Quinta, 30 Setembro 2021 11:21

Boletim vacinação – 29/09/2021 (quarta)

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência nesta quarta (29/09) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 3.714 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 1.026 receberam a primeira dose, 2.599 receberam a segunda dose e 89 receberam a dose de reforço. Até o momento 227.851 pessoas receberam a primeira dose, 131.049 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 1.869 idosos institucionalizados maiores de 70 anos, idosos com mais de 80 anos, e pacientes imunossuprimidos receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização 14 idosos foram vacinados, sendo três com a primeira dose e 11 com a segunda dose. Equipes aplicaram também a dose de reforço em 59 idosos e 30 pacientes imunossuprimidos.

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 402 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 2.383 pessoas também receberam a segunda dose. Também receberam a primeira dose do imunizante 616 adolescentes sem comorbidades.
A segunda dose da vacina foi aplicada também em 66 pessoas com comorbidades.

Equipes vacinaram ainda 23 gestantes, das quais quatro com a primeira dose e 19 com a segunda. A segunda dose da vacina foi aplicada ainda em 36 puérperas.

Também foram vacinados com a segunda dose, 57 profissionais de Saúde, nove trabalhadores do setor se transportes e um funcionário de limpeza urbana. Equipes aplicaram também 17 vacinas em profissionais de Educação: um deles com a primeira dose e 16 com a segunda dose.
A vacinação contra a covid-19 segue nesta quinta-feira em 13 pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

O secretário de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL) esteve reunido com o vice-presidente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Radamés Lattari, buscando trazer projetos que ajudem o fomento da modalidade em Petrópolis. O encontro, realizado na manhã desta quarta-feira (29/9), teve como objetivo principal debater o retorno do Viva Vôlei – programa mantido pela CBV – para o município.

A ideia inicial é que sejam instalados dois núcleos do projeto: um no Centro de Iniciação ao Esporte, no Caxambu, e outro na Escola Municipal Fábrica do Saber, na Estrada da Saudade. O Viva Vôlei é um programa de iniciação ao voleibol cuja diretriz é educar e socializar meninos e meninas de sete a 14 anos através do esporte. Petrópolis já contou com um núcleo do programa em 2014.

“Através do esporte, podemos mudar a realidade de muitas crianças e adolescentes do nosso município. O vôlei é um esporte que vem crescendo e tem um grande apelo entre os mais jovens. Além disso, ter como parceiro a CBV é um grande motivo de orgulho para todos nós”, disse o secretário da SEPJIL, lembrando ainda que o governo interino recebeu, em março desse ano, o ex-jogador Marcelinho Elgarten, que deu início a intermediação para a vinda do programa para Petrópolis.

Existe ainda uma outra proposta, que seria o “Seleção do Viva Vôlei”, que aconteceria através da Lei de Incentivo ao Esporte. Outras possibilidades também foram discutidas para Petrópolis. O coordenador do Viva Vôlei, Marco Aurélio Gonçalves, destacou o interesse do município em receber o programa.

“Juntos podemos trabalhar no fomento da modalidade. Petrópolis é uma cidade importante no cenário estadual e esse interesse da prefeitura no Viva Vôlei facilita bastante as coisas. A gente espera que essa parceria seja longa e que traga reflexos positivos para a cidade como um todo”, disse Marco Aurélio.

O Viva Vôlei está presente em todas as regiões do Brasil. Atualmente, são mais de 70 núcleos em atividade, atendendo à cerca de vinte e cinco mil crianças e adolescentes de comunidades carentes em 17 estados brasileiros, gerando cerca de trezentos e cinquenta empregos diretos e indiretos.

"O esporte é uma ferramenta de transformação social e de promoção da saúde. Trabalhos assim incentivam a retirada de crianças e jovens das ruas e como consequência traz a descoberta de novos atletas. Para o nosso município, será ótimo", concluiu o secretário da SEPJIL.

Grupo será chamado por faixa etária, começando por profissionais com mais de 60 anos

Haverá cadastramento prévio, que será aberto neste sábado (02/10) no site da Prefeitura

Trabalhadores de Saúde começam a receber a dose de reforço da vacina contra a covid-19 na próxima segunda-feira (04/10). O anuncio foi feito pelo governo interino e pelo secretário de Saúde nesta quarta-feira (29/09). A exemplo do que foi feito no início da campanha de imunização, a aplicação do reforço em Petrópolis será feita de forma escalonada, conforme o envio de doses pelo Ministério da Saúde destinadas a este grupo. Na segunda começam a ser vacinados aqueles trabalhadores com mais de 60 anos que concluíram o esquema de vacinação contra a covid-19 há seis meses. Será preciso fazer o cadastramento previamente, para garantir que todos os que precisam da vacina encontrarão as doses nos postos de vacinação. O cadastro para a vacinação deste grupo será aberto no sábado (02.10). As informações devem ser preenchidas no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

“Desde o início da vacinação a Secretaria de Saúde se dedica a organizar a vacinação para que os petropolitanos sejam imunizados o mais breve possível. Este planejamento permitiu que a vacinação avançasse sem que em nenhum momento faltassem vacinas. E isso segue sendo feito agora com o planejamento para a aplicação da dose de reforço”, destaca o governo interino, lembrando que desde o início da pandemia estes profissionais vêm se dedicando de forma ímpar para o atendimento à população.
O reforço na vacinação de trabalhadores de Saúde faz parte das diretrizes do Ministério da Saúde.

“Estamos iniciando a aplicação da vacina de reforço com trabalhadores da Saúde com mais de 60 anos e, à medida em que recebermos os lotes destinados especificamente à vacinação deste grupo, iremos avançar para outras faixas etárias. O cadastro e a aplicação de doses de forma escalonada permitirá que a aplicação da dose de reforço seja feita de forma organizada, garantindo que todos encontrem a vacina que precisam tomar no ponto de vacinação escolhido”, frisa o secretário de Saúde, lembrando que o número de trabalhadores da saúde imunizados na cidade está acima das estimativas iniciais do Ministério.

Desde o início da vacinação, em janeiro, 17.752 pessoas que trabalham na área de Saúde foram vacinadas contra a covid-19 em Petrópolis. Deste total, 15.878 concluíram o esquema de vacinação, recebendo a segunda dose da vacina.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta quarta (29/09), em 23,33% em leitos clínicos e 28,79% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 106 pacientes internados, sendo 50 em UTIs e 56 em leitos clínicos. Quatro óbitos foram confirmados e incluídos na base de dados da Secretaria de Saúde nesta quarta.

Até agora foram realizados no município 198.054 testes para Covid-19, com 48.505 resultados positivos e 149.223 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.518 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br)

Óbito:

1- Mulher, 72 anos, moradora do Floresta. Internada em 16.09.21 na UPA Centro. Óbito registrado em 21/09/21 no HNSA. Paciente com doença cardiovascular crônica, diabetes e pneumopatia crônica.

2- Homem, 86 anos, morador da Mosela. Internado em 08/09/21 no HST. Óbito registrado em 25/09/21 no HST. Paciente com doença cardiovascular crônica.

3- Homem, 91 anos, morador do Bingen. Internado em 07/09/21 na UPA Cascatinha. Óbito registrado em 25/09/21 no HNSA. Paciente com Pneumopatia crônica

4- Homem, 78 anos, morador da Mosela. Internado em 15/09/21 na UPA Centro. Óbito registrado em 25/09/21 no HNSA. Paciente com doença cardiovascular crônica.

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do mês de agosto colocam Petrópolis em destaque no quesito empregabilidade. Pelo terceiro mês consecutivo a cidade apresenta saldo positivo de empregos. Só no mês de agosto foram criados 492 novos postos de trabalho no mercado formal. Desde janeiro deste ano o município registrou geração de 1.490 novas vagas de emprego (levando em conta admissões e demissões).

Os dados mostram que, em agosto, pelo segundo mês consecutivo, todos os setores da economia petropolitana tiveram saldo positivo. O setor industrial foi o que apresentou a maior alta no número de contratações, com 3,44%, seguido pelo segmento da indústria, que apresentou um crescimento de 1,08%, com saldo positivo de 114 vagas.

O governo interino afirma que o sinal positivo aumenta ainda mais a confiança dos empresários. “Nossa expectativa é positiva. São três meses seguidos com saldo positivo na geração de empregos e, com o avanço da vacinação contra a covid-19, estamos otimistas em relação à recuperação econômica", aponta.

O secretário de Desenvolvimento Econômico detalha que os números são positivos e que as previsões anteriores, de um crescimento continuo e sustentável, estão se confirmando. “Em uma perspectiva, colocando todos os entraves resultantes da pandemia, a economia da cidade deu um sinal claro de recuperação. Nenhum setor apresentou índice negativo, existe uma forte tendência que haja uma melhora maior com a aproximação do final do ano, com contratações para o Natal”.

A Prefeitura de Petrópolis realizou na Praça Dom Pedro, nesta quarta-feira (29), atividades gratuitas e ofereceu orientações destinadas a população em alusão ao Dia Mundial do Coração. Foram oferecidos aferição de pressão arterial e glicose, treinamento de primeiros socorros pelo SAMU, orientações sobre alimentação saudável com nutricionista, dicas para as pessoas que querem parar de fumar e de exercícios que podem ser feitos em casa ou em locais públicos, além de indicações em saúde para a população LGBTQPIA+.

Os professores dos programas Agita Petrópolis e Academia da Saúde realizaram um aulão de exercícios físicos na praça e uma caminhada pelo Centro Histórico, finalizando com atividades de alongamento no Museu Imperial.

“Destaco o trabalho em parceria das secretarias de Esporte e Saúde. A prática de atividades físicas contribui para a saúde e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida. Reforçamos isso com a comemoração do Dia do Coração”, destaca o governo interino.

O secretário de Saúde que é médico cardiologista, esteve na praça e deixou algumas dicas para evitar as doenças cardiovasculares: “Hoje, é comemorado o Dia Mundial do Coração. Uma data simbólica para lembrar e estimular as pessoas da importância do cuidado com o coração. Praticar atividade física regularmente, não fumar, evitar o consumo excessivo de gorduras e bebidas alcoólicas, e evitar o estresse, são algumas das recomendações dos cuidados com esse órgão tão precioso que nós temos”, disse ele, lembrando que o infarto causa 30% na morte de pessoas que sofrem o ataque cardíaco.

“Nossa equipe esteve aqui na Praça Dom Pedro e com atividades no Museu Imperial justamente orientando a população da importância da prática da atividade física regular. Esporte é promoção da saúde. É uma forma de prevenir doenças. E as pessoas podem começar com uma simples caminhada", disse o secretário da SEPJIL, que também esteve presente na Praça Dom Pedro.

A aposentada Fernanda Araújo, de 45 anos, aproveitou a oportunidade para aferir a sua pressão e glicose: “Sou uma cardiopata e já operei o coração duas vezes. Sei da importância de estar cuidando da minha saúde. Por isso vim aqui ver como está a minha pressão e glicose”.

Marlene Gomes, de 72 anos, é uma das alunas do Programa Agita Petrópolis do Carangola e realizou as atividades físicas na Praça. Ela ressaltou a importância de cuidar da Saúde: “Principalmente pela nossa idade, temos que nos cuidar. A caminhada fortalece os ossos e faz muito bem pra gente”.

Os principais fatores de risco para eventos cardiovasculares são: hipertensão, diabetes, dislipidemia (níveis elevados de gordura no sangue), histórico familiar, estresse, tabagismo, obesidade, sedentarismo e doenças da tireoide.

A ação contou com a participação das equipes da Áreas Técnicas da Secretaria de Saúde, do Samu, e da secretaria de Esporte, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL).

Grupo começa a ser vacinado nesta sexta-feira (01/10)

A dose de reforço é indicada para os idosos que concluíram o esquema vacinal há mais de seis meses

Petrópolis vai abrir nesta quinta-feira (30/09) o cadastro para doses de reforço da vacina contra a covid-19 em idosos a partir dos 70 anos. O novo grupo começa a receber a vacina na sexta-feira (1º/10). Vale lembrar que, para tomar a dose de reforço, é preciso que o idoso tenha completado o esquema vacinal há no mínimo seis meses. O cadastramento, segundo informações da Secretaria de Saúde, será necessário em função do grande número de idosos na faixa etária de 70 a 79 anos que estão perto de completar seis meses após a segunda dose – dados da Prefeitura mostram que 20 mil pessoas estarão aptas a receberem a dose de reforço apenas no mês de outubro. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

“Temos hoje 93% da população adulta que recebeu pelo menos uma dose da vacina. Mais da metade desta população maior de 18 anos - 55,87% - já está com o esquema de vacinação concluído, com as duas doses ou a dose única da vacina. A Secretaria de Saúde hoje trabalha em frentes importantes de imunização contra a covid-19: a vacinação de adolescentes, a aplicação de segunda dose e o reforço na imunização de idosos que concluíram o esquema de vacinação há mais de seis meses. De forma responsável e organizada, estamos avançando dia a dia em direção à meta de termos toda população apta a receber a vacina imunizada”, destaca o governo interino.

A aplicação do reforço para idosos com mais de 70 anos é uma orientação do Ministério da Saúde e em Petrópolis está sendo feita de forma escalonada desde o início do mês. Atualmente a Secretaria de Saúde está aplicando a dose de reforço em idosos com mais de 80 anos e em idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência.

“Desde o início do mês, 1.210 idosos já receberam a dose de reforço. É muito importante que os idosos compareçam. A orientação é para que os idosos ou os responsáveis por aqueles idosos que têm algum tipo de dificuldade verifiquem a data da segunda dose e observem se o prazo de seis meses já passou, pois a dose de reforço deve ser aplicada após este prazo. É fundamental que o cartão de vacinação seja apresentado para que a equipe possa verificar o tipo de vacina que ele já recebeu e confira o prazo”, destaca o secretário de Saúde.

A aplicação do reforço do imunizante segue as orientações do Ministério da Saúde, que enviou Nota Técnica aos municípios no mês passado estabelecendo as diretrizes para a aplicação, que deve ser feita em pessoas com mais de 70 anos.

A dose de reforço em idosos com mais de 70 anos começou a ser aplicada no dia 1º de setembro em pessoas que vivem em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). “A vacina continua sendo o instrumento mais eficaz para nos proteger da covid-19, evitando que os casos se agravem. A vacina salva vidas!”, afirma.

Ministério da Saúde orienta dose de reforço a partir dos 60 anos

Em Nota Técnica emitida no dia 28 e encaminhada aos municípios, o Ministério da Saúde orienta a aplicação da dose de reforço do imunizante contra a covid-19 para pessoas a partir dos 60 anos. Até então, o reforço era destinado a idosos com mais de 70 anos e trabalhadores da área de Saúde, com intervalo de seis meses, além de pacientes imunossuprimidos (aqueles com imunidade baixa), cujo prazo para a aplicação do reforço é menor: 28 dias.

“Desde o início da campanha de imunização contra a covid-19, a Divisão de Imunização vem fazendo o planejamento para que todos sejam vacinados o mais breve possível, conforme o recebimento de doses. A mesma estratégia está sendo adotada agora em relação a aplicação da dose de reforço: alcançaremos todos os grupos estabelecidos pelos Ministério da Saúde, de acordo com o recebimento das vacinas. No grupo de idosos, neste momento, estamos na faixa etária a partir dos 70 anos”, explica o secretário de Saúde.

No Dia Mundial do Coração, celebrado nesta quarta-feira, 29 de setembro, o Secretário de Saúde acompanhou as aulas do Programa Agita Petrópolis no núcleo do Itamarati. Ele, que é médico cardiologista, conversou com os alunos na Paróquia São José do Itamarati, local onde acontecem as aulas, sobre os cuidados que devem ser tomados com as doenças cardiovasculares. O núcleo do Itamarati possui ao todo cerca de 125 alunos.

“Parabenizo os alunos do Agita Petrópolis, porque a atividade física é uma das formas de prevenir as doenças cardiovasculares. Além disso, não fumar, evitar o consumo excessivo de gorduras e bebidas alcoólicas, e evitar o estresse são outras maneiras de cuidar da saúde do coração”, disse o secretário de Saúde, lembrando que é importante fazer um check-up do coração ao menos uma vez por ano.

Os exercícios buscam combater o sedentarismo com atividades gratuitas nos bairros do município. São 20 núcleos do programa presentes na cidade. Em uma hora de aula, são promovidas atividades que desenvolvem a elasticidade e melhoram a habilidade articular, além de retirar as tensões dos músculos e a sobrecarga nas articulações.

“Convidamos o secretário de Saúde para nos fazer uma visita e ele prontamente aceitou. Queremos alertar as pessoas sobre os cuidados com as doenças cardiovasculares e a importância da realização de atividades físicas. Vai muito além da saúde. Oferece mais qualidade de vida”, disse o disse o secretário da SEPJIL, lembrando que em outubro também será inaugurado mais um núcleo em Corrêas.

Os interessados em participar das atividades do Agita Petrópolis podem entrar em contato pelo telefone (24) 2233-1218 para mais informações.