A atmosfera de solidariedade tomou conta de Petrópolis. A ajuda humanitária vem de diversas regiões do país e encheu a cidade de esperança e afeto. São toneladas de itens chegando a todo momento.

“Nós estamos extremamente agradecidos por toda a ajuda que chegou e ainda está chegando aos petropolitanos. Sabemos que é um momento delicado e muito triste para as famílias e todo esse movimento de solidariedade é um acalento para os corações”, agradece o prefeito Rubens Bomtempo.

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, os itens que chegaram em menor quantidade à central de arrecadação são: absorventes, roupa íntima nova (infantil, feminina e masculina), fralda geriátrica, desodorante, máscaras de proteção individual, álcool 70° INPM (líquido e em gel), luvas descartáveis, sacos de lixo e travesseiros.

“Temos uma grande quantidade de alimentos que vieram de redes nacionais de mercado e roupas. A equipe da Assistência e os voluntários estão trabalhando incansavelmente para fazer a separação e dar a destinação necessária para cada família. Nesse momento, o volume dessas doações está atendendo a demanda. O que precisamos mesmo são dos itens de higiene e cuidados pessoais”, reforça Karol Cerqueira, secretária de Assistência Social.

As doações em grande quantidade, vindas de instituições e empresas nacionais, devem ser entregues na central de arrecadações, na rodovia BR-040, KM 62, em Itaipava. Já as doações menores (em quantidade), arrecadadas pelos próprios moradores da cidade, podem ser destinadas ao ponto de apoio mais próximo, para evitar longos deslocamentos, ou no endereço do galpão da Secretaria de Assistência Social, na rua Hermogênio Silva, 3.326-F, no Retiro. Da central de arrecadações, os donativos são distribuídos para os pontos de apoio de acordo com a necessidade de cada um.

Outras áreas também estão com vagas abertas para contratação emergencial.

A Secretaria de Assistência Social (SAS) irá contratar psicólogos para atender a população atingida pelas chuvas. O município fez um trabalho junto aos reitores das universidades de Petrópolis para indicação de psicólogos e assistentes sociais recém-formados na cidade para suprir a demanda identificada nos pontos de apoio.

“O trabalho desses profissionais é essencial nesse momento. O trauma que eventos como esse causam pode ter consequências consideráveis em cada indivíduo. Estamos abrindo um cadastro para contratação emergencial para suprir a demanda que é grande nesse momento”, pontua o prefeito Rubens Bomtempo.

Foram contactadas a Universidade Católica de Petrópolis (UCP), Universidade Estácio de Sá (Unesa), UNOPAR e UNIFASE. Serão contratados 60 profissionais psicólogos e 60 assistentes sociais para atuação direta nos pontos de abrigamento. Em média, 800 pessoas têm permanecido nos pontos de acolhimento por dia. Nesses locais as famílias recebem atendimento psicossocial, através da SAS, além de todas as refeições (café da manhã, almoço, lanche e janta).

Vagas disponíveis para contratação emergencial da SAS

Segundo o diretor de gestão da SAS, Guilherme Carvalho, mais de 40% das vagas ofertadas já foram preenchidas e as equipes estão sendo montadas para atuação em cada ponto de acolhimento. A intenção é formar grupos com quatro profissionais para atendimento da demanda que aumenta diariamente. Eles atuarão na triagem qualificada, identificando as necessidades e agilizando os trabalhos. “Temos que pensar nas famílias dando suporte emergencial e depois continuar os atendimentos. A Assistência Social tem um papel importante no suporte dessas pessoas tanto agora quanto no pós-tragédia. É um trabalho que vai durar meses e precisamos de todo apoio técnico possível”, explicou.

As vagas disponíveis são para as seguintes ocupações:
Psicólogos e Assistentes Sociais precisam comparecer na secretaria de Assistência Social no Centro Administrativo da Prefeitura, na Av. Barão do Rio Branco, 2.846 para cadastro presencial, munidos de registro no Conselho Profissional (carteira profissional ou certidão), PIS, RG, CPF, comprovante de residência, dados bancários.

Já para as vagas de Auxiliar de Serviços Gerais (https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfryssKYovPzHe2HYE9KYhfbfOIYEDEOqUllGIwri_Xkfx2Aw/viewform ) e Orientador Social (https://forms.gle/KbGMXf8mHTVsFtqn7 ) é necessário o preenchimento do cadastro (links acima) para posterior seleção e efetivação do contrato emergencial de trabalho.

A SAS destaca ainda um chamamento para contratação de 30 entregadores (“motoboy”) que darão apoio aos serviços nos pontos de apoio. Para esse público a orientação é que os interessados procurem a Assistência Social no Centro Administrativo da Prefeitura, na Av. Barão do Rio Branco, 2.846 – Centro.

A Defesa Civil segue na realização das vistorias pelas áreas afetadas por conta das fortes chuvas que atingiram a cidade na última semana, na terça-feira (15). Com o reforço das equipes, até o momento, já foram realizadas 350 vistorias para a disponibilização de laudos técnicos às residências danificadas por deslizamento, infiltrações, alagamentos, imóveis com riscos estruturais ou em áreas que ainda oferecem riscos geológicos. Ao todo, o município soma 1690 ocorrências, das quais, 1324 foram por deslizamentos.

As áreas mais afetadas são Morro da Oficina, Vila Felipe, Caxambu, Sargento Boening, que são as localidades com busca de vítimas. Hoje, as equipes da Defesa Civil atuam pelas localidades da Rua Minas Gerais, Rua Ceará, Rua General Rondon, Valparaíso, Rua Santos Dumont, Rua Dr. Sá Earp, Rua Itália, Alto da Serra, Coronel Veiga (Gulf), Rua Alfredo Batista, Travessa Paulo Roberto Filgueira, Rua Cel. Albino Siqueira.

A Polícia Civil registra 183 vítimas fatais, desse total, 111 são mulheres, 72 homens e 32 são crianças. Do montante, 169 já foram identificadas, 152 foram liberados para funerária e os demais aguardam os familiares. A Secretaria de Assistência Social atende 807 pessoas em 13 pontos de apoio estruturados em escolas pelo Governo Municipal. Todas as pessoas afetadas estão recebendo o suporte para as necessidades essenciais.

Desde terça-feira (14), a Coordenadoria Municipal de Bem-Estar Animal (Cobea), prefeitura do Rio, voluntários e ongs de apoio à causa animal resgataram mais de 300 animais que estavam em áreas afetadas pelos deslizamentos em Petrópolis. Os animais estão sendo levados para lares temporários cadastrados pela Prefeitura. Clínicas veterinárias estão atendendo voluntariamente aos animais encontrados feridos.

A busca por lares temporários continua. Até o momento, 84 pessoas estão abrigando os animais resgatados. Os interessados em acolher um dos animais resgatados para posterior encaminhamento para adoção responsável podem entrar em contato com o número (24) 9.9204-0647. Para acolhimento será necessário informar nome completo, telefone de contato atualizado, CPF do tutor temporário e comprovante de residência. O local para abrigo desses animais precisa ser seguro.

O atendimento aos animais que precisam de cuidados também é feito através de voluntariado. Médicos-veterinários que queiram se voluntariar devem informar os mesmos dados acima citados e o registro no CRMV.
“Para os animais que estão com seus tutores e precisam de ajuda, estamos doando ração e ajudando no transporte, caso seja preciso”, disse a coordenadora da Cobea, Raphaela Buriche.
As doações de ração devem ser entregues na Defesa Civil, no Centro da cidade (Rua Buarque de Macedo).

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde está retomando a vacinação contra a covid-19, após um período de paralisação, devido as chuvas do dia 15. Neste primeiro momento, sete postos funcionarão das 10h às 14h30 e o cadastramento deve ser feito pelo site www.petropolis.rj.gov.br. Também haverá vacinação itinerante para crianças de 5 a 11 anos, onde o cadastro não é necessário.
Veja a seguir orientações para esta retomada da imunização.

Para quem não estava cadastrado antes das chuvas

Pessoas que precisam colocar o calendário de vacinação em dia e não tinham agendado as doses antes da paralisação, devem entrar no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) e realizar o cadastro para um dos sete pontos disponíveis. O atendimento é feito das 10h às 14h30. No dia da vacinação, é preciso levar documento de identificação e a carteira de vacinação.

Quem estava cadastrado para o período de paralisação

Quem estava cadastrado para tomar a vacina entre os dias 16 e 19 de fevereiro já pode tomar as doses, nos mesmos horários e postos daqueles que ainda não tinham agendado. Não é necessário o reagendamento. Veja o calendário:

• Quem estava agendado para o dia 16/02 vai tomar a vacina no dia 22/02 (terça-feira)
• Quem estava agendado para o dia 17/02 vai tomar a vacina no dia 23/02 (quarta-feira)
• Quem estava agendado para o dia 18/02 vai tomar a vacina no dia 24/02 (quinta-feira)
• Quem estava agendado para o dia 19/02 vai tomar a vacina no dia 25/02 (sexta-feira)

Veja os locais de vacinação:

ADULTOS E CRIANÇAS
• Centro de Saúde Coletiva (Rua Santos Dumont, 100 – Centro da Cidade)
• Centro de Saúde do Itamarati (Rua Bernardo Proença, 32 – Itamarati)
• UBS da Posse (Estrada União Indústria, 33530 – Posse)

PESSOAS acima de 12 anos
• Supermercado Extra do Quitandinha (Rua General Rondon, 1015 - Quitandinha)
• Drive Thru do Parque Municipal de Itaipava (Estrada União e Indústria, 10000 – Itaipava)

CRIANÇAS (de 5 a 11 anos)
• UBS de Itaipava (Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues, s/n – Itaipava)
• Casa da Educação Visconde de Mauá (Avenida Barão do Rio Branco, 3 – Centro)

Vacinação itinerante

Crianças de 5 a 11 anos também podem procurar a campanha de vacinação itinerante. Neste caso, não é necessário o cadastro. Basta se dirigir ao local com documento de identificação e carteira de vacinação. O atendimento também será das 10h às 14h30. Veja os locais que receberão as equipes nesta terça (22) e quarta-feira (23):

Terça-feira (22/02)
• PSF Machado Fagundes
• PSF do Brejal (Posse)

Quarta-feira (23/02)
• PSF Boa Esperança
• PSF Nova Cascatinha

No momento, alguns itens como água mineral e roupas usadas não são necessários

Obrigado! Essa é a palavra que o governo municipal de Petrópolis direciona a CADA UM(a) que se dedicou e se empenhou para arrecadar donativos para serem distribuídos às vítimas da chuva do dia 15 de fevereiro.

“Somos muito gratos por toda a ajuda que estamos recebendo. São toneladas de materiais que serão distribuídos aos pontos de apoio e a quem foi afetado pela chuva forte de alguma maneira. Os esforços das secretarias municipais estão empregados nisso: no direcionamento responsável para quem, de fato, precisa”, pontua o prefeito Rubens Bomtempo.

No momento, alguns itens como roupas usadas e água mineral têm quantidade suficiente, em estoque, para atendimento da população afetada. Itens de higiene e cuidados pessoais são os mais necessários.

Veja o que e como doar:
• Cesta básica já montada (25kg);
• Kit de higiene pessoal (com desodorante, absorvente, sabonete etc.);
• Kit de limpeza (com desinfetante, saco de lixo, luvas descartáveis, detergente, esponja etc.);
• Kit com amenidades (com biscoitos, guloseimas, brinquedos, jogos infantis etc.);
• Fraldas geriátricas;
• Toalhas novas;
• Roupas de cama e travesseiros novos;
• Roupa íntima nova (infantil, feminina e masculina).

“É importante que as pessoas que estão doando prestem atenção aos itens mais necessários. Temos que estar atentos aos itens perecíveis para que não se estraguem e, ao que de fato vai servir para cada família. Algumas roupas, por exemplo, chegam sem condições de uso. Doação não é descarte. É ajuda humanitária”, reforça Marcelo Soares, secretário de Desenvolvimento Econômico e coordenador da Central de Arrecadação da prefeitura de Petrópolis.

Empresas de todo o país enviaram doações

Grandes empresas do setor de alimentação, instituições de classe, prefeituras de outras cidades, instituições financeiras e redes de varejo já contribuíram com doações para Petrópolis. Os caminhões com os donativos estão sendo direcionados à Central de Arrecadação montada na rodovia BR-040, KM62, em Itaipava. Da central, os donativos são distribuídos para os pontos de apoio de acordo com a necessidade de cada um. “As doações arrecadadas pelos próprios moradores da cidade, podem ser destinadas diretamente ao ponto de apoio mais próximo, para evitar longos deslocamentos, ou no endereço do galpão da Secretaria de Assistência Social, na Rua Hermogênio Silva, 3.326-F, no Retiro”, reforça Karol Cerqueira, secretária municipal de Assistência Social.
Terça, 22 Fevereiro 2022 16:52

21.02.2022 – Boletim Covid-19: vacinação

Nesta segunda-feira (21), as equipes da Secretaria de Saúde aplicaram 199 doses da vacina contra a covid-19. Foram 66 doses de reforço, 10 aplicações de segunda dose e 123 de primeira.

No total, a cidade conta com 255.876 vacinados com a primeira dose, 227.894 com a segunda dose e 108.114 com a dose de reforço (terceira aplicação para o público em geral e quarta para imunossuprimidos). A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de vacinação e a dose adicional a 1.312 imunossuprimidos.

Detalhamento dos números de segunda-feira

Na segunda-feira, seis idosos foram vacinados, sendo um com a primeira dose e cinco com a dose de reforço.

As equipes também aplicaram a primeira dose em dois adolescentes e a segunda em um indivíduo desta faixa etária (12 a 17 anos). Também foram vacinadas 113 crianças de 5 a 11 anos com a primeira aplicação e uma com a segunda.

Ainda foram vacinados 61 adultos com o reforço, oito com a segunda dose e sete com a primeira dose.

O acompanhamento da situação da covid-19 na cidade e o cadastro para a vacinação estão disponíveis no site da Prefeitura: https://petropolis.rj.gov.br/pmp/

As equipes de diferentes setores do governo municipal se preparam para mais um dia de trabalho nesta terça-feira (22). Após uma semana da forte chuva que afetou a cidade no último dia 15/2, a prioridade segue sendo para o atendimento às pessoas atingidas e para as ações voltadas para a recuperação das áreas afetadas. A Defesa Civil conta com o apoio de diferentes setores do município, do Estado e do Governo Federal no suporte para o atendimento às mais de 1300 ocorrências, com maior parte delas sendo de deslizamentos. A equipe técnica do município está voltada para agilizar as vistorias em áreas afetadas. Até o momento mais de 300 análises foram feitas em diferentes regiões.

A Polícia Civil segue com o trabalho de reconhecimento de vítimas fatais. Até o momento, 182 óbitos foram registrados, sendo 111 mulheres, 71 homens e 32 crianças. Desse total, 168 foram identificados, 152 encaminhados para funerárias e os demais aguardam os familiares para a liberação.

A Secretária de Assistência Social segue no atendimento as 867 pessoas acolhidas em 13 em pontos de apoio, estabelecidos pelo município em escolas públicas. Os pontos de apoio alternativos, criados pelas comunidade, também recebem o suporte necessário dos profissionais de assistência social, saúde, educação, além de agentes comunitários e Defesa Civil.

Todos os setores do Governo Municipal estão empenhados nos trabalhos de restabelecimento da normalidade da cidade. O município conta ainda com o suporte da Secretaria de Defesa Civil do Estado, Exército, Marinha e polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal, além de vários outros órgãos e grupos de voluntários que se juntaram nos últimos dias como INEA, Enel, Grupo de Jipeiros.

Para hoje (22), a previsão do tempo é de céu nublado a encoberto, com possibilidade de ocorrência de chuva moderada nos períodos da tarde e noite. A Defesa Civil segue em monitoramento e em caso de alteração nas condições do tempo, avisos serão emitidos por SMS, grupos de comunicação por aplicativo e acionamento das sirenes. O órgão orienta que a população fique atenta aos comunicados que podem ser enviados ao longo do dia. Em caso de emergência, liguem, 199.