Petrópolis vai estar presente na Marcha Virtual das Mulheres Negras, marcada para o próximo domingo, quando é celebrado o Dia da Mulher Negra. O Conselho Municipal de Proteção a Igualdade Racial – Compir, vai representar o município no evento que será transmitido pelo Facebook, na página do Fórum Estadual de Mulheres Negras (@femnegras). Embora a data comemorativa seja em 25 de julho, a programação começa nesta sexta-feira (23), com uma ação do “ônibus lilás”, em Pedro do Rio.

“É uma data importante que tem que ser lembrada. A luta contra o preconceito, contra a violência de gênero e o racismo deve ser constante. Os dados mostram o quanto temos que evoluir neste sentido. As mulheres negras são maioria entre as vítimas de violência doméstica no país. Daí a importância do envolvimento do ônibus lilás na programação”, frisa o governo interino.

De acordo com a presidente do Compir, a Marcha das Mulheres Negras acontece desde 2015, em Copacabana, porém, por conta da pandemia, desde o ano passado ela tem sido realizada de forma virtual. “Este ano, estaremos mais uma vez unidas reivindicando os nossos direitos”, disse.

Também foi do Compir, a ideia de levar o ônibus lilás a Pedro do Rio. A ação acontece em conjunto com o Centro de Referência em Atendimento à Mulher – CRAM e a Coordenadoria de Proteção a Igualdade Racial – Copir. “Trabalhos como esse ficavam concentrados em regiões mais próximas, porém, as agressões também acontecem nos distritos”, disse a presidente do Compir.

Segundo a coordenadora do CRAM, os estudos da instituição mostram que são as mulheres negras que mais sofrem violência doméstica e as que mais denunciam. “Também são as que mais sofrem violência obstétrica e representam mais de 60% dos feminicídios no Brasil”, destaca.

A visita do Compir e do Copir em Pedro do Rio acontece com o intuito das duas entidades em levar para o distrito, um núcleo de Promoção e Igualdade Racial na região. Estará sendo atendida uma demanda do Plano Municipal de Promoção de Políticas de Igualdade Racial – PMPIS.

No dia 25 de Julho é comemorado o Dia Internacional da Mulher Negra latino Americana e Caribenha. Na mesma data, instituído por meio da Lei nº 12.987, no Brasil é celebrado o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra, para homenagear uma das principais mulheres, símbolo de resistência e importante liderança na luta contra a escravização.

Vagas serão disponibilizadas em quatro pontos extras que abrem as portas exclusivamente neste sábado

Com a chegada de um novo lote de imunizantes contra covid-19 - com cerca de 3,8 mil doses da vacina - nesta quinta-feira (22/07), a prefeitura amplia a vacinação para as pessoas a partir de 39 anos. Para dar celeridade à imunização, o cadastro será aberto nesta sexta (23/07), com vagas disponibilizadas já para o dia seguinte (sábado, dia 24)) em quatro diferentes pontos, que irão funcionar exclusivamente neste sábado (24/07): o Centro de Saúde Professor Manoel José Ferreira, no Centro, a Faculdade Arthur Sá Earp (Fase), na Av. Barão do Rio Branco, e as UBSs Itamarati e Quitandinha, que também abrem as portas para a vacinação das 9h às 16. A vacinação dos demais públicos seguirá sendo realizada também nos demais pontos, nas outras datas, sempre mediante cadastramento prévio no site da Prefeitura, o www.petropolis.rj.gov.br.

“Todos os esforços estão sendo feitos para garantirmos a imunização dos petropolitanos o quanto antes. Assim que recebemos novas doses, imediatamente lançamos as novas vagas no cadastro. Com a abertura destes quatro pontos no sábado, será possível iniciarmos imediatamente a aplicação das vacinas que estamos recebendo, começando a imunizar pessoas de 39 anos”, explica o governo interino.

A Secretaria de Saúde lembra que a ação realizada no sábado será feita de maneira excepcional, de forma a garantir a utilização imediata das doses recebidas, atendendo pessoas a partir de 39 anos. Isso porque já havia pessoas das demais faixas etárias cadastradas para se vacinarem nos demais postos que também funcionarão neste sábado. À medida em que novas vagas forem preenchidas, haverá também opção de agendamento da vacinação para a próxima semana, até o número total de doses recebidas. A partir daí, novas vagas serão disponibilizadas após o recebimento de novas remessas de imunizantes ou com o não comparecimento ou desistência de pessoas já cadastradas (as vagas dos dois últimos casos são novamente disponibilizadas no sistema diariamente).

O secretário de Saúde lembra que as quatro unidades onde a ação acontece abrirão as portas somente neste sábado, mas adianta que a Secretaria já organiza para a próxima semana o aumento do número de pontos de vacinação.

“Petrópolis está pronta para ampliar a vacinação a medida que recebermos lotes maiores de vacinas. As equipes do setor de Imunização da Vigilância em Saúde, assim como o departamento de Planejamento e todos os demais setores da Secretaria de Saúde, envolvidos na vacinação estão trabalhando para que possamos ampliar os pontos de atendimento, de forma que a vacinação siga sendo realizada de forma ágil e organizada”, explica.

Nesta quinta-feira (22/07) Petrópolis recebeu 3.822 doses de vacinas (CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer). O cadastro para as vagas disponibilizadas a partir destas doses deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Até quarta-feira (21/07) a Secretaria de Saúde de Petrópolis aplicou 138.942 vacinas referentes a primeira dose. Na cidade, concluíram o esquema de vacinação necessário para a imunização 49.220 pessoas que receberam a segunda dose dos imunizantes e 6.805, que receberam a vacina em dose única.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta quinta (22/07), em 26,87% em leitos clínicos e 26,14% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 93 pacientes internados, sendo 54 em UTIs e 39 em leitos clínicos. Oito óbitos foram confirmados e incluídos na base estatística nesta quinta.

Até agora foram realizados no município 177.375 testes para Covid-19, com 43.285 resultados positivos e 133.701 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.365 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Homem, 50 anos, morador no Alto da Serra. Internado em 01.05.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o Hospital Dr. Badim. Óbito registrado em 07.05.2021 no Hospital Dr. Badim. Paciente com síndrome de down.

Mulher, 79 anos, moradora no Bairro Castrioto. Internada em 25.06.2021 no Hospital Unimed. Óbito registrado em 13.07.2021 no Hospital Unimed. Paciente com hipertensão arterial e diabetes.

Homem, 63 anos, morador no Quitandinha. Internado em 08.07.2021 no PSLS e transferido para o SMH. Óbito registrado em 16.07.2021 no SMH. Paciente com diabetes e doença cardiovascular crônica.

Homem, 50 anos, morador no Quitandinha. Internado em 02.07.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o SMH. Óbito registrado em 17.07.2021 no SMH. Paciente com diabetes e hipertensão arterial.

Homem, 34 anos, morador em Itaipava. Internado em 14.07.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 18.07.2021 no HNSA. Paciente sem comorbidades.

Mulher, 83 anos, morador no Centro. Internado em 06.07.2021 no HAC e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 19.07.2021 no HNSA. Paciente com diabetes, doença cardiovascular crônica e hipertensão arterial.

Homem, 58 anos, morador no Centro. Internado em 18.07.2021 no Hospital Unimed. Óbito registrado em 19.07.2021 no Hospital Unimed. Paciente com doença cardiovascular.

Homem, 52 anos, morador no Independência. Internado em 03.07.2021 no Hospital Unimed. Óbito registrado em 20.07.2021 no Hospital Unimed. Paciente sem comorbidades.

380 crianças estão inscritas no programa atualmente

O fim da tarde de quinta-feira foi de comemoração. A Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta foi palco da solenidade de formatura das crianças assistidas pelo programa Criança Feliz. Doze meninos e meninas, acompanhadas por pais e mães receberam das mãos do governo interino e da secretária de Assistência Social, o certificado de conclusão desta etapa significativa do desenvolvimento infantil. Atualmente, 380 crianças estão cadastradas para receberem o benefício.

“Estar presente nesse evento comemorativo e poder ver essas crianças saudáveis, em pleno crescimento e desenvolvimento, é muito gratificante. Não são somente as crianças que aprendem. Nós aprendemos muito com elas também”, afirma o governo interino.

Jaqueline Dias, mãe da pequena Kerollyn, disse que o programa ajudou muito a filha durante esse período de pandemia, por conta de todo o isolamento. “A orientadora ajudou muito a milha filha no seu desenvolvimento. Está muito difícil com toda essa situação da covid-19, mas ela adora quando a “tia” chega para ficar com ela e fazer as atividades. Hoje estou muito feliz por estar aqui e ter a minha filha incluída”.

O Programa Criança Feliz é uma importante ferramenta para que famílias com crianças entre zero e seis anos ofereçam a seus filhos ferramentas para promover seu desenvolvimento integral. Por meio de visitas domiciliares às famílias participantes do Programa Bolsa Família, as equipes do Criança Feliz fazem o acompanhamento e oferecem orientações importantes para fortalecer os vínculos familiares e comunitários e estimular o desenvolvimento infantil.

As comunidades inscritas no programa são Centro, Meio da Serra, Alto da Serra, Contorno, Siméria, São Sebastião, Floresta, Sargento Boening, Sertão do Carangola, Vicenzo Rivetti, Côrreas, Atílio Marotti, Comunidade do Neylor, Comunidade do Alemão, Jardim Salvador, Roseiral, Quitandinha, Independência, Retiro, Madame Machado, Nogueira, Bairro da Glória, Bonfim, Castelo São Manoel, Calembe, Bonfim.

“Hoje foi um dia muito especial para as famílias dessas crianças que estão sendo atendidas pelo programa. O trabalho do Programa Criança Feliz ajuda nesse vínculo entre a família e a criança, além do desenvolvimento emocional e intelectual delas”, aponta a secretaria de Assistência Social.


Quem foi imunizado na Escola Josemar Contage, Centro de Saúde do Itamarati e UBSs Morin e Quitandinha deve se encaminhar aos pontos de vacinação que substituirão estes locais, nos mesmos bairros

As pessoas que precisam retornar agora para a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 devem ficar atentas: isso porque em alguns locais, o aumento da demanda levou a Secretaria Municipal de Saúde a alterar pontos de vacinação dentro dos próprios bairros, há cerca de três meses, com o objetivo de ampliar a capacidade de atendimento. Com isso, quem tomou a primeira dose na Escola Josemar Contage, Centro de Saúde do Itamarati e UBSs Morin e Quitandinha deve se encaminhar para os novos pontos de vacinação para a segunda dose.

Quem tomou a primeira dose na UBS do Morin precisa se encaminhar para o Hipershopping do Alto da Serra. A pessoa que foi imunizada na UBS do Quitandinha deve procurar a Casa de Portugal. O público que recebeu a vacina na Escola Josemar Contage tem que se dirigir para o Esporte Clube Corrêas. Já quem foi vacinado no Centro de Saúde do Itamarati deve seguir para o Clube Palmeira, no Itamarati, para completar o ciclo de imunização.

O secretário de Saúde alerta para a população estar atenta aos novos pontos de imunização: “Realizamos as mudanças há alguns meses para ampliar o atendimento da população, mas percebemos que algumas pessoas ainda têm dúvidas. Além de reforçar a orientação nos antigos postos de vacinação, estamos ampliando a divulgação da orientação a estas pessoas que precisam, agora, retornar para a segunda dose. É muito importante que todos completem o ciclo de imunização. A vacina salva vidas”, frisou.

É importante ressaltar que a recomendação é que as datas de retorno previstas no cartão de vacinação sejam seguidas. Isso porque a Secretaria de Saúde realiza o envio das doses para os pontos de imunização de acordo com a data de volta agendada.

Retorno para segunda dose aos domingos

A Secretaria de Saúde também esclarece que se a data de retorno para aplicação da segunda dose da vacina for um domingo, a orientação é que a pessoa compareça ao ponto de vacinação onde recebeu a primeira dose na sexta-feira anterior ou na segunda-feira seguinte à data marcada no cartão de vacina. Isso porque não há aplicação de doses da vacina aos domingos, salvo em casos específicos, como os mutirões realizados para acelerar a aplicação de primeiras doses.

“Observe seu cartão de vacinação onde está especificada a data de retorno para aplicação da segunda dose. Se a data marcada cair em um domingo, a orientação é que a pessoa compareça ou na sexta-feira ou na segunda-feira, datas mais próximas ao agendamento. É importante que ninguém deixe de retornar para concluir o esquema de vacinação. Isso é fundamental para sua saúde e controle da pandemia”, conclui o secretario de saúde.

Abertos mais dois pontos de vacinação

Nesta semana a prefeitura deu início à vacinação contra Covid-19 em dois novos locais: no ginásio do SC Magnólia e mais um no Parque Municipal, em Itaipava, que agora conta com dois pontos de vacinação. Com os novos espaços, o município amplia a capacidade e agiliza o atendimento, já que agora também conta com o retorno do público para aplicação da segunda dose das vacinas AstraZeneca e Pfizer.

“Estamos em uma fase que estão sendo vacinadas as pessoas acima de 40 anos com a primeira dose e o público está retornando para aplicação da segunda dose da vacina. Com esses dois novos espaços conseguiremos atender a todos. Agora Petrópolis conta com 12 pontos de vacinação, distribuídos nos cinco distritos da cidade”, ressalta o governo interino.

Uma força tarefa foi organizada, com apoio do município, para percorrer as áreas de maior risco e orientar a população.

Nesta quinta-feira (22), o Instituto Estadual do Ambiente - Inea deflagrou, na Região Serrana, a Operação Fumaça Zero. Em Petrópolis, a ação de conscientização contou com o apoio da prefeitura, através da Guarda Civil e da Defesa Civil. Moradores foram notificados sobre os riscos das queimadas, para limpeza de terrenos e lixo, bem como sobre o fato de que soltar balões é crime. Neste momento de estiagem, quando essas práticas se tornam mais comuns, o objetivo é reduzir em 30% (na comparação com 2020) os focos de incêndio. Iniciada em maio, hoje foi o dia “D” da operação.

“Essa é uma importante integração de forças entre o Estado e o município, nesse trabalho de mostrar para a população o papel de todos nós no combate às queimadas. Os incêndios florestais trazem prejuízos, não só para nossas matas e nossa fauna, mas também para a própria população, com a poluição do ar e os riscos à vida das pessoas”, destacou o governo interino.

Em Petrópolis, o alvo principal da força tarefa foi o bairro de Secretário, distrito de Pedro do Rio. “O levantamento feito pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), referente aos últimos dez anos, aponta que 52% dos focos de incêndio de Petrópolis aconteceram nesta região de Secretário (Pedro do Rio)”, ressaltou o chefe de unidade do Inea.

Desde o início da manhã, os agentes percorram a estrada da Cachoeirinha e as demais vias vicinais da região, indo de casa em casa, orientando e notificando os moradores. Entre as pessoas abordadas pelos agentes públicos estava o técnico em jardinagem Orlando dos Santos Silva, que entende a importância do trabalho de prevenção. “É muito importante essa conscientização para evitar as queimadas. Todos os anos, a gente vê esse grande número de queimadas e os helicópteros do Corpo de Bombeiros se esforçando muito para apagar. Se a gente evitar que aconteça é muito melhor”, destacou.

Além do bairro Secretário, no distrito de Pedro do Rio, a força tarefa percorreu ainda a Estrada Philuvio Cerqueira Rodrigues (Br-495), que liga a cidade à Teresópolis. A operação vem combatendo incêndios e realizando ações de conscientização com moradores e trabalhadores de locais que precisam lidar com as queimadas ano a ano. A união das esferas pública e privada aumenta a abrangência da operação, que acontece em 13 municípios da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro.

“A gente já observa na região o aumento desse tipo de ocorrência, como consequência da estiagem. Especialmente a partir do segundo distrito (Cascatinha), o risco de incêndio em vegetação atingiu o nível máximo. Tivemos, por exemplo, no início da semana, um incêndio no Morro do Xingú, na Posse, que chegou próximo às residências. E a causa desses incêndios é, quase sempre, a ação humana. Seja na limpeza de terrenos com queimadas ou ainda no crime que é soltar balões, como está previsto na lei nº 9.605/98. O dia “D” da Operação Fumaça Zero é uma ação importante, porque mobiliza a população neste alerta”, ressaltou o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias de Petrópolis, que lembra ainda que no último fim de semana a Defesa Civil deu início à ronda preventiva, que auxilia o Corpo de Bombeiros na identificação de focos de incêndio. “A população também pode colaborar através do telefone 199”.