Terça, 21 Setembro 2021 10:30

Boletim vacinação – 20/09/2021 (segunda)

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na segunda (20/09) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.324 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 994 receberam a primeira dose, 1.164 receberam a segunda dose e 166 receberam a dose de reforço. Até o momento 218.559 pessoas receberam a primeira dose, 115.728 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 1.107 idosos institucionalizados maiores de 70 anos, idosos com mais de 90 anos, e pacientes imunossuprimidos receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização 28 idosos foram vacinados, sendo dois com a primeira dose e 26 com a segunda dose. Receberam a dose de reforço também 132 idosos institucionalizados e 34 pacientes imunossuprimidos.

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 277 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 736 pessoas também receberam a segunda dose.

Foram vacinadas ainda 88 pessoas com comorbidades, sendo oito com a primeira dose e 80 com a segunda. Além destes, 32 adolescentes com comorbidades receberam a segunda dose. Dois deficientes também receberam a segunda dose.

Equipes vacinaram ainda 15 gestantes, sendo três com a primeira dose e 12 com a segunda. Além destas, 66 puérperas foram vacinadas. Uma com a primeira dose e 65 com a segunda dose.

Também foram vacinados com a segunda dose 76 profissionais de Saúde, 36 profissionais de Educação, 130 trabalhadores do setor se transportes e um integrantedeForçasdeSegurança.
A vacinação contra a covid-19 segue nesta terça feira em 13 pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

Serviço contará ainda com leitura de QR Code nos postes, que serão georreferenciados pela nova empresa.

O Ilumina Petrópolis, programa que vem recuperando o parque de iluminação da cidade - que conta com mais de 40 mil pontos – tem, agora, mais uma ferramenta de apoio à população. Já está disponível nas lojas virtuais para Android e Apple, o aplicativo Ilumina Petrópolis. O serviço é oferecido pela Prefeitura e a Vasconcelos e Santos LTDA, vencedora do processo licitatório, que, desde o dia 3 deste mês, presta o serviço de manutenção e extensão de rede, e visa facilitar os pedidos de reparos e agilizar os serviços.

“Esse é um novo aplicativo, em substituição ao que era utilizado. A ideia é aproveitar a tecnologia e a facilidade que os celulares oferecem hoje para agilizar os pedidos de reparos. Sabemos da importância de uma rua bem iluminada para dar mais segurança e conforto à população, por isso é fundamental também que a comunicação seja facilitada. Com o aplicativo, as pessoas poderão solicitar o serviço indicando endereço correto e informações para facilitar a localização da luminária. Com isso, a resposta também será melhor, mais rápida e eficiente”, avalia o governo municipal.

A empresa já trabalha, também, na identificação e marcação dos postes, de forma a garantir uma outra funcionalidade da ferramenta: a possibilidade de ler a etiqueta no poste e identificar automaticamente o local onde a manutenção se faz necessária. “Cada poste vai contar, além da numeração, com um QR Code, desses que podem ser lidos com as câmeras dos smartphones. Ao utilizar o aplicativo, a pessoa que quer a manutenção vai poder identificar automaticamente o local de onde se trata a demanda de manutenção. Será possível ainda fazer a identificação digitando o endereço ou ainda localizando a rua no mapa virtual”, informa a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, que destaca que em breve a empresa contará com novos canais de atendimento também por telefone.

Mais de 90 pontos de iluminação recuperados por dia

Desde o início da operação da nova empresa, no dia 3 deste mês, 1.551 pontos de iluminação foram recuperados em 22 bairros, além do Centro Histórico. O que, na média, significa 92 pontos iluminados todos os dias, durante os 17 dias de atuação. “Começamos esse trabalho em Araras, onde a demanda era maior. Estabelecemos um cronograma por bairros para zerar as demandas de iluminação que temos no momento. O objetivo é normalizar o atendimento até outubro”, ressalta.

O trabalho do Ilumina Petrópolis vem seguindo o esquema de atendimento em mutirão dos bairros. Nesta semana, entre hoje (20) e sábado (25), serão 17 bairros atendidos.

Veja a programação:

- Segunda (20): Posse e Pedro do Rio
- Terça (21): Glória, Nogueira, Correas, Alto Independência, Taquara e Cremerie.
- Quarta (22) e quinta (23): Bingen.
- Sexta (24): Retiro, Centro (Barão), Caxambu e Floresta.
- Sábado (25): Retiro, Quissamã, Esperança, Itamarati e Cascatinha.


A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias encerra nesta segunda-feira (20) a campanha de arrecadação de agasalhos que, durante 45 dias, mobilizou a população e contribuiu para aquecer o inverno de famílias em risco social na cidade. A iniciativa chamou a atenção por incentivar uma nova conduta de doação e aquisição de itens. Por meio de um ponto de recolhimento instalado na entrada da secretaria, que ganhou o nome de “Parede Solidária”, as pessoas foram estimuladas a depositar o que não lhes servia e quem estivesse precisando, podia recolher o que fosse de maior necessidade. Com essa dinâmica, a Defesa Civil estima que mais de 15 mil peças tenham sido colocadas à disposição de pessoas com maior vulnerabilidade.

“Iniciativas como esta servem de estímulo para que outras ações sejam realizadas. Essa campanha nos mostrou como o engajamento da população pode oferecer importante auxílio para quem mais necessita”, destaca o governo municipal.

“Esse vai ser um instrumento permanente de mobilização popular. Iniciamos com a campanha de inverno e vamos dar continuidade para impulsionar outras ações”, destacou o secretário de Defesa Civil, reforçando que houve grande engajamento da população. “A Parede Solidária foi um serviço de extrema utilidade para a população em vulnerabilidade. A campanha ofereceu facilidade para quem quisesse doar e deixou à vontade quem precisava dos roupas e cobertores. Era só chegar e recolher o que mais necessitava”, completou.

Com o mecanismo de doação, que teve como lema “Se tem, doe...se precisa, recolha”as doações foram dinâmicas. Diariamente, a reposição dos itens na Parede Solidária, era feita por pelo menos três vezes. “A nossa intenção foi deixar as pessoas que precisavam das doações à vontade. Antes de criarmos a Parede Solidária sentíamos que a população ficava intimidada em entrar na unidade, pedir para ver as doações e recolher o que precisava. Com a instalação desse painel, onde eram expostos os itens, a busca pelas doações foi maior”, contou a diretora de projetos da Defesa Civil.

Em reunião extraordinária realizada nesta terça-feira (21/09) o Conselho Municipal de Saúde – COMSAÚDE, discutirá a Implantação de Cuidados Paliativos no Município de Petrópolis. Na ocasião serão apresentados também dados sobre o Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD). A reunião extraordinária será realizada às 18h30 na Casa dos Conselhos Augusto ngelo Zanatta – prédio anexo à prefeitura na Av. Koeler, 260 – Centro. A reunião terá a participação do vice-presidente da Academia Nacional de Cuidados Paliativos - ANCP-RJ e pesquisador da FIOCRUZ, Ernani Mendes.

“Os pacientes paliativos precisam de um cuidado e uma atenção especial. Queremos implementar o atendimento a essas pessoas na cidade. E com um esforço conjunto entre a Secretaria de Saúde, o Conselho Municipal de Saúde, as Áreas Técnicas de Saúde, a Comissão De Oncologia, a Associação Petropolitana de Pacientes Oncológicas (APPO), o Ministério Público esperamos atender essa demanda”, explica o secretário de Saúde.

Todos os membros Titulares e Suplentes estão convocados a participar. A reunião extraordinária, acontece em virtude do Decreto 1.148 de 15 de Abril de 2020, do Diário Oficial, excepcionalmente a Reunião Ordinária ocorrerá de forma presencial e on-line para quem não puder comparecer.

O Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) realiza o acompanhamento das pessoas na própria residência, incluindo pacientes paliativos. No primeiro quadrimestre, ao todo, no período de janeiro a abril, foram realizados 2786 atendimentos pelo SAD. Segundo a Superintendente de Atenção Básica, a intenção é implantar o acompanhamento ligada a um hospital de apoio.

“Queremos fomentar essa linha de cuidados paliativos. Estamos começando a discussão e a partir desse encontro vamos conseguir alinhar as ideias de todos. Pensamos em usar o atendimento ligado ao Hospital Alcides Carneiro (HAC), como hospital de apoio e referência no serviço, juntamente com o SAD”.

O Conselho destaca que o local está preparado respeitando todas as normas de distanciamento e haverá fornecimento de máscaras e álcool. A diretoria do Conselho destaca que é fundamental a participação de todos, tendo em vista a necessidade de quórum suficiente para a reunião.

O treinamento conduzido pela Guarda Municipal do Rio de Janeiro contou com aulas práticas de técnica de abordagem.

Nesta segunda-feira (20), 140 guardas civis e agentes da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans, receberam o certificado de conclusão do curso de Capacitação de Agentes de Trânsito, ministrado pela Guarda Municipal da capital. A cerimônia aconteceu na Casa dos Conselhos Municipais Augusto Ângelo Zanatta.

“O processo contínuo de aprendizagem, de capacitação, é o que qualifica o agente público para prestar um serviço cada vez melhor à nossa população. Durante quase dois meses nossos guardas e agentes de trânsito da CPTrans passaram por esse processo de qualificação, que contou com o expertise da Guarda Municipal do Rio de Janeiro, que é credenciada pelo Denatran para transmitir o conhecimento e formar agentes”, destacou o governo interino.

Os agentes tiveram aulas práticas nas ruas do Centro Histórico e de bairros como Bingen em um treinamento de técnicas de abordagem e reciclagem sobre as atualizações sofridas pelo Código de Trânsito Brasileiro - CTB. Ao todo, mais de 140 guardas petropolitanos passaram pela atualização. "O Código de Trânsito sofreu muitas atualizações recentemente e é importante que o agente de trânsito esteja qualificado para atender aos condutores no trânsito. Esse curso que trouxemos para Petrópolis vai beneficiar muito à população. E, nesse contato que tivemos com a cidade, vimos muitos trabalhos de excelência que são desenvolvidos aqui, como a operação com cães. Essa experiência também pode ser compartilhada não só com a capital, mas com outras cidades do nosso estado”, destaca o sub-inspetor da Guarda Municipal do Rio de Janeiro, que é diretor da Academia de Ensino da GM-RJ.

O curso para profissionais que executam atividades de fiscalização, operação, policiamento ostensivo de trânsito ou patrulhamento nos órgãos integrantes do Sistema Nacional de Trânsito é uma determinação do Departamento Nacional de Trânsito - Denatran, regulamento pela portaria nº 150 em janeiro deste ano. Com carga horária de 32 horas, incluindo aulas teóricas e práticas. "O processo de qualificação da Guarda tem sido constante. E acredito que essa capacitação será fundamental para melhor o atendimento à população”, ressaltou a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública.

O curso foi uma ação promovida pela CPTrans. “A Guarda, junto com nossos agentes, desempenham um papel fundamental no trânsito. Ter essa qualificação nos dará mais segurança para atuar nas demandas diárias”, lembrou o diretor presidente da CPTrans.


No quinto mutirão do ano, 65 pessoas foram consultadas

Neste sábado (18), a Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Saúde, realizou o quinto mutirão de atendimentos psicológicos de 2021, o segundo em Itaipava, no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Nubia Helena. Os psicólogos da unidade atenderam 65 pessoas, em consultas coletivas e individuais. Mais de 300 pacientes já foram atendidos ao todo com os mutirões de atendimentos psicológicos.

“Estamos levando os mutirões de atendimentos psicológicos também para os distritos e facilitando o acesso de moradores aos atendimentos de saúde mental. Esse suporte é importante para a população, sobretudo neste momento de pandemia. Os pacientes atendidos nos mutirões realizam a primeira consulta com os psicólogos da unidade”, explica o governo municipal.

Desde maio o Departamento de Saúde Mental vem realizando mutirões no Ambulatório de Saúde Mental, no Centro, e no no Centro de Atenção Psicossocial Nubia Helena, em Itaipava. Os mutirões realizados pela Secretaria de Saúde tem o objetivo de reduzir a demanda reprimida de atendimentos. A partir deste primeiro atendimento, estas pessoas passam a ser acompanhadas, recebendo o suporte necessário.

Durante as consultas, também foram entregues folhetins informativos sobre o Setembro Amarelo, no mês de prevenção ao suicídio. “O mutirão foi muito positivo. Recebemos os pacientes e fomos surpreendidos por eles com cartões de conscientização sobre o Setembro Amarelo. É uma felicidade enorme ver que o nosso trabalho impacta diretamente na vida das pessoas”, conta a coordenadora do Caps Nubia Helena.

O diretor do Departamento de Saúde Mental da Secretaria de Saúde, que atua há 33 anos na rede pública, ressalta que o atendimento não foi paralisado durante a pandemia: ”Eu faço questão sempre de agradecer o trabalho incansável de toda a nossa equipe. Ampliamos em cerca de 30% o número de psicólogos disponíveis para as consultas de saúde mental, por conta da pandemia. Redimensionamos as nossas consultas, para que elas pudessem ser feitas de forma segura no ambulatório e nos quatro Centros de Atendimento Psicossocial (Caps) e nos adequamos às medidas sanitárias e em nenhum momento interrompemos o serviço durante a pandemia”.


Começa amanhã (21/09) a IV Semana Internacional de Mediação de Conflitos e Justiça Restaurativa de Petrópolis. O evento on-line, promovido pelo programa Petrópolis da Paz, será transmitido pelo canal da Prefeitura de Petrópolis no Youtube (https://www.youtube.com/c/PrefeituradePetr%C3%B3polisOficial). A programação segue até o dia 30, quinta-feira, com a participação de diversos profissionais renomados da área no Brasil e no mundo.

A abertura do evento será às 19h com a participação do governo interino, da coordenadora do Petrópolis da Paz e da coordenadora Especial de Articulação Institucional. Na sequência, às 20h, o procurador Geral do município, que vai falar sobre Mediação na administração pública. Serão mais de 20 profissionais envolvidos com a programação até o dia 30.

"Esse é um evento que coloca Petrópolis como centro da mediação de conflitos em todo o mundo. Saímos da vertente da justiça tradicional, buscando a transformação e a pacificação social. Nossa cidade é pioneira no Brasil que trabalha com Mediação Escolar, Justiça Restaurativa e Mediação Comunitária. Agradecemos ao governo municipal pela continuidade do programa na sua gestão, que já foi agraciado com o Prêmio Cultura da Paz, concedido pela OAB-RJ, e concorre também ao Innovare, premiação de nível nacional", destacou a coordenadora do programa Petrópolis da Paz.

Durante o evento, serão apresentados temas como a Mediação na América Latina, Mediação Desportiva, Justiça Restaurativa, Mediação em planejamento sucessório, A mediação no direito de família, Violência doméstica, Mediação no Brasil, entre outros. Além dos brasileiros, participam profissionais de países como a Argentina, Espanha e Portugal.

Programação completa da IV Semana Internacional de Mediação de Conflitos e Justiça Restaurativa de Petrópolis:

21/09 - 19h

Abertura - Governo interino, coordenadora do programa Petrópolis da Paz e coordenadora Especial de Articulação Institucional

21/09 - 20h

Mediação na administração pública - Procurador Geral do município


22/09 - 16h

Mediação na América Latina - Ricardo Ariel Riva


22/09 - 18h

Mediação Judicial ou Extrajudicial? Reflexões a partir de uma perspectiva empírica - Klever Paulo Leal Filpo

22/09 - 20h

Mediação e administração pública: desafios e vantagens - Adolfo Braga Neto


23/09 - 18h

Justiça Restaurativa: uma trajetória em Caxias do Sul - Leoberto Narciso Brancher

23/09 - 20h

Benefícios do Pensamento Sistêmico na Mediação de Conflitos - Eduardo Antonio Aciem.


24/09 - 16h

Lançamento do livro: ?Qué le dice la liebre al soldadito de plomo? - Maria Dolores Hernandez


24/09 - 18h

Cristiano Augusto Nogueira - A mediação no direito de família


24/09 - 20h

Mediação e psicologia: um encontro nobre - Rovena Lopes Paranhos


25/09 - 16h

Mediação Desportiva - Nuria Calvo Boizas


25/09 - 18h

A mediação junto da Lei do Superendividamento - Solon Michalski


26/09 - 16h

Projeto na moral: o combate à corrupção começa na escola -Luciana Asper y Valdes


26/09 -  18h

Violência doméstica - Sávio Cesar Reis


27/09 - 16h

Escuta ativa: acolhimento pedagógico em atenção, cuidado e carinho - Adriana Almeida Souza


28/09 - 14h

Mediação no Brasil - Juliana Loss de Andrade


28/09 - 16h

Justiça Restaurativa - Luísa Tavares


28/09  - 18h

A paz é uma responsabilidade de cada pessoa - Yulli Rotter Maia


29/09 - 18h

Mediação em planejamento sucessório - Lívia de Barros Lima


29/09 - 20h

A Mediação como protagonista de uma jornada a caminho de uma Justiça mais humanizada - Moacyra Verônica C. R.


30/09 - 16h

A jornada do mediador - o autoconhecimento e o mindset como ferramentas “fora da caixa” - Célia Nóbrega dos Reis


30/09 - 20h

A atuação do Conselho Nacional de Justiça na democratização do acesso à justiça - Flávia Moreira Guimarães

O governo municipal e o secretário de Saúde inauguraram nesta segunda-feira (20) o primeiro espaço com administração municipal para acolhimento e tratamento de dependentes químicos. A nova Unidade de Acolhimento Adulto Giovana Lopez Martinez é o primeiro equipamento deste tipo criado por uma prefeitura na região. A moradia provisória, localizada no Centro, conta com equipes multidisciplinar e tem capacidade para abrigar simultaneamente até 10 pessoas.

“Desde que assumimos a gestão da prefeitura temos trabalhado para melhorar a infraestrutura da rede de Saúde em diferentes frentes. A inauguração deste espaço hoje, com infraestrutura e com equipe completa de profissionais para atender as demandas específicas e dar acolhimento a estas pessoas, é mais um passo neste sentido”, destacou o governo interino, agradecendo a equipe da saúde envolvida com o trabalho.

O novo espaço implementado na rede pública de Saúde vem para somar ao atendimento realizado pelas equipes do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD), que tem um trabalho voltado para atendimento a dependentes químicos.

“É uma demanda importante que agora poderemos atender, tornando este espaço realidade. Uma unidade que conta com equipe multidisciplinar para apoio ao tratamento e onde o dependente químico em tratamento encontrará um suporte para se ressocializar, buscar a reinserção no mercado de trabalho, além de reestabelecer vínculos familiares”, explica o secretário de Saúde.

A unidade conta com assistente social, psicólogo, enfermeiros e controladores de acesso, para a segurança.

“É uma estrutura de apoio que será muito importante para algumas pessoas que são atendidas hoje no CAPS AD e precisam de um suporte maior para reestruturar suas vidas ainda durante o tratamento da dependência química”, considera o diretor do Departamento de Saúde Mental da Secretaria de Saúde Oswaldo Alberto Filho, que atua há 33 anos na rede pública.
A unidade conta com quatro quartos, dois banheiros, sala de estar, cozinha, além de sala com estrutura para atendimento com psicólogo e assistente social. O espaço tem ainda rampa de acesso e banheiro adaptado para portadores de necessidades especiais.

“A inauguração deste espaço é uma conquista para a rede pública de saúde, que passa a dispor de um equipamento de suma importância para dar suporte às pessoas atendidas pelo CAPS AD, que será responsável por avaliar a situação dos atendidos e fazer o encaminhamento. Com isso, eles passam a ter um ambiente onde poderão permanecer por 6 meses, período importante para reestruturarem a vida, conseguirem voltar ao convívio social e resgatarem os laços afetivos e de confiança com a família, fortalecendo seus relacionamentos”, destaca a coordenadora do CAPS AD.

A unidade recebeu o nome da servidora pública e psicóloga Giovana Lopez Martinez, graduada em psicologia pela UFRJ e mestre em educação, que atuou durante quase 30 anos no serviço público onde atuou na área de psicologia no Hospital Alcides e no Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil, trabalhando junto a crianças e adolescentes portadores de transtornos psiquiátricos graves. Ela faleceu em 2018.

“Agradecemos ao prefeito, ao secretário de Saúde e toda sua equipe por esta homenagem à Giovana. Estou certo de que de onde estiver, ela está feliz com a conquista deste espaço, que é bem estruturado, e abrigará um projeto de suma importância para a vida das pessoas – um espaço importante não apenas para o resgate do indivíduo que será recebido aqui, mas também para reestruturação de muitas famílias”, destaca o viúvo de Giovana, Sérgio Aquino.

O espaço teve a benção do padre Celestino, da Paróquia do Alto da Serra, que, lembrando o trabalho realizado durante anos na cidade por padre Quinha, destacou a importância da atenção do serviço público de Saúde à questão da dependência química. “Padre Quinha, que sempre teve um olhar voltado a estas pessoas, certamente gostaria de estar aqui neste momento. Que todos que estarão neste lugar possa seguir trabalhando com foco no bem comum”, destacou o padre durante a benção.

A solenidade teve a presença da secretária de Serviços Segurança e Ordem Pública, do secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, do secretário de Esporte de Lazer, da superintendente de Atenção Básica e de equipes dos Centros de Atenção Psicossocial e de unidades de Saúde.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta segunda (20/09), em 34% em leitos clínicos e 33,33% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 108 pacientes internados, sendo 54 em UTIs e 54 em leitos clínicos. Um óbito foi confirmado e incluído na base de dados da Secretaria de Saúde nesta segunda.

Até agora foram realizados no município 194.548 testes para Covid-19, com 47.581 resultados positivos e 146.188 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.502 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br)

Óbito:

Mulher, 62 anos, moradora do Águas Lindas. Internada em 14/09/21 no HMNSE. Óbito registrado em 17/09/21 no HMNSE. Paciente com doença cardiovascular crônica.

Questionário tem objetivo de conhecer o perfil dos motociclistas de Petrópolis

A Prefeitura de Petrópolis está convocando os motociclistas da cidade para que respondam a um questionário. O objetivo da pesquisa é ouvir e conhecer o perfil de motociclistas em Petrópolis, para realização de ações para reduzir o índice de acidentes de trânsito envolvendo estes condutores na cidade. Ela está disponível no site da prefeitura e através do link https://docs.google.com/forms/d/1KXRWJG9OyIlPTF95kMBqfZXftuo9sglt614gudb-lJQ/edit. O questionário pode ser respondido em menos de 5 minutos.

“Precisamos ouvir as demandas desta categoria e entender a realidade deles. Os motoboys e entregadores tiveram um papel fundamental durante a pandemia. Vamos construir ações para a redução dos acidentes de trânsito, visando a prevenção, promoção e manutenção da saúde de todos eles”, declarou o presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), lembrando que a pesquisa pode ser respondida tanto por quem trabalha com moto quanto por quem a utiliza como meio de transporte particular.

De 2016 a 2020, o Sistema de Informação de Agravos (SIAVE) da Vigilância Epidemiológica de Petrópolis, constatou que 63,52% de todas as notificações corresponderam a acidentes com motocicletas, dentre todos os tipos de acidentes envolvendo automóveis, ciclistas, pedestres, ônibus, caminhões, entre outros. Pessoas com idade entre 15 a 49 anos representam o maior número de acidentados. Com relação a óbitos por tipo de acidentes de trânsito registrados no Sistema de Mortalidade (SIM), 48,65% das mortes aconteceram com condutores de motos. A faixa etária com maior incidência foi de pessoas de 15 a 39 anos.

O questionário é realizado pela Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde e conta com a parceria da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans). Na Semana do Trânsito, comemorada entre os dias 18 e 25 de setembro, também serão distribuídos materiais informativos nas ruas, para captação dos condutores de motocicletas para a realização da pesquisa. Também podem participar do levantamento motociclistas que moram em outras cidades, mas trabalham em Petrópolis.

"Os acidentes que envolvem motocicletas são os que acabam gerando mais vítimas fatais. Ao longo do ano, promovemos ações de conscientização, especialmente no dia 27 de julho, quando foi comemorado o dia do motociclista. Essas ações ajudam a diminuir os índices de acidentes. É importante esse levantamento feito pela Secretaria de Saúde, porque ajuda a mapear o perfil dos nossos motociclistas", destaca presidente da CPTrans.


Quatro kits de fossas serão instalados e vão beneficiar até 50 pessoas com tratamento de esgoto

A prefeitura de Petrópolis, através da Secretaria de Meio Ambiente e com o apoio da Águas do Imperador, iniciou hoje (20/9) a instalação de quatro kits de fossas sépticas na localidade conhecida como Morro dos Anjos, no Caxambu. A ação vai garantir o tratamento de esgoto residencial para cerca de 50 pessoas. O governo interino esteve no local acompanhando o serviço – que será finalizado até quarta-feira (22) – e vai beneficiar cerca de 15 famílias dessa região.

O kit básico é composto de fossas, filtros, tubos e conexões. O equipamento faz o tratamento primário do esgoto doméstico, evitando o lançamento dos dejetos humanos diretamente em rios, lagos ou mesmo na superfície do solo. Desse modo, impede a poluição e a contaminação das fontes que abastecem as casas. No Bonfim, primeira comunidade rural a receber as fossas sépticas em 2019, mais de 90% do esgoto é tratado.

"O Bonfim é um exemplo onde o trabalho gerou resultados muito positivos. Agora estamos levando a instalação das fossas sépticas para outras regiões da nossa cidade, como o Caxambu, Meio da Serra e Posse. Desse modo, garantimos que o esgoto produzido deixe de ser despejado na natureza, contribuindo com o meio ambiente e com a qualidade de vida dos moradores", ressaltou o governo municipal, que esteve no bairro acompanhado da coordenadora Especial de Articulações Institucionais.

O presidente da Associação de Produtores Rurais do Bonfim, Marco Antônio Coelho, esteve no Caxambu compartilhando um pouco da experiência de sucesso no seu bairro. Segundo ele, houve avanço na saúde e na preservação do meio ambiente daquela região. “Isso é um benefício muito importante para a comunidade como um todo. A população precisa enxergar a instalação das fossas assim. Ganhamos na preservação do nosso bairro, na saúde. No nosso caso, também ajudou o morador de Corrêas, Nogueira, enfim, de outras regiões”, disse.

Além do Caxambu, a prefeitura também vai instalar fossas sépticas na comunidade da Vila São Francisco – localidade conhecida também como Horta, que fica no Meio da Serra, na Unidos Venceremos, que fica no Quarteirão Brasileiro, além de biodigestores na Comunidade do Ingá, na Posse.

"São ações com foco no saneamento básico. Os moradores dessas localidades aguardavam isso há bastante tempo. Essa ação, que conta com o apoio da Águas do Imperador, proporciona diversos benefícios para os moradores e garante a preservação dos recursos naturais das áreas atendidas”, completa o secretário de Meio Ambiente.


O Teatro além dos palcos é o tema do "IMC nas Redes – Conversas Culturais" da próxima quarta-feira (22/9). O encontro virtual será transmitido nas redes sociais da prefeitura (Facebook e Youtube), às 19h, com a participação de Ana Cecília Reis, Marcia Ganem e Jorge Rossi. A mediadora da roda de conversa on-line será a gerente do Centro de Cultura.

"A demanda da pauta do IMC nas Redes desta semana nasceu no próprio grupo do segmento de Teatro, que, durante este mês, trocou várias experiências e anseios acerca do fazer teatral. Ficamos felizes por trazer à sociedade o que a própria classe já discute, entre seus pares", destacou a gerente do Centro de Cultura.

Ana Cecilia Reis é bacharel em Teoria do Teatro na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), atriz e diretora, pesquisa e atua em espetáculos há mais de 15 anos. Faz parte do corpo editorial da Revista Ensaia (revistaensaia.com) que ganhou o prêmio Yan Michalski em 2016. Atualmente é analista de Artes Cênicas no Sesc Quitandinha em Petrópolis.

Marcia Ganem é uma das coordenadoras do “Festival Riso Solto”, do “Festa Teatro Petrópolis” e do “Encontro com o Boal e o Teatro do Oprimido”, especialista em gestão cultural e pós-graduada em Direito Cultural e do Entretenimento, idealizadora e 1º conselheira da cadeira de produção cultural do Conselho Municipal de Cultura de Petrópolis.

Jorge Rossi é o representante do Segmento de Teatro e delegado do SATED-RJ, Região Serrana e Centro Sul do Estado, ator, diretor, autor, dançarino e cantor. O primeiro ator trans da cidade, com o nome artístico de Jorge West, tendo criado um estilo próprio, interpretando as grandes divas de Hollywood, como Greta Garbo, Bette Davis, Rita Hayworth, Carmen Miranda e Marlene Dietrich.

Cadastro aberto na tarde desta segunda-feira tem agendamento para vacinação a partir de terça-feira

O governo municipal e o secretário de Saúde anunciaram a ampliação da vacinação de adolescentes contra a covid-19: quem tem 16 anos já pode se cadastrar a partir da tarde desta segunda-feira (20), agendando a aplicação da vacina para terça-feira (21). Os dados devem ser preenchidos no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). O anúncio está sendo feito no momento em que a cidade tem 92,13% do público adulto vacinado com a primeira dose ou dose única do imunizante. Mais de 50% deste grupo já tem o esquema de vacinação completo, com a aplicação da segunda dose ou dose única.

“Vamos seguir nosso planejamento, chamando, de maneira escalonada, por faixa etária, adolescentes para a vacinação contra a covid-19. Estamos trabalhando para termos, o quanto antes, toda a população vacinada, mais protegida de complicações provocadas pelo coronavírus”, diz o governo interino.

O secretário de Saúde lembra que Petrópolis tem sido considerada referência na vacinação - o município não suspendeu a vacinação em nenhum momento, desde o início da campanha, e vem garantindo a segunda dose do imunizante a todos os que tomaram a primeira dose na cidade.

“Seguimos avançando com a vacinação, de forma escalonada, dos adolescentes, conforme o planejamento que já havia sido feito pala equipe da Secretaria de Saúde. Importante destacarmos que Petrópolis está hoje com um percentual de vacinação da população adulta acima dos 90% recomendados por órgãos técnicos de saúde para início da vacinação de adolescentes. Em paralelo seguimos aplicando a dose de reforço em idosos, hoje com 80 anos e pacientes imunossuprimidos. A Secretaria tem todo um planejamento para seguir avançando para as demais faixas etárias de adolescentes, sempre lembrando que dependemos do envio de mais lotes de vacinas para que possamos chegar àqueles com 12 anos”, detalha.

Em caso de dúvidas, a prefeitura disponibiliza um canal de comunicação direto, o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

Até sábado, Petrópolis tinha 224.370 pessoas que receberam a primeira dose ou dose única da vacina contra a covid-19. Destes, 121.369, concluíram o esquema de vacinação com a aplicação da segunda dose ou dose única do imunizante. Dados da Divisão de Imunização apontam que em Petrópolis, 96,4% da população cujo prazo para receber a segunda dose já venceu, retornou para receber a segunda dose – índice superior ao estabelecido pelo Ministério da Saúde, 90%.

Terça, 21 Setembro 2021 09:25

Cartão Merenda Certa recarregado

Os cartões do Programa Merenda Certa foram recarregados nessa segunda-feira (20/09). O crédito de R$ 70 foi disponibilizado para os cerca de 41 mil alunos da rede municipal de Educação.

A informação já foi repassada para os gestores das unidades escolares, que ajudam na comunicação com as famílias.

O programa Merenda Certa auxilia e garante a continuidade do reforço na alimentação dos estudantes.