Quarta, 01 Setembro 2021 10:33

Boletim vacinação – 31/08/2021 (terça)

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na terça (31/08) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 4.273 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 1.598 receberam a primeira dose e 2.675 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 204.686 pessoas receberam a primeira dose, 93 611 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização foram vacinados 35 idosos com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em  1.574 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 872 pessoa também receberam a segunda dose.  

Também receberam a segunda dose da vacina 830  pessoas com comorbidades. Quatro deficientes também foram vacinados, sendo um com a primeira dose e três a segunda dose. Foram vacinados também 12 adolescentes com comorbidades na faixa etária entre 12 e 17 anos.

Equipes vacinaram ainda 10 gestantes, das quais seis com a primeira dose e quatro com a segunda. Além destas, 12 puérperas foram vacinadas: cinco com a primeira dose e sete com a segunda dose. 

Também foram vacinados com a segunda dose 158 profissionais de Saúde, 762  profissionais de Educação e dois integrantesde Forças de Segurança.

Também receberam a segunda dose da vacina duas pessoas em situação de rua.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue na quarta (1°/09), com a vacinação de pessoas acima de 18 anos sem comorbidades, adolescentes com comorbidades na faixa etária entre 12 e 17 anos  e demais grupos já elencados dento do programa de imunização do Ministério da Saúde. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). 

A vacinação contra a covid-19 acontece em 13 pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

O Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber, na Estrada da Saudade, retomou parte das atividades na última semana – respeitando os protocolos de saúde, como o uso de máscara e o número limitado de alunos por horário. Já estão funcionando a hidroginástica, a natação e o projeto Renascer, que atende idosos acima de 60 anos com lazer, esporte e recreação. Ao todo, cerca de 350 pessoas da comunidade estão sendo atendidas, somando todas as atividades.

O governo interino esteve no local, na manhã desta terça-feira (31/08), acompanhado do secretário de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL). “A prática esportiva deve fazer parte da rotina da população. Espaços como o Centro Esportivo, aqui na Fábrica do Saber, contribuem bastante neste sentido. Estamos retornando aos poucos com as atividades, de acordo com o andamento da vacinação”, disse o governo interino.

Com duas piscinas, duas quadras poliesportivas, sala de ginástica e outras salas disponíveis para realização de aulas variadas, o Centro Esportivo da Fábrica do Saber é considerado um dos melhores equipamentos do município. “Em meio à pandemia, o esporte também têm salvado vidas. É a promoção da saúde física e mental das pessoas. Precisamos ressaltar a importância do esporte na vida das pessoas neste momento”, destacou o secretário SEPJIL.

O coordenador do espaço e funcionário há quase 20 anos da Fábrica do Saber, explicou que todos os protocolos de saúde estão sendo cumpridos. “Estamos limitando o número de alunos por turma. Existe um controle grande relacionado a isso. Além disso, exigimos o uso de máscara nas dependências do Centro Esportivo. Esperamos que isso passe logo para que a gente possa oferecer ainda mais atividades”, completou.

As atividades oferecidas acontecem de segunda a sexta-feira e, excepcionalmente, aos fins de semana. As inscrições devem ser feitas diretamente no espaço. Para mais informações, o telefone da SEPJIL é o 2233-1218.

Encontro reuniu profissionais de Defesa Civil de municípios da região Serrana

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias de Petrópolis participou nesta terça-feira (31) de visita técnica ao Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMANDEN-RJ). A iniciativa teve o objetivo de promover a troca de experiências para avanços em serviços de segurança já incorporados no município. Atualmente a secretaria conta com equipe estruturada para a identificação de riscos de eventos provocados pelas fortes chuvas que frequentemente afetam o município. Um pouco dessa experiência foi compartilhada no encontro que contou ainda com profissionais da área, atuantes em Teresópolis, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Areal.

“Todo o trabalho realizado pela Prefeitura na área de Defesa Civil tem como objetivo garantir que a cidade esteja preparada para situações de emergência. Isso envolve tanto o trabalho preventivo quanto o de resposta. Estamos cada vez mais estruturados para agir, com uma equipe técnica capacitada. está cada vez mais estruturado para agir em situações de emergência e garantir a segurança da população”, destaca o governo interino.

Na ocasião foram apresentados os produtos e fluxo de informações nas áreas de Meteorologia, Hidrologia e Geologia, bem como a integração das informações no Sistema Estadual de Defesa Civil. “Essa é uma importante iniciativa para que haja troca de experiências e integração das equipes dos municípios dos arredores. Estamos constantemente atuando para garantir que o município esteja cada vez mais preparado para agir com rapidez e eficácia em casos de desastres naturais”, pontua o secretário de Defesa Civil.

Atualmente a Defesa Civil tem, em suas instalações, a estrutura do Centro Integrado de Monitoramento e Operações de Petrópolis (CIMOP), que com o apoio de 56 câmeras contribui para a identificação de ocorrências no município. Além dessas ainda há o equipamento portátil instalado em viatura da Defesa Civil para o acompanhamento dos chamados de emergência. Pelos bairros, a cidade conta ainda com 18 sirenes que fazem parte do Sistema de Alerta e Alarme, com equipamentos instalados pelas comunidades do 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe.

As sirenes são ferramentas de prevenção de curto prazo que o município possui, as quais possibilitam que moradores de áreas de risco sejam avisados com rapidez sobre a necessidade de sair das residências e procurar um local seguro. O monitoramento meteorológico é outra ferramenta que contribui para a atuação dos agentes da Defesa Civil. “Com essa estrutura conseguimos identificar a possibilidade de ocorrências na cidade e atuar com agilidade em situações de emergência”, destacou diretor técnico da Defesa Civil, que esteve no encontro acompanhado pelo diretor do CIMOP.

Além do monitoramento técnico desenvolvido pela secretaria o preparo da população através dos Núcleos Comunitário de Defesa Civil (NUDEC) é outro instrumento de observação e ação, que possibilita que moradores de áreas de risco sejam orientados para identificar situações de alerta e agir com maior segurança. Atualmente a Defesa Civil restabeleceu o funcionamento dos NUDEC em 22 comunidades das localidades do Quitandinha, Vale do Cuiabá, Vila Rica, Posse, Estrada da Saudade, Morin e 24 de Maio. A previsão é de que os NUDEC continuem avançando. As próximas comunidades a terem representação são Floresta, Alto da Serra e Bingen.


D-3 será aplicada em idosos com mais de 70 anos vacinados há 6 meses

Equipes da divisão de imunização da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretária de Saúde iniciam nesta quarta-feira (1º/09) a aplicação de doses de reforço da vacina contra a covid-19 em idosos com mais de 70 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência (ILPIs) na cidade. A medida segue a orientação do Ministério das Saúde, que, na última quinta-feira (26.08), enviou aos municípios Nota Técnica com as diretrizes para o procedimento.

De acordo com o documento, a terceira dose deve ser aplicada em pessoas com mais de 70 anos que receberam a segunda dose há mais de seis meses. Em Petrópolis a Secretaria de Saúde inicia o reforço de imunização nas instituições de longa permanência – a exemplo do que foi feito no início da campanha, em janeiro.

“Estamos avançando com a campanha, vacinando hoje jovens com 18 anos e adolescentes que têm comorbidades com idade entre 12 e 17 anos. Em paralelo, estamos iniciando a aplicação da dose de reforço que é tão importante para protegermos os idosos, que têm a saúde mais frágil. Seguimos trabalhando para que, o mais breve possível, todas as pessoas aptas e receberem a vacina estejam imunizadas em Petrópolis”, afirma o governo interino.

A Divisão de Imunização já montou um cronograma para o retorno a 18 Instituições de Longa Permanência que abrigam idosos. “Foi feito todo um planejamento, verificando as datas e os tipos de vacinas que estes idosos abrigados receberam e considerando, para o retorno, o prazo de seis meses após a segunda dose, necessário para que eles recebam o reforço”, explica o secretário de Saúde.

A aplicação da dose de reforço foi definida na semana passada entre o Ministério da Saúde, representantes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), junto com a Câmara Técnica Assessora de Imunização Covid-19 (CETAI).

Demais idosos começam a receber dose de reforço a partir da terceira semana de setembro

A Secretaria de Saúde se organiza para - recebendo doses específicas para este público – iniciar, a partir da terceira semana de setembro, a aplicação da terceira dose em idosos com mais de 70 anos, em geral, conforme determinação do Ministério da Saúde. A exemplo do que foi feito para a aplicação da primeira dose, a vacinação deste grupo deverá ser feita de forma escalonada por faixas etárias.

“Estamos fazendo o planejamento para que tudo esteja pronto quando o Ministério enviar as doses específicas para este grupo, o que deve ocorrer agora em setembro. Importante que os idosos ou as pessoas próximas, que cuidam daqueles que têm alguma dificuldade, estejam atentos e verifiquem o cartão de vacinação para saber quando ele deverá receber a dose de reforço, ou seja, seis meses depois da segunda aplicação. A vacina é o melhor instrumento para protegê-los, evitando que os casos se agravem. É fundamental que eles não deixem de tomar a terceira dose quando chegar a hora”, destaca o secretário de Saúde.

Com chegada de vacinas específicas para este público, o município divulgará o calendário para os idosos com mais de 70 anos, em geral, e imunossuprimidos. Segundo o Ministério da Saúde, a dose de reforço é indicada para os idosos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses. No caso dos imunossuprimidos, quando forem chamados, deverão respeitar intervalo de 28 dias após a segunda dose.

A Secretaria de Saúde foi notificada pelo Estado na segunda-feira (30.08) sobre a confirmação de novos casos da variante Delta identificados na cidade. Os três casos tiveram os exames coletados na primeira quinzena de agosto e foram comunicados ao município pelas Secretaria de Estado na tarde de segunda-feira (30/08). O Departamento de Vigilância em Saúde fez contato com os três pacientes – um homem e duas mulheres, que informaram que se recuperaram e passam bem.

Um dos casos trata-se de um jovem de 22 anos, morador do Alto da Serra, sem registro de vacina. Ele teve início dos sintomas no dia 4 de agosto e colheu material para o exame no dia 6. Outros dois casos são referentes a mulheres: uma moradora do distrito da Posse, de 73 anos, que recebeu duas doses de vacina. Ela apresentou sintomas no dia 7 de agosto e colheu material para exame no dia 12 de agosto. O terceiro caso, trata-se de uma mulher, de 60 anos, moradora do Castelo de São Manoel, que já havia recebido uma dose da vacina contra a covid-19. Ela apresentou sintomas no dia 2 de agosto e colheu material no dia 9 de agosto. A Secretaria de Saúde lembra que a análise que permite a identificação de variantes do novo coronavírus é feito pelo Estado, por amostragem, a partir dos exames de pacientes enviados pelos municípios.

A Secretaria de Saúde reforça, que independentemente do tipo de variante identificado, é fundamental que a população mantenha os cuidados preventivos. A Secretaria alerta mais uma vez que todos os grupos já contemplados dentro do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, que tão logo sejam chamados compareçam para receber o imunizante e frisa a importância de que cada um conclua o esquema de vacinação, com o retorno na data prevista para receber a segunda dose.

“Reforçamos mais uma vez que é fundamental que as pessoas compareçam para se vacinar e concluam o esquema de vacinação, retornando para receber a segunda dose da vacina. A equipe da Secretaria de Saúde segue se empenhada para que possamos ter o quanto antes, toda população imunizada. É fundamental que as pessoas não deixem de vacinar. As vacinas salvam vidas!”, destaca o secretário de Saúde.

O secretário destaca ainda que a população continua tendo um papel fundamental para o controle da pandemia. “Todos os esforços estão sendo feitos pelas equipes de Saúde para vencermos a pandemia, mas ainda é fundamental que cada pessoa faça a sua parte, usando máscara da forma correta, cobrindo o nariz e a boca, lavando as mãos com água e sabão ou usando álcool em gel quando isso não for possível. Ainda é muito importante manter o distanciamento social e evitar as aglomerações. São atitudes do dia a dia, que salvam vidas. Todos precisam continuar colaborando", orienta o secretário de Saúde.

Petrópolis tem hoje 203.088 pessoas vacinadas com a primeira dose e 6.805 tomaram a vacina em dose única – um total de 209.893 pessoas que já receberam pelo menos uma dose do imunizante. Dados da Divisão de Epidemiologia apontam que no município, 97.741 pessoas já concluíram o esquema de vacinação, com a segunda dose ou dose única dos imunizantes.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta terça (31/08), em 52,08% em leitos clínicos e 58,82% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 128 pacientes internados, sendo 74 em UTIs e 54 em leitos clínicos. Cinco óbitos foram confirmados e inseridos na base estatística.

Até agora foram realizados no município 189.619 testes para Covid-19, com 46.402 resultados positivos e 142.476 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.448 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Homem, 66 anos, morador no Floresta. Internado em 21.08.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 26.08.2021 no HNSA. Paciente com hipertensão arterial.

Homem, 72 anos, morador no Alto da Serra. Internado em 16.08.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 27.08.2021 no HNSA. Paciente com hipertensão arterial e diabetes.

Homem, 46 anos, morador em Pedro do Rio. Internado em 22.08.2021 na UPA Itaipava e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 27.08.2021 no HNSA. Paciente com hipertensão arterial.

Mulher, 63 anos, moradora no Morin. Internada em 17.08.2021 na UPA Centro e transferida para o HNSA. Óbito registrado em 27.08.2021 no HNSA. Paciente sem comorbidades.

Homem, 66 anos, morador em Itaipava. Internado em 03.08.2021 no HST. Óbito registrado em 27.08.2021 no HST. Paciente com obesidade e hipertensão arterial.

Visitantes poderão pagar a entrada no cartão de crédito ou de débito

O Museu Casa de Santos Dumont será reaberto para visitação no próximo sábado, dia 4 de setembro, após obras para manutenção do espaço. Na reabertura, além das melhorias, os visitantes também verão uma mudança importante: a partir deste dia, os visitantes poderão pagar a entrada no Museu com cartão de crédito ou de débito.

Sem passar por grandes obras desde 2012, a Casa Santos Dumont está fechada desde o dia 23 de agosto para pintura e pequenos reparos na parte administrativa do Centro Cultural 14 Bis. O governo interino esteve no local nesta terça-feira (31/08) vistoriando o andamento das intervenções.

"A Casa Santos Dumont é um um importante atrativo histórico-cultural do município. Fechamos para a realização de manutenção, o que era necessário e o espaço, agora, está sendo reaberto com essa novidade, que é possibilidade de pagar a entrada com cartão de crédito ou débito. É uma demanda antiga, que estamos atendendo agora", disse o governo interino, que esteve acompanhado do presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC) na vistoria.

"Os reparos eram muito necessários. Avançamos bem com a obra ao longo dessa semana, mesmo com a chuva, e vamos conseguir reabrir a Casa de Santos Dumont um pouco antes do previsto. Nossa função é cuidar bem de cada patrimônio da nossa cidade", disse o presidente do IMC.

Construída em 1918, poucos imaginavam que o terreno íngreme que ficava bem na entrada da Rua do Encanto, no Centro da cidade, poderia abrigar uma moradia. Considerado visionário, Santos Dumont desenhou e planejou, com a ajuda do engenheiro Eduardo Pederneiras, seu chalé.

Quem sobe as escadarias e entra na imóvel consegue notar de cara que se trata de uma casa especial. Para entrar, só é possível com o pé direito, em função do formato das escadas criadas por Santos Dumont. O museu conta com acervo de objetos, livros, cartas e mobiliário que pertenceram ao inventor.

No Centro Cultural 14 Bis, anexo à Casa, o visitante pode assistir um curta metragem sobre Santos Dumont. O espaço tem acessibilidade e maquetes táteis para atender às necessidades das pessoas com deficiências ou com restrição de mobilidade.

O "IMC nas Redes – Conversas Culturais" da próxima quarta-feira (01/09) terá como tema a Petrópolis Film Commission. O encontro virtual será transmitida nas redes sociais da prefeitura (Facebook e Youtube), às 19h, com a participação do presidente do IMC, Tatiana D'Angello, Rogério Elmor, Marco Machado, Luiz Bretz e Aline Castella. O mediador da roda de conversa on-line será Leonardo Cerqueira, servidor público do município formado em Direito e pós graduado em Gestão Pública Municipal pela Escola de Contas e Gestão do TCE-RJ. Atualmente responde pelo Departamento Orçamentário do Instituto Municipal de Cultura (IMC).

"Esse é um tema muito atual no nosso município. Recentemente, o governo interino assinou uma lei com uma nova estrutura para Petrópolis Film Commission, buscando uma comunicação mais efetiva entre os produtores e a prefeitura", disse o presidente do IMC, um dos integrantes da roda de conversa. Ele já foi presidente da Fundação de Cultura e Turismo e atuou para fortalecer a Bauernfest e ajudou a criar outras festas, como o Bunka-sai, o Serra Serata e o Natal de Luz.

Já Tatiana D'Angello, é petropolitana e apresentadora de TV, especialista em Film Commission. Foi chefe de escritório da Film Commission do estado do Rio de Janeiro. Rogério Elmor, empresário de hotelaria por mais de 20 anos, atualmente trabalha como assessor do secretário de turismo de Petrópolis, com formação em Marketing e MBA em Gestão de Hotelaria de Luxo.

Marco Machado é advogado há mais de 30 anos, exercendo a profissão em Petrópolis e na Capital do Estado. Gerente Jurídico e Administrativo nos quatro anos do último governo e atualmente como subsecretário de Desenvolvimento Econômico na gestão do governo interino. Outro nome importante para a live é do sócio-diretor da distribuidora Bretz Filmes, Luiz Bretz. Ele é o responsável por distribuir filmes nacionais e internacionais para cinema, vídeo, TV e VOD.

Cineclubista, pesquisadora e responsável pela produtora Cinema360°, Aline Castella também estará presente no "IMC nas Redes". Diretora dos curta metragens "Guarany-Eu sou o Menino do Cinema Paradiso" e "Cinema é Drops". Membro do comitê gestor da Petrópolis Film Commission.

Sobre a Petrópolis Film Commission

A base da Petrópolis Film Commission fica instalada no Centro de Cultura, sede do Instituto Municipal de Cultura (IMC). Ela conta com um comitê gestor composto por seis cadeiras, com representantes da prefeitura e da sociedade civil organizada. O objetivo da prefeitura é atrair produções audiovisuais e oferecer apoio logístico e operacional aos produtores do mercado visual que desejam filmar na cidade. Outras informações pelo telefone: (24) 2233-1213 ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .