Representantes municipais indicaram as demandas necessárias para o pós-crise

Nesta quarta-feira (23.02), a Secretaria de Turismo de Petrópolis (Turispetro) e o Instituto Municipal de Cultura (IMC) receberam a visita de representantes do Ministério do Turismo, Embratur, Iphan e TurisRio para ciência dos danos que foram causados ao patrimônio artístico e cultural em Petrópolis. Entre os pontos visitados pelas autoridades estava o Palácio de Cristal, importante aparelho cultural do município.

“O Palácio é um ponto emblemático para petropolitanos e visitantes. É um local que faz parte da história e da memória de cada um. Precisamos, nesse momento, avaliar os danos e buscar recursos para finalizarmos a obra e devolver o local aos petropolitanos”, pontua Silvia Guedon, secretária da Turispetro.

Os representantes dos órgãos oficiais foram sinalizados da necessidade municipal para auxiliar o setor turístico que movimenta outros 53 setores da economia local.

“Qualquer intervenção nos aparelhos culturais tombados deve ser autorizada pelos órgãos que preservam o conjunto arquitetônico. A vinda deles aqui permitiu uma visão mais de perto o que foi afetado e se sensibilizem para juntos revertermos essa situação”, enfatiza Diana Iliescu, presidente do IMC.

Um levantamento feito pelo IMC apontou que dos imóveis administrados pela Prefeitura o que sofreu mais danos ao acervo foi o Centro de Cultura Raul de Leoni. Alguns livros, incluindo exemplares em braile ficaram na área alagada. Eletroeletrônicos, móveis e alguns documentos também foram danificados. Diante do cenário de crise em que o município se encontra em consequência da chuva, as secretarias municipais agora se articulam e trabalham juntas para recuperação da cidade em suas diferentes frentes.

“Todos os secretários caminham juntos atuando cada um na sua área. É o momento de olhar para todos os lados e agir. Assistência Social prestando atendimento às famílias afetadas diretamente, Fazenda organizando recursos e a Cultura e Turismo pensando no pós-tragédia”, destaca Thiago Damaceno, coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica.

O grupo acessou os jardins do Palácio de Cristal que ficaram alagados na terça-feira (15.02). A parte interna da estrutura também foi atingida pela água, mas não apresentou dano aparente. A presidente do Instituto do Patrimônio e Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Larissa Peixoto, sinalizou que “entende e se solidariza com a situação de Petrópolis”. O diretor do escritório local da instituição, Thiago Fonseca, pontuou que “o Iphan atua na preservação da história local e vai trabalhar em harmonia com o governo municipal em benefício do patrimônio arquitetônico e cultural da cidade.”

O processo de planejamento da Bauernfest, a tradicional Festa do Colono Alemão, foi pauta da primeira reunião entre as gestoras do turismo e da cultura do município e representantes do segmento germânico. Considerado o maior evento de Petrópolis, a 33ª edição está prevista para acontecer no mês de junho, de forma presencial – desde que as condições sanitárias permitam a realização do evento.

Durante o encontro, que aconteceu nesta semana, na Casa dos Conselhos, foram discutidos temas como a organização, a estrutura da festa, e a importância da preservação da memória histórica através das manifestações culturais apresentadas na Bauernfest.

“A tradição germânica é uma marca da cidade, um diferencial que atrai e encanta os nossos turistas e moradores, fomentando o setor turístico, que é fundamental para o desenvolvimento da cidade”, destaca a secretária de Turismo, Silvia Guedon.

A festa, inspirada pela influência germânica, prevista para acontecer de forma presencial no mês de junho de 2022, traz em sua programação a apresentação de grupos de danças folclóricas, atividades culturais, corais, bandas tradicionais, comidas e bebidas típicas, que resgatam as tradições dos colonizadores.

"É muito importante garantirmos os pagamentos de artistas e fornecedores da festa, para que a Bauern seja boa para todos que participam.” disse a secretária de Cultura, Diana Iliescu.
A tradição e o resgate da cultura germânica são pontos importantes defendidos pelo Clube 29 de Junho. “Estamos juntos com a Prefeitura para garantir que seja mantida a tradição desta cultura”, frisou a presidente do Clube, Marco Antônio Kling.

A reunião teve a presença da diretora-presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC), Diana Iliescu e equipe; da diretora-presidente da Turispetro, Silvia Guedon e equipe; do presidente do Clube 29 de junho, Marco Antônio Kling; Flávio Fiuza, do Instituto Bingen e Marcos Carneiro, presidente da AGFAP.

Primeiro grupo a receber o treinamento é composto por recepcionistas e gerentes de meios de hospedagem

A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Turismo, deu início nesta segunda-feira (7) ao Qualifica Turismo, vertente do Programa de Sensibilização Turística, com o objetivo de aperfeiçoar o trade do setor para o “bem receber”. Serão três encontros mensais dirigidos a profissionais que atuam direta e indiretamente em turismo no município, como servidores públicos, funcionários de empreendimentos turísticos, do comércio, serviços e profissionais autônomos.

Os primeiros a receberem o treinamento foram os recepcionistas e gerentes de meios de hospedagem. A turma de 21 profissionais vai se reunir nas próximas segundas-feiras e receberá conteúdos pertinentes ao funcionamento do setor no município, rotas que podem ser exploradas, além de entender como é possível receber esse turista e estimular sua permanência na cidade. “A ideia é sensibilizar os atores envolvidos para que juntos criemos uma rede de acolhimento a esse visitante”, explica Dalva de Oliveira Ribeiro, assessora da promoção Turística da Turipetro.

Em Petrópolis, o turismo interfere em 53 setores econômicos. Uma cadeia produtiva que gera empregos e renda local. Entre os desafios elencados durante o encontro estão o de provocar um sentimento de pertencimento e comprometimento do petropolitano para receber o turista.

Bruno Máximo é recepcionista em um hotel do Quitandinha e fez questão de participar da capacitação. “Assim que eu soube do treinamento eu me interessei. É uma oportunidade de obter mais informações sobre o que acontece na cidade e o que Petrópolis tem a oferecer para o visitante. E conhecimento é sempre bom, não é? O objetivo é melhorar o meu atendimento depois repassar esse conteúdo para a equipe do hotel”, destacou.

A diretora de turismo e eventos da Secretaria de Turismo, Evany Noel, destacou que Petrópolis já é um destino consolidado e que tem inúmeras potencialidades. “São muitos desafios e por isso o Programa de Sensibilização é tão importante. Queremos estimular a população e os diferentes setores a pensar o turismo como algo de todos e assim promover nossa cidade”, pontua.

A próxima edição do Qualifica Turismo de 2022 será realizada nos dias 07, 14 e 21 de março para controladores do estacionamento rotativo.A capacitação é gratuita e ao final das atividades é concedido Certificado de Participação. Todas as normas sanitárias estão sendo seguidas.

Intervenções artísticas tomaram a cidade e lembraram a população sobre a importância de usar máscaras, álcool em gel e completar o esquema vacinal

Com criatividade e responsabilidade, artistas percorreram pontos do Centro nesta sexta (4) para chamar a atenção dos petropolitanos sobre a importância dos cuidados contra a covid-19. As ações fazem parte da campanha idealizada pela Prefeitura de Petrópolis para despertar um sentimento de cuidado coletivo no combate ao vírus.

“Estas atividades são um reforço para sensibilizar a população sobre a importância dos cuidados contra o coronavírus. Todos nós queremos ter a liberdade de antes e voltar às atividades normalmente. Mas isso só será possível quando a pandemia for controlada. Até lá devemos fazer a nossa parte para evitar a disseminação da covid. É a população e o poder público juntos contra a crise sanitária”, reforça o prefeito Rubens Bomtempo.

A campanha usa linguagem leve e direta. O apelo é sensibilizar para motivar cada um a manter os hábitos que evitam a propagação do vírus. Com frases como “Eu quero sair da pandemia, por isso me vacino”, “Eu quero sair da pandemia por isso uso máscara”, ou ainda “Eu quero sair da pandemia por isso uso álcool em gel”, foi pensado um apelo gráfico para alcance do público em diferentes pontos da cidade.

Os grupos de artistas elaboraram performances criativas para criar o chamariz necessário para a abordagem das equipes de políticas públicas da Secretaria de Saúde que tiravam dúvidas pertinentes à covid e conscientizavam sobre as medidas de higiene e cuidado pessoal. Na Praça Dom Pedro, no centro, a coreógrafa Sulamita Costa, o dançarino e Hip-Hop, Vinicius Francisco de Souza e a atriz, Soninha Maracanã se apresentaram para o público.

Entre as pessoas que foram conquistadas pela performance estava a senhora Ana Beatriz e a afilhada de oito anos. Ela parabenizou a campanha e reforçou que todos devem seguir os protocolos e se protegerem. “Na minha casa todo mundo se vacinou. Eu continuo usando álcool em gel e evito lugares muito cheios. É o melhor que podemos fazer até tudo isso passar”, disse.

A campanha já está no ar nas redes sociais da Prefeitura (@petropolis_pmp) e ocupa diversos espaços pela cidade. Os artistas percorrerão o centro e distritos pelos próximos dias junto com as equipes de panfletagem. “Essa campanha mostra a união dos setores do governo municipal com um objetivo comum que é o bem-estar da população. A Cultura e a Saúde estão juntas nessa ação tão essencial nesse momento”, destacou a presidente do Instituto Municipal de Cultura, Diana Iliescu.

Comissão atuará em eventos públicos e cidade que acontecem na cidade

Petrópolis já conta com uma comissão permanente para organizar e monitorar os eventos públicos e privados que acontecem em Petrópolis ao longo do ano. A proposta é que os diferentes atores envolvidos com os eventos participem da comissão, para garantir o sucesso dos eventos, sem que haja impactos negativos na mobilidade urbana, na limpeza única e na saúde pública.

A Comissão de Organização e Monitoramento de Eventos foi criada pela Prefeitura, neste início de governo, será coordenada pela Turispetro e se reunirá a cada 15 dias. A primeira reunião foi realizada na manhã desta terça-feira (4), na sede do Turispetro, na Avenida Koeler.

“A proposta é que os eventos sempre tenham uma organização, com impacto negativo em nada para a cidade, seja no trânsito ou na limpeza urbana. Para que a população não sofra com esses eventos que trazem muitos benefícios para a cidade, para o turismo e para a geração de emprego e renda. A Secretaria de Saúde, por exemplo, sempre estará muito presente, por conta da nossa preocupação com a pandemia. Assim, com antecedência e planejamento, nós profissionalizamos os eventos. Os guias de turismo poderão trabalhar melhor esses eventos”, disse a secretária da Turispetro, Silvia Guedon.

Na primeira reunião, entre os participantes, estavam os secretários municipais Paulo Roberto Patuléa (Fazenda), Marcelo Soares (Desenvolvimento Econômico), Miguel Barreto (Procuradoria-Geral) e Diana Iliescu (Instituto Municipal de Cultura). Também participaram representantes da Secretaria de Saúde e da CPTrans.


Para este Réveillon, setor hoteleiro registra 85% de ocupação nos meios de hospedagem da cidade

A programação do Natal Imperial já atraiu mais de 300 mil pessoas para a cidade neste mês de dezembro. Segundo dados divulgados pela Turispetro, o número engloba o montante referente tanto às pessoas que se hospedaram no município quanto ao turismo individual de pessoas que visitam a cidade, mas não se hospedam.

E esse número pode crescer ainda mais nos próximos dias, já que a programação segue até o dia 9 de janeiro. Segundo dados do Disque Turismo, a ocupação hoteleira na cidade já é de 85,27% para este fim de semana. No 1º distrito, que corresponde a região do Centro e arredores, a taxa é de 80,04%. Nos distritos, já chega a 90,49%.

Para o prefeito Rubens Bomtempo, a realização de grandes eventos é de suma importância para a cidade, uma vez que aquece o turismo e movimenta diversos setores, representando um importante segmento na retomada econômica do município após dois anos de pandemia.

"Eventos como a Bauernfest e o Natal Imperial precisam ser pensados e planejados com antecedência, sabendo do grande potencial que possuem de movimentar a economia de Petrópolis, gerando trabalho e renda ", diz Bomtempo.

Secretária da Turispetro, Silvia Guedon diz que o setor está otimista e a expectativa é de atrair ainda mais turistas para a cidade nessa reta final da programação do Natal Imperial.

"Muitos meios de hospedagem já chegam a 100% de ocupação para este feriado e ainda há muita procura neste período. Notamos que os turistas estão buscando programações na cidade para este Réveillon em espaços que oferecem programação ao ar livre e proporcionam o contato com a natureza", afirma Silvia.

Diretora de turismo e eventos, Evany Noel destaca a importância de ter a cidade movimentada em um período que não é de alta temporada.

"Nosso maior movimento tende a ser no inverno e vemos que a programação do Natal Imperial se consolidou a ponto de fazer com que a cidade experimente um fluxo turístico que não era comum nesta época do ano", conclui.

Prefeito se reuniu com secretários e agentes responsáveis pelas obras, que estão paradas há dois anos

O prefeito Rubens Bomtempo visitou, nesta terça-feira (28), o Palácio de Cristal. O ponto turístico, um dos símbolos de Petrópolis, está fechado aos visitantes há mais de dois anos. Bomtempo esteve acompanhado por secretários municipais e representantes da empresa responsável pela obra, e estipulou uma meta: abrir o atrativo ao público a tempo da Bauernfest do ano que vem.

“Foi a primeira reunião de trabalho com todos os atores envolvidos no trabalho de recuperação e gestão do espaço. Nossa ideia é garantir a retomada das obras de maneira organizada, em conjunto. O desafio de todos nós é entregar o Palácio de Cristal antes da Bauernfest, que é o principal evento do nosso calendário”, disse Bomtempo, que informou ainda que o Clube 29 de Junho será chamado para acompanhar as obras.

O prefeito esteve acompanhado do vice e secretário de Obras, Paulo Mustrangi; da diretora-presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC), Diana Iliescu; da diretora-presidente da Turispetro, Silvia Guedon; do diretor-presidente da Comdep, Leonardo França; do diretor da empresa responsável pela obra – a Engeprat – Luiz Fernando Gomes e o superintendente da Águas do Imperador, Márcio Salles.

O vice-prefeito e secretário de Obras, Paulo Mustrangi, destacou outro ponto importante da retomada das obras do Palácio de Cristal: o resgate da autoestima dos petropolitanos. “Foi a primeira reunião para focar na restauração desse patrimônio histórico, cultural e social, que gera um impacto não apenas para o turismo ou para a economia, mas também para a autoestima dos cidadãos”, disse Mustrangi.

Prédio não foi contemplado

As obras no Palácio de Cristal tiveram início em dezembro de 2019, mas foram paralisadas três meses depois. O processo foi retardado porque a gestão à época não previu a contratação de arqueólogo, determinação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para as intervenções devido ao valor histórico do espaço. Apenas em maio deste ano a empresa Grifo Arqueologia, responsável pelo monitoramento, começou a trabalhar no local.

Durante a visita, também foi destacada outra questão importante: além das obras estarem paralisadas há praticamente dois anos, o prédio – que precisa de melhorias, incluindo até mesmo placa de cristal solta e coberta por tapume – não foi contemplado pelas intervenções.

“Infelizmente, tudo o que foi feito até agora não contemplou o Palácio de Cristal em si, contemplando apenas a parte externa e elétrica. Teremos que fazer uma nova licitação para reformar não só o gradil, mas o prédio como um todo. Isso terá que ser feito com recursos municipais, o que preocupa, devido à situação financeira do município. Mas nós temos compromisso com a recuperação do patrimônio público”, frisou o prefeito.

Os pontos turísticos do município de Petrópolis terão alterações no horário de funcionamento nas datas de Natal e Ano Novo. Nos dias 25/12 e 1º de janeiro, o governo municipal determina ponto facultativo, portanto, a maior parte dos atrativos turísticos não funciona. Nas vésperas, dias 24/12 e 31/12, alguns funcionam em horário especial.

Tanto o Museu Casa de Santos Dumont, quanto o Museu Casa do Colono, funcionam nos dias 24/12 e 31/12, mas com horário de visitação reduzido, indo de 9h às 13h. Ambos estarão fechados nos dias 25/12 e 01/01.

Outros atrativos privados como La Grande Vallée (Casa do Pequeno Príncipe), o Museu de Cera, o Museu de Porcelana, entre outros, também funcionam nas vésperas em horários alternados e fecham as portas no Natal e Ano Novo. Informações específicas sobre as atividades podem ser obtidas pelo Disque Turismo, por meio do número 0800-024-1516.

Novo documento, que terá vigência até 2030, norteará a política municipal de turismo nos próximos anos

A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Turismo, cumpriu nesta quinta-feira (16/12) a primeira etapa prevista na contratação da Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica (FAPUR), da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFFRJ), para a elaboração do Plano Diretor do Município. O secretário de Turismo recebeu do professor Joilson de Assis Cabral, coordenador da fundação, o contrato assinado e conheceu a equipe técnica que vai atuar na pesquisa de avaliação e consolidação de dados para a elaboração do plano.

A contratação de uma instituição especializada para a elaboração do documento, que norteará a política municipal de turismo nos próximos anos, foi viabilizada por meio de recursos do Fundo Municipal de Turismo (Fumtur), após aprovação unânime pelo Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Em junho deste ano, após aprovação no Comtur, a Prefeitura encaminhou à Câmara um projeto de lei que propunha, em síntese, a prorrogação do documento até dezembro de 2022. O Plano Diretor tinha validade até 2019. A proposta foi aprovada por unanimidade e a Lei Municipal 8.147, de 2 de julho de 2021 foi sancionada. "O novo documento será construído através da união de todos os interessados em ver a cidade crescer no setor do turismo. A nova lei, certamente vai ajudar na elaboração de estratégias e ações do novo plano", acredita o governo interino.

Após esse trâmite, a cidade - que figura na Categoria A do Turismo Nacional - se manteve apta para receber projetos custeados pelo governo federal para o fomento do setor. "O documento é uma ação que estamos realizando em parceria com a sociedade civil, objetivando a promoção e o desenvolvimento sustentável do turismo em Petrópolis, mantendo o município como um dos principais destinos turísticos do país, gerando trabalho e renda, ajudando a nossa economia e toda a cadeia produtiva do setor", destaca o secretário de Turismo.

A equipe técnica da FAPUR se comprometeu a apresentar a proposta metodológica para a construção do plano já na primeira reunião do Comtur em 2022, que está marcada para o dia 17 de janeiro, cumprindo assim o cronograma previsto.

Anúncio é fundamental para facilitar o planejamento de toda a cadeia produtiva do turismo

A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Turismo e do Instituto Municipal de Cultura (IMC), apresentou nesta terça-feira (14), durante o Fórum Regional do Turismo Fluminense - Edição Serra Verde Imperial, realizado no Sesc Quitandinha, o Calendário Oficial de Eventos da cidade para 2022. A apresentação foi feita pelo secretário de Turismo como uma das atrações previstas na programação do evento, e foi acompanhada pelo secretário de Estado de Turismo e pelo presidente da TurisRio.

"O calendário, com as principais atrações oficiais e as respectivas datas de realização, foi oficializado após reuniões realizadas pela a iniciativa privada, incluídos representantes do trade turístico da cidade, das associações comerciais e culturais e da AssociEventos", destaca o governo interino, que acredita que, com o avanço da vacinação, os eventos e as respectivas datas serão confirmados.

"Petrópolis já se consolidou como um dos principais destinos turísticos do estado e até mesmo do país. Assim, esse anúncio é fundamental para facilitar o planejamento de toda a cadeia produtiva para receber a demanda turística que os grandes eventos sempre atraem para a cidade", explica o secretário de turismo.

“É um momento que saímos de uma situação crítica para avançarmos com a possibilidade de pensar em eventos culturais que não puderam ser executados este ano. Além destes anunciados, que são os eventos de ponta da cidade, muitos outros poderão integrar este calendário", acredita o presidente do IMC.

Entre as principais atrações previstas, estão o aniversário da cidade (no dia 16 de março); a Exposição Agropecuária (entre 29 de abril e 08 de maio), a Festa da Cultura Portuguesa (de 13 15 de maio), a Bauernfest (de 23 de junho a 10 de julho), os festivais de inverno em julho; a Bunka-Sai entre 18 a 21 de agosto; o Serra Serata (de 15 a 25 de setembro); a Festa da Cultura Afro-Brasileira (de 16 a 20 de novembro) e o Natal Imperial (de 23 de novembro a 8 de janeiro de 2023).

Pagina 4 de 253