Grupo definirá os procedimentos práticos no retorno às aulas

A Comissão Especial de Volta às Aulas, criada pela Prefeitura na segunda quinzena de janeiro, realizou sua segunda reunião nesta terça-feira (1), na Casa de Educação Visconde de Mauá. Em pauta, a atualização do Plano de Retorno às Atividades Presenciais.

O grupo definirá os procedimentos práticos nesse retorno: o que fazer se uma criança estiver com algum sintoma, como será a abordagem às crianças na entrada da escola, quais orientações aos pais etc.

Fazem parte da comissão: gestores da educação; representantes de alunos; professores; diretores; e setores do governo municipal, como as secretarias de Saúde, Assistência Social e Obras, além de Comdep e CPTrans.

Nesta semana, os integrantes da comissão apontarão sugestões de alteração para o plano, para que o documento seja definido já na semana que vem. No entanto, como frisou a secretária de Educação, Adriana de Paula, a pandemia muda a cada dia. Por isso, a resposta do município à pandemia deve se adaptar a cada dia.

“As medidas referentes à volta às aulas são constantemente avaliadas, de acordo com o avanço da pandemia”, disse a secretária Adriana de Paula.

Na última segunda-feira (31), o Conselho Municipal de Educação (Comed) aprovou o adiamento do início das aulas na rede municipal de ensino para o dia 14 de fevereiro. A medida, proposta pela Prefeitura, foi avalizada pelo Comitê Científico de Enfrentamento à Covid-19, se deu em função do avanço da vacinação de crianças de 5 a 11 anos e também por conta da necessidade de obras nas unidades da rede do município.

Quarta, 02 Fevereiro 2022 10:40

01.02.22 - Boletim Epidemiológico

Petrópolis terminou a terça-feira (01) com a taxa de ocupação dos leitos clínicos destinados para o tratamento da covid-19 no sistema público de saúde em 37,70%. Já em UTIs do SUS, a taxa foi de 42,86%. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, 93 pacientes permanecem internados, sendo 57 em leitos clínicos e 36 em leitos de UTI.

As equipes da Secretaria de Saúde realizaram, até ontem, 232.134 testes, dos quais 53.943 tiveram resultados positivos e 176.234 negativos (considerando swab e rápidos).

Desde o início da pandemia, foram 1.582 óbitos registrados. Este número é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. É uma medida de segurança da Secretaria de Saúde, para evitar erros nos registros.

Já são mais de 90,8 mil petropolitanos vacinados com a terceira dose ou dose de reforço contra a covid-19. A marca foi alcançada nesta segunda-feira (31) e representa cerca de 39% do público alvo atingido. Desde o início da pandemia foram aplicadas 246.583 primeiras doses em pessoas acima dos 12 anos, ou seja, quase 93% do público vacinável.

“As pessoas estão cada vez mais conscientes da importância das doses. Temos imunizados sendo infectados, porém, graças à vacina, não está ocorrendo o agravamento dos quadros. Isso é uma grande vitória para todo o mundo”, afirma o prefeito Rubens Bomtempo.

Até esta segunda-feira, o percentual de vacinados entre crianças de 5 a 11 anos era de 20,27%, com a aplicação de 5.258 doses. Já a segunda dose ou dose única chegou para 226.103 petropolitanos.

“Voltamos a afirmar: apenas a vacinação e manutenção de todos os cuidados, como uso de máscaras e álcool em gel, por exemplo, vai frear essa pandemia”, frisa o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

Nesta terça-feira, o posto itinerante de vacinação para crianças foi montado na Escola Municipal Odete da Fonseca. Na quinta-feira (3) ele estará no Conjunto Habitacional do Vicenzo Rivetti, onde vai funcionar de 10h às 15h. A aplicação das doses será realizada por livre demanda, ou seja, não é necessário agendamento. A previsão é que comunidades mais distantes, como Secretário, também sejam beneficiadas.

A Prefeitura lança o serviço de emissão digital do Registro de Ocorrência (RO) da Defesa Civil. Agora a pessoa que tiver tido o imóvel vistoriado pode obter o laudo técnico sem precisar se deslocar à sede da Secretaria de Defesa Civil. De qualquer lugar pode ser feita a solicitação para a emissão de RO por meio do site do órgão https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/, no ícone RO Digital. A nova ferramenta agiliza a obtenção do documento disponibilizado pela secretaria. A medida é uma das iniciativas do governo municipal para modernizar a administração pública, diminuindo processos que obriguem o deslocamento e aglomeração da população.

“É necessário desburocratizar o sistema, as pessoas precisam de agilidade e praticidade nos serviços, principalmente esse que muitas das vezes envolve a desinterdição de imóveis. O RO Digital ajuda a população a acessar com mais facilidade os laudos e tomar as providências necessárias para garantir a segurança dos imóveis, muitos afetados pelas chuvas, que são intensas nesse período do ano”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.

Até então, para obter o laudo técnico das vistorias realizadas pelas equipes técnicas da Defesa Civil, o proprietário ou responsável pelo imóvel precisava comparecer pessoalmente na Defesa Civil para solicitar o documento impresso. Agora, com o RO Digital basta fazer um cadastro de usuário no site https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/, fornecendo informações sobre os dados pessoais, além de anexar arquivos do comprovante de residência e dos documentos de identidade e CPF. Feito o primeiro acesso, os usuários podem fazer a solicitação de obtenção do laudo digital, informando apenas o número do RO, que é fornecido no momento da vistoria e fazendo um descritivo do motivo da vistoria. Com as informações cadastrais e os dados do RO, os Defesa Civil avaliará cada solicitação para efetuar a emissão do documento on-line.

“Esse é um mecanismo que vai facilitar muito a vida da população, principalmente para quem mora pelos distritos e o deslocamento é dificultado. É importante frisar a segurança do serviço. Os laudos só serão liberados de forma digital após a validação dos dados”, pontua o secretário de Defesa Civil, o Tenente Coronel Gil Kempers.

A Defesa Civil emite os boletins e avisos por SMS e criou grupos de comunicação por aplicativo para facilitar o acesso aos informes divulgados. Pelo site, a população também encontra os comunicados feitos pelo órgão.