No local são discutidas políticas públicas com participação da sociedade civil e poder público

“Para mim a Casa dos Conselhos significa democratização! Eu que participo e represento a sociedade civil acredito que os Conselhos estão ai para fomentar o coletivismo e contato direto entre a população e o poder público”, assim definiu a advogada e empreendedora sócio-cultural, Adriana Sêmola, que participa do Conselho Municipal de Cultura e do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDDPD). A Casa dos Conselhos atua junto à sociedade civil (faculdades, instituições, associações de moradores entre outros) e poder público, com discussões em prol do bem da comunidade.

Hoje, a Casa abriga 27 conselhos e comissões em diversas áreas, com metade dos membros participantes da sociedade civil e outra metade do poder público, e todos os Conselhos são deliberativos. Este ano, até a primeira quinzena de junho, já aconteceram 145 reuniões, além da disposição do espaço para ações que envolvam a comunidade.

O projeto da Adriana – Arte na Madeira – atende mais de 300 pessoas, entre crianças e idosos, no bairro Alto da Serra. O espaço oferece aulas gratuitas de artesanato com reaproveitamento de madeira, moda comportamental, capoeira, cultura urbana, dança cigana, do ventre e aulas de passinho. “Nosso ambiente possui o design universal, ou seja, temos acessibilidade para todos. Este é o nosso principal objetivo ser uma plataforma de inclusão social compartilhada”, contou Adriana. A empreendedora, que está engajada nas ações sociais do bairro,participa ativamente das reuniões dos dois Conselhos que integra, e fala da importância desses encontros para a sociedade. “A população precisa participar mais das políticas públicas. É importante que eles saibam que existe esse espaço disponível, onde as ideias são discutidas de forma democrática”, disse ela.

“Costumo dizer que a Casa dos Conselhos é a espinha dorsal de toda política pública do governo. Aqui é onde as articulações começam, onde tudo é debatido. O local é o lugar para quem quer pensar Petrópolis no futuro”, assim relatou o presidente da Casa dos Conselhos, Luiz Eduardo Peixoto, sobre a importância do órgão para o município. Segundo o presidente, no mês de julho, começa a primeira ação “ Casa do Conselho Itinerante”, com o objetivo de que a população possa ter mais conhecimento sobre as questões da política pública e que possam participar de forma mais ativa. A previsão é que o evento seja realizado no Centro da cidade

Cidadania. Esse é o tema da palestra que vai marcar o mês de abril para idosos e pensionistas do Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público do Município de Petrópolis. O encontro será na próxima terça-feira (30.04), a partir das 10h, na Casa Cláudio de Souza, localizada no número 247 da Praça da Liberdade. A coordenadora do Gabinete da Cidadania, Ana Maria Rattes será a responsável por desenvolver o tema junto aos participantes do encontro.

A campanha de arrecadação de produtos em geral para pets da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea), em parceria com a divisão de Petrópolis do Moto Clube Insanos MC, arrecadou mais de 500 quilos de ração em um mês. Dois protetores de animais e uma ONG de Itaipava – selecionados pela direção do moto clube – foram beneficiados com a ação. Ontem (07), as equipes realizaram a entrega do material recebido.

A parceria da Cobea com o moto clube Insanos MC terá continuidade ao longo do ano. "A nossa ideia é continuar ajudando os protetores de animais nessa causa tão nobre. Foi só a primeira campanha em conjunto e consideramos um grande sucesso", disse Luciano Fiuza, subdiretor da divisão de Petrópolis do moto clube Insanos MC.

No próximo sábado (13), na Praça Dom Pedro, a prefeitura realiza mais uma etapa da campanha de adoção de animais. Para conseguir levar para casa o seu pet, é preciso ser maior de idade, além de ter em mãos o documento de identidade, CPF e um comprovante de residência.

Os protetores que tiverem interesse em participar da próxima edição pode fazer contato pelo telefone 2291-1505 ou pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

A Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea), em parceria com a divisão de Petrópolis do moto clube Insanos MC, realiza uma campanha de arrecadação de ração, produtos de higiene e insumos em geral para pets a partir de segunda-feira (8 de fevereiro) até o dia 6 de março. As doações podem ser feitas no Centro de Cultura, Rua Marechal Deodoro, 209, sala 18 (Loja BMG) e na Est. União e Indústria, 9418 (Loja Jardim Imperial). O objetivo da ação em conjunto é ajudar os protetores de animais da cidade. 
A parceria da Cobea com o moto clube Insanos MC é inédita e vai ajudar diversos protetores da cidade. "Todo mês realizamos uma grande ação social, com o objetivo de ajudar o próximo. A nossa ideia, ao lado da Cobea, é ajudar os protetores de animais nessa causa tão nobre", explica Luciano Fiuza, subdiretor da divisão de Petrópolis do moto clube Insanos MC.

Além dessa ação em conjunto, a Cobea vai promover feiras de doação de animais quinzenalmente a partir de fevereiro. O primeiro evento seria realizado neste sábado (06/02), mas em virtude da previsão de chuva, foi adiado para o dia 13 de fevereiro. A ação acontece na Praça Dom Pedro, de 10h às 15h. O objetivo é estimular a posse responsável com a frase, "Não compre, adote".

Para adotar é preciso ser maior de idade, além de ter em mãos o documento de identidade, CPF e um comprovante de residência.

Por meio da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea), a prefeitura de Petrópolis vai promover neste sábado (27) uma nova etapa da campanha de adoção de animais. A ação acontecerá na Praça Dom Pedro, no centro da cidade, das 10h às 15h. O objetivo é estimular a posse responsável com a frase "Não compre, adote". Também serão recolhidas rações para ajudar os protetores da cidade.

A primeira etapa realizada no dia 13/02 foi considerada um sucesso, com a adoção de seis animais (três adultos e três filhotes). Para adotar é preciso ser maior de idade, além de ter em mãos o documento de identidade, CPF e um comprovante de residência.

O evento vai contar com cinco barracas para os protetores incluídos no cronograma da Cobea. Também estarão presentes representantes da Gapa e Dog's Heaven, ongs da causa animal. Os animais (filhotes e adultos) levados para a feira pelos protetores estarão vacinados e vermifugados. As fêmeas, castradas.

Os protetores interessados em participar das próximas etapas podem fazer contato com a Cobea através do telefone: (24) 2291-1505 ou por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

 

Campanha em parceria com o moto clube Insanos MC

Além da campanha de adoção de animais, a Cobea está realizando uma ação em conjunto com a divisão de Petrópolis do moto clube Insanos MC. A parceria visa a arrecadação de ração, produtos de higiene e insumos em geral para pets. As doações podem ser feitas no Centro de Cultura Raul de Leoni, Rua Marechal Deodoro, 209, sala 18 (Loja BMG) e na Est. União e Indústria, 9418 (Loja Jardim Imperial). Quem se interessar pode doar até o dia 6 de março.

Encontro acontecerá a partir das 18h na Casa dos Conselhos Ângelo Zanata

Eleitos durante a 8ª Conferência Municipal da Cidade, realizada na quarta-feira (27.03), os 39 membros do Conselho Municipal da Cidade (Comcidade) terão a primeira reunião ordinária de trabalho nesta segunda-feira (1º.04) na Casa dos Conselhos Ângelo Zanata. No encontro, que está marcado para as 18h, será feita a aprovação da ata da Conferência; além das eleições do presidente e dos delegados do Conselho.

O Comcidade é composto em sua maioria por representantes da sociedade civil, que são membros dos demais conselhos e que, portanto, já são atuantes em suas áreas. É um conselho de especial importância, pois trata de questões que irão orientar as ações do governo no planejamento da cidade a longo prazo.

A atuação do conselho é fundamental, em especial este ano, em que o Comcidade será conduzido pela sociedade civil. A participação de todos os membros é muito importante para dar andamento aos trabalhos no conselho. Esta participação da sociedade é fundamental para orientar as ações do governo.   

Na reunião também será definida a composição dos seis comitês técnicos, que até março do ano que vem darão assessoramento técnico ao Comcidade na discussão de assuntos pertinentes às suas referidas áreas. Os comitês técnicos são voltados aos seguintes temas: Desenvolvimento Institucional, planejamento, sistema orçamentário de gestão democrática; Desenvolvimento econômico: turismo, comércio, indústria, serviços e tecnologia; Meio Ambiente e Saneamento Ambiental; Habitação, Patrimônio Histórico e Gestão do solo urbano; Desenvolvimento Humano, Saúde e Educação; Infraestrutura, mobilidade e Transporte Urbano.

Os conselheiros também irão discutir o regimento interno do Comcidade. O documento chegou a ser aprovado pelos membros do conselho em gestões anteriores, mas não foi publicado à época. Será apresentado aos novos integrantes do conselho este regimento. Eles irão avaliar e discutir o regimento e poderão propor alterações, para que ele esteja atualizado.

A primeira reunião do Comcidade acontece nesta segunda (1º.04) às 18h, na Casa dos Conselhos Ângelo Zanata, que funciona em um prédio anexo à sede da prefeitura, na Av. Koeler, 260 – Centro.

 

O objetivo do Conselho é combater a intolerância étnica, religiosa e de gênero

O Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial de Petrópolis (COMPIR) aprovou em ata a nota de repúdio aos atos racista que aconteceram nos Jogos Jurídicos Estaduais, realizados em Petrópolis, no início do mês. O Conselho manifestou publicamente sua indignação com a atividade que classificou “abusiva, ilegítima, vergonhosa e descabida” e que merece das autoridades competentes a apuração e punição dos agressores. A reunião Ordinária aconteceu nesta quarta-feira (13.06) na Casa dos Conselhos.

O objetivo do COMPIR é combater a intolerância étnica, religiosa e de gênero, realizando a integração e reconhecimento da população com promoção da igualdade racial.

Na ocasião também esteve presente o chefe de Representação Regional dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo do Ministério da Cultura, Mateus Quintal, tirando as dúvidas conselheiros do COMPIR e de todos os presentes em relação à forma legal de elaboração, encaminhamento, execução de Projetos Sociais, através do Ministério da Cultura.

“A presença do Mateus foi importante para que todo o processo de captação de recursos da Lei Rouanet, fosse esclarecida entre nossos conselheiros, além de toda questão jurídica de um Projeto Social”, declarou a presidente do COMPIR, Edna Queiroga.

As reuniões do Conselho acontecem toda segunda quarta-feira do mês às 16h na Casas dos Conselhos, na Av. Koeler, 260 – Centro e são abertas para a sociedade civil.

O encontro é aberto à sociedade civil organizada

Com o objetivo de combater a intolerância étnica, religiosa e de gênero, realizando a integração e reconhecimento da população com promoção da igualdade racial, o Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial de Petrópolis (COMPIR), promove uma reunião nesta quarta-feira (13.06) às 16h, na Casa dos Conselhos e Comissões, situada à Avenida Koeler, nº 260, Centro.

Na ocasião serão explanados temas como a ‘Captação de Recursos – Lei Rouanet”, com o chefe de Representação Regional dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo do Ministério da Cultura, Mateus Quintal, para a capacitação dos conselheiros do COMPIR e de todos os presentes em relação à forma legal de elaboração, encaminhamento, execução de Projetos Sociais, através do Ministério da Cultura.

Também serão discutidos, os atos racistas que aconteceram durante os Jogos Jurídicos Estaduais no início do mês. Condenando o episódio, os órgãos pediram punição dos autores e se solidarizaram com o estudante da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) atingido por uma casca de banana durante uma partida com os alunos da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro. A vítima registrou a ocorrência nesta segunda-feira (04.05) na 105ª Delegacia de Polícia, onde o caso está sendo investigado.

“A reunião é de suma importância para um posicionamento e encaminhamento do COMPIR aos órgãos competentes, perante aos acontecimentos recentes em nosso município de discriminação étnica; que ferem as Leis, os princípios morais e éticos, a cidadania, a integridade e dignidade do ser humano”, disse a presidente do COMPIR, Edna Queiroga.

As reuniões do Conselho acontecem toda segunda quarta-feira do mês às 16h na Casas dos Conselhos, na Av. Koeler, 260 – Centro e são abertas para a sociedade civil.

A IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente apresenta uma nova dinâmica para discutir os eixos temáticos no sábado (10.11), na Casa dos Conselhos Ângelo Zanatta, na Av. Koeler, 260 – Centro: nesta edição, os cinco eixos serão debatidos com os presentes, pelo psicólogo Claudio Augusto Vieira da Silva. O objetivo é construir propostas voltadas para o princípio da proteção integral de crianças e adolescentes nas políticas públicas, fortalecendo as ações de enfrentamento às violências, para serem apresentadas na Conferência Estadual no próximo ano. O credenciamento pode ser feito pelo site da prefeitura ou no dia, uma hora antes do início do evento.

Durante o debate dos eixos, os participantes serão divididos em grupos, para elaborar propostas de ações em prol dos direitos das crianças e adolescentes, seguindo os temas: garantia dos direitos e políticas públicas integradas e de inclusão social; prevenção e enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes; orçamento e financiamento das políticas para crianças e adolescentes; participação, comunicação social e protagonismo de crianças e adolescentes e espaços de gestão e controle social das políticas públicas de crianças e adolescentes. No total, o município apresentará 25 propostas que serão aprovadas pela plenária e encaminhadas para a Conferência Estadual.

“Os eixos temáticos são considerados em todas as Conferências nas etapas estaduais e municipais. Eles serão motivos de avaliação e aprovação das propostas em nível nacional. Os municípios devem aproveitar e fazer suas escolhas para que essas propostas sejam efetivadas na cidade, mesmo que não estejam nas etapas. A Conferência é o momento onde o município cria suas próprias propostas e isso é muito importante” destacou o Psicólogo Claudio Augusto que ressaltou que Petrópolis é um dos primeiros municípios do Brasil a ter um Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente.

A abertura da Conferência acontece nesta sexta-feira (09.11) às 18h, ministrada pelo presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Petrópolis (CMDCA), Renan Campos. O evento conta com a apresentação do Creche São Charbel, além da participação especial do delegado da Polícia Federal Clayton Bezerra explanando sobre o tema da conferência. O delegado é idealizador do evento “Federal Kids”, que promove o combate à pedofilia, unindo a sociedade e a Polícia Federal em um grande movimento nacional de conscientização, e tem como atração principal uma corrida realizada em conjunto com um ou dois adultos (responsáveis) e uma criança.

O objetivo é discutir e construir boas propostas para que se possa propor ações de fortalecimento em prol dos direitos das crianças e adolescentes. A Conferência é esse espaço, onde juntos, representantes do governo e sociedade civil, possam estabelecer melhorias para as crianças.

A IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente apresenta uma nova dinâmica para discutir os eixos temáticos no sábado (10.11), na Casa dos Conselhos Ângelo Zanatta, na Av. Koeler, 260 – Centro: nesta edição, os cinco eixos serão debatidos com os presentes, pelo psicólogo Claudio Augusto Vieira da Silva. O objetivo é construir propostas voltadas para o princípio da proteção integral de crianças e adolescentes nas políticas públicas, fortalecendo as ações de enfrentamento às violências, para serem apresentadas na Conferência Estadual no próximo ano. O credenciamento pode ser feito pelo site da prefeitura ou no dia, uma hora antes do início do evento.

Durante o debate dos eixos, os participantes serão divididos em grupos, para elaborar propostas de ações em prol dos direitos das crianças e adolescentes, seguindo os temas: garantia dos direitos e políticas públicas integradas e de inclusão social; prevenção e enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes; orçamento e financiamento das políticas para crianças e adolescentes; participação, comunicação social e protagonismo de crianças e adolescentes e espaços de gestão e controle social das políticas públicas de crianças e adolescentes. No total, o município apresentará 25 propostas que serão aprovadas pela plenária e encaminhadas para a Conferência Estadual.

“Os eixos temáticos são considerados em todas as Conferências nas etapas estaduais e municipais. Eles serão motivos de avaliação e aprovação das propostas em nível nacional. Os municípios devem aproveitar e fazer suas escolhas para que essas propostas sejam efetivadas na cidade, mesmo que não estejam nas etapas. A Conferência é o momento onde o município cria suas próprias propostas e isso é muito importante” destacou o Psicólogo Claudio Augusto que ressaltou que Petrópolis é um dos primeiros municípios do Brasil a ter um Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente.

A abertura da Conferência acontece nesta sexta-feira (09.11) às 18h, ministrada pelo presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Petrópolis (CMDCA), Renan Campos. O evento conta com a apresentação do Creche São Charbel, além da participação especial do delegado da Polícia Federal Clayton Bezerra explanando sobre o tema da conferência. O delegado é idealizador do evento “Federal Kids”, que promove o combate à pedofilia, unindo a sociedade e a Polícia Federal em um grande movimento nacional de conscientização, e tem como atração principal uma corrida realizada em conjunto com um ou dois adultos (responsáveis) e uma criança.

 “Queremos discutir e construir boas propostas para que possamos propor ações de fortalecimento em prol dos direitos das crianças e adolescentes. A Conferência é esse espaço, onde juntos, representantes do governo e sociedade civil, possam estabelecer melhorias para nossas crianças”, pontuou o presidente do CMDCA Renan Campos.

Pagina 5 de 19