A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias alerta para a passagem de frente fria pela Região Sudeste que modificará o clima em Petrópolis, a partir desta quarta-feira (28). A previsão é de céu encoberto com nevoeiros e chuva fraca a moderada de forma isolada. Há a possibilidade de ocorrência de rajadas de vento forte, a partir da madrugada, se estendendo até esta quinta-feira (29). Por conta dessas condições há a possibilidade de destelhamento de edificações e queda de árvores.

As equipes da Defesa Civil estão de prontidão para o atendimento de emergências, que podem ser notificadas pelo número 199. “É importante que a população esteja atenta e a qualquer sinal de risco acione a equipe que está preparada para dar todo o suporte necessário”, destacou o secretário da Defesa Civil.

O departamento de meteorologia da Defesa Civil alerta para o declínio acentuado da temperatura na quinta-feira (29), podendo registrar a máxima de 12°C e mínima de 3°C na madrugada de sexta-feira (30), com condições favoráveis à ocorrência de geadas. A umidade relativa do ar pode variar nesses dias entre 65% e 85%.

Tendo em vista a modificação acentuada nas condições climáticas, a Defesa Civil emitirá atualização periódica de alertas para a população.

Um cronograma de visita aos bairros do município acontece visando um contato direto com o público alvo

A Coordenadoria Especial de Articulações Institucionais, por meio da Coordenadoria da Juventude, promove a partir de hoje (27) o projeto Juventude em Dados. A ação consiste em uma pesquisa formada por 15 perguntas objetivas, direcionadas ao público entre 14 e 30 anos, com a intenção de traçar o perfil social do jovem petropolitano. O estudo, que tem duração até o próximo dia 08 de agosto, está sendo realizado em alguns bairros de forma presencial, além de possibilitar o acesso ao formulário de forma online através do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdIWr-uvd7RiOzkYcIIwL1M4mzztxeo6ADg0YS6wdYzmxs1nA/viewform 

O prefeito Hingo Hammes destacou a importância de desenvolver esse trabalho na busca da promoção de políticas públicas específicas para a juventude. “A pesquisa pode nos trazer mais informações sobre nossa juventude, possibilitando ações mais assertivas para este público”, apontou Hammes.

A coordenadora de Políticas Públicas para a Juventude, Julia Bender, garante que o propósito da pesquisa é poder identificar, com mais exatidão, como cada faixa etária se comporta em determinados assuntos. “São feitas perguntas a partir de questões básicas como saúde, educação e vida social de cada entrevistado. Nosso objetivo é apresentar um diagnóstico da juventude petropolitana para que nas nossas futuras ações, programas e projetos levem em conta esses levantamentos”, afirma.

A Coordenadoria da Juventude está promovendo essa ação em parceria com a Universidade Estácio de Sá, que está cedendo pesquisadores para o desenvolvimento de todo trabalho.


Também haverá campanha para recebimento de doações para animais

Com a previsão de passagem de frente fria na Região Sudeste do Brasil nesta semana, entre os dias 28/7 e 30/7, a Prefeitura Municipal de Petrópolis mobiliza órgãos públicos para intensificar ainda mais as ações para acolhimento de pessoas em situação de rua. As secretarias de Defesa Civil e Ações Voluntárias e Assistência Social atuam para ampliar os pontos de alojamentos na cidade com a instalação de abrigos para o pernoite temporário em Itaipava. Há, ainda uma campanha para arrecadação de agasalhos e cobertores para este público e também para animais, esta última em conjunto com a Coordenadoria de Bem-Estar Animal. Quem puder também pode ajudar doando casinhas e camas para cães e gatos.

Os pontos de recolhimento das doações estão instalados nas sedes da Defesa Civil, na rua Buarque de Macedo - 128; da Cobea, na Avenida Koeler – 260; quartel do Corpo de Bombeiros da Barão, na Avenida Rio Branco, 1957 – Retiro; e no destacamento de Itaipava, na Estrada União e Indústria, 9998. Os interessados em doar cobertores, agasalhos e itens para os animais podem se dirigir aos locais no horário comercial. As secretarias de Segurança, Serviços e Ordem Pública (SSOP), de Obras e Comdep também atuam no apoio às ações.

No último domingo, a Defesa Civil emitiu alerta sobre a passagem da frente fria que afetará a cidade a partir desta quarta-feira (28), com a previsão de chuva de intensidade fraca a moderada, mas com rajada de vento forte, o que chama a atenção para possíveis destelhamento de edificações e queda de árvores. A incursão da massa de ar frio provocará ainda declínio na temperatura, que será acentuado na quinta (29) e sexta-feira (30). A máxima prevista é de 12°C e mínima de 4°C nas madrugadas e manhãs dos mesmos dias.

“Estamos atuando de forma preventiva para o melhor atendimento às pessoas de maior vulnerabilidade nesses dias em que teremos queda de temperatura acentuada. Quem estiver em situação de rua terá o acolhimento e não ficará exposto ao frio. Estamos com as equipes preparadas para o atendimento durante à noite, quando o frio se intensifica e ainda, orientar essa população com o suporte que for necessário pela rede de acolhimento do município”, pontuou o governo interino.

A ampliação do suporte às pessoas em situação de rua, que aceitarem o acolhimento, que pode se estender até o próximo sábado (31), será garantida pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias com a instalação de três barracas, com capacidade para oferecer 18 dormitórios seguros e aquecidos. Toda a estrutura, que segue o protocolo de segurança para a prevenção da Covid-19, receberá os suprimentos e contará com a equipe da Secretaria de Assistência Social. Além do ponto de emergência, montado especialmente para esta semana, o município mantém, de fora permanente, o Núcleo de Integração Social (NIS), além da Unidade de Atendimento Temporário (UnAT). Durante o dia, a população recebe todo o suporte necessário por meio do serviço do Centro Pop.

“Ter o reforço destas estruturas temporárias em Itaipava vai facilitar e agilizar o atendimento nos distritos. Esta união mostra que o olhar humano do governo para a população em situação de rua”, lembrou a secretária de Assistência Social.

“Estas estruturas vão garantir o abrigo aquecido para essa população tão vulnerável e que estará ainda mais exposta nesses dias de frio intenso. Nossa equipe vai estar nas ruas orientando o deslocamento das pessoas em situação de rua para os abrigos. Alertamos ainda para a campanha de doação de agasalhos e cobertores que neste período faz muita diferença para as pessoas de maior necessidade”, destaca o secretário da Defesa Civil.

Da mesma forma, foi pensado o atendimento para os animais de rua da cidade. Os cobertores e estruturas que possam servir de proteção para os animais serão distribuídos, pela equipe da Cobea, em pontos na cidade para o uso dos animais. “Tudo o que for recebido será utilizado em ações da coordenadoria e protetores pela cidade. Temos muitos animais que também precisam de ajuda, especialmente nestes dias mais frios”, finalizou o coordenador de Bem-Estar Animal.

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na terça(27/07) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.253 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 278 receberam a primeira dose e 1.975 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 147.084 pessoas receberam a primeira dose, 56.196 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização foram vacinados 1.505  idosos, sendo sete com a primeira dose e 1.498  com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em 170 pessoas com idade entre 39 e 59 anos sem comorbidades. Nesta faixa etária  também  receberam a segunda dose 264 pessoas.

Também receberam a segunda dose da vacina, nove pessoas com comorbidades.

A vacina foi aplicada ainda em 66 gestantes, sendo 53 com a primeira dose e 13 com a segunda. Também foram vacinadas 11 puérperas com a primeira dose. Equipes vacinaram também 228 profissionais de Saúde, sendo 37 com a primeira dose dados 191 com a segunda.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue nesta quarta (28/07), com a vacinação de pessoas acima de 39 anos sem comorbidades. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). A vacinação contra a covid-19 acontece em pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias alerta para a passagem de frente fria pela Região Sudeste que modificará o clima em Petrópolis, a partir desta quarta-feira (28). A previsão é que haja a ocorrência de rajadas de vento forte, a partir da madrugada, se estendendo durante a quinta-feira (29). Por conta dessas condições há a possibilidade de destelhamento de edificações e queda de árvores.

As equipes da Defesa Civil estão de prontidão para o atendimento de emergências, que podem ser notificadas pelo número 199. “É importante que a população esteja atenta e a qualquer sinal de risco acione a equipe que está preparada para dar todo o suporte necessário”, destacou o secretário da Defesa Civil, o tenente-coronel.

Já a partir desta quarta (28), há a previsão de chuva fraca a moderada de forma isolada com nevoeiros no município. O departamento de meteorologia da Defesa Civil alerta para o declínio acentuado da temperatura na quinta-feira (29), com máxima prevista de 12°C e mínima de 4°C na madrugada de sexta-feira (30), com condições favoráveis à ocorrência de geadas.

Tendo em vista a modificação acentuada nas condições climáticas, a Defesa Civil emitirá atualização periódica de alertas para a população.

O Procon Petrópolis tem recebido nas últimas semanas um número significativo de pessoas que querem saber mais detalhes sobre a norma 14.181/21, que cria novas regras para aumentar a proteção das pessoas que buscam crédito e assim diminuir a inadimplência de consumidores, principalmente durante a crise econômica e sanitária causada pela pandemia da Covid-19.

A chamada "Lei do Superendividamento" foi sancionada pelo Governo Federal no último dia 02/07, com publicação no Diário Oficial da União e traz mudanças importantes que afetam a relação de consumo e cria novas regras para a negociação entre inadimplentes e credores. Por isso, muitos petropolitanos têm dúvidas sobre o que vai mudar e o que pode lhe trazer de benefício na hora de renegociar uma dívida.

Uma das mudanças fala de acordos entre as partes, já que esta medida dá ao consumidor acesso a uma fase de conciliação mediante acionamento dos órgãos de defesa do consumidor. Caso não haja uma concordância, o juiz de direito terá que dar a solução para o problema do endividamento.

Outra novidade é o chamado conceito de “mínimo existencial”. Um regulamento da lei que limita o comprometimento da renda para a obtenção de crédito em 35%. Evitando que o consumidor contraia novas dívidas para pagar despesas básicas como água e luz ou mesmo pagar as dívidas antigas.

"A Lei do Superendividamento é mais um avanço que se junta a outras normas visando proteger o consumidor. Num momento em que vivemos, a intervenção do estado será mais do que necessário. O Procon pode entrar com a Defensoria Pública para acordos extrajudiciais, mas quem bate o martelo é o Juiz de direito. Além disso, a justiça tem que ouvir o devedor em um processo de mediação e se não chegar a um acordo entre as partes, ele decidirá o que fazer sobre o caso", explicou o Coordenador do Procon Petrópolis.

O consumidor que tiver a necessidade de receber algum esclarecimento, fazer reclamação ou denúncia pode utilizar os seguintes canais de comunicação do Procon Petrópolis pelos telefones (24) 2246-8469, 2246-8477, 2246-8471, 2246-8475, 2246-8470. O atendimento presencial é feito na rua Dr. Moreira da Fonseca, 33 - Centro, de segunda a sexta-feira, das 11 às 17h.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta terça (27/07), em 16,42% em leitos clínicos e 21,59% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 78 pacientes internados, sendo 40 em UTIs e 38 em leitos clínicos. Quatro óbitos foram confirmados e inseridos na base estatística.

Até agora foram realizados no município 178.491 testes para Covid-19, com 43.533 resultados positivos e 134.505 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.372 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Homem, 48 anos, morador no Valparaíso. Internado em 16.05.2021 no HST. Óbito registrado em 16.07.2021 no HST. Paciente com asma.

Homem, 85 anos, morador no Valparaíso. Internado em 11.07.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 22.07.2021 no HNSA. Paciente sem comorbidades.

Homem, 49 anos, morador no Vila Rica. Internado em 09.07.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 22.07.2021 no HNSA. Paciente sem comorbidades.

Homem, 29 anos, morador no Alto da Serra. Internado em 15.07.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 23.07.2021 no HNSA. Paciente com sobrepeso.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias mobiliza órgãos ligados à proteção ambiental e segurança para a implantação de uma gestão operacional para o período de maior seca do ano. A iniciativa visa intensificar ações para o combate a incêndios florestais com maior incidência em período de baixa umidade, entre agosto e setembro. Nesta terça-feira (27), o comando do 32° Batalhão de Petrópolis confirmou apoio nos casos de maior gravidade.

Também fazem parte da ação o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO), Instituto Estadual do Ambiente (INEA), IBAMA e 15° Grupamento de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro. Os órgãos atuarão em conjunto, com atribuições pertinentes a cada entidade. De acordo com o secretário de Defesa Civil, o tenente-coronel, a ideia é formar uma força tarefa em combate aos incêndios florestais.

“É de extrema importância que haja essa união de forças para esse período do ano, quando é esperado um extenso período de seca, o que potencializa a ocorrência de incêndios causando danos irreparáveis a nossa fauna e flora”, destaca o secretário reforçando a importância do planejamento prévio para atuação dos órgãos competentes nesse período do ano.

Chegou a vez do Meio da Serra ser beneficiado com o mutirão de serviços do programa Acelera Petrópolis. Capina, roçada, extensão de rede de energia e tapa buracos estão inseridos em um pacote de ações para garantir melhorias para a comunidade. Na Horta, a novidade será a construção de fossas sépticas, aguardadas por mais de 30 anos pelos moradores.

O governo interino acompanhou, na manhã desta terça-feira (27), o início dos trabalhos na região e destacou a importância das ações para melhoria na qualidade de vida das famílias que residem na região.

“Estamos falando, principalmente, de saneamento básico. Com as fossas sépticas estaremos garantindo que o esgoto produzido deixe de ser despejado na natureza, contribuindo para a preservação do meio ambiente”, frisa.

A Secretaria de Meio Ambiente iniciou o cadastramento das famílias na última segunda-feira e 16 imóveis já estão inscritos. “Antes, o esgoto era jogado em uma cachoeira, contaminando a água. Com as fossas sépticas isso não vai mais acontecer. Estaremos protegendo a saúde das pessoas e dos nossos recursos naturais”, explica o secretário de Meio Ambiente

O morador Fernando Inácio de Souza, de 45 anos, lembra que antes o descarte era feito a céu aberto. “Estávamos há mais de 30 anos pedindo essas fossas ou alguma outro mecanismo que garantisse o nosso saneamento básico. Ver esse projeto saindo do papel é uma grande vitória”, destaca.

A chegada do Acelera Petrópolis foi comemorada pelos moradores do Meio da Serra. A líder comunitária da região disse que a presença do poder público significa um grande avanço. “Antes, só éramos lembrados em período eleitoral ou, para merecer os olhos dos governantes, tínhamos que fechar a estrada e nos manifestarmos pedindo atenção”, conta.

Na localidade conhecida como Jaqueira está sendo providenciada a extensão da rede elétrica com a substituição de um poste e construção de um espaço de convivência. O parquinho também será revitalizado. Vendedores ambulantes das comunidades de toda a Serra Velha também serão orientados a buscar a regularização. No Açude, haverá ainda a conclusão de pavimentação.

Além dos serviços de capina e roçada, as comunidades vão receber pintura de postes e revitalização da sinalização viária. Além da Serra Velha da Estrela, simultaneamente, as ações do mutirão de serviços vão acontecer no Alto da Serra e comunidades adjacentes, como Vila Felipe, Sargento Boening, Oficina, entre outras.

Desde o lançamento do programa, em 8 de junho, as equipes do mutirão de serviços já passaram pelo Independência, São Sebastião, Siméria, Quitandinha, Taquara, Bairro Mauá, Cremerie, Dr. Thouzet, Quitandinha, Valparaíso, Carangola, Retiro, Roseiral e Jardim Salvador.

No período, as comunidades beneficiadas nesta edição do Acelera Petrópolis estarão recebendo a visita do ônibus lilás, do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM) e o CRAS Itinerante. Serviços, como a atualização do Cad-Único para manutenção ou obtenção das tarifas sociais de água e energia elétrica, por exemplo, poderão ser realizadas.

Ônibus Lilás também estará no local com atendimento de psicólogos, assistente social e advogados para mulheres

Dando prosseguimento as ações em alusão ao Julho Amarelo, no mês da conscientização das hepatites virais, serão disponibilizados nesta quarta-feira (28), de 09h às 16h, na Praça de Corrêas testes rápidos para hepatites B e C, sífilis e HIV. Além disso, serão distribuídos materiais informativos e kits de prevenção alertando sobre a importância da conscientização sobre as doenças. O Ônibus Lilás também estará no local com atendimento de psicólogos, assistente social e advogados para mulheres. Esta é uma realização da Área Técnica de IST/Aids da Secretaria de Saúde em parceria com o gabinete da Cidadania e o Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM).

“Estamos intensificando as ações de testagem contra as hepatites virais, lembrando a população sobre a importância de buscar o diagnóstico. A intenção é conscientizar as pessoas de que os cuidados com a saúde devem ser constantes”, disse o governo interino.

Esta é a terceira atividade de estímulo ao diagnóstico oportuno e prevenção das hepatites virais no mês de julho. No dia 13, a equipe da Área Técnica de IST/Aids esteve no Centro de Saúde do Itamarati oferecendo testes na unidade, e no dia 20 na Praça da Inconfidência. No próximo sábado (31), de 08h às 16h, a ação terá continuidade em quatro postos de saúde do município: PSF Alto da Serra, UBS Quitandinha, UBS Retiro e USF Posse.

“Na última ação na Praça da Inconfidência realizamos ao todo 322 testes, com algumas pessoas que tiveram reagentes positivos em seus testes. Com o exame preventivo, os pacientes podem buscar o tratamento o mais rápido possível. A recomendação é que todas as pessoas com mais de 45 anos de idade façam o teste gratuitamente”, disse o secretário de Saúde.

A coordenadora do CRAM fala sobre a utilização do Ônibus Lilás no local, que também terá a parceria do Gabinete da Cidadania: “Informação é poder. O acesso à informação é empoderador, permite que as mulheres conheçam a fundo seus direitos. Com isso, nosso objetivo é levar o ônibus ao máximo de lugares possíveis, dando às pessoas que moram longe do centro as mesmas oportunidades de exercitarem seus direitos. E fica ainda melhor quando a ação acontece em conjunto com a Secretaria de Saúde, lembrando da importância de reforçar as ações de prevenção das hepatites virais”.

A hepatite é uma inflamação do fígado que pode ser causada por vírus, uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas. Nem sempre a doença apresenta sintomas. Quando aparecem, eles se manifestam na forma de cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

As hepatites virais podem ser transmitidas pelo contágio fecal-oral, relação sexual desprotegida, contato com sangue contaminado através do compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos perfurocortantes, da mãe para o filho durante a gravidez (transmissão vertical), e por meio de transfusão de sangue ou hemoderivados.

Em 2010, a Organização Mundial de Saúde instituiu o dia 28 de julho como Dia Mundial de combate às Hepatites Virais. No Brasil, desde a publicação da Lei nº 13.812 em 2019, foi instituído o Julho Amarelo, um mês para a efetivação de ações de combate às hepatites virais.

Secretários de Saúde da região Serrana irão cobrar explicações sobre distribuição de vacinas

Unir forças para melhorar a estrutura para atendimento de Saúde em municípios da Região Serrana. Com este objetivo, secretários de Saúde de 12 municípios do Estado do Rio se reuniram segunda-feira (26.07) em Nova Friburgo. Durante a reunião do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems RJ), foram discutidas questões comuns aos gestores da Saúde de todos os municípios da região, como os critérios que vem sendo adotados pelo Estado para a distribuição de vacinas, a possibilidade de criação de uma carteira de serviços a serem compartilhados entre os municípios e a interlocução entre os representantes para a reativação de um consórcio de Saúde entre municípios da região.

“Petrópolis sediará em agosto um novo encontro, entre secretários com a presença de prefeitos para formalizar a reativação do Consorcio de Saúde entre os municípios. A união de forças entre os municípios vem sendo buscada pelo do governo e é fundamental para fortalecermos os municípios nas reivindicações para a região. A reativação do consórcio é um passo importante neste sentido”, destaca o secretário de Saúde, que propôs que a próxima reunião seja realizada em Petrópolis.

“Será um encontro importante para afinarmos a reativação do consórcio. Esta interlocução entre os municípios é fundamental para fortalecermos o serviço de saúde na região. A reunião de hoje foi bastante produtiva, tivemos aqui a presença de secretários de Saúde 12 município, entre os quais os de Petrópolis, Teresópolis e Friburgo, três cidades da região que pouco dialogavam e cujo apoio é fundamental para todos os demais municípios”, avalia o vice presidente regional do Cosems, e secretário de Saúde de Bom Jardim.

“Esta regionalização de ações na área de Saúde é muito positiva para todos os municípios, pois evita que os moradores do interior precisem ser encaminhados para serviços na capital ou fora da nossa região”, complementa o diretor regional do Cosems e secretário de Saúde de Teresópolis.

Técnicos dos setores de regulação dos municípios presentes, também apresentaram as demandas e capacidade de atendimentos em diferentes serviços. A intenção é que a partir daí seja criada uma cartilha de serviços a serem compartilhados entre municípios da região.

Municípios irão questionar critérios para distribuição de vacinas

Representantes de todos os municípios apresentaram dados referentes a Campanha de Vacinação contra a Covid-19 em andamento em seus respectivos municípios e fizeram questionamentos quanto aos critérios que vem sendo adotados pelo Estado para a distribuição das vacinas. Diante da manifestação de preocupação dos secretários com a desigualdade na distribuição de doses, o Conselho também questionará ao Estado em relação aos critérios que vem sendo adotados para a distribuição de vacinas entre os municípios, bem como sobre as notas técnicas para utilização das doses. “Vamos reivindicar que a distribuição de doses seja feita de forma igualitária e proporcional ao número de habitantes de cada município, pois isso é fundamental para que seja possível aos municípios cumprir um calendário único de vacinação”, explica o diretor regional do Cosems.

A reunião teve a presença de representantes de Secretarias de Saúde dos municípios Trajano de Moraes, Cordeiro, Guapimirim, Carmo, Bom Jardim, Teresópolis, Sumidouro, Friburgo, Cachoeira de Macacu, Macuco e Santa Maria Madalena.


Em reunião realizada na tarde desta terça-feira (27.07), o governo interino e o cônsul-geral do Japão no Rio de Janeiro, Ken Hashiba, definiram ações para a realização da 12ª edição da Bunka-Sai, evento que homenageia a colônia japonesa em Petrópolis. A festa será realizada pela Associação Nikkei de Petrópolis com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Turismo e do Instituto Municipal de Cultura (IMC). As atrações culturais serão realizadas no dia 21 de agosto, no formato online, com transmissão pelas redes sociais.

A relação de Petrópolis com o Japão é um marco na história da imigração nikkei. A cidade foi a primeira do país a receber uma representação diplomática japonesa, em 1897. Esse primeiro contato deu origem, 11 anos mais tarde, à imigração japonesa no Brasil, que completa 113 anos em 2021. "Esta é uma festa que já parte do calendário da cidade, muito importante para a cultura e o turismo. Precisamos manter esta chama acesa em Petrópolis", disse o governo interino.

Participaram também do encontro a vice-cônsul Keiko Kikuchi, o secretário de Turismo, o presidente do IMC,  o presidente da Associação Nikkei de Petrópolis, Kiyoshi Ami, além de diretores das secretarias envolvidas na realização do evento e da própria entidade que representa a colônia japonesa em Petrópolis.

"Através dessa parceria com a Associação Nikkei de Petrópolis, vamos montar uma programação rápida, mas que permita que as pessoas interajam e conheçam, na prática, um pouco mais sobre as tradições orientais", destaca o presidente do IMC. Segundo ele, a proposta é reunir música, arte e culinária, com apresentações de taikô e bon odori, tecnicas como o kirigame e o origami, artes marciais como o aikido e o judô, entre outras atrações.

Em seguida, a Prefeitura realizará um festival gastronômico temático, o Bunka-Sai Gastronômico, que acontecerá entre os dias 25 e 29 de agosto, em estabelecimentos convidados, que oferecerão as delícias da culinária japonesa de forma presencial e por delivery.

"O festival certamente vai movimentar o circuito gastronômico da cidade, sendo mais uma ação do governo no sentido de fomentar a cadeia produtiva do turismo. A expectativa é muito positiva para este evento", finaliza o secretário de Turismo.

15 vagas para professores que atuam nas Salas de Recursos Multifuncionais

Dando continuidade às formações para os docentes da Rede Municipal de Educação, a prefeitura está fortalecendo as parcerias que viabilizam as atualizações necessárias segundo o currículo pedagógico, uma das mais recentes é a que foi formalizada com o Instituto Benjamin Constant. A formação, que iniciará dia 2 de agosto, garantiu 15 vagas para professores que atuam nas Salas de Recursos Multifuncionais, em um curso de informática na área de deficiência visual.

A parceria foi conquistada graças a um processo seletivo: a Prefeitura participou e foi uma das selecionadas. O curso será ofertado no formato remoto. “É mais uma grande oportunidade de atualização de conhecimentos e ofertada pelo IBC que é uma entidade que possui vasta experiência e tradição na área”, disse o governo interino.

Participarão do curso os professores que atuam no Atendimento Educacional Especializado e entre os temas abordados estão: apresentação de programas de informática na área da deficiência visual; utilização dos leitores de tela e ampliadores de tela para computadores e ambientes móveis; digitalizadores de textos; apresentação de periféricos para pessoas com baixa visão.

A carga horária total é de 40 horas/aula e haverá certificação para aqueles obtiverem a média solicitada pelo curso.

“Importante salientar que os professores que atuam nas salas de recursos participam de formações periódicas, preparadas pelo Departamento de Educação Especial e estão sempre utilizando todos os novos conhecimentos nos atendimentos aos alunos. Então, essa é mais uma parceria que veio a somar com tudo o que vem sendo feito na nossa rede, na perspectiva da educação cada vez mais inclusiva e com profissionais qualificados para o atendimento”, garante a secretária de Educação.



A Secretaria de Administração está iniciando o chamamento de um novo grupo de professores aprovados no Processo Seletivo da Educação em substituição aos candidatos considerados desistentes e eliminados.

A lista com os nomes foi publicada no Diário Oficial do dia 26 de julho, disponível no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br), assim como as orientações sobre procedimentos que deverão ser adotados para que os mesmos declarem interesse na vaga.

Estão sendo chamados 69 professores, nas seguintes áreas: Educação Básica – Anos Iniciais; Ciências; Educação Física; Educação Infantil; Educação Artística; Geografia; História; Inglês; Língua Portuguesa e Matemática.

“Importante que os professores acompanhem as atualizações no Diário Oficial do município e fiquem atentos aos prazos e orientações da Secretaria de Administração. Um grupo de professores já escolheu vagas e passarão por formação realizada pela Secretaria de Educação para conhecerem o funcionamento da rede municipal de Educação”, explica o governo interino.