prova entre os dias 1 e 9 de maio. Pode correr ou caminhar em casa no quintal, na esteira, ou mesmo na rua, mas a gente pede que seja de maneira isolada, sem aglomeração, e com todos os cuidados preventivos", explica o secretário de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer.

Estimular a prática esportiva entre jovens, além de combater a evasão escolar, a criminalidade e o uso de entorpecentes. Esses são os objetivos do projeto Skate Escola, uma parceria da prefeitura com o Governo Federal e que vai beneficiar até 150 crianças e adolescentes de Petrópolis. O município vai contar com dois núcleos - um na Praça Duque de Caxias e outro no Parque Municipal, em Itaipava. O governo municipal aguarda a União para efetivar o programa, que terá 16 meses de duração: quatro de implementação e 12 de atividades.

O projeto será realizado no contraturno das aulas escolares, após a liberação das atividades em função da pandemia. A dinâmica prevê a formação de quatro turmas por trimestre com o número máximo de 15 alunos. Os meninos e meninas serão divididos por faixa etária e os materiais, como equipamento de proteção e skate, serão fornecidos. Um professor de educação física, um instrutor de skate e um coordenador técnico serão os supervisores do programa.

Além da prefeitura e do governo federal, outro elo do projeto é a Confederação Brasileira de Skate (CBSK). A CBSK trabalhará na coordenação junto com as cidades e no treinamento de instrutores que darão as aulas.

Petrópolis pode voltar a ter um núcleo do projeto Viva Vôlei da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). O Governo Municipal recebeu, nesta sexta-feira (12/03), o ex-jogador Marcelinho Elgarten, que vai intermediar a vinda do programa para o município junto a Confederação. O Viva Vôlei é um projeto de iniciação ao voleibol cuja diretriz é educar e socializar meninos e meninas de sete a 14 anos através do esporte.

Ao Marcelinho visitou o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, que fica no bairro Caxambu. Segundo ele, o programa contribui no desenvolvimento físico, social e emocional das crianças e adolescentes.

"A ideia é ocupar as crianças e tirar os jovens das ruas através do esporte. Existe a chance de encontrarmos novos talentos, mas o mais importante é formarmos cidadãos. Fico feliz em ser o padrinho dessa proposta que vai beneficiar diversas crianças de Petrópolis", destacou Marcelinho.

O VivaVôlei está presente em todas as regiões do Brasil. Atualmente, são mais de 70 núcleos em atividade, atendendo à cerca de vinte e cinco mil crianças e adolescentes de comunidades carentes em 17 estados brasileiros, gerando cerca de trezentos e cinquenta empregos diretos e indiretos.

Pagina 9 de 114