Sexta, 25 Fevereiro 2022 11:21

24.02.2022 – Boletim Covid-19: vacinação

Nesta quinta-feira (24), as equipes da Secretaria de Saúde aplicaram 1.257 doses da vacina contra a covid-19. Foram 792 doses de reforço, 206 aplicações de segunda dose e 259 de primeira.

No total, a cidade conta com 256.620 vacinados com a primeira dose, 228.259 com a segunda dose e 110.246 com a dose de reforço (terceira aplicação para o público em geral e quarta para imunossuprimidos). A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de vacinação e a dose adicional a 1.312 imunossuprimidos.

Detalhamento dos números de quinta-feira

Na quinta-feira, 60 idosos foram vacinados, sendo 59 com a dose de reforço e um com a primeira. Cinco pessoas com comorbidade também receberam o reforço.

As equipes também aplicaram a primeira dose em 14 adolescentes e a segunda em 19 indivíduos de 12 a 17 anos. Também foram vacinadas 224 crianças de 5 a 11 anos com a primeira aplicação e 162 com a segunda.

Ainda foram vacinados 728 adultos com o reforço, 24 com a segunda dose e 21 com a primeira dose.

O acompanhamento da situação da covid-19 na cidade e o cadastro para a vacinação estão disponíveis no site da Prefeitura: https://petropolis.rj.gov.br/pmp/

A Prefeitura deu início nesta semana às operações noturnas de limpeza urbana. São mais de 40 máquinas de grande porte no Centro e no Alto da Serra, retirando os entulhos e as barreiras das vias. O objetivo das operações é agilizar os serviços, causando o menor impacto possível no trânsito da cidade.

O prefeito Rubens Bomtempo vem acompanhando pessoalmente as operações, ao lado do diretor-presidente da Comdep, Léo França.

“As coletas à noite ficam mais eficientes. É uma operação conjunta da Prefeitura com várias empresas do estado. Estamos trabalhando, avançando para reconstruir Petrópolis”, disse Bomtempo.

As operações já passaram pela Rua Souza Franco, pela Rua Dr. Sá Earp e pela Rua Teresa (até a agência da Caixa Econômica Federal). Entre o maquinário utilizado, estão 14 carretas, 20 caminhões basculantes trucados, 6 caminhões toco, 2 pás carregadeiras e 4 retroescavadeiras.

“Para entrar com as carretas no Centro ou no Alto da Serra durante o dia, é preciso dar um nó no trânsito da cidade. Além disso, cada carreta leva umas três, quatro horas, para chegar ao aterro da Fazendinha (próximo à Rodoviária do Bingen) ou ao de Pedro do Rio. Com isso, eu consigo fazer uma ou duas viagens por dia. Trabalhando à noite, faço quatro ou cinco viagens, e sem causar transtornos no trânsito”, disse Léo França.

Petrópolis terminou a quinta-feira (24) com a taxa de ocupação dos leitos clínicos destinados para o tratamento da covid-19 no sistema público de saúde em 11,48%. Já em UTIs do SUS, a taxa foi de 10,71%. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, 22 pacientes permanecem internados, sendo 9 em leitos clínicos e 13 em leitos de UTI.

As equipes da Secretaria de Saúde realizaram, até ontem, 251.477 testes, dos quais 63.976 tiveram resultados positivos e 186.449 negativos (considerando swab e rápidos).

Desde o início da pandemia, foram 1.624 óbitos registrados. Este número é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. É uma medida de segurança da Secretaria de Saúde, para evitar erros nos registros.

Óbitos registrados:

Mulher, 87 anos, moradora em Corrêas. Internada em 17.02.2022 no HAC. Óbito registrado em 21.02.2022 no HAC. Paciente com doença cardiovascular crônica.

Mulher, 72 anos, moradora no Carangola. Internada em 04.02.2022 no HAC. Óbito registrado em 22.02.2022 no HAC. Paciente com diabetes, doença cardiovascular crônica e pneumopatia crônica.

Homem, 74 anos, morador na Estrada da Saudade. Internado em 17.02.2022 no HAC. Óbito registrado em 21.02.2022 no HAC. Paciente com doença hematológica crônica.

A Prefeitura de Petrópolis concluiu, nesta quinta-feira, a explosão das pedras que ocupavam a Rua Bartolomeu Sodré, principal ligação entre o Centro e o Caxambu, liberando a via para o tráfego. Três rochas caíram sobre a pista durante a chuva do dia 15 de fevereiro e interditaram o trânsito. Com isso, a via foi liberada para o acesso dos moradores.

“Estamos restabelecendo o controle do município após as chuvas, garantindo segurança aos moradores. As explosões das pedras no Caxambu são fundamentais em várias frentes: evitam o risco de rolamento pela área que foi afetada e possibilita o acesso dos moradores. Com isso, também retomamos serviços básicos, como a coleta de lixo”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Aos poucos, os serviços estão voltando ao local. A coleta de lixo já voltou a ser feita e, com as implosões, os ônibus também poderão acessar a via. A energia elétrica foi restabelecida e equipes da Enel estavam, nesta quinta-feira (24), religando a bomba d’água que atende a região.

“A explosão da pedra viabiliza o tráfego de veículos maiores. A resposta do município foi rápida no Caxambu. As maquinas vieram pelo Bela Vista, liberando a parte de cima. Após o resgate das vítimas, foi possível trabalhar na explosão das pedras”, disse o morador Jair Simões. “Essa ação é muito importante pra gente poder voltar à vida normal”, disse a professora Lucimar Aguiar.

A Prefeitura, por meio da Comdep, está com 300 trabalhadores, 2 reboques, 2 retroescavadeiras e 6 caminhões nas ruas dos bairros Sargento Boening, Chácara Flora e Vila Felipe. A operação está retirando as barreiras que caíram nas vias e nas casas com as chuvas de 15 de fevereiro.

Como explicou o diretor-presidente da Comdep, Léo França, a operação teve início nesta semana e terminará quando forem retiradas todas as barreiras do local.

“Os estragos causados pelas chuvas de 15 de fevereiro foram enormes. O funcionamento da cidade ficou comprometido. Por isso, toda a Prefeitura está trabalhando forte, desde aquele dia, para devolver Petrópolis para os nossos moradores. No Sargento Boening, no Chácara Flora e no Vila Felipe, são muitas barreiras, atrapalhando a circulação dos moradores. Estamos removendo uma a uma. Além disso, também estamos removendo as barreiras das casas, porque sabemos que os moradores não teriam como fazer isso”, disse Léo França.

O comerciante Rogério Carvalho de Oliveira, de 49 anos, mora na Estrada do Paraíso, no Sargento Boening, há 20 anos. A sua casa foi atingida por uma barreira com as chuvas de 15 de fevereiro. Nesta quinta-feira (24), a Comdep estava no local retirando a barreira.

“A Prefeitura está fazendo um excelente trabalho em frente à minha casa aqui, em prol da comunidade. Está ajudando bastante pessoas. Está sendo uma grande ajuda. Agradeço muito, em meu nome e no nome do povo daqui”, disse Rogério.

O Governo Municipal completou o décimo dia de atuação conjunta com os diferentes setores da prefeitura e demais órgãos estaduais e federais no Gabinete Integrado de Gestão de Desastres. Todos os órgãos estão trabalhando em diferentes frentes: ações de resgate de vítimas, atendimento a pessoas afetadas, segurança, logística de donativos, controle do trânsito e recuperação da cidade, após as fortes chuvas que afetaram principalmente o primeiro distrito, no último dia 15/2.

“Seguimos com todos os órgãos de esfera municipal, estadual e federal atuando em conjunto para recuperar a nossa cidade. Já avançamos muito e com todo esse empenho, nossa cidade em breve voltará à normalidade”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo, que tem o efetivo de diversos setores – Defesa Civil, Obras, Serviço, Segurança e Ordem Pública, Assistência Social, Saúde, Educação, Administração, Planejamento, além de COMDEP e CPTrans empenhados em ações de recuperação da cidade.

Polícia Civil segue na identificação de vítimas

A equipe Técnica e Científica da Polícia Civil soma 210 óbitos por conta dos deslizamentos, desabamentos, inundações e alagamentos. Do total de vítimas, 124 são mulheres, 86 homens e 40 menores de idade. Até o momento, 203 foram identificados e liberados para as funerárias. Em último levantamento, o município está com 48 desaparecidos de acordo com a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA). Os peritos ainda fazem análises de DNA para a identificação dos despojos recuperados pelo Corpo de Bombeiros.

Defesa Civil reforça efetivo para atendimento de ocorrências e elaboração de laudos

A Secretaria de Defesa Civil segue atuando de forma intensiva para o atendimento das quase 2500 ocorrências, das cerca de 2000 são por deslizamentos. Com o reforço das equipes, 866 vistorias já foram encaminhadas. Nesta quinta (24), cerca de 40 agentes atuaram em 24 localidades para a realização de vistorias em áreas com deslizamento, além de análise de riscos estruturais e geológicos em casas e regiões, quedas de árvores e postes, além casos de infiltrações, rachaduras, entre outros.

O município recebe o apoio de equipes da Defesa Civil do Estado e de agentes vindos de outras cidades, que variam a cada período. Hoje, o município trabalhou em conjunto com um efetivo de Blumenau, Niterói, além dos profissionais da Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica, do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e do Departamento de Recursos Minerais (DRM).

Secretaria de Assistência Social mantém pontos de apoio na cidade

Até o momento, 891 pessoas recebem o suporte da Secretaria de Assistência Social nos 14 pontos de apoio mantidos pela Prefeitura. O Governo garante o funcionamento dos locais para o acolhimento da população em escolas da rede pública. Outras instalações alternativas providenciadas pelas comunidades, também recebem o suporte com o acompanhamento de profissionais de Assistência Social, Saúde, Educação, Agentes Comunitários além da Defesa Civil.

Corpo de Bombeiros mantém buscas a vítimas

Nesta quinta-feira (24), mais de 500 agentes do Corpo de Bombeiros estão na cidade atuando nos trabalhos de resgate de vítimas. As buscas se concentraram nas localidades do Morro da Oficina, Vila Felipe, Chácara Flora, Sargento Boening, Floresta e pelo Rio Piabanha. Todos os dias as equipes estão recebendo o suporte dos cães farejadores do Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil Municipal de Petrópolis e de corporações especializadas vindas de outras cidades e estados. Cerca de 45 cães estão sendo trazidos de Teresópolis, Magé, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Santa Catarina, entre outros.

COMDEP segue com o efetivo de cerca de 2000 profissionais para a limpeza da cidade

As localidades do Sargento Boening, Chácara Flora, Alto da Serra, Vila Felipe, Rua Teresa e Centro foram as que concentraram os esforços das equipes nesta quinta (24). A COMDEP atuou para a desobstrução de vias, limpezas de ruas e casas, corte de árvores e retirada de entulhos por toda a cidade. Hoje, cerca de 30 toneladas de entulho foram removidas.

As ações contam com o apoio da Comlurb, que também realizou podas de árvores, retirada de entulhos e limpeza de vias na Barão do Rio Branco, Visconde do Bom Retiro, Souza Franco, Prefeito Ari Barbosa. Todas as ações foram conjuntas com Guarda Municipal, CPTrans, INEA, Águas do Imperador e CEDAE.

Guarda Municipal faz trabalho educativo em pontos de apoio

Cerca de 40 agentes da Guarda Municipal deram suporte na sinalização do trânsito para que as ações de limpeza das vias fossem realizadas. As equipes ainda atuam nos pontos de apoio, com o trabalho de Educação, em que oferecem orientações sobre segurança para as pessoas que estão acolhidas.

Cerca de 600 militares do Exército Brasileiro atuam em conjunto com o Governo

Os militares foram direcionados para o suporte às buscas dos desaparecidos pelas localidades da Vila Militar e Alto da Serra. As equipes também realizaram a distribuição de alimentos, trabalharam em atividades de contenção de encostas no Sargento Boening, de logística de donativos e apoio com equipamentos para a desobstrução de vias.

Marinha organiza trânsito no acesso ao Morro da Oficina

Os mais de 300 militares da Marinha continuam trabalhando no controle do trânsito na Rua Teresa, com foco na organização do acesso ao Morro da Oficina, no Alto da Serra. O efetivo também trabalha no reforço da segurança das instalações nos pontos de apoio, desobstrução de vias na região do Alberto Torres e atendimentos no hospital de campanha.

Polícias Militar e Rodoviária Federal seguem no apoio em atuações por toda a cidade

A Secretaria de Estado de Polícia Militar mobiliza amplo aparato para auxiliar nos trabalhos após as fortes chuvas que atingiram a cidade. O 26º Batalhão de Polícia Militar está empenhado na totalidade das ações junto com outros batalhões do Norte do Estado e da Baixada Fluminense, que deslocaram efetivos em apoio.

Equipes do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e do Comando de Policiamento Ambiental (CPAm) estão compondo permanentemente as mobilizações. Diversas outras unidades da Secretaria de Estado de Polícia Militar, através de revezamento, também auxiliaram os trabalhos na cidade. Todos os batalhões da Polícia Militar serviram como pontos de arrecadação de donativos destinados às vítimas.

Além de atuar no policiamento e no auxílio ao tráfego de veículos nas vias da cidade, os policiais militares e suas viaturas estão integrados aos demais esforços logísticos desencadeados pelas forças do Governo do Estado.

Da mesma forma, os agentes da Polícia Rodoviária Federal também reforçam a segurança e dão o suporte em todas as iniciativas.

Localidades têm o restabelecimento do serviço de energia elétrica

As equipes da ENEL atuam em conjunto com as equipes do Gabinete Integrado de Gestão de Desastres no suporte para o retorno do fornecimento de energia para as áreas afetadas. Nesta quinta (24), a energia foi restabelecida para 254 famílias, 68 postes foram recuperados, 17,6 km de cabos foram instalados, 18 transformadores foram reformados. As equipes da concessionária de energia também atuam no suporte ao trabalho de salvamento, com o fornecimento de iluminação em locais de atuação do Corpo de Bombeiro.

Voluntários estão levando um pouco de alegria para as crianças que estão abrigadas nos pontos de apoio montados pela Prefeitura de Petrópolis. Recreação, jogos, teatro, música, dança, pintura e contação de história são algumas das atividades levadas pelos grupos de voluntários que fazem de ongs e instituições, não apenas de Petrópolis, mas de todo o Brasil.

“As crianças estão muito fragilizadas neste momento e essas atividades fazem com que elas se sintam mais acolhidas e esqueçam um pouco do sofrimento pelo qual passaram. A escola virou, neste momento, a casa dessas crianças e agora é preciso garantir o melhor acolhimento a elas e suas famílias”, comentou o prefeito Rubens Bomtempo.

Nesta semana, cerca de 20 voluntários das ongs Resgatando Sorrisos, Cristolândia e Mocidade para Cristo do Brasil (MPC) levaram muita diversão para crianças abrigadas em pontos de apoio da região do Alto da Serra e São Sebastião. “Queremos trazer um pouco de alegria e esperança para essas crianças e suas famílias”, disse Ana Beatriz Ramos Galdino, do MPC. “Temos aqui voluntários de várias partes do Brasil, como Tocantins, Paraná e Bahia”, acrescentou.

Márcia Barreto, a palhaça Tikinha Grande também participou das atividades na Escola Municipal Papa João Paulo II, no São Sebastião. “Estamos com um grupo de voluntários de várias partes do país levando muita brincadeira e diversão para as crianças. Elas adoram e se empolgam com todas as atividades”, disse a voluntária da Resgatando Sorrisos.

A secretária de Educação Adriana De Paula também explica que atividades esportivas e culturais também atendem os adolescentes que estão nos abrigos. “O importante é levar alegria e entretenimento para que eles se sintam mais acolhidos dentro desses espaços”, ressaltou.

Cidade terá postos abertos durante todos os dias do período, com aplicações pediátricas e adultas

A Prefeitura permanecerá com a campanha de vacinação durante o período de carnaval, entre sábado (26) e quarta-feira (02). Neste período, a Secretaria de Saúde aplicará doses para crianças, adolescentes e adultos, das 10h às 14h30. É necessário que o agendamento seja realizado no site da Prefeitura: https://www.petropolis.rj.gov.br/pmp/

“Tivemos um período de paralisação devido às chuvas, mas nossas equipes trabalharam incansavelmente para retomar, pois acreditamos na ciência e na importância da vacinação para sairmos da pandemia. Esse período de carnaval, em que muitos estarão de folga, é um bom momento para que a população coloque o calendário em dia”, disse o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

No sábado (26), segunda-feira (28) e quarta-feira (02), serão seis postos em funcionamento: Centro de Saúde Coletiva, Drive-Thru de Itaipava (Parque Municipal), UBS Itaipava, UBS Posse, UBS Itamarati e Casa da Educação. No domingo (27) e terça-feira (01), as doses serão aplicadas no Drive de Itaipava, Centro de Saúde Coletiva e UBS Itamarati. O Extra Quitandinha também abrirá na segunda e quarta-feira.

O Parque Municipal, terá aplicações apenas para adultos. Já nos postos do Extra Quitandinha, Centro de Saúde e UBS Itamarati serão atendidos indivíduos acima de seis anos. Na Casa da Educação, UBS Itaipava e UBS Posse, a vacinação será para crianças de cinco a 11 anos de idade.

SERVIÇO

Postos em funcionamento no carnaval

Sábado (26)
Centro de Saúde Coletiva (Rua Santos Dumont)
Drive-thru de Itaipava (Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes)
UBS Itaipava
UBS Posse
UBS Itamarati
Casa da Educação

Domingo (27)
Drive-thru de Itaipava
Centro de Saúde Coletiva
UBS Itamarati

Segunda-feira (28)
Centro de Saúde Coletiva (Rua Santos Dumont)
Drive-thru de Itaipava (Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes)
UBS Itaipava
UBS Posse
UBS Itamarati
Casa da Educação
Extra Quitandinha

Terça-feira (01)
Drive-thru de Itaipava
Centro de Saúde Coletiva
UBS Itamarati

Quarta-feira (28)
Centro de Saúde Coletiva (Rua Santos Dumont)
Drive-thru de Itaipava (Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes)
UBS Itaipava
UBS Posse
UBS Itamarati
Casa da Educação
Extra Quitandinha

Na manhã desta quinta-feira (24), o Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil Municipal de Petrópolis atuou na operação de buscas a desaparecidos na comunidade do Floresta, uma das regiões afetadas pelas fortes chuvas do último dia 15/2. Os agentes da Secretaria de Defesa Civil também se deslocaram para o local, onde houve a suspeita de haver vítimas. Os cães farejadores da Guarda e de corporações especializadas em resgate com cães deram suporte nas buscas no local em apoio ao Corpo de Bombeiros, mas não foram encontradas vítimas na localidade.

Para a operação, foram levados 9 cães farejadores das raças Golden, Retriever, Pastor Belga Malinois e Labrador que permaneceram por toda a manhã na região e na parte da tarde, darão suporte ao Corpo de Bombeiros em buscas pelos rios da cidade. “Esse é um importante suporte que a cidade está recebendo. Seguimos firmes nas buscas e não vamos parar até que todos sejam encontrados”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.

Cinco dos cães utilizados na operação do Floresta esta manhã eram de corporação vinda da Argentina, em apoio às buscas na cidade. Grupamentos especializados de diversas partes do país também atuam no município. “Já tivemos muito êxito em outras ações em que conseguimos encontrar vítimas a partir do trabalho com os cães”, disse um dos coordenadores das operações com cães e representante de um grupamento voluntário, Leandro Lopes.

Cerca de 45 cães farejadores estão sendo trazidos de Teresópolis, Magé, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Santa Catarina, entre outros. “O trabalho feito pelos cães é de extrema necessidade nesse momento, onde estamos com o Corpo de Bombeiros fazendo buscas por diferentes pontos da cidade”, destacou o secretário de Defesa Civil, o Tenente Coronel Gil Kempers.

No município, o Corpo de Bombeiros atua nas localidades do Morro da Oficina, Vila Felipe, Chácara Flora, Sargento Boening e pelo Rio Piabanha. Todo o trabalho de busca na cidade tem recebido o apoio de diferentes órgãos das esferas Estadual e Federal que atuam em conjunto no Gabinete Integrado de Gestão de Desastres.

A Prefeitura de Petrópolis terá uma coordenadoria de Direitos Humanos para ampliar a atenção às famílias atingidas pela tragédia de 15 de fevereiro.

Não haverá custo para os cofres municipais, uma vez que será realocado cargo já existente na administração. A nova função será assumida por Karol Cerqueira, que deixa a Secretaria de Assistência Social.

Ela estará em contato direto com os desabrigados e as equipes da Prefeitura que atuam nos 22 pontos de apoio montados em igrejas e escolas da rede municipal.

Ao todo, 800 pessoas estão acolhidas neste local, todas já automaticamente cadastradas no aluguel social, que terá o valor de R$ 1 mil (R$ 800 pagos pelo Estado e R$ 200 pela Prefeitura).

No lugar de Cerqueira na Secretaria de Assistência Social assume Fernando Araújo, ex-coordenador da Casa dos Conselhos e assessor técnico da Defesa Civil.