Prefeitura reforça pedido de novos lotes da vacina após crescimento de 349% na procura

Circulação de nova subvariante da ômicron gerou grande demanda nos postos do município

A circulação de uma nova subvariante do coronavírus tem levado um maior número de pessoas aos postos de vacinação. Em uma semana, a procura pelos imunizantes cresceu cerca de 349%. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, já reforçou ao Governo do Estado o pedido de envio de mais lotes das vacinas, com o objetivo de garantir o atendimento da população. Para avaliar o novo quadro epidemiológico, o Comitê Científico irá se reunir na próxima semana.

Para a próxima semana, é esperada a entrega pela Coordenação Geral de Armazenagem de 2.408 doses das vacinas Pfizer adulto e AstraZeneca. Porém, existe a preocupação de desabastecimento, já que a expectativa é de que os novos lotes só cheguem ao município após o feriado do dia 15 de novembro. O estoque atual é de pouco mais de mil doses. A maior parte, inclusive, já foi distribuída entre os sete postos de imunização contra a covid-19 do município.

O prefeito Rubens Bomtempo explicou que as solicitações estavam sendo realizadas de acordo com a procura para não haver perda de doses. "Porém, diante do crescimento da procura, aumentamos o pedido desta semana em 58%. É fundamental que a população continue procurando os postos, se vacinando e se protegendo. Embora o número de casos já apresente elevação, registramos baixos índices de agravamento da doença com ocupação de leitos clínicos. Neste momento, temos apenas uma pessoa em leito de UTI”, destacou.

O secretário de Saúde, Marcus Curvelo, lembrou que a cobertura vacinal, levando em consideração todo o esquema, ou seja, a aplicação das quatro doses é robusta e continua avançando. "Porém, com o objetivo de ampliar ainda mais esse alcance, temos realizado vacinações itinerantes, levando os imunizantes até as comunidades e escolas e estamos desenvolvendo uma busca ativa das pessoas, principalmente idosos, que ainda não completaram o ciclo”, explica.

As testagens continuam disponíveis pela rede de saúde. “Todos os PSFs e UBSs da cidade, assim como as unidades de emergência, como as UPAs e Pronto Socorros permanecem realizando os exames de pacientes, sintomáticos ou não, assim como o Centro de Saúde e Hospital Alcides Carneiro. Estamos acompanhando as oscilações no número de casos e, se for necessário, iremos fazer as devidas ampliações”, completa o secretário de Saúde.

A recomendação da Prefeitura é para que as pessoas mantenham o distanciamento social, uso de álcool em gel e de máscaras em ambientes fechados. A obrigatoriedade da utilização do equipamento de proteção para o acesso a setores de urgência, emergência, enfermagem e internação, está mantida e se aplica a funcionários, pacientes e acompanhantes.

Os testes para detecção da covid-19 continuam disponíveis nas seguintes unidades:

Centro de Saúde Coletiva;
Centro de Saúde do Itamarati;
UBS Quitandinha;
UBS Morin;
UBS Mosela;
UBS Itaipava;
UBS Pedro do Rio;
UBS Posse;
UBS Alto Independência.

• Sintomáticos devem se dirigir para uma das três UPAs (Centro, Cascatinha e Itaipava), Pronto Socorro do Alto da Serra, Hospital Alcides Carneiro e HMNSE.

• Unidades da Estratégia Saúde da Família, como os PSFs, os testes são realizados mediante agendamento prévio.


Postos de vacinação covid-19

• Centro de Saúde Coletiva (adulto e pediátrico)
Segunda e quarta – 8h30 às 19h30
Terça, quinta e sexta – 8h às 16h30

• Centro de Saúde do Itamarati (adulto e pediátrico)
Quarta e sexta – 8h30 às 19h30
Segunda-feira, terça-feira e quinta-feira – 8h30 às 16h30

• UBS Quitandinha e UBS Itaipava (adulto e pediátrico)
Terça e quinta – 8h30 às 19h30
Segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira – 8h30 às 16h30
• PSF Posse e PSF Menino Jesus de Praga (adulto e pediátrico)
Segunda a sexta – 8h às 16h

• UBS Morin (adulto)
Segunda a sexta – 8h às 16h

Vacinação aos sábados – 8h30 às 16h30

5/11 Centro de Saúde Coletiva
12/11 UBS Itaipava
19/11 UBS Quitandinha
26/11 Cde Saúde do Itamarati

Vacinação itinerante – 9h às 15h

09/11 – PSF Amazonas
10/11 – Comunidade Oswaldo Cruz (Rua Nossa Senhora Aparecida, n°01, Valparaíso)
11/11 – Comunidade do Alemão (Rua Dr. Hans Bistrischan, 661, Retiro

A Prefeitura devolveu aos moradores do bairro Esperança, nesta semana, a calçada da Rua Brigadeiro Castrioto, na altura do número 2.615.

Cerca de 62 m³ de material reciclável armazenado de forma irregular na via pública foram retirados pela Comdep. Para isso, foram 8 viagens de caminhão toco (com 6 m³ cada) e 1 viagem de caminhão trucado (com 14 m³).

Como relataram moradores e comerciantes do entorno, a calçada foi ocupada nos últimos 5 anos com material reciclável armazenado de forma irregular. Um morador da região que coleta e vende materiais recicláveis utilizava a calçada pública como depósito.

“A ação da Prefeitura envolveu a Secretaria de Assistência Social, a Comdep e a Fiscalização de Posturas. Nossa equipe da Assistência Social conversou com o morador, vimos que é uma pessoa do bem, um trabalhador. Mas não podemos permitir a ocupação do espaço pública dessa forma, e ele entendeu isso”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Uma assistente social fez o atendimento técnico ao morador, que foi cadastrado junto ao Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).

Já a Comdep recolheu o material e fará a triagem do que foi recolhido: parte poderá ser reciclada, e o restante será descartado.

“Estive na terça e na quarta-feira no local, conversando com o morador, que é uma pessoa simples. Fizemos um trabalho de esclarecimento, para que a calçada não volte a ser ocupada, e que ele possa continuar o trabalho dele sem prejudicar a coletividade”, disse o secretário de Assistência Social, Fernando Araújo, que acompanhou toda a ação.

Além de intensificar a limpeza de bueiros e galerias, a Prefeitura de Petrópolis, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), vem trabalhando em alternativas para minimizar os impactos do período chuvoso. Esta semana, as equipes da Companhia estão atuando na instalação de retentores de resíduos em bueiros da Rua Coronel Veiga. O equipamento tem como objetivo conter materiais descartados de forma irregular que são arrastados para dentro dos rios e córregos. Além disso, os retentores vão facilitar a limpeza, diminuindo o entupimento e prevenindo alagamentos.

Ao todo, cerca de mil equipamentos serão instalados nesse primeiro momento. O trabalho, que teve início na Rua Coronel Veiga, vai se entender nas próximas semanas por todo o Centro Histórico.

Ainda como medida preventiva, a Prefeitura está intensificando alguns serviços, como a poda de árvores e o desassoreamento dos rios e córregos, que está sendo realizado em conjunto com o Instituto Estadual do Ambiente (INEA).

Com a chegada de três caminhões vacol, contratados pela atual gestão, a Comdep está diariamente com equipes atuando na limpeza e desobstrução dos bueiros, bocas de lobos e galerias do município. A estimativa é que cerca de 220 bueiros sejam limpos por dias.

O prefeito Rubens Bomtempo ressaltou que a instalação dos retentores e a contratação de equipamentos como os caminhões vacol, reforçam o compromisso da gestão municipal em dar mais celeridade ao trabalho de prevenção, manutenção e cuidado com a cidade. “Nosso objetivo é instalar esses coletores em todo o município. Após uma avaliação técnica, vamos estender esse serviço para os bairros e distritos. Quando assumimos o governo, em dezembro de 2021, esses serviços estavam muito comprometidos. Seguimos trabalhando de forma intersetorial, com todas as secretarias envolvidas, para que nossa cidade tenha um verão mais seguro”, destacou.

Atuais servidores também poderão aderir ao plano de benefícios de forma facultativa

A Prefeitura assinou na tarde desta segunda-feira, 07, um convênio com a RJPrev, Fundação de Previdência Complementar do Estado do Rio de Janeiro, seguindo determinação prevista na Emenda Constitucional nº 103/2019, para que estados e municípios instituam regime de previdência complementar para servidores públicos ocupantes de cargos efetivos, que recebem acima do limite máximo do Regime Geral da Previdência Social que, atualmente, é de R$7.087,22.

“Estamos dando mais um passo importante para garantir o futuro dos servidores e do Inpas. Organizando a máquina do ponto de vista fiscal e também de investimentos importantes”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.

A assinatura do convênio foi feita pelo prefeito Rubens Bomtempo e pelo diretor-presidente da RJPrev, Halan Morais. Estiveram presentes ainda o diretor-presidente do Inpas, Claudinei Portugal; o secretário de Administração, Ramon Mello; o controlador-geral do Município, Thiago Gibrail; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Soares; o presidente do Rioprevidência (Fundo Único de Previdência Social),além de representantes dos Sindicatos dos Fiscais Municipais e dos Servidores Públicos de Petrópolis.

“Com a implantação da previdência privada, estamos em dia com a legislação brasileira previdenciária vigente. Em menos de um ano, quase dobramos o valor que o Inpas tem em caixa. Fomos de R$ 17 milhões para R$ 30 milhões e esta nova medida vai garantir ainda mais sustentabilidade ao Instituo de Previdência e Assistência Social ao Servidor.

Entenda o Plano de Previdência Complementar

A Emenda Constitucional nº 103/2019 prevê a necessidade de um plano de previdência complementar para servidores que recebem mais de R$7.087,22, limite máximo do Regime Geral da Previdência Social. Sendo assim, servidores que ingressarem a partir dos concursos públicos que estão tramitando e dos próximos, estão sujeitos as novas regras. A partir do teto, os servidores vão poder realizar contribuições para o Plano RJPrev, visando ampliar a renda na aposentadoria.

“É importante ressaltar que as novas regras são aplicadas apenas para novos servidores, para os antigos, nada muda”, salientou o diretor presidente do RJPrev, Halan Morais.

Desta forma, os novos servidores que recebem acima do teto, vão contribuir para a previdência complementar com base no valor excedente e a prefeitura entra com uma contrapartida de valor igual. Ou seja, o que será descontado da conta do servidor, ele terá em dobro, todos os meses, no plano de previdência complementar. Uma maneira de proporcionar que o novo servidor, no momento da aposentadoria, receba valores próximos aos que recebe no período de atividade.

Apesar da Emenda Constitucional prever contribuições para o plano de previdência complementar apenas para os novos servidores que ganham acima do teto, os antigos e os que têm rendimentos inferiores, podem contribuir de forma facultativa para, a partir da aposentadoria, receberem um valor superior.

“A contribuição facultativa pode ser, inclusive, abatida no imposto de renda. Na aposentadoria, ele pode resgatar parte deste valor e o restante receber como renda, por exemplo. Estamos mudando o regulamento, inclusive, para que ele possa fazer pequenas retiradas durante o período laborativo. São muitas as possibilidades, estendidas também para cargos de comissão. A única diferença é que não terão a contrapartida da Prefeitura”, explicou Halan.

Em breve, a Prefeitura junto com a RJPrev vão promover palestras para tirar as dúvidas dos servidores e demais interessados. Para mais informações, a Fundação de Previdência Complementar do Estado do Rio de Janeiro oferece canais de atendimento, como o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ; a Central de Atendimento, por meio do número (21) 2333-4146 ou WhatsApp (21) 96507-2122.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras, iniciou a revitalização da ponte na Estrada União e Indústria, próxima a entrada do Castelo de Itaipava. Toda a madeira será trocada e o guarda-corpo será refeito. Os trabalhos começaram na terça-feira (8) e a previsão é que estejam concluídos em 20 dias.

“Essa ponte é uma importante ligação entre os distritos e a BR-040, utilizada pelos motoristas como caminho alternativo ao trânsito na região. A estrutura será toda refeita garantindo a segurança dos motoristas”, ressaltou o prefeito Rubens Bomtempo.

A revitalização está sendo feita com recursos próprios do município. Um investimento de R$ 108 mil na compra do material. O serviço está sendo executado pelas equipes da Secretaria de Obras.

São cerca de 1.200 atletas inscritos para disputa das competições


Os tradicionais campeonatos municipais de Futsal e Futebol de Campo nas categorias de base de Petrópolis estão a todo vapor. Com disputas do Sub-9 ao Sub-17, o Futebol já está na fase decisiva com as semifinais sendo disputadas, e inclusive, equipes finaistas. O Futsal por sua vez teve início há poucas semanas e já se aproxima do final da fase classificatória. E neste ano, as competições estão sendo realizadas de uma maneira diferente: elas fazem parte do Projeto Agita Futebol, da Prefeitura de Petrópolis.

O programa foi contemplado pelo Ministério da Cidadania, através da Secretaria Especial do Esportes do Governo Federal, para a realização dos campeonatos municipais na cidade. “Através do esporte é possível promover a inclusão social principalmente dos jovens e por isso, através da Secretaria de Esportes, buscamos cada vez mais, incentivar crianças e adolescentes e jovens a se envolver em uma série de atividades físicas, neste caso, o futebol que é a grande paixão nacional”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O projeto Agita Futebol abrange a compra de materiais esportivos para os clubes, a premiação dos campeonatos, pagamento dos valores da taxa de arbitragem de cada partida, além de cursos de capacitação para os profissionais da cidade. O programa é desenvolvido através de uma parceria da Secretaria de Esportes e Liga Petropolitana de Desportos (LPD).

O curso para os profissionais que atuam nos campeonatos municipais de futebol e futsal de Petrópolis já teve suas aulas teóricas ministradas pelo coordenador técnico das categorias de base do Fluminense, Marcelo Veiga. Até o fim do ano, ainda serão realizadas as atividades práticas. Além disso, um dos clubes que disputam os campeonatos municipais receberão palestras em suas sedes, referente às modalidades.

Confira como está a situação de cada campeonato:

Dentro das quatro linhas, são cerca de 1.200 atletas inscritos para participação nos campeonatos. São 743 jogadores disputando Futebol e 447 jogando Futsal. No campo, as disputas em todas as categorias estão nas semifinais.

No Sub-13, a final já foi definida. EC Corrêas e Serrano FC farão a decisão em jogos de ida e volta. O Corrêas deixou para trás na semi o AM Oswaldo Cruz, após golear o adversário por 4 a 1 e 6 a 0 em duas partidas. O EC Corrêas segue invicto na competição, com nove vitórias em nove jogos. Já o Serrano bateu o EC Cascatinha na semifinal com vitórias de 3 a 1 e 4 a 1.

Pelo Sub-11, o EC Cascatinha é o primeiro time finalista do campeonato. A equipe do segundo distrito venceu o EC Vera Cruz no jogo de ida por 2 a 1, e sacramentou a classificação com a vitória de 3 a 0 na partida de volta. O segundo clube finalista será decidido neste domingo (13). Após vencer o AM Oswaldo Cruz no primeiro jogo por 1 a 0, o Corrêas volta a enfrentar a equipe no jogo de volta, às 08h30, no Estádio Ernane Duarte, no EC Corrêas. O Oswaldo Cruz precisa vencer por um mais de um gol de diferença que chegará à decisão.

Na competição para atletas até 17 anos, foram realizados os jogos de ida nos confrontos das semis. E o equilíbrio esteve presente em campo na categoria. No jogo entre Cascatinha e Corrêas, o resultado final foi o 1 a 1. Já a partida entre Laginha FC e Serrano FC terminou com o 3 a 3 no placar.

No Sub-15, as semifinais ainda terão os jogos de ida e volta. Na competição de atletas até 15 anos, o Oswaldo Cruz enfrenta o Vera Cruz de um lado da chave, enquanto o Laginha joga contra o Corrêas na outra semi.

No Futsal, as disputas neste momento estão na fase classificatória. E em três das cinco categorias, o EC Corrêas lidera a competição: no Sub-9, Sub-13 e Sub-17. O Palmeira FC lidera no Sub-11, enquanto o EC Vera Cruz é o primeiro no Sub-15. A equipe de Pedras Brancas e o GZ/Projeto Social Petrópolis são as novidades neste ano e disputam o campeonato pela primeira vez. Na competição, todos os times se enfrentarão em turno único pela fase classificatória. As quatro melhores equipes colocadas vão para as semifinais e fazem confrontos entre o primeiro colocado contra o quarto, e do segundo contra o terceiro.

Mais informações sobre a competição, artilharia, histórico de confrontos e atualizações de dias e horários dos jogos, estão disponíveis no site www.ligapetropolitana.com.br.