Sexta, 11 Fevereiro 2022 10:30

10.02.2022 – Boletim Covid-19: vacinação

Nesta quinta-feira (10), as equipes da Secretaria de Saúde aplicaram 2.036 doses da vacina contra a covid-19. Foram 1.176 doses de reforço, 117 aplicações de segunda dose, 742 de primeira e uma dose adicional para imunossuprimidos.

No total, a cidade conta com 253.232 vacinados com a primeira dose, 227.423 com a segunda dose e 103.419 com a dose de reforço (terceira aplicação para o público em geral e quarta para imunossuprimidos). A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de vacinação e a dose adicional a 1.308 imunossuprimidos.

Detalhamento dos números de quinta-feira

Na quinta-feira, 166 idosos foram vacinados, sendo 162 com a dose de reforço, dois com a primeira dose e outros dois com a segunda. Dentre as pessoas com comorbidades, uma recebeu a primeira dose e seis o reforço.

As equipes também aplicaram a primeira dose em seis adolescentes e a segunda em 46 indivíduos de 12 a 17 anos. Também foram vacinadas 730 crianças de 5 a 11 anos com a primeira aplicação.

Ainda foram vacinados 1.003 adultos com o reforço, 69 com a segunda dose e três com a primeira dose. Cinco trabalhadores da saúde receberam a dose de reforço.

O acompanhamento da situação da covid-19 na cidade e o cadastro para a vacinação estão disponíveis no site da Prefeitura: https://petropolis.rj.gov.br/pmp/

Petrópolis terminou a quinta-feira (10) com a taxa de ocupação dos leitos clínicos destinados para o tratamento da covid-19 no sistema público de saúde em 65,57%. Já em UTIs do SUS, a taxa foi de 57,14%. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, 63 pacientes permanecem internados, sendo 31 em leitos clínicos e 32 em leitos de UTI.

As equipes da Secretaria de Saúde realizaram, até ontem, 2401.135 testes, dos quais 57.674 tiveram resultados positivos e 182.170 negativos (considerando swab e rápidos).

Desde o início da pandemia, foram 1.603 óbitos registrados. Este número é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. É uma medida de segurança da Secretaria de Saúde, para evitar erros nos registros.

Óbitos registrados:

Homem, 81 anos, morador no Cascatinha. Internado em 16.01.2022 na UPA Cascatinha e transferido para o HMNSE. Óbito registrado em 22.01.2022 no HMNSE. Paciente com doença neorológica crônica e hipotireoidismo.

Homem, 71 anos, morador no Retiro. Internado em 25.01.2022 no HCC. Óbito registrado em 02.02.2022 no HCC. Paciente com doença cardiovascular crônica e diabetes.

Homem, 73 anos, morador no Samambaia. Internado em 17.01.2022 no HAC. Óbito registrado em 04.02.2022 no HAC. Paciente com doença cardiovascular crônica.

Mulher, 51 anos, moradora em Nogueira. Internada em 02.02.2022 no HAC. Óbito registrado em 07.02.2022 no HAC. Paciente com imunodeficiência.

Comparação entre dados de janeiro de 2021 e 2022 mostram efeito da campanha de imunização na cidade

O número de mortes por covid-19 teve queda de 75,22% na comparação entre os meses de janeiro de 2021 e o mesmo período deste ano. No primeiro mês do ano anterior, houve 113 óbitos. Em 2022, mesmo com aumento de 30% do número de casos, 28 mortes foram contabilizadas em Petrópolis. A redução é uma conseqüência clara do avanço da vacinação, que começou, em todo o Brasil, no ano passado.

“Isso mostra a eficácia e importância da vacina, que evitou número de mortes ainda mais assustador. Estamos no caminho certo e vamos seguir na busca pela conscientização daqueles que ainda não completaram ou sequer iniciaram o esquema vacinal. Vacina no braço salva vidas”, frisa o prefeito Rubens Bomtempo.

Enquanto em janeiro de 2021, 4.669 se infectaram com a doença, em 2022 foram confirmadas 6.133 contaminações – ou seja, mais 1.464 casos entraram nas estatísticas. “Porém, embora esse número seja mais de 30% maior, a maioria das pessoas ficou assintomática ou teve apenas sintomas leves. As taxas de ocupação de leitos clínicos e de UTI se mantiveram, respectivamente, abaixo dos 43% e 8,70% respectivamente”, explica o secretário de Saúde Marcus Curvelo.

Esta semana, Petrópolis alcançou a marca das 100 mil aplicações da dose de reforço da vacina contra a covid-19. Considerando o público acima dos 18 anos, o número representa o alcance a 41,1% do público vacinável da cidade. O reforço começou a ser aplicado em setembro. “São mais de 100 mil petropolitanos com o esquema vacinal completo. Porém, ainda é necessário o envolvimento maior de toda a população”, completa Curvelo.
Nesta quinta-feira (10), a cidade conta com 252.490 vacinados com a primeira dose, 227.306 com a segunda dose e 102.243 com a dose de reforço (terceira aplicação para o público em geral e quarta para imunossuprimidos). A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de vacinação e a dose adicional a 1.307 imunossuprimidos.