Representantes ficarão no cargo até 2021

Uma solenidade marcou a posse dos novos integrantes da diretoria do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrópolis, realizada nesta sexta-feira (13.09) na sede da instituição, em Itaipava. Os eleitos ficarão à frente da instituição até 2021. Representantes dos produtores rurais, a instituição segue com a missão de auxiliar o desenvolvimento agrícola do município. De acordo com os dados do Censo Agro 2018, realizado pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Petrópolis tem 768 estabelecimentos agropecuários.

Na ocasião, o presidente do sindicato, que foi reconduzido ao cargo, Henrique Mesquita, agradeceu o apoio dos produtores. “Fico feliz em continuar nesse cargo e auxiliando os produtores, na formalização e sempre na busca por melhores condições de trabalho. Temos novos integrantes na diretoria, que estão nos trazendo ideias novas, sempre em busca do bem comum”, disse Henrique.

O diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares, agradeceu a parceria do sindicato e se colocou à disposição para auxilia-los no que for necessário. “O Sindicato funciona como elo da categoria e é atuante, buscando sempre melhorias para o setor. Estamos avançando na agricultura e não posso deixar de agradecer o apoio do sindicato”, afirmou.

Na ocasião, o presidente da Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado do Rio de Janeiro, Rodolfo Tavares, destacou a importância da organização das classes produtivas: “É dessa forma que lutamos e trabalhamos para aproveitar da melhor forma os recursos que a sociedade oferece. Estamos com um projeto que prevê assistência técnica para produtores, no Brejal, e, tenho certeza, será um ponto positivo para a agricultura do munícipio. Parabenizo o sindicato pela atuação em Petrópolis e nos colocamos a disposição para ajudar”.

Os integrantes da diretoria do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrópolis são:

Presidente - Henrique Mesquita da Costa

Vice-presidente - Marco Antonio Coelho

Tesoureiro - Luiz Fernando Fraga Martins

Secretário - Paulo César Ramos Mattos

Suplentes de diretoria - Sidnei Silva de Lima, Maria Claudia Teixeira de Arueira, Hiroshi Katsumoto e Sergio Amaral

Conselho Fiscal: Luiz Paulo Fortuna Albernaz, Carlos Roberto Berião e José Joaquim Gomes Pimenta

Suplente do Conselho Fiscal: Maria Aparecida Barcellos Quinan, Alan de Castro Nagel e Manoel Castilho de Oliveira

Delegado representante: Henrique Mesquita da Costa e Paulo César Ramos Mattos

Com mais de 50 produtores que se dedicam ao cultivo de hortaliças e temperos, a região do Taquaril é um dos destaques na produção agrícola do município. Para facilitar a vida dos produtores, a prefeitura está atuando em parceria com os moradores para melhorar as condições viárias do local. O município cedeu uma pá mecânica e materiais como 24m³ de areia e 24 m³ de pedra, enquanto os moradores, em esquema de mutirão, estão fazendo a concretagem de trecho de subida, com aproximadamente 230 metros de estrada já prontos.

 

O trabalho acontece dentro do Mutirão do Bairro, em que a prefeitura fornece os materiais necessários e faz a orientação técnica para promover melhorias de pavimentação, drenagem em uma servidão, com os moradores fornecendo a mão de obra. No caso do Taquaril, são dois meses em que a comunidade se reúne aos sábados para realizar o serviço. No Morro da Igreja, já foi feita concretagem em 150 metros, e no Morro do João Amaral, mais 80 metros, além do sistema de captação de água de chuva e do meio-fio.

O recapeamento da estrada chegou em boa hora. “Está ajudando muito a população. Os moradores são parceiros e ajudam no necessário para garantir a recuperação. Estamos felizes por conta da colocação do concreto”, disse o presidente da Associação de Moradores do Taquaril, Sérgio Amaral.

Para o diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares, o auxilio é necessário para aproximar os visitantes da região. “A recuperação da estrada é importantíssima para os produtores e moradores que precisam se deslocar diariamente pela região e também, fortalece o turismo porque a região tem vários atrativos para turistas”, ressalta.

No Taquaril os produtores rurais se dedicam, na sua maioria, a produção de temperos como sálvia, alecrim e orégano.

 

“Nossa vida toda está aqui. Tudo o que produzimos e amamos fornecer, com carinho e qualidade para os nossos clientes”. A frase, de Nair de Azevedo, produtora de doces artesanais demonstra a alegria dos agricultores que mantêm a venda de legumes, doces, queijos hortaliças e frutas no Hortomercado Municipal José Carneiro Dias, em Itaipava. E foi para dar destaque aos produtores petropolitanos que uma comemoração especial foi realizada nessa (17.08) durante a festa de 30 anos do “Horto”, como o local é carinhosamente chamado pelos petropolitanos e turistas. Música e oficinas culinárias completaram o cenário. O prefeito Bernardo Rossi fez questão de prestigiar a festa.

Acompanhado por Eduardo Lopes, secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio de Janeiro, Bernardo Rossi conversou com os produtores. “Tenho muito orgulho desse espaço. Um processo já foi aberto para a revitalização do local, melhorias como pintura e nova rede elétrica estão previstas. Outro ponto que estamos viabilizando é a instalação de um polo de ensino da escola técnica do Senar”, acrescentou.

“É um espaço maravilhoso, destaque na cidade e muito conhecido no Estado pela venda desses produtos agrícolas. Fico feliz em poder participar dessa festa de 30 anos. A agricultura é um dos destaques no Estado e o Horto representa muito bem isso”, afirmou o secretário de Estado, Eduardo Lopes.

A programação da festa de 30 anos contou ainda com a participação do Polo Gatronômico, com oficinas culinárias. Durante o dia, os visitantes puderam, ainda, provar as delicias produzidas nas oficinas culinárias como paella vegetariana.

“Como estou aqui há 30 anos, o Horto é minha segunda casa. Minhas filhas estão dando continuidade a nossa produção e isso é gratificante. Temos clientes fieis. É uma alegria estar aqui nessa comemoração de 30 anos”, completou Nair.

Sandra da Ponte, produtora de orgânicos há 14 anos, também destaca a alegria em fazer parte do Horto. “Poder oferecer produtos de qualidade para os nossos clientes é a nossa meta e o Horto nos proporciona isso”, disse.

Betty Lage, produtora de pães e que mantém um projeto de acolhimento de animais é uma frequentadora fiel. “Não é à toa que o Horto recebe visitantes de todos os lugares. Todos os produtos são maravilhosos”.

O diretor do Departamento de Agricultura, agradeceu o apoio dos produtores. “Eles têm um trabalho que não é fácil, mas, estão sempre oferecendo o melhor atendimento aos visitantes”.

A programação contou ainda com shows de Pablo e Bernardo, Orquestra Infantil e a banda A Voz do Brasil, além de food trucks e cervejarias artesanais.

Referência na venda da agricultura petropolitana de alta qualidade, o Hortomercado Municipal José Carneiro Dias completará 30 anos no próximo sábado (17.08) e, para marcar a data, uma programação especial foi organizada pelo Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento, com música e oficinas culinárias, das 10h às 18h.

O Horto é um dos espaços mais concorridos por veranistas que procuram os distritos nos fins de semana e chega a receber mais de mil pessoas aos sábados e domingos. No local, que funciona sexta-feira e sábado, de 8h às 18h, e aos domingos, de 8h às 13h, há 35 boxes mais três lojas, sendo uma lanchonete, um total de 38 cadastrados.

A comemoração pelos 30 anos terá continuidade, com a programação de melhorias no local.

Na programação, oficinas culinárias e música. “Além disso, o polo gastronômico marcará presença na festa com apresentação de produtos de outras regiões produtoras. Tudo para garantir uma experiência gastronômica inesquecível para os visitantes”, explica o diretor do Departamento de Agricultura, José Maurício Soares.

Confira a programação:

11h30 - Paella Vegetariana

15h - Pablo e Bernardo

16h - Orquestra Infantil

17h - A Voz do Brasil

Além disso, a programação contará ainda com oficinas culinárias com participação de chefs como Mauricio Soares e Cristina Félix, além de food trucks e cervejarias artesanais.

Os vereadores da Câmara Municipal homenagearam na última quarta-feira (07.08) produtores rurais escolhidos para receber o Prêmio Destaque Rural. Doze agricultores e duas entidades foram selecionadas pelos vereadores. Na ocasião, o diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares, agradeceu a Câmara pela iniciativa e parabenizou os produtores.

Projeto vai beneficiar, inicialmente, 25 produtores

Pleno desenvolvimento da propriedade rural com melhoria da renda para as famílias que vivem do plantio. Esse é um dos objetivos da Assistência Técnica e Gerencial do Senar – Serviço de Aprendizagem Rural – e que será implantado no Brejal. O projeto chegou a Petrópolis através de uma solicitação do Sindicato Rural e tem apoio da prefeitura através do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O lançamento oficial da ação ocorreu na última quinta-feira (04.07) no Galpão dos Produtores Rurais, no Brejal. O Senar é uma entidade de direito privado, paraestatal, mantida pela classe patronal rural, vinculada à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA.

Essa será a primeira vez que o projeto de Assistência Técnica e Gerencial funcionará em Petrópolis e a expectativa é de que o projeto beneficie, nesse primeiro momento, 25 produtores. A assistência é um modelo de prestação de serviços fundamentada em cinco passo: diagnóstico produtivo individualizado, planejamento estratégico, adequação tecnológica, capacitação profissional complementar e avaliação sistemática de resultados.

Durante o encontro, o presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e presidente da Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado do Rio de Janeiro, Rodolfo Tavares, salientou que está comprovado que 90% do sucesso do agronegócio é resultado do conhecimento.

“Esses produtores são extremamente sábios e atuam muito bem nas suas produções. O que queremos é auxiliar, dar uma assistência, promover a qualificação. Vamos aprender muito nesses dois anos, com certeza e estamos felizes por estar em Petrópolis realizando esse trabalho”.

Na ocasião, técnicos e o coordenador da Assistência Técnica e Gerencial do Senar, Maurício Salles, explicaram como o programa vai funcionar. “O objetivo é mostrar como eles podem gerenciar a propriedade rural com máximo de aproveitamento produtivo. A assistência é um acompanhamento. A técnica vai estudar as formas, junto com o produtor, de alcançar o potencial máximo de produção e como usar a tecnologia a favor do desenvolvimento”, explicou.

Os produtores que participaram do encontro preencheram uma ficha de inscrição que será avaliada junto com o Sindicato Rural. A expectativa é de que o processo de assistência comece em um mês. O acompanhamento é gratuito e prevê visitas contínuas com duração mínima de 4 horas, por mês por um período de dois anos.

O presidente do Sindicato Rural, Henrique Mesquita, comemorou a chegada do projeto na cidade. “Solicitamos e fomos atendidos e isso é muito bom para o setor agrícola da nossa cidade. Estamos muito felizes e o sindicato vai acompanhar todo o processo”.

Reinaldo Tenório, atuava como arquiteto, no Rio de Janeiro e há três anos resolveu plantar orgânicos no Brejal. Ele não se arrepende e já se inscreveu para fazer parte do projeto. “Conhecimento nunca é demais e sempre ajuda muito os trabalhadores. Já participei de um curso do Senar que me ajudou muito. Com certeza vai valer a pena a assistência e nós, produtores, vamos retribuir com o que temos de melhor, a qualidade da nossa produção para a sociedade”, disse.

O lançamento do projeto de Revitalização de Políticas Públicas das Áreas Rurais do município, que irá atender a região com saneamento rural foi adiado. A nova data será definida e divulgada em breve. Já a 12ª Edição da Festa do Aipim acontece no Bonfim, durante três dias - sexta-feira (05.07), sábado (06) e domingo (07), com o apoio da Prefeitura de Petrópolis e está mantida. O evento acontece na comunidade rural no Km 7 da Estrada do Bonfim, na quadra da região, a partir das 14h.

O Bonfim, em Corrêas será palco da 12ª Edição da Festa do Aipim, realizada durante três dias - sexta-feira (05.07), sábado (06) e domingo (07), com o apoio da Prefeitura de Petrópolis. O evento acontece na comunidade rural no Km 7 da Estrada do Bonfim, na quadra da região, a partir das 14h. A festa conta com comidas típicas e muita música. No embalo da comemoração julina, será lançado durante a festa, o projeto de Revitalização de Políticas Públicas das Áreas Rurais do município, que irá atender a região com saneamento rural, e também no Caxambu.

Pelo projeto, a partir do segundo semestre 423 fossas sépticas e filtros para o tratamento de esgoto serão instaladas. O saneamento melhora o condicionamento da vida urbana e rural, já que beneficia o abastecimento público de água potável, drenagem urbana, uso correto do solo entre outros. Mais de 278 famílias da área serão beneficiadas.

O principal objetivo do projeto, que está sendo executado pela prefeitura, em parceria com o Inea, Ministério Público, Emater e Comitê Bacias do Piabanha, é conscientizar a população sobre o destino correto do lixo e cuidado com a água, além de possibilitar a qualidade da água da captada para o abastecimento da comunidade.

“Vamos aproveitar a festa do Aipim, onde toda a comunidade se reúne para festejar também a conquista da realização deste projeto que irá beneficiar a todos. É um grande passo para a população rural e precisamos comemorar”, contou o diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares.

 

Mais de 100 produtores se dedicam a produção em Petrópolis

Couve flor, cenoura, banana e feijão foram alguns dos produtos orgânicos dispostos em barracas no Fórum Itaboraí - Política, Ciência e Cultura na Saúde - Palácio Itaboraí - Fiocruz Petrópolis – durante uma programação especial realizada nessa sexta-feira (31.05), chamada: Promoção da alimentação livre de agrotóxico.

Na cidade, mais de 100 produtores se dedicam a produção orgânica. A característica principal desse tipo de produção é a ausência agrotóxicos, por isso, os alimentos orgânicos são os mais procurados por aqueles que buscam uma alimentação mais saudável. “Tenho muitos clientes que estão passando por algum tipo de tratamento de saúde e para eles, é fundamental estar longe dos agrotóxicos. A venda desses produtos é uma herança de família. Há mais de 30 anos estamos nesse ramo e não podemos reclamar. As pessoas estão cada vez mais atentas a necessidade de melhorar a alimentação e é para proporcionar saúde que nos dedicamos ao plantio de orgânicos”, contou Sandra Regina da Ponte, produtora do Brejal.

A programação também contou com feira de produtos agroecológicos, exibição de documentários e visita ao Horto Escola. “Mostramos para os visitantes a importância da identificação das plantas. Aqui temos uma estrutura que processa as plantas. As folhas passam pelo processo de secagem, todo material é analisado pela Fiocruz, embalado e encaminhado para os postos de saúde. Grupos que quiserem conhecer esse processo e as trilhas podem agendar as visitas pelo site da Fiocruz”, explicou o biólogo e coordenador do programa de Biodiversidade e Saúde do Fórum Itaboraí, Sérgio da Silva.

Evento ocorreu durante encontro para elaboração do Programa de Revitalização das Políticas Públicas nas Comunidades Rurais do Município

A importância do saneamento nas comunidades rurais para a garantir a preservação dos recursos hídricos e melhorar as condições de vida das comunidades que sobrevivem das plantações foi ressaltada durante o encontro de elaboração do Programa de Revitalização das Políticas Públicas nas Comunidades Rurais do Município, realizada pela Superintendência Regional do Piabanha - SUPPIB-INEA, nessa sexta-feira (31.05), na sede do INEA em Petrópolis. Uma equipe do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico apresentou um projeto elaborado em parceria com a Emater que prevê a construção de fossas sépticas em duas comunidades rurais da cidade: Bonfim e Caxambu.

A intenção do Departamento de Agricultura é a de que o projeto seja analisado e abraçado pelo INEA, Comitê Piabanha e moradores das comunidades rurais. O projeto visa ainda a conscientização da população sobre o destino correto do lixo e os cuidados com a irrigação – para evitar o desperdício de água. Por critérios técnicos, e com intuito de melhorar a qualidade das águas captadas para o abastecimento rural e urbano, as comunidades escolhidas para iniciar o projeto são Bonfim e Caxambu, onde totalizamos 423 unidades de fossas a serem implantadas. A ideia não é a só a de colocar as fossas nessas casas, mas, também, de capacitar os moradores a usar corretamente esse instrumento que colabora com a preservação do meio ambiente.

 A apresentação do projeto surgiu a partir de um convite da Superintendência Regional do Piabanha- SUPPIB-INEA que está elaborando o Programa de Revitalização das Políticas Públicas nas Comunidades Rurais do Município. “Observamos a necessidade de se promover políticas públicas mais eficientes nas áreas rurais a partir da experiência que consigamos graças aos  projetos que o INEA já vem realizando nesses locais. Queremos fazer parte dos projetos que possam ajudar o município. Todo esse processo envolve secretarias municipais diversas e estamos felizes com essa perspectiva”, disse Edmardo de Oliveira Campbell, superintendente Regional do Piabanha- SUPPIB-INEA.

O projeto de saneamento Rural das comunidades do Bonfim e Caxambu prevê a instalação de um kit básico composto de fossas, filtros, tubos e conexões que perfazem o valor unitário de R$ 1.732,98 - que totaliza para as duas comunidades o valor de R$ 733.050,54.

Vale ressaltar que, segundo o Departamento de Agricultura, com a ajuda do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, foi destinado um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) para aquisição de 122 Kit de fossas sépticas, o que vai ajudar a economizar o valor de R$ 156.404,00 no total geral de gastos para a implantação de fossas nas duas comunidades.

A expectativa é de que o projeto, após passar pela análise do INEA, conquiste os subsídios e apoios necessários para a implantação.

A Presidente do Comitê Piabanha, Rafaela Facchetti, ressaltou a importância da parceria. “Muito importante todas as instituições estarem pensando em conjunto uma forma de viabilizar a ação. Certamente é um projeto que terá bons resultados”, disse.

Sérgio Lage, da associação de produtores rurais do Caxambu, aprovou o projeto. “Tudo o que puder feito para melhorar as condições de vida e de produção da nossa região será bem-vinda. Com apoio de todos, tenho certeza que poderá representar uma mudança na realidade da nossa comunidade”.

Pagina 3 de 13