A Semana Municipal da Juventude terá encerramento nesta sexta-feira (17.08), com a realização de um torneio de futebol e uma tarde cultural no Ciep Gabriela Mistral, localizado na Posse. Organizado pela Coordenadoria de Juventude, a Semana proporcionou para os jovens da cidade debates, palestras, rodas de conversa, atividades culturais e esportivas em toda a programação.

O coordenador de políticas públicas para a juventude, Wesley Barreto, explica como foram as atividades da Semana e a recepção dos jovens em todo o evento: “Desde o primeiro dia, contamos com grande adesão da juventude da cidade. Tivemos a oportunidade de realizar atividades culturais com os jovens artistas de Petrópolis, promovemos torneios de futebol e vôlei nas comunidades. Oferecemos palestras e debates que levaram informações importantes aos jovens, como a prevenção do uso abusivo de álcool e drogas, igualdade racial e intolerância religiosa. Toda juventude pode se expressar, dar sua opinião e principalmente aprender com pessoas capacitadas que estiveram palestrando em todos os eventos”, relata Wesley.

A Semana da Juventude acontece pela lei municipal 7.279 de janeiro de 2015, que garante a juventude uma semana com atividades educacionais e culturais. Este ano, a semana foi construída junto aos diversos movimentos de juventude da cidade: ONGs, movimentos estudantis, juventude religiosa e partidária, e a sociedade civil, para que fosse uma semana democrática, feita pelos jovens e para a juventude da cidade.

“Através dos debates e conversas nesta semana, conseguimos criar metas e pensar em ações para atingir mais jovens em nossa cidade. Foi fundamental este contato para compreender melhor as expectativas e opiniões da juventude. Agradecemos aos apoiadores da Coordenadoria de Juventude que estiveram presentes em cada atividade, e a prefeitura que nos deu a possibilidade de realizar este evento. Na próxima Semana da Juventude estaremos buscando atingir mais jovens, fortalecendo a nossa democracia, para a construção de uma cidade melhor”, finaliza Wesley.

O encerramento da Semana da Juventude contará com sete times masculinos de futebol, que disputarão premiações para o primeiro e segundo colocados. Após a partida será promovida uma tarde cultural prevista para começar às 13h, aberta ao público. Ambos os eventos acontecerão no Ciep Gabriela Mistral, na Posse.

Confira a programação:

17.08

10h - Torneio de futebol

13h - Tarde cultural com música

Local: Colégio Gabriela Ministral

End: Estrada União Industria, SNº – Posse

A programação da Semana Municipal da Juventude, contará com palestras, rodas de conversas e debates abertos ao público. A primeira palestra aconteceu nesta segunda-feira (13.08), no Colégio Estadual Dom Pedro II (Cenip), com a presença dos alunos do segundo ano, com a temática “Prevenção do uso abusivo de álcool e drogas”. O próximo debate acontece nesta terça-feira (14.08), às 14h, no Centro de Cultura Raul de Leoni com o tema “Educação e cidadania”. E na quarta (15), também às 14h com quatro mesas de debate, na Casa da Cidadania,com as seguintes temáticas: “Intolerância Religiosa”, “Feminismo”, “Intolerância Racial”, e “Políticas Públicas de Gênero”.

As palestras abertas ao público acontecerão às 14h em dois locais da cidade. No dia 14.08, no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni, será debatido a temática “Educação e cidadania”, na qual profissionais da área irão dialogar com os jovens sobre a importância da educação, e da atuação da juventude na sociedade. No dia 15.08, na Casa da Cidadania, na Rua Visconde de Souza Franco, 474 – Centro, acontecerão quatro mesas de debate sobre os: “Intolerância Religiosa”, “Feminismo”, “Intolerância Racial”, e “Políticas Públicas de Gênero”. O intuito destas conversas e debates é mostrar aos jovens que temas considerados tabus na sociedade, tem espaço de diálogo.

“Todos os temas abordados nas palestras, debates e rodas de conversas, foram sugestões dos jovens que estiveram presentes na criação da semana da juventude. É muito importante ter um espaço onde os jovens possam debater sobre os diversos temas presentes em seu cotidiano”, relata o coordenador de políticas públicas para a juventude, Wesley Barreto.

A primeira palestra da Semana da Juventude, ocorrida nesta segunda-feira 13.08, levou até os alunos uma roda de conversa sobre o uso abusivo de álcool e drogas, além de dialogar sobre causas e sintomas da depressão e suicídio na juventude. Estiveram presentes cerca de 80 alunos do segundo ano, que interagiram e tiraram dúvidas sobre os temas.

Para falar sobre o assunto esteve presente a coordenadora Municipal de Políticas Sobre Drogas, Leandra Iglesias que relatou sobre a importância do diálogo com jovens: “Observo e certifico na maioria das palestras a carência dos jovens por informação e conhecimento. Eles não dialogam em casa, infelizmente não existe conversa com os pais ou parentes próximos sobre drogas e outros temas que são tabus na sociedade. Essa oportunidade de ter um espaço para debater esses temas é fundamental. São nessas ocasiões, com um especialista falando sobre o assunto, que os jovens têm a abertura para expor suas duvidas e opiniões”, explica Leandra.

O coordenador de políticas públicas destaca que é fundamental falar com a juventude sobre estes temas. “É uma oportunidade de dialogarmos sobre assuntos que eles não têm oportunidade de expor sua opinião. Procuramos profissionais que possam orientar, conscientizar, tirar dúvidas e principalmente informar da melhor forma possível a juventude que estará presente nos debates e rodas de conversa ao longo da semana”, finaliza.

Este ano a Coordenadoria de Juventude também terá um caráter solidário. Durante toda a semana da juventude (10.08 a 17.08), a coordenadoria estará arrecadando alimentos com a finalidade de doar para instituições filantrópicas. O ponto de coleta estará no Gabinete da Cidadania, localizado na Avenida Koeler, 260 – Centro, de 9h às 18h

Confira a programação:

14.08 (Aberto ao público)

14h – Debate sobre educação e cidadania

Local: Teatro Afonso Arinos – Centro de Cultura Raul de Leoni

15.08 (Aberto ao público)

14h Roda de Conversa sobre diversidade

Local: Casa da Cidadania – R. Visconde de Souza Franco, 474 – Centro

16.08

08h Plantio de mudas de Ipê e sementes para valorização do solo agredido

Local: Cascatinha

11h Doação de Sangue e Arrecadação de alimentos

Local: Hospital Santa Teresa – Rua Paulino Afonso 477, Centro 

17.08

10h – Torneio de futebol e tarde cultural com música e dança

Local: Colégio Gabriela Ministral – Posse

O esforço de funcionárias públicas reconhecido em uma noite cheia de emoção. Esse foi o tom do Prêmio “Mulher Destaque da Prefeitura de Petrópolis”, entregue nesta última segunda-feira (09.03). O evento, realizado na Casa dos Conselhos Ângelo Augusto Zanatta, homenageou 19 servidoras que representam cada uma das secretarias e coordenadorias da estrutura municipal.  

A escolha das 19 servidoras agraciadas com os prêmios foi definida em votação feita em todas as repartições da prefeitura. Tiveram direito a voto funcionários concursados, cargos comissionados e estagiários. O prêmio “Mulher Destaque da Prefeitura de Petrópolis”, que faz parte das comemorações pelo Dia Internacional da Mulher, foi instituído pela Lei nº 7.138, decretada pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo executivo em dezembro de 2013.

As premiadas deste ano foram:

Gabinete do Prefeito: Neusa Fernandes

Secretaria de Saúde: Geralda Regina Teixeira

Secretaria de Administração e de Recursos Humanos: Andrea Sampaio Machado

Secretaria de Assistência Social: Marilene de Moura Ferreira

Comdep: Marli Vieira Ribeiro

Controladoria Geral: Ilka Beatriz Albuquerque Fernandes

CPTrans: Carla Maria de Jesus

Instituto Municipal de Cultura e Esportes: Inez Serrão Petri Henrique

Defesa Civil: Bárbara Veiga da Silva Stumpf

Secretaria de Desenvolvimento Econômico: Ana Paula Nunes

Secretaria de Educação: Leandra Bello

Secretaria de Fazenda: Márcia Ribeiro Borde

Guarda Civil Municipal: Erli Cardoso

Inpas: Maria José Pires

Secretaria de Obras, Habitação e Regularização Fundiária: Raquel Cristina Possemozer Senra

Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica: Denise de Souza

Procuradoria Geral: Catharina Coutinho Dell Orto

Secretaria de Serviços, Segurança, e Ordem Pública: Alessandra da Silva Pereira

Turispetro: Fabricia da Silva de Oliveira

Dando continuidade à Jornada Educativa sobre segmento LGBT, na próxima semana será a vez dos profissionais da rede de Saúde, Educação, Assistência Social, CRAM, Petrópolis da Paz, Conselho Tutelar e OAB participarem do evento, que visa combater a violência, e que a rede tenha mais entendimento sobre os direitos e como acolher esta classe com respeito. A próxima palestra está marcada para os dias 30, com a presença da secretária de Assistência Social do Estado do Rio de Janeiro, Fabiana Bentes e no dia 31, ambos às 8h30, na Casa dos Conselhos. A Jornada é uma realização do Gabinete da Cidadania, em parceria com Centro de Cidadania LGBTI – Baixada I – Duque de Caxias, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro.

As palestras serão ministradas pela equipe do Centro de Cidadania LGBTI – Baixada I, composta por profissionais como: psicólogo, advogado e assistente social. Serão abordados assuntos como diversidades, gêneros, orientação, sexualidade, respeito à identidade, registros de nomes, conquistas e direitos, casamento homoafetivo, nome social e acolhimento.

Aproximadamente 60 agentes da Guarda Civil, foram os primeiros a receber as orientações de sensibilização e começou nesta semana.

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos de Pessoa com Deficiência promove ações também nos distritos

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos de Pessoa com Deficiência (CMDDPD) promove no dia 23 de junho, na Praça de Corrêas, a terceira edição do “Conselho Itinerante”. A data foi definida na manhã desta sexta-feira (08.06), durante uma reunião na Casa dos Conselhos. Na ocasião estiveram presentes representantes do CMDDPD, Secretaria de Saúde, Secretaria do Meio Ambiente, CPTrans, Pestalozzi e parceiros.

Nesta terceira edição, o evento está marcado de 9 às 15h, com várias ações programadas para a população.  O Cartão Para Todos, plano de saúde, vai disponibilizar profissionais para aferir pressão e fazer testes de glicemia e o Instituto Mix de Profissões estará oferecendo o serviço de barbearia, além de sorteios de brindes.

O principal objetivo do projeto “Conselho Itinerante”, é mostrar o trabalho realizado pelo grupo durante as reuniões, que acontecem mensalmente, para população. Durante os encontros os conselheiros junto à sociedade civil, discutem questões sobre inclusão social, viabilidade, acessibilidade e a defesa do direito de pessoa com deficiência.

“O Conselho Itinerante dá oportunidade para a população conhecer mais de perto todas as ideias que debatemos em nossas reuniões. Assim, as pessoas começam a ter conscientização dos direitos das pessoas com deficiência. Levar nosso trabalho para rua é aproximar as pessoas das questões”, aponta o presidente do Conselho, Luis Felipe da Cruz.

O presidente do Conselho ainda destacou a importância de a ação chegar até os distritos da cidade. “Queremos chegar até a Posse. É muito importante que os direitos de pessoas com deficiência sejam discutidos por todos os grupos em vários locais. Conseguir levar as ações para os distritos, significa alcançar mais pessoas”, disse Luis Felipe.

As reuniões do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência são realizadas sempre nas segundas sextas-feiras de cada mês, na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta, na Avenida Koeler, 260, no Centro e é aberta ao público.

Petrópolis se tornou referência para outros municípios

Petrópolis se tornou referência para o município de Belford Roxo com o trabalho desenvolvido pela Coordenadoria de Juventude. Nesta segunda-feira (25.03), os projetos da Coordenadoria foram apresentados para o secretário do município metropolitano, Lorivaldo. Dentre os projetos existentes, o Secretário visa implementar em seu município, a “Semana do Jovem Empreendedor”, e as ações que a coordenadoria realiza, nas comunidades, escolas e universidades, levando cultura esporte e lazer a toda juventude.

“Quando começamos a fazer contatos, conhecer os parceiros que poderiam ajudar a juventude de Belford Roxo, o trabalho que é realizado em Petrópolis foi muito destacado. Hoje viemos conhecer o trabalho, fazer uma parceria e levar um pouco das ações, como a Caravana do ID jovem, Semana Jovem Empreendedor, o Conselho Municipal de Juventude, além dos modelos de ações que são realizadas nas comunidades do município para a prefeitura de Belford Roxo”, relata Lorivaldo, Secretário Especial de Juventude.

O Secretário de Belford Roxo, que assumiu há dois meses a juventude da sua cidade, veio até Petrópolis para conhecer os projetos, ações e políticas públicas da Coordenadoria de Juventude, e implementar o modelo de gestão em seu município. A Secretária de Juventude de Belford Roxo é composta por uma equipe de 25 pessoas, que atende a aproximadamente 85 mil jovens do município.

Com o objetivo de levar às comunidades o atendimento de acolhimento às mulheres vítimas de violência doméstica, o ônibus lilás de Petrópolis – único na região serrana, se tornou referência para a secretaria Municipal dos Diretos da Mulher, em Teresópolis. O equipamento participou do lançamento da Campanha “Maria nos Bairros” como modelo para a região, de um espaço que oferece a mesma qualidade de serviço que a sede do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM).

Durante o evento, a diretora-presidente do Instituto Segurança Pública, Adriana Mendes, apresentou o Dossiê Mulher 2019, com os dados de violência doméstica registrados durante o ano passado em todo estado. Uma das atrações foi o ônibus Lilás, que ficou disponível durante toda a ação para que as pessoas conhecessem a estrutura interna no veículo.

“No lançamento do Projeto Maria nos Bairros a Prefeitura de Petrópolis marcou presença com a Presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, que participou do evento trazendo o Ônibus Lilás e sua equipe técnica, provando que o trabalho itinerante é de grande importância porque visa desenvolver estratégias na linha da prevenção e na garantia do empoderamento das mulheres e seus direitos humanos”, destacou a secretária dos Direitos da Mulher de Teresópolis, Margarete Rose.

O ônibus Lilás é mais um braço do trabalho realizado pelo CRAM, subordinado ao Gabinete de Cidadania, que realiza principalmente na área rural, orientação itinerante jurídica, social e psicológica. O órgão trabalha em parceria com a rede municipal, e com as delegacias de Petrópolis para atender à mulher em situação de violência – seja ela moral, verbal, patrimonial, física ou sexual.

O CRAM ainda conta com um atendimento na sede do órgão, todas as quartas, de 14h às 16h, com a psicóloga Dra. Liane Diehl, que ministra um Grupo de Apoio Terapêutico (GATE), onde as mulheres são ouvidas, respeitadas e contam umas com o apoio das outras e da equipe do órgão.

Para denunciar ou solicitar informações, basta ligar para o telefone 2243-6152 ou comparecer à sede do Cram, na Rua Santos Dumont, número 100, no Centro. O funcionamento é de segunda a sexta, de 8h às 17h. Em casos de emergência, a mulher pode ligar em qualquer horário para o número (24) 98839-7387, disponibilizado pelo órgão. Caso se sinta violentada de alguma forma, a mulher pode contatar a Polícia Militar pelos números 2291-5071, 2242-8005 ou 180, além de poder contatar via WhatsApp a emergência da Polícia Militar, pelo número (24) 99222-1489.

Durante toda a Semana Municipal da Juventude, que acontece de 12 a 16 de agosto, 50 jovens entre 15 a 29 anos, poderão participar de uma “Exposição de Artes”, no Centro de Cultura Raul de Leoni, com o tema “Petrópolis sob o olhar dos jovens”. Para participar basta fazer a inscrição até sexta-feira (09.08), na Casa dos Conselhos, que fica na Av. Koeler, 260 – Centro. Os interessados devem ter um desenho, poesia ou pintura em tela de autoria própria sobre assunto da exposição, além dos documentos de identidade e CPF.

Palestras e um curso de design de sobrancelhas marcaram as celebrações pelo Dia Internacional da Mulher, no Centro de Referência em Atendimento à Mulher – CRAM, na tarde desta quarta-feira (10). Dez mulheres usuárias do espaço participaram do evento, denominado “Seja Protagonista da Sua História”.

De acordo com a coordenadora do CRAM, a maioria das mulheres em situação de violência doméstica não denunciam seus companheiros porque dependem financeiramente do agressor. "Também existem os relacionamentos em que a mulher é impedida de estudar e trabalhar, justamente para que continue submissa. Por isso, o evento teve como foco a independência financeira”, frisa.

As palestras seguiram os temas relacionados ao empreendedorismo feminino, formas de ingressar no mercado de trabalho formal, elaboração de currículos e divulgação do balcão de empregos da Prefeitura. Já o workshop de design de sobrancelhas se estenderá até a próxima quinta-feira e, além do certificado, as inscritas também vão ganhar kits com os materiais necessários para começar a trabalhar.

Profissionais de saúde estiveram, hoje, na Praça da Inconfidência, oferecendo atendimento médico multidisciplinar a população em situação de rua. Por meio do programa “Consultório na Rua”, instituído em Petrópolis pela Política Nacional de Atenção Básica, 18 pessoas foram recebidas no equipamento montado na manhã desta quarta-feira (17).

Entre as queixas apresentadas pelos moradores em situação de rua estão pressão alta, dores pelo corpo, mal-estar e sobretudo problemas existenciais e psiquiátricos. “Nossas ações variam de acordo com o número de pessoas. Por mês, são atendidos entre 350 a 400, mas a quantidade aumenta quando se aproximam datas festivas. É um programa que começou em Petrópolis em 2015 e tem conseguido bons resultados junto à comunidade”, disse José Carlos Sant’Anna, coordenador do projeto.

A estratégia “Consultório na Rua” visa garantir o acesso da população em situação de rua aos serviços de saúde, ofertando atenção integral para esse grupo populacional, o qual se encontra em condições de vulnerabilidade e com os vínculos familiares interrompidos ou fragilizados.

Desde o início da pandemia do coronavírus, o “Consultório na Rua” precisou se reinventar. Mudanças nas formas de abordagens foram necessárias, porém, houve maior proximidade com outros equipamentos como a Casa da Cidadania, Oficina de Cinema, Centro Pop e inclui também as comunidades terapêuticas. “ Todo o esforço é para amenizar o impacto que a Covid trouxe para todo mundo, principalmente para essas pessoas”, concluiu o coordenador.

Paralelo ao atendimento, existe a preocupação de levantar o máximo possível de informações sobre os pacientes e, de acordo com a assistente social Jéssica Marcolino, é importante ressaltar que o trabalho em parceria com outros equipamentos da saúde e a Secretaria de Assistência social fortalece o acesso dos mais necessitados aos serviços médicos.

As atividades do “Consultório na Rua” acontecem de forma itinerante e, quando necessário, desenvolver ações em parceria com o Centro Pop e Unidades Básicas de Saúde.

Pagina 18 de 19