São mais de 24 mil cadernos, sete mil fraldas e seis mil sabonetes líquidos

A Secretaria de Educação de Petrópolis recebeu na manhã desta sexta-feira (25), uma doação com mais de 240 mil itens da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal do Rio. Oito caminhões baú subiram a Serra trazendo milhares de itens de material escolar e de higiene pessoal, fraldas, leite, mesas e cadeiras, toalhas de banho, lençóis e quadros. Todo o material foi levado para o depósito da Secretaria de Educação, no Quissamã. De lá, eles serão distribuídos para as unidades escolares da rede municipal de ensino de Petrópolis.

“Agradecemos muito essa corrente de solidariedade. Na última semana, as equipes da Comlurb estiveram na cidade para fazer o mutirão de limpeza e agora recebemos essa doação para as nossas escolas. Só tenho a agradecer o prefeito Eduardo Paes e o secretário municipal de Educação do Rio de Janeiro, Renan Ferreirinha”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Para a secretária de Educação de Petrópolis, Adriana De Paula, os itens vão ajudar na recuperação da cidade e, principalmente, da rede municipal de educação no retorno às aulas. “Agrademos a todos que vem auxiliando Petrópolis nesse momento de crise que estamos passando. É uma onda de solidariedade para ajudar na recuperação do nosso município”, comentou a secretária.

“Desde o primeiro dia da tragédia, que abalou todos nós, estamos em contato com a secretária de Educação Adriana e toda a sua equipe. Conseguimos nos mobilizar e trazer essa doação para a cidade. Toda solidariedade é fundamental nesse momento, seguimos em oração pelas crianças e famílias de Petrópolis e ajudando a minimizar os danos de tudo que aconteceu na cidade”, disse o secretário municipal de Educação da cidade do Rio de Janeiro, Renan Ferreirinha.

Segue a lista do que foi doado pela Prefeitura do Rio de Janeiro:

Lápis Preto - 16.000
Caneta esferográfica azul - 8.000
Caderno Brochurão - 16.000
Caderno universitário - 8.000
Borracha - 8.000
Apontador - 4.000

Fralda M - 1945
Fralda G - 5100
Sabonete líquido neutro 250ml - 700
Sabonete líquido refil 800 ml - 6.000
Lenço umedecido - 10.000
Saponáceo - 1.000
Toalha de papel - 1.000
Multiuso - 1.000
Toalha de banho - 1.000
Lençol - 1.000
Leite de cabra - 2555
Quadro branco - 9
Conjunto cadeira e mesa – 140

Os casos positivos e suspeitos de covid-19 de pessoas que estão abrigadas nos pontos de apoio estão sendo levadas para a Escola Municipal Carlos Demia. A unidade foi toda adequada e preparada para atender essas pessoas. Equipes da Secretaria de Saúde fazem todo o acompanhamento e prestam a assistência necessária.

Cerca de 30 pessoas entre positivadas e com suspeita de covid (contactantes) estão, neste momento, na escola. "Assim que identificamos os primeiros casos adequamos uma escola para receber essas pessoas. As equipes da Saúde atuam em conjunto com a Educação para atender essas pessoas com segurança e garantindo toda a assistência", disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Nos pontos de apoio as equipes tanto da Saúde, quanto da Assistência Social e Educação estão orientadas a identificar os casos suspeitos de covid. As pessoas são testadas e levadas, junto com os contactantes, para a Escola Carlos Demia, onde ficam em isolamento.

"Estamos atentos a essa situação e prestando toda a assistência a essas pessoas. A recomendação dentro dos pontos de apoio é o uso de máscaras e a higienização frequente das mãos, seja com álcool gel ou 70% ou a lavagem com águae sabão. A vacinação também continua em sete pontos da cidade e nos pontos de apoio. A pandemia ainda não acabou e todos os cuidados precisam continuar", ressaltou o secretário de Saúde Marcus Curvelo.

Equipe se reúne diariamente para otimizar e priorizar ações

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove diariamente uma reunião com as instituições que atuam na cidade em apoio às ações realizadas e coordenadas pelas secretarias municipais. O secretário de Saúde, Marcus Curvelo lidera os encontros que acontecem com com representantes do Ministério da Saúde (MS), da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Secretaria Estadual de Saúde do estado do Rio de Janeiro, equipes da Vigilância em Saúde e Atenção Básica do município para definir as ações que devem ser priorizadas no atendimento à população.

“Esses encontros serão frequentes para traçar as ações que vamos priorizar para buscar soluções rápidas aos problemas que acabam surgindo. Estamos em uma situação de crise e as respostas precisam ser imediatas”, pontua o secretário.

Covid-19 nos abrigos
Todos os casos suspeitos de covid-19 estão sendo testados. Uma equipe de enfermeiros atua nas unidades para orientação e detecção de possíveis infectados. Ao positivar, as pessoas são realocadas para isolamento. “Temos testes em estoque na secretaria e o Ministério da Saúde sinalizou que vai enviar mais dois mil para uso nos abrigos”, explica Claudia Respeita, superintendente da Atenção Básica municipal.

Pediculose nos abrigos
Os casos de pediculose (piolho) estão sendo tratados e acompanhados pelas esquipes da Vigilância em Saúde. Segundo a representante da Atenção Básica, é comum o surgimento de infestação por piolho em locais de intenso convívio e citou como exemplo a volta às aulas. "Toda a equipe gestora das unidades recebem orientações para os casos de piolhos que podem acontecer no ambiente escolar. É importante dizer que no retorno às aulas é comum o registro de casos de piolho", reforça a secretária de Educação, Adriana De Paula.

Terapia em grupo
Visando o impacto emocional que um trauma causa em situações de tragédia, a SMS elaborou um cronograma de atendimento psicológico nos abrigos, rodas de terapia são realizadas para identificação desses traumas e encaminhamento para tratamento. “Mapeamos o que chamamos de “áreas quentes” nos abrigos e estamos atuando pontualmente buscando o entendimento de cada necessidade”, explica Cláudia.

Visita aos abrigos
Diariamente as equipes se organizam para percorrer os abrigos e identificar as demandas de cada um dos pontos com relação a saúde. As equipes estão aptas para atendimento médico, atendimento de emergência pelo SAMU, testagem de covid, entre outras necessidades. “Estamos atentos e atuantes nos abrigos para atender a todos. É importante que os abrigados saibam que terão acesso aos serviços da Saúde, mas que esses pontos são seus lares temporariamente. É preciso que nos ajudem a cuidar do local, manter a limpeza e os cuidados com suas famílias”, reforça Curvelo.

A Prefeitura de Petrópolis decidiu por não decretar ponto facultativo na segunda-feira (28) e na quarta-feira (02) de Cinzas, que seria até 12h. Desta forma, as repartições públicas funcionam normalmente nestes dias. Na terça-feira (01), feriado de Carnaval, funcionam apenas os serviços essenciais – como coleta de lixo e urgência e emergência de saúde – e a vacinação contra a covid-19 em três postos.

“Neste momento, precisamos dos esforços de todas as secretarias para recuperarmos a nossa cidade. O momento é de trabalhar para devolver a normalidade à população”, explicou o prefeito Rubens Bomtempo.

Nos últimos dias, as secretarias também começaram a retomar o atendimento ao público, após paralisações devido as chuvas do dia 15. A Secretaria de Fazenda, por exemplo, retornou com os atendimentos da emissão de guia do exercício de 2022, Nota Imperial, alvará e certidões.

O Inpas (Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público de Petrópolis) também retornou. Já o Procon planeja retornar os atendimentos na sede na próxima segunda-feira (28) e estacionou a van da autarquia na Praça Dom Pedro nesta sexta-feira (25) para atendimento de pessoas físicas e microempreendedores.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico também retornou com atendimentos, mas de forma reduzida, já que grande parte da equipe está atuando nas ações emergenciais.

Devido aos alagamentos, os atendimentos administrativos da Secretaria de Educação continuam suspensos.

Vacinação contra covid-19

A campanha de vacinação contra a covid-19 também funcionará no período. No sábado (26), segunda-feira (28) e quarta-feira (02), serão seis postos em funcionamento: Centro de Saúde Coletiva, Drive-Thru de Itaipava (Parque Municipal), UBS Itaipava, UBS Posse, UBS Itamarati e Casa da Educação. No domingo (27) e terça-feira (01), as doses serão aplicadas no Drive de Itaipava, Centro de Saúde Coletiva e UBS Itamarati. O Extra Quitandinha também abrirá na segunda e quarta-feira.

O Parque Municipal, terá aplicações apenas para adultos. Já nos postos do Extra Quitandinha, Centro de Saúde e UBS Itamarati serão atendidos indivíduos acima de seis anos. Na Casa da Educação, UBS Itaipava e UBS Posse, a vacinação será para crianças de cinco a 11 anos de idade.