As aulas de ginástica, dança e alongamento do Agita Petrópolis retornam em fevereiro e o programa será ampliado para mais dois locais: Escola Municipal José Fernandes (Alto da Serra) e Praça CEU (Posse). Dessa maneira, serão 13 lugares atendidos pelas atividades: Contorno, Centro, Osvaldo Cruz, Bataillard, Madame Machado, Alto da Serra (CRJ), Vila Rica, Quitandinha, São Sebastião, Caxambu e Cascatinha. Os interessados em participar podem ligar para o (24) 2233-1218 para outras informações.

Por enquanto, em virtude da pandemia do coronavírus, permanecem sendo realizadas atividades do Agita Petrópolis apenas para o público adulto. Cabe ressaltar que os locais em que acontecem as aulas são usados tapetes sanitizantes, termômetros e também é disponibilizado o álcool em gel para os alunos.

A ideia do Instituto Municipal de Cultura e Esportes é ampliar o Agita Petrópolis utilizando as quadras esportivas das escolas municipais, proporcionando mais conforto e segurança para os beneficiados. Mas, nesse momento, é importante que a população mantenha os cuidados, respeitando as regras sanitárias e o uso de máscara, por exemplo. Os exercícios físicos auxiliam na promoção da saúde e ajudam no controle de diversas doenças.

Bolas de basquete, futsal e vôlei, handebol, futebol, society, além de bola para deficientes - com guizo - são alguns dos materiais esportivos adquiridos pela Secretaria de Educação para as unidades escolares da rede. As entregas já começaram a ser feitas. 

No total foram adquiridos mais de 4.500 itens, incluindo redes de basquete, futsal e vôlei, tabuleiros de xadrez e dama, raquete de tênis de mesa, kit de badminton, kit de frescobol e raquete de tênis de mesa, velotrol e cones para circuitos, além de coletes para futebol.

A Secretária de Educação, Marcia Palma, aproveitou para agradecer a parceria das equipes das escolas e CEIs. “Durante todo esse período foi fundamental a parceria dos profissionais que atuam nas escolas e creches. Sabemos que não foi fácil, mas, desde sempre, todos estiveram dispostos a ajudar a Secretaria de Educação nesse momento em que, por conta da pandemia, tivemos que nos afastar fisicamente. Tenho certeza que todo esse material será muito bem utilizado nas instituições de ensino. Agradeço a parceria, compreensão e paciência de todos”.

O prefeito conheceu nesta quinta-feira (30/07) um projeto para implantar uma nova área de lazer em Cascatinha. O objetivo é aproveitar uma área de 700 metros da Companhia Petropolitana para uma ciclovia, uma praça, um parquinho infantil e uma academia ao ar livre. O vereador Marcelo Chitão apresentou a ideia.

Um projeto básico já foi aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), uma vez que o local possui tombamento pelo órgão, e agora precisa ser detalhada para nova análise. Com isso, o município vai buscar viabilizar o projeto.

A Companhia Petropolitana de Tecidos foi criada no século XIX e foi uma das mais importantes fábricas da história do município, com uma grande colônia de imigrantes italianos trabalhando no local, mas faliu quase um século depois da fundação. Desde 1981, a área possui tombamento pelo Iphan.

“A ideia é fazer esse espaço como um parque para a população poder usar para lazer, para atividades físicas”, explicou o vereador.

O prefeito sinalizou que pode buscar apoio ao projeto junto a iniciativa privada em parceria com a Secretaria de Obras, de Serviços e da Comdep.

Prefeito Bernardo Rossi acompanhou instalação dos equipamentos nesta terça-feira (28/07)

A academia ao ar livre da Praça de Nogueira ganhou novos aparelhos de ginástica. São seis aparelhos que permitem exercitar todos os grupos musculares do corpo, além de um painel de alongamentos. O prefeito esteve no local nesta terça-feira (28/07) acompanhando a instalação dos equipamentos.

Ainda na Praça de Nogueira, a prefeitura revitalizou brinquedos e bancos, além de terem sido trocadas 21 lixeiras no entorno. No início deste mês, a prefeitura também instalou novos equipamentos na academia ao ar livre de Secretário.

Os exercícios físicos podem auxiliam na promoção da saúde e amenizam doenças, aumentando a qualidade e a expectativa de vida na velhice. A instalação dos equipamentos nas duas academias (Nogueira e Secretário) são verba proveniente de emenda parlamentar do Ministério da Cidadania (pasta que engloba o extinto Ministério do Esporte).

Competição será online: participantes precisam gravar vídeos das apresentações e enviar no formulário de inscrição

O I Open Imperial de Taekwondo de Poomsae será realizada durante o mês de agosto. Em virtude dos decretos municipais relacionados ao coronavírus, a competição será realizada pela internet: o participante precisa gravar um vídeo da apresentação e colocar no YouTube – o link deverá ser enviado junto com o formulário na ficha de inscrição. Podem participar atletas a partir dos sete anos (categoria mirim) até mais de 65 anos. As vagas, que são gratuitas, estarão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) entre os dias 3 e 20 de agosto.

As categorias de faixas coloridas (faixas e pontas amarela, verde, azul e vermelha) apresentam uma sequência única de movimentos. As faixas pretas precisam de duas sequências ininterruptas. Um grupo de cinco árbitros vai avaliar cada vídeo. Após serem descartadas a maior e a menor nota, a média do restante das avaliações será o resultado final de cada atleta. O anúncio será feito no dia 30 de agosto.

A competição é uma iniciativa do Team Polonini Taekwondo com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer, e patrocínio do restaurante Luka’s e da Maxisite Comunicação Digital. “Normalmente esse seria um evento presencial. Porém, após a realização de alguns testes, vimos que funciona fazer virtualmente tanto por transmissão ao vivo, quanto por envio do vídeo”, explica Roberto Polonini, organizador do torneio. 

Dessa maneira, o governo municipal permanece incentivando as artes marciais em todas as idades. Desde 2017, a atual gestão investe em parcerias público-privada para trazer eventos com esse perfil para a cidade. Desde então, já foram realizadas edições da Copa Petropolitana de Judô, do Open de Judô, do Open de Taekwondo, do Desafio de Muaythai, do Desafio de Jiu-jitsu, dos Jogos do Interior de Capoeira, além da realização do judô no Jeups e de três etapas do Agita Lutas.

A prefeitura planeja o retorno das aulas presenciais do programa Agita Petrópolis no mês de agosto. Para garantir a total segurança dos alunos, estão sendo adquiridos tapetes sanitizantes, termômetros e álcool em gel, e só serão permitidas as atividades para o público adulto. Até o momento, os professores de Educação Física responsáveis pelos 17 núcleos do programa - que atende regularmente cerca de 2,5 mil pessoas - estão usando as redes sociais para ensinar exercícios que podem ser realizados em casa.

Os núcleos que atendem adultos são nove:  Contorno, Centro, Osvaldo Cruz, Bataillard, Madame Machado, Alto da Serra (no CRJ), Vila Rica, Caxambu e Cascatinha. A Superintendência de Esportes e Lazer ainda planeja o novo formato de turmas de acordo com o espaço usado em cada bairro. Segundo o governo municipal, as turmas serão com menos alunos e vamos oferecer mais horários.

Em meio à crise do coronavírus e a necessidade do isolamento social, desde março, estão sendo publicados vídeos nas redes sociais da prefeitura com dicas de exercícios. São atividades que lembram as aulas presenciais de ginástica e de dança. O objetivo é estimular a prática esportiva neste período.

Além do Agita Petrópolis, o Festival das Comunidades, os Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) e os eventos esportivos também estão suspensos. O Circuito Imperial de Lazer - na Av. Barão do Rio Branco e da Rua Imperador - também não estão funcionando.

As academias do município podem requerer o selo "Academia Segura" voltado para a prevenção do coronavírus. Os estabelecimentos que comprovarem a implementação das normas e condutas de segurança estabelecidas para esse segmento, assinam o termo de compromisso e recebem a chancela. Os interessados podem retirar a marca na Superintendência de Esportes e Lazer, no Centro de Cultura, a partir desta sexta-feira (09.07), de 10h até às 17h.

Entre as regras que devem ser seguidas estão a interdição dos chuveiros nos vestiários, além de todos os clientes, profissionais, colaboradores ou terceirizados estar obrigatoriamente usando máscara e os armários e escaninhos deverão ser reduzidos em 50%, ou seja, à metade.

As academias devem ainda demarcar áreas no solo ao redor dos aparelhos para fácil visualização do correto distanciamento sanitário, 2m entre as pessoas. Além de apresentar algum tipo de controle que limite o número de frequentadores por hora, seja por gênero, número de matrícula, CPF ou marcação por aplicativos.

O prefeito entregou a academia ao ar livre na Praça de Secretário nesta terça-feira (07.07). O espaço foi construído em piso de concreto e conta com seis aparelhos novos que permitem exercitar todos os grupos musculares do corpo. O local conta ainda com um painel de alongamentos. Uma estrutura semelhante será instalada em Nogueira ainda neste mês.

Ainda na Praça de Secretário, a prefeitura colocou balanço, gangorra e trocou todas as lixeiras e quatro bancos. Em breve, a quadra de futebol também passará por melhorias. 

Os exercícios físicos podem auxiliam na promoção da saúde e amenizam doenças, aumentando a qualidade e a expectativa de vida na velhice.

As duas academias - Secretário e Nogueira - são verba proveniente de emenda parlamentar do Ministério da Cidadania (pasta que engloba o extinto Ministério do Esporte).

Academias podem abrir a partir da próxima segunda-feira

O funcionamento desses estabelecimentos segue normas e protocolos determinados pelo Conselho Regional de Educação Física (CREF1) e também deve seguir a nota técnica estabelecida pela Secretaria de Saúde. Entre as regras estão: o número de clientes, atentando sempre para uma área de 6,25m² por pessoa (dessa forma, com distanciamento de 2m), a instalação de tapetes sanitizantes nas entradas e a disponibilização de álcool em gel. O horário de funcionamento ficará restrito de segunda a sexta-feira, das 5h às 12h e retornando às 17h indo até às 22h (Nos primeiros 30 dias que se sucedem a reabertura).

O governo municipal mantém atenção nas medidas de proteção à saúde dos petropolitanos e no nível de ocupação de leitos, que permanecem baixos. Com 24,59% de leitos de UTI em uso pelo SUS e 39,29% de leitos clínicos nesta segunda (06.07), a prefeitura autorizou a reabertura das academias na próxima segunda-feira (13.07). Porém, vale ressaltar que caso a ocupação dos leitos do SUS chegue a 80%, o município irá recuar e não descarta a possibilidade de um lockdown.

Com pico de 150 pessoas assistindo simultaneamente, competição reuniu mais de 100 jogadores em 20 equipes

CDC foi o time vencedor do campeonato

Mais de mil pessoas acessaram a plataforma de disputa da Copa Imperial de e-Sports de League Of Legends (LOL) em 17 horas de transmissão no fim de semana. Inédita no município, a competição de esportes eletrônico reuniu 100 jogadores em 20 equipes na disputa do principal jogo de videogame da atualidade. Ao todo, foram realizadas 18 partidas e o time campeão foi o CDC, que contou com três cyber atletas de Petrópolis. A Copa Imperial de e-Sports foi promovida pela prefeitura em parceria com a Good Gamers e patrocínio da Sumicity.

O pico foi de 150 pessoas assistindo simultaneamente os jogos. O mapa escolhido para a competição foi o Summoner’s Rift. A competição foi realizada em “mata-mata”, ou seja, quem perdia já era desclassificado do torneio. A decisão foi no formato MD3 (melhor de três) entre os times CDC e Noname. Após o empate nas duas primeiras partidas, o CDC levou a melhor na terceira e se sagrou campeão da Copa Imperial de e-Sports.

Segundo Vinícius Verly, Ceo da Good Gamers, a parceria com a prefeitura mostra como os esportes eletrônicos estão cada vez mais em evidência. O mercado movimentou US$ 1,1 bilhão em 2019 e deve se aproximar do US$ 1,5 bilhão neste ano. "A repercussão da Copa Imperial de e-Sports foi extremamente positiva. Dos jogadores inscritos, por exemplo, 95% são do município. Estamos muito satisfeitos com os números do torneio", garante.

Idealizadora do campeonato, a Superintendência de Esportes e Lazer destacou a participação de algumas escolas do município na competição. Um dos objetivos da Copa é preparar os colégios para o Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups). Como forma de apoio aos cyber atletas, os professores de educação física do Agita Petrópolis gravaram vídeos com dicas de alongamentos e exercícios.

Competição virtual será realizada neste fim de semana

95% dos jogadores são de Petrópolis

A Copa Imperial de e-Sports de League Of Legends (LOL) vai reunir 100 jogadores em 20 equipes neste fim de semana. As partidas - que acontecem em ambiente virtual - começam às 14h e seguem até às 22h no sábado (06.06) e no domingo (07). A transmissão do campeonato será realizada pela internet (https://m.twitch.tv/goodgamers_br) e quem estiver assistindo vai concorrer a brindes exclusivos. A Copa Imperial de e-Sports é promovida pela prefeitura em parceria com a Good Gamers e terá a premiação patrocinada pela Sumicity.

Pelo regulamento, cada equipe pode ter no mínimo cinco e máximo de sete atletas, sendo que um inscrito, obrigatoriamente, precisa ser de Petrópolis. O mapa escolhido é o Summoner’s Rift. Cada jogador só jogar em um único time. As partidas serão realizadas no tipo “mata-mata”, ou seja, quem perder será desclassificado. Será permitido o uso de “pause” no caso de problemas técnicos, ou caso contrário, será avaliado a situação pela comissão de organização. Cada partida de LOL dura, em média, de 30 até 40 minutos.

Não há restrição de nível, contanto que o jogador possua 16 personagens habilitados. Diferenças existentes por conta das novas runas reforjadas e de nível são de exclusiva responsabilidade do jogador. Um grupo de WhatsApp de jogadores de LOL foi disponibilizado pela Good Gammers para os atletas interessados em participar (https://chat.whatsapp.com/FBYA6JdhvBY9AgilQSrx70).

"Estamos muito satisfeitos com a repercussão do torneio entre os petropolitanos. Dos jogadores inscritos, 95% são do município", conta Vinícius Verly, Ceo da Good Gamers. A equipe de ex-alunos do Colégio Santa Isabel é um dos times "da casa". Os jogadores estão juntos desde 2018 e já participaram de outros torneios online.

"Criamos o time ainda na época da escola e levamos o nome da instituição. Sempre foi um hobbie nosso, e naquele momento, resolvemos montar a nossa equipe. É uma iniciativa muito legal da prefeitura de Petrópolis, incentivando o e-Sports, que cresce a cada e gera muitos empregos", disse Lucas Lazzarinini, de 18 anos, capitão da equipe.

Outro time de Petrópolis na Copa Imperial de e-Sports representa a Faetec. "Jogar LOL era um hobbie individual de cada um antes do time. E agora, com todo apoio que nossa faculdade está oferecendo, pretendemos futuramente disputar campeonatos oficiais e quem sabe tornar isso uma profissão", afirma William Noel, de 20 anos, capitão da Faetec.

Pagina 12 de 116