O prefeito Rubens Bomtempo e o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver, assinaram nessa terça-feira (21/7) um convênio com a Associação Pró-Gestão da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP) e a Rede de Desenvolvimento Humano (REDEH) para a captação de recursos visando a recuperação e conservação ambiental de 60 hectares no quinto distrito, nas áreas do Brejal e Taquaril. A parceria foi selada após projeto elaborado pela Prefeitura ter ficado em primeiro lugar, dentre as 184 propostas apresentadas em toda a Região Sudeste. Ele garantirá aos produtores rurais dessas áreas acesso a recursos do Fundo de Conservação Ambiental. A ideia é estimular que os próprios produtores promovam a preservação do meio ambiente em suas propriedades.   

O prefeito Rubens Bomtempo destacou a importância da iniciativa. “É um projeto para o bem da cidade e de sua população, totalmente integrado à realidade. Com ele, todos saem ganhando. Estimular os próprios produtores a reflorestar a região do Taquarial e do Brejal promove a conscientização e mantém a vocação e as características dessas localidades”, destacou o prefeito. “Ficamos em primeiro lugar porque o projeto foi bem elaborado e bem estruturado, pensado junto com os produtores. Com isso vamos garantir um futuro ainda melhor para a população local e para a cidade”.

Para receber os recursos, os produtores rurais deverão ser selecionados seguindo critérios de lei municipal (a ser criada pela Prefeitura). “Nenhuma política pública remunerava o produtor que preservava os mananciais e as áreas florestais. É um passo novo e importante. Um estímulo real para que o produtor possa preservar”, comemorou o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver. O secretário de Meio Ambiente, Almir Schimidt também participou da assinatura do convênio e destacou as parcerias e o trabalho realizado pelos institutos ambientais.

O diretor executivo da AGEVAP, André Luis de Paula Marques, destacou o empenho do município em participar do programa. “Sabemos das dificuldades na elaboração desses projetos, e Petrópolis se destacou, ficando em primeiro lugar. Está de parabéns”. Para a coordenadora da Rede de Desenvolvimento Humano (REDEH), Thaís Rodrigues Corral, a iniciativa da Prefeitura revela o pioneirismo do município. “O pagamento pelos serviços ambientais é um mecanismo novo e Petrópolis, mais uma vez, será pioneiro”, destacou.

O presidente do Comitê Piabanha, Paulo Leite, também participou da solenidade e falou sobre a importância da conservação ambiental na região do quinto distrito. “Petrópolis está dando um passo importante, especialmente se pensarmos que são localidades que já contam com áreas de preservação, como a Pedra do Elefante, no Taquaril, por exemplo”. O projeto tem validade de dois anos e deve beneficiar em torno de 30 produtores rurais do Taquaril e Brejal.

Cinquenta produtores rurais de Petrópolis participaram do dia de campo sobre produção agroecológica, numa parceria entre a cooperativa de trabalho Cedro, a Prefeitura - por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção - e a Emater-Rio. O encontro fez parte do programa e ações de capacitação e sensibilização do uso consciente das caldas alternativas com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos produtores e a qualidade dos produtos ofertados aos consumidores.  

Durante o evento foram apresentadas tecnologias como adubação verde, consórcio lavoura-pecuária, técnicas de irrigação mais eficientes, caldas naturais e biológicas para o controle de pragas e doenças. “Os dias de campo favorecem a troca de informações entre os participantes e a oportunidade de se observar na prática os resultados das técnicas apresentadas”, disse osecretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver.

O professor Raul Lucena acompanhou o grupo e enfatizou a importância de cada produtor adequar as técnicas do centro às diversas realidades e, desta forma, melhorar o manejo das propriedades.  A produtora rural Maria Isabel de Fátima Pereira, do bairro Caxambu, participou do evento e disse que ficou muito satisfeita com as inovações apresentadas. “Vou utilizar algumas técnicas na minha área de produção”, concluiu.

Cerca de 80 produtores rurais de Petrópolis participaram nesta semana da 22ª Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas (Hortitec), realizada em Holambra (SP). A excursão foi promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção, em parceria com a Emater-Rio, com o objetivo de aproximar os produtores locais a novas técnicas de cultivo. Dois servidores da Secretaria também participaram da excursão.

“A feira é uma das principais do ramo. Lá, os nossos produtores podem ter contato com o que há de mais moderno em estufas, insumos, irrigação, sementes, entre outras novidades. É uma espécie de capacitação dos produtores rurais do nosso município, porque aprendem muito lá e modernizam o seu trabalho”, disse o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver.

Na Hortitec, os produtores também puderam trocar experiências com produtores do país inteiro, além de comprar novos equipamentos e insumos para serem utilizados em Petrópolis. “Muita gente compra lá, porque os preços são melhores. Assim, se cria um laço entre produtores e fornecedores. Uma das formas de gerar conhecimentos é através do fornecedor”, disse Faver.

Quem definiu a lista das pessoas que foram à feira foram as nove associações de produtores rurais de Petrópolis, que encaminharam os nomes para a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção. Dois ônibus foram disponibilizados para a excursão. A promoção dessa excursão pela Prefeitura, feita anualmente, teve início na segunda administração do prefeito Rubens Bomtempo, há dez anos.

“Com a ida dos produtores locais à Hortitec, a população de Petrópolis também sai ganhando, porque passará a contar com produtos com ainda mais qualidade e novas variedades de produtos para os próximos anos, já que há um tempo de maturação até essas variedades serem disponibilizadas para a população”, disse Faver.

Quarta, 03 Junho 2015 - 08:43

Festa do Aipim é opção para o feriado

Não faltam opções de lazer para quem vai curtir o próximo feriado em Petrópolis. Uma delas é a Festa do Aipim, que em sua 10ª edição traz uma programação saborosa com muita música, atrações culturais e, claro, delícias feitas à base de aipim. Promovida pela Associação dos Produtores Rurais do Bonfim com apoio da Prefeitura de Petrópolis, por meio da Fundação de Cultura e Turismo e da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção, a festa acontece entre os dias 04 e 07 de junho, a partir das 14h, na Comunidade Rural do Bonfim.

O ambiente rural e a beleza cênica da região do Bonfim são características perfeitas para a realização de um evento como a Festa do Aipim, que tem proporcionado aos visitantes do lugar uma grande oportunidade de lazer e entretenimento. Nesta edição pretende-se continuar o resgate das antigas festas juninas tradicionais através da caracterização caipira da decoração, da música e da culinária típica.

Na Praça de Alimentação, quitutes da culinária regional rural como aipim frito, bolo de aipim, tapioca, cuscuz, caldos, vaca atolada, bolinho de aipim, bobó de camarão e escondidinho de aipim poderão ser saboreados pelos participantes. Restaurantes locais também estarão servindo pratos feitos à base do ingrediente da festa, como a Pousada Paraíso Açu, Pousada da Alcobaça e Campo de Aventuras Açu Expedições.

Ainda na programação, apresentações musicais, teatrais e circenses, oficinas gastronômicas, feira de artesanato e de produtos da indústria rural caseira. A X Festa do Aipim vai atingir, mais uma vez, o público de todo o município de Petrópolis e os visitantes da cidade durante o período da sua realização.


Confira a programação completa da X Festa do Aipim:


4 jun / Qui

14h – DJ

17h – Show com Mauro Sant’Anna

20h – Show com Marcos Paulo Magá

 

5 jun / Sex

14h – DJ

15h – Oficina com o chef Ivo Guitarelli

16h – Gui e Talita Malabares

20h – Show com Ronny – O Balanço do Forró

 

6 jun / Sáb

14h – DJ

15h – Oficina com o chef Antônio Lo Presti

16h – Trupe do Parque Nacional (Parnaso)

16h30min – Ciência de pés descalços com Edgard Bessa

19h – Mestre Índio Karuna Capoeira

20h – Show com Alex Rocha e Fabiano

 

7 jun / Dom

14h – DJ

14h – Tatá Diversões

15h – Oficina com a chef Carol Cox

15h30min – Oficina com o chef Tiago Castro

20h – Show com MM – A Energia do Forró

Sábado, 09 Maio 2015 - 10:45

Mais cor e perfume no Dia das Mães

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura,Abastecimento e Produção convida a todos para colorir e perfumar mais o Dia das Mães adquirindo arranjos e flores com os produtores de nossa cidade. Neste sábado e domingo (9 e 10/5) a Feira de Flores, na Praça Dom Pedro e feiras livres estarão funcionando normalmente. O produto pode ser adquirido em vários outros pontos espalhados pela cidade como no Bingen, no Valparaíso, no Cascatinha, na Ponte Fones, Retiro, Quitandinha, Montecaseiros e Rua Souza Franco.

Quarta, 01 Abril 2015 - 15:05

Feira do Pescado começa no dia primeiro

A Semana Santa se aproxima e a Prefeitura já iniciou os preparativos para tradicional Feira do Pescado. A estimativa é que neste ano sejam comercializadas 25 toneladas de peixes, do mais simples, como sardinha e corvina, aos mais sofisticados, como o salmão. Todos os feirantes das 23 barracas participantes receberam orientações da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção sobre o uso dos uniformes e conservação dos produtos, que chegarão frescos diretamente do Ceasa-Rio.  A feira estará aberta entre os dias 1º, 2 e 3 de abril na Rua Souza Franco, no Centro.   

Na próxima terça-feira (31/03), equipes da Comdep e da iluminação da Secretaria de Obras farão as instalações necessárias para que a Feira aconteça sem imprevistos. Durante todo o evento, fiscais da Coordenadoria de Fiscalização irão atuar no controle da qualidade. “A Feira do Pescado tem aproximadamente 50 anos e conta com a participação de feirantes experientes. Muitos deles já participam há mais de 40 anos e fazem isso com muito gosto. É uma grande oportunidade para os petropolitanos adquirirem peixes variados com atendimento personalizado e de qualidade para a passagem da Semana Santa”, contou o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver.

Confira os horários de funcionamento da Feira do Pescado:
Quarta-feira, 1º de abril - das 12h às 22h
Quinta- feira, 2 de abril - das 8h às 22h
Sexta-feira, 3 de abril - das 8h às 13h

A Semana Santa se aproxima e a Prefeitura já iniciou os preparativos para tradicional Feira do Pescado. A estimativa é que neste ano sejam comercializadas 25 toneladas de peixes, do mais simples, como sardinha e corvina, aos mais sofisticados, como o salmão. Todos os feirantes das 23 barracas participantes receberam orientações da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção sobre o uso dos uniformes e conservação dos produtos, que chegarão frescos diretamente do Ceasa-Rio. A feira estará aberta entre os dias 1º, 2 e 3 de abril na Rua Souza Franco, no Centro.

Na próxima terça-feira (31/03), equipes da Comdep e da iluminação da Secretaria de Obras farão as instalações necessárias para que a Feira aconteça sem imprevistos. Durante todo o evento, fiscais da Coordenadoria de Fiscalização irão atuar no controle da qualidade. “A Feira do Pescado tem aproximadamente 50 anos e conta com a participação de feirantes experientes. Muitos deles já participam há mais de 40 anos e fazem isso com muito gosto. É uma grande oportunidade para os petropolitanos adquirirem peixes variados com atendimento personalizado e de qualidade para a passagem da Semana Santa”, contou o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver.

Confira os horários de funcionamento da Feira do Pescado:
Quarta-feira, 1º de abril - das 12h às 22h
Quinta- feira, 2 de abril - das 8h às 22h
Sexta-feira, 3 de abril - das 8h às 13h

O Hortomercado Municipal de Itaipava recebeu uma programação especial no último sábado (14/3), em comemoração ao aniversário da Petrópolis, que completou no dia 16 de março 172 anos. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção, junto com renomados chefs da cidade, organizaram um almoço especial: o “Frango do Imperador” para degustação do público, ressaltando os sabores e cores que existem no horto. A iniciativa faz parte do projeto “Da Roça para a Mesa”, onde se busca promover encontros entre produtores rurais e compradores, com o objetivo de movimentar a economia local.  

“Petrópolis, além de se destacar no país por sua importância histórica e belas paisagens, atraindo turistas durante o ano inteiro, é um dos cinco melhores polos gastronômicos do país. Os produtos frescos e de alta qualidade de sua área rural, aliados à competência dos chefs que escolheram a região montanhosa e de clima ameno para estabelecerem seus restaurantes e bistrôs, são, com certeza, um dos pontos altos da cidade e que contribuem para a prestigiada posição que ocupa na gastronomia nacional”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Para o secretário de Agricultura, Leonardo Faver, este tipo de encontro, além de funcionar como mais uma atração, motivando os usuários e frequentadores do horto, tem a finalidade de aproximar os chefs e os produtores rurais. “Esta aproximação permite um intercâmbio de ideias que estimula a busca por novos produtos e o surgimento de novas receitas, além, é claro, do fechamento de novos negócios”, lembrou o secretário.

Participaram do projeto os chefs Alice Cox, do Chez Cox Buffet; Joana Nóbrega, do Artesanal Gourmet, do Taquaril; Antonio Lo Presti, do Di Farina; e José Maurício Soares da Silva. Para compor a receita do “Frango do Imperador” todos os ingredientes foram fornecidos pela Produtora Rural Celeste do Caxambu.  Os chefs ficaram muito impressionados e animados com a forma e a qualidade dos produtos oferecidos por ela.

A tradicional feira de flores que acontece todos os sábados na Praça Dom Pedro, também será realizada neste domingo (8/3) em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Além da Praça Dom Pedro, a Prefeitura, por meio da secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção, instalou outros pontos de venda de flores: ruas Souza Franco, Paulino Afonso (próximo ao Hospital Santa Teresa) e Dr. Paulo Hervê (próximo ao número 955) o horário de funcionamento é de 8h ao meio dia.

Uma parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado garantiu melhorias a mais de 400 km de estradas rurais nas localidades do Brejal, Taquaril, Caxambu, Bonfim, Jacó. As vias passaram por limpeza e retirada de vegetação, nivelamento do leito da via, compactação, ensaibramento, retirada de barreiras e construção de valas de drenagem, entre outras ações. Os trabalhos foram realizados por meio do Programa Estradas da Produção, que garantiu a recuperação de 300 hectares produtivos, beneficiando diretamente 5.600 produtores. A execução do programa vem facilitando o escoamento da produção rural e o deslocamento de moradores.

No início do mês, o prefeito Rubens Bomtempo enviou um ofício à secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária, agradecendo os serviços desenvolvidos por meio do Programa Estradas da Produção e solicitando a continuidade das ações, com um novo pacote de ações a ser iniciado até o fim do primeiro semestre deste ano. “O programa foi desenvolvido em diversas localidades, sempre com excelentes resultados e trazendo melhorias para as comunidades rurais petropolitanas”, ressaltou o prefeito.

O secretário de Agricultura, Leonardo Faver, também lembrou a importância do programa para o desenvolvimento rural da cidade. “As estradas vicinais sem dúvida têm uma grande importância para a rentabilidade dos produtores. Influencia a qualidade de vida dos moradores e estudantes do meio rural. O programa Estradas da Produção veio para atuar nesta questão. Na minha visão, é um dos maiores programas do Governo do Estado para o setor”, destacou, dando como exemplo os problemas enfrentados pelos produtores no período do verão. “Nesta época o consumo de hortaliças aumenta e, consequentemente, os preços também sobem. Infelizmente, no entanto, este é o momento em que as estradas sofrem mais com as chuvas. O trabalho preventivo tem contribuído muito para evitar essas perdas e facilitar o deslocamento da população, colaborando com a produção e o abastecimento dos grandes centros”, destacou.

Pagina 9 de 13