A Secretaria de Saúde informa que problemas no servidor estão impedindo, na manhã deste domingo (18) o acesso ao formulário para cadastramento da vacinação contra covid-19. A falha no servidor, que é contratado, foi ocasionada por sobrecarga, com registro de quase 3 mil acessos simultâneos por minuto. A secretaria já está em contato com a empresa responsável para que a questão seja sanada o quanto antes. O acesso ao agendamento estará novamente libera do até o fim da tarde.

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência no sábado (17/07) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 1.519 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 1.075 receberam a primeira dose e 444 receberam a segunda dose. Até o momento 134.690 pessoas receberam a primeira dose, 44.803 receberam a segunda dose e 6.726 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização foram vacinados 441 idosos, sendo um com a primeira dose e 440 com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em 1.067 pessoas com idade entre 43 e 59 anos sem comorbidades.; Uma pessoa nesta faixa etária também recebeu a segunda dose.

Também receberam a primeira dose do imunizante cinco pessoas com comorbidades.

Receberam a vacina ainda gestante, vacinada com a segunda dose e uma puérpera com a segunda.

Equipes vacinaram também dois profissionais, de Saúde com a segunda dose e um trabalhador da Educação com a primeira dose.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue na segunda (19/07), com a vacinação de pessoas acima de 40 anos sem comorbidades e pessoas de grupos prioritários elencados pelo Ministério da Saúde. O cadastro, que será aberto neste domingo, deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). A vacinação contra a covid-19 acontece em pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

Vacinação deste grupo começa nesta segunda-feira (19.07)

A Prefeitura de Petrópolis vai ampliar, neste domingo (18), a faixa etária da campanha de vacinação contra covid-19. O cadastro será liberado pela manhã para pessoas a partir dos 40 anos, que começam a ser vacinadas na segunda-feira (19). A nova etapa foi definida após a chegada de uma nova remessa de vacinas. Neste momento serão liberadas 5 mil vagas, número que corresponde à quantidade de doses recebidas. Para agendar a vacina é preciso fazer previamente o cadastramento no site da Prefeitura - www.petropolis.rj.gov.br

O governo interino lembrou que a meta é chegar ao fim do mês com a vacinação de pessoas a partir dos 35 anos. "Estamos abrindo mais um ponto de vacinação no Bingen, no Esporte Clube Magnólia. Assim ampliamos nossa capacidade de atendimento", detalhou. É importante, no entanto, que todos lembrem que o número de vagas para a vacinação corresponde sempre ao número de doses recebidas. Isso garante que todos os que agendarem a vacinação encontrarão a sua dose no local escolhido. 

O secretário de Saúde frisou a importância de todos atenderem os chamados para a vacinação. "A vacina é o principal instrumento que temos para o controle da pandemia. Sua eficácia vem se comprovando com a redução sustentada que observamos há 45 dias nas demandas por atendimentos e internações de pacientes com covid", frisou, acrescentando  que este resultado não acaba com a necessidade de medidas de prevenção. 

“É importante que as pessoas continuem respeitando as medidas de prevenção. Mesmo quem tomou vacina não deve relaxar. Ainda é preciso usar a máscara, lavar bem as mãos - quando isso não for possível, usar o álcool em gel - e evitar as aglomerações. Precisamos que cada pessoa continue fazendo  a sua parte para que possamos superar esta pandemia, porque ela ainda não acabou", destaca.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue em pontos instalados nos cinco distritos. Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428


A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, neste sábado (17/07), em 19,40% em leitos clínicos e 37,50% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 90 pacientes internados, sendo 55 em UTIs e 35 em leitos clínicos.

Até agora foram realizados no município 176.394 testes para Covid-19, com 43.014 resultados positivos e 132.626 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.345 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

O trabalho será integrado ao Corpo de Bombeiros e a guarda-parques e brigadistas das áreas de conservação do município.

Com a chegada do período de estiagem se aproximando e com ele o risco de incêndios florestais, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias - SDCAV começa, a partir de terça-feira (20), a “Ronda Preventiva”. O trabalho, que envolve a integração de forças com o Corpo de Bombeiros e com instituições de proteção ao meio ambiente das áreas de conservação do município, como o ICMBio, a Rebio Araras, Revisest, Inea e o IBAMA, consiste no planejamento, monitoramento e vistoria das áreas florestais.

“É um momento decisivo de enfrentamento aos incêndios florestais. O trabalho preventivo, bem como as ações coordenadas e integradas, é fundamental para que a Defesa Civil e os demais órgãos de conservação ambiental estejam preparados para dar uma pronta resposta”, disse o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias.

A partir de terça-feira, agentes da SDCAV passam a percorrer os locais com maior índice deste tipo de ocorrência (tendo como base as estatísticas oficiais). A ação de monitoramento serve, caso um foco seja avistado, para alertar o Corpo de Bombeiros e acionar os militares imediatamente. “A equipe da Ronda Preventiva também atuará até que a guarnição de socorro do CBMERJ chegue ao local, e depois permanece em apoio, para que o evento não se torne uma ameaça ainda maior, minimizando desta forma os danos ambientais causados pelos incêndios florestais”, destacou o secretário.

Além do monitoramento, os agentes da Defesa Civil seguem com o trabalho de conscientização. Além das notificações, também levando informações importantes para o enfrentamento a este tipo de ocorrência, sobre as leis ambientais, as sanções e providências a serem tomadas, como a construção de aceiros como forma de prevenção.

“A Ronda Preventiva contará com uma viatura, munida de sistema de pressurização e reservatório de água, bombas costais e abafadores para que os agentes possam atuar de forma mais efetiva. Vale ressaltar que esta ronda não se limita somente ao perímetro urbano, mas também às nossas estradas e rodovias, já que, além do prejuízo ambiental causado pelos incêndios florestais, a fumaça densa nas estradas oriunda deste tipo de ocorrência somada a alta velocidade, pode causar acidentes gravíssimos”, pontuou.


As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na sexta (16/07) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.474 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 1.700 receberam a primeira dose, 752 receberam a segunda dose e 22 receberam a dose única do imunizante. Até o momento 133.615pessoas receberam a primeira dose, 44.359 receberam a segunda dose e 6.726 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização foram vacinados 677 idosos, sendo 12 com a primeira dose e 665 com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em 1.700 pessoas com idade entre 43 e 59 anos sem comorbidades. Uma pessoa nesta faixa etária também recebeu a segunda dose.

Também receberam a primeira dose do imunizante 26 pessoas com comorbidades e um deficiente.

Receberam a vacina ainda 12 gestantes, sendo 11 com a primeira dose e uma com a segunda. Além dessas, 39 puérperas e lactantes receberam a vacina, sendo 38 com a primeira dose e uma com a segunda.

Equipes vacinaram também 123 profissionais, de Saúde, sendo 47 com a primeira dose e 76 com a segunda. Também receberam a primeira dose, 23 trabalhadores da Educação, sendo 15 com a primeira dose e oito com a segunda. Também foram vacinados 22 pessoas em situação de rua.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue neste sábado (17/07), com a vacinação de pessoas acima de 43 anos sem comorbidades e pessoas de grupos prioritários elencados pelo Ministério da Saúde. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). A vacinação contra a covid-19 acontece em pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

As imagens de uma onça-parda em plena Estrada da Saudade, na madrugada desta sexta-feira (16), chamou a atenção dos petropolitanos e preocupou ambientalistas. Isso porque, como ela estava fora de seu habitat natural, que é a mata, acidentes poderiam ter sido registrados, já que é um animal selvagem de médio porte, sem convívio com humanos.

Como forma de orientar a população sobre como agir no caso de avistamento de um animal do tipo, as equipes da ReBio Araras e da Secretaria de Meio Ambiente, prepararam uma orientação com os procedimentos que devem ser adotados. “Uma das primeiras medidas no caso avistamento é acionar o Corpo de Bombeiros, que já está sobreaviso”, explica uma integrante da Secretaria de Meio Ambiente.

De acordo com Erika Melo, chefe da ReBio Araras, a onça-parda é um animal de hábito solitário e noturno e, no Brasil, não existe registro de ataques a humanos. “Elas tendem a fugir. A única situação de atenção é quando está cuidando dos filhotes, o que é comum entre outros animais, inclusive nós humanos”, frisa.

A orientação é que as pessoas, se avistarem uma onça parda, deem espaço para o animal escapar, não se aproximem ou agridam. É importante manter o contato visual, falar alto e firme e levantar os braços para parecer maior. Os especialistas dizem que nunca devemos dar as costas ao animal.

Já os moradores das áreas onde o animal foi avistado podem adotar algumas medidas: se possível, instalar sensores de presença com acionamento de luz por movimento; manter animais domésticos ou de criação presos à noite, em locais iluminados ou próximos às residências; deixar rádio ou outro aparelho sonoro ligado próximo ao local de avistamento.

O Parque Natural Municipal, na Avenida Ipiranga, está se consolidando como um dos principais pontos de visitação do município. Um levantamento realizado pela Secretaria de Meio Ambiente mostra que, desde a reabertura, na segunda quinzena de fevereiro, mais de 2,6 mil pessoas visitaram o espaço. As áreas de lazer do parque foram as mais procuradas.

“O Parque é um importante atrativo da cidade e, por isso, tivemos o cuidado de garantir que ele fosse realmente cuidado. Realizamos um diagnóstico das necessidades e providenciamos as melhorias necessárias”, disse o governo interino.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, a pesquisa mostrou que a Praça dos Saguis é a área mais utilizada do parque e recebeu 47,2% dos visitantes. A Trilha Rodolfo Born, com cerca de 500 metros de extensão, teve 35,2%, enquanto a Trilha da Casa da Mata, com 1400 metros, registrou 17,5%.

Ao todo, até o dia 31 de junho, todo o parque recebeu 2.644 visitantes. Destes, 2.484 são do estado do Rio de Janeiro. “Percebemos que a maioria do público é petropolitano e isso nos deixou bastante animados. Temos uma área verde segura para caminhadas, exercícios ao ar livre, piqueniques”, destaca o secretário de Meio Ambiente.

O estudo mostrou ainda a idade dos frequentadores. Cerca de 60% deles tem idade entre 30 e 55 anos, seguido por jovens de 18 a 28 anos, crianças e adolescentes de 5 a 14 anos e, por último, pessoas com a faixa etária entre 55 e 80 anos. “O maior público de qualquer unidade de conservação sempre foi o escolar, porém, com a suspensão das aulas, o número de visitantes dessa faixa etária diminuiu de forma considerável. Pela primeira vez esse público é menor do que o de adultos”, explica o assessor de direção do Parque Natural e coordenador de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente.

Além de preservar toda a fauna e a flora, no local foi realizada a revitalização de toda a sinalização e recuperação da área de passagem das trilhas. “Foram quase 120 metros de passadiços revitalizados e mais de 20 placas, que estavam defasadas ou destruídas, substituídas. Fizemos a limpeza, instalamos sinalização e assim pudemos reabrir a Trilha da Mata. Ela é a mais alta do parque, porém, era pouco visitada, pois as pessoas tinham medo de se perder. Hoje podem fazer sem qualquer risco. Ver o parque reunindo famílias, casais e grupos de amigos, é muito gratificante”, completa.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta sexta (16/07), em 19,40% em leitos clínicos e 43,18% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 92 pacientes internados, sendo 59 em UTIs e 33 em leitos clínicos. Seis óbitos foram confirmados e incluídos na base estatística nesta sexta-feira.

Até agora foram realizados no município 176.145 testes para Covid-19, com 42.985 resultados positivos e 132.536 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.345 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Homem, 63 anos, morador em Itaipava. Internado em 01.06.2021 no HAC. Óbito registrado em 08.06.2021 no HAC. Paciente com Insuficiência hepática e Doença renal crônica

Mulher, 39 anos, moradora no São Sebastião. Internada em 10.06.2021 na UPA Centro. Óbito registrado em 10.06.2021 na UPA Centro. Paciente sem comorbidades.

Homem, 83 anos, morador no Duchas. Óbito registrado em 12.06.2021. Paciente com hipertensão arterial, diabetes e doença renal crônica.

Mulher, 59 anos, moradora no Duarte da Silveira. Internada em 11.06.2021 na UPA Centro e transferido para o HAC. Óbito registrado em 18.06.2021 no HAC. Paciente com câncer e diabetes.

Mulher, 84 anos, moradora no Quissamã. Internada em 23.06.2021 no PSLS e transferida para o SMH. Óbito registrado em 05.07.2021 no SMH. Paciente com hipertensão arterial, diabetes e Hipotireoidismo.

Homem, 52 anos, morador no Retiro. Internado em 10.07.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 15.07.2021 no HNSA. Paciente com doença cardiovascular crônica.

O governo interino e o secretário de Saúde acompanharam na manhã desta sexta-feira (16/07) o funcionamento o mamógrafo digital no Centro de Saúde Coletiva Professor Manoel José Ferreira, no Centro. A vistoria foi acompanhada pela presidente da Associação Petropolitana de Pacientes Oncológicos (APPO), Ana Cristina Mattos e pelo deputado federal Hugo Leal, autor da emenda parlamentar que permitiu a aquisição do equipamento, que começou a funcionar no dia 30 de junho. Em 15 dias de funcionamento cerca de 130 exames foram realizados na unidade.

“A mamografia é fundamental para o diagnóstico precoce do câncer de mama, o que faz toda diferença no tratamento da doença. É um equipamento moderno, que já vínhamos solicitado há mais de quatro anos”, conta a presidente da APPO, Ana Cristina Mattos, lembrando a importância do apoio do deputado Federal, Hugo Leal.

“Recebemos esta demanda da APPO, conseguimos direcionar o recurso para a aquisição do mamógrafo. É uma realização ver que hoje este equipamento está funcionando”, disse o deputado.

O governo interino agradeceu a presença da presidente a APPO, do parlamentar e lembrou que inicialmente estão sendo realizados 50 exames por semana, número que será ampliado gradativamente até chegar à capacidade total do equipamento - entre 500 e 600 exames por mês.

“Trabalhamos muito desde o início da gestão para que este equipamento fosse colocado em funcionamento. O mamógrafo digital é um instrumento importante para preservarmos a saúde das mulheres”, destaca o governo interino.

Além do Centro de Saúde, os exames de mamografia vêm sendo realizados no Hospital Alcides Carneiro em clínicas credenciadas ao SUS.

O mamógrafo digital chegou a ser inaugurado pela gestão passada, mas não entrou em operação pela falta de um dosímetro radiológico, de filmes especiais para a impressão de exames, além licenças e normativas necessária ao funcionamento de equipamentos radiológicos.

“Colocar este mamógrafo para funcionar foi um dos desafios que encontrei ao assumir a gestão da Secretaria de Saúde. É um equipamento moderno e que tinha demandas bastante especificas que conseguimos resolver e que permitiram que ele pudesse entrar em funcionamento. Isso foi possível com o esforço da equipe da Secretaria de Saúde, e da equipe técnica do Centro de Saúde. Hoje temos na rede um equipamento moderno e com qualidade diferenciada para atender as mulheres”, explica o secretário de Saúde.

A diretora do Centro de Saúde lembrou que a unidade está designando um dia por semana – às quartas-feiras - para atender aquelas pacientes com necessidades especiais. “É uma atenção especial àquelas pessoas com problemas de locomoção, equilíbrio ou outras necessidades especiais”, explica, lembrando que a unidade conta com uma equipe com profissionais qualificadas, com experiência na realização de mamografia. A equipe foi treinada para operar o mamógrafo novo, que tem uma tecnologia nova.

O Instituto Municipal de Cultura (IMC) lança na próxima segunda-feira (19/07) o "CDC Por Aí", com projeções de arte nas fachadas de prédios e pontos turísticos de Petrópolis. A primeira ação acontece neste mesmo dia no Obelisco, das 18h30 às 19h30, em homenagem ao Dia do Trovador, comemorado no domingo (18). Segundo o governo interino, o objetivo é valorizar o potencial criativo da cena cultural da cidade e fomentar o acesso por parte de toda a população.

A trova é um gênero literário que possui extensa abrangência através da União Brasileira de Trovadores, instituição sem fins lucrativos que possui seções e delegacias espalhadas em todo o território nacional, inclusive em Petrópolis, sob a presidência da poetisa Catarina Santos, que sucedeu Roberto Francisco, que ficou à frente do movimento por mais de 40 anos.

Entre as trovas a serem exibidas em formato de projeção no Obelisco estarão presentes as dos poetas Roberto Francisco, Catarina Santos, Luiz Carlos Rodrigues Soares, Marcia Alamino, Marina Branquinho Alves, Fernanda Forster, Rodolfo Andrade, entre outros. "Cada vez mais, a arte necessita criar oportunidades de acessibilidade e de envolvimento do público por meio de ações que despertem interesse da população sobre as suas diversas possibilidades", destaca a gerente do Centro de Cultura, responsável pelo projeto.

Além dos espaços culturais conhecidos, onde manifestações cênicas são esperadas através de apresentações de teatro, música e exposições de obras de arte, as ruas se tornaram palco das mais diversas expressões. São esculturas vivas, painéis de grafite, músicos em galerias, vivências que, ao mesmo tempo em que trazem entretenimento à população, despertam curiosidade, reflexão e evolução no campo das ideias.

"As formas de manifestação artística agregam linguagens o tempo inteiro, acompanhando a rapidez com que surgem as novas tecnologias. Vamos explorar espaços conhecidos dos petropolitanos levando arte e cultura", completa a gerente do Centro de Cultura.

A secretaria de Obras encerrou nesta sexta-feira (16) uma espera de mais de dois anos pela recuperação da galeria pluvial da Rua Bingen, na altura do acesso à Vila Militar, na pista sentido centro. A estrutura, por onde deságua um riacho da Rua Duque de Caxias, no Rio Piabanha, cedeu em 2019. E há dois anos a via, na área de acostamento, também começou a cair, impedindo a utilização da área de estacionamento.

“Foi uma intervenção feita com recursos do município e que evitou que todo aquele trecho continuasse cedendo e acabasse interrompendo também o tráfego na Rua Bingen, trazendo prejuízos ainda maiores à população”, informou o secretário de Obras, que pontuou ainda que parte do teto da galeria do riacho foi refeito e também foi instalada uma manilha para o escoamento pluvial,

O trabalho de recuperação incluiu a reconstrução da galeria, a confecção de um muro ciclópico e a pavimentação do trecho. “Houve ainda apoio da Águas do Imperador, que também melhorou a captação de esgoto no local, direcionando os resíduos para a estação de tratamento. Era um problema que começou há cinco anos, quando desabou o teto da galeria. Há dois, a situação se agravou, quando a área de acostamento da pista começou a ceder em função do problema. Agora, conseguimos dar uma resposta à população”, ressalta o secretário.

Muro de contenção também no Carangola

Também com recursos do município e apoio de empresários do bairro Carangola, a secretaria de Obras deu início hoje à recuperação da Rua Agostinho Bernardo Rodrigues, no Cidade Nova, Carangola. “Serão 15m de extensão de um muro gabião com dois metros de altura. Ou seja, 30m² de muro. O trecho cedeu há alguns anos, o que vem dificultando a passagem, especialmente de veículos pesados no local (ônibus e caminhões), já que houve estreitamento da via”, informou o secretário de Obras.

Inscrições para professores da Rede Municipal de Educação

Graças a uma parceria entre a Secretaria de Educação de Sobral, no Ceará e a Prefeitura de Petrópolis, os professores da rede municipal de Petrópolis terão a oportunidade de participar de mais um curso: Formação em Metodologias, Práticas Pedagógicas e Tecnologias Educacionais. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no link: https://www.even3.com.br/inscricaomppte 

A formação é uma iniciativa é da Universidade Federal do Ceará (UFC), por meio do Laboratório Digital Educacional (LDE), em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), a Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) e a Secretaria de Educação de Sobral-CE. O curso é gratuito e as aulas serão realizadas ao vivo às sextas e aos sábados, das 14h às 17h, durante os meses de agosto a novembro, com transmissão pelo canal do Laboratório Digital Educacional no Youtube. As aulas também ficam gravadas no canal para os cursistas que não conseguirem assistir ao vivo ou para revisão dos conteúdos.

A aula de abertura será realizada no dia 6 de agosto, no canal https://www.youtube.com/ldeufc.

“Mais uma ótima oportunidade de atualização e Petrópolis só tem a agradecer à Secretaria de Sobral por essa contribuição. Tenho certeza que essa será a primeira de muitas parcerias em prol da educação”, disse o governo interino.

O curso terá como base as competências gerais da Base Nacional Comum Curricular: conhecimento; pensamento científico, crítico e criativo; repertório cultural; comunicação; cultura digital; trabalho e projeto de vida; argumentação; autoconhecimento e autocuidado; responsabilidade e cidadania. Também serão abordados temas como docência no ensino híbrido, formação de professores na cultura digital, jogos e gamificação na educação, metodologias ativas e aprendizagem, produção e uso de tecnologias para educação, entre outros.

Os conteúdos serão abordados por professores, doutores, mestres, especialistas e pesquisadores de Universidades e instituições educacionais públicas e privadas do Brasil e de outros países. Com carga horária total de 180 horas, o curso terá os certificados emitidos pela Pró-Reitora de Extensão da Universidade Federal do Ceará para os cursistas que alcançarem uma nota sete na média final.

A secretária de Educação salienta a importância da participação dos docentes. “Temos realizado muitas formações e cursos desde o início do ano, de forma remota, destacando os novos desafios enfrentados pelos professores nesse momento em que a educação teve que se reinventar por conta da pandemia e ter o apoio e a oportunidade de aprender ainda mais com professores, mestres, especialistas e pesquisadores que têm se empenhado em conhecer um pouco mais sobre didáticas diferenciadas sobretudo ensino híbrido, certamente será engrandecedor. Esperamos que nossos professores participem”.


A instituição completou 31 anos nesta semana, quando também fez aniversário a Guarda Civil de Petrópolis.

O governo interino fez uma homenagem, nesta sexta-feira (16), aos policiais do 26º Batalhão da Polícia Militar (o Batalhão Dom Pedro II), que completou 31 anos nesta semana. Ele entregou uma placa à comandante do batalhão, a tenente-coronel Simone de Almeida Silva, em evento que reuniu os militares do 26º BPM e a Guarda Civil de Petrópolis, que completou 97 anos também nesta semana.

O governo interino parabenizou a comandante da instituição, que é a primeira mulher à frente do batalhão, pela atuação no combate a crimes e agradeceu pela parceria nas ações integradas de segurança.

“Queríamos hoje parabenizar (a PM) pelo trabalho que vem sendo executado. À comandante Simone, o meu muito obrigado pelo que todos vêm fazendo pelo nosso município. Há uma grande integração hoje da prefeitura, como um todo, com o batalhão, que passa pelas ações integradas com o CIMOP (Centro Integrado de Monitoramento e Operações de Petrópolis), com a Defesa Civil, com a Guarda Civil”, afirmou o prefeito.

Estiveram ainda no encontro os secretários da Defesa Civil e SSOP, além do superintendente adjunto da Guarda Civil Edgar Theobald. “O 26º BPM tem sido um grande parceiro em todas as nossas ações, sejam elas de enfrentamento à pandemia, sejam as demandas diárias de segurança pública, nas fiscalizações, Choque de Ordem. É um grande parceiro”, destacou.


A prefeitura, através da Secretaria de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL), vai promover o Festival das Comunidades no Atílio Marotti no dia 24 deste mês. Serão realizadas atividades diversas como recreação infantil, alongamento e futebol na quadra comunitária do bairro. A programação acontece das 9h às 12h e será acompanhada por profissionais de educação física e estagiários.

O objetivo do Festival das Comunidades é estimular a prática esportiva nos bairros. "Criamos o programa em 2017, quando eu era Secretário de Esportes do município, e foi muito bem aceito nos locais realizados. É uma atividade itinerante e que abre espaço para crianças e adolescentes participarem", ressaltou o governo interino.

Segundo o secretário da SEPJIL, a pasta está elaborando um cronograma para que o Festival das Comunidades atenda a todos os distritos de Petrópolis. "No Atílio Marotti a gente consegue receber crianças de outros locais, como do Quarteirão Brasileiro, por exemplo. Queremos oferecer o programa em todas as regiões da cidade", afirmou.

Vai ao ar no domingo (18/07), no Diversão com Arte, o segundo episódio da minissérie Cucaracha e Theobalda da minissérie Cucaracha e Theobalda: Um Novo Olhar para o Lar. O programa será exibido no canal oficial da prefeitura no Youtube às 16h. A dupla promete arrancar risadas de toda a família com a história de duas palhaças buscando alcançar objetivos em comum, com empatia, coragem e companheirismo, rindo dos seus erros e admirando suas potencias. A produção foi contemplada pelo edital da Lei Aldir Blanc.

Na minissérie, Theobalda recebe pelo correio sua última compra na internet: um jogo com instruções misteriosas que ela prontamente divide com sua melhor amiga, Cucaracha. Juntas, porem separadas cada qual em seu lar, elas brincam redescobrindo os cômodos de suas casas, e cada um destes proporciona uma experiência sensível e lúdica. O primeiro episódio é chamado "A Sala" e toda a minissérie será apresentada até o fim deste mês.

Como são artistas essencialmente do palco, os desafios do isolamento por conta da pandemia deram à dupla Raquel Theo e Florencia Santángelo a chance de iniciar uma revigorante pesquisa audiovisual. As duas criaram uma série de vídeos, descobrindo um caminho de investigação dentro da dramaturgia da palhaçaria feminina.

Sobre o Diversão com Arte

O Diversão com Arte apresenta sempre aos domingos, às 16h, no canal de Youtube oficial da Prefeitura de Petrópolis, vídeos contemplados pelo editais da cultura no município. O objetivo é abrir espaço para os artistas petropolitanos.

Comemorando o Dia Nacional do Homem, celebrado no dia 15 de julho, a prefeitura de Petrópolis realizará através da Área Técnica de Saúde do Homem um mutirão de atendimentos para o público masculino neste sábado (17). A ação acontecerá em 31 unidades de saúde do município. Nos postos, serão oferecidos testes rápidos de Hepatites B e C, HIV e Sífilis, atendimento odontológico, aferição de pressão arterial, glicemia capilar, checagem de peso e altura para cálculo de IMC, atualização do cartão vacinal, orientações sobre planejamento familiar e vigilância nutricional do homem.

"Homem em Movimento: Visando o cuidado Integral da Saúde" foi o tema escolhido para ação. O objetivo, é fortalecer a importância do cuidado integral do homem, abordando assuntos como disfunções sexuais, infecções sexualmente transmissíveis, câncer de pênis e de próstata, ressaltar a importância da atividade física e do autocuidado, além de fortalecer o pré-natal do parceiro.

“Ressaltamos a necessidade do cuidado do homem com a sua saúde. Esse mutirão pelo Dia Nacional do Homem é um dos nossos incentivos para o público masculino buscar atendimento e o cuidado necessário”, disse o governo interino.

O mutirão de atendimentos neste sábado (17) será realizado nas unidades de saúde dos bairros: Araras, Águas Lindas, Dr. Thouzet, Alto da Serra, Vale do Carangola, Alto Siméria, Retiro, Secretário, Pedro do Rio, Amazonas, Lajinha, Vale das Videiras, Meio da Serra, Boa Esperança, Primeiro de Maio, Estrada da Saudade, Fazenda Inglesa, Moinho Preto, São João Batista, Castrioto, Santa Trindade, São Sebastião, Morin, Vila Felipe, Castelo São Manoel, Nova Cascatinha, Itamarati, Independência, Quitandinha, Bonfim, Itaipava, e no Centro de Saúde.

O secretário de Saúde ressalta que as ações estão sendo realizadas desde o dia 10: “Demos início aos atendimentos dos homens na unidade de saúde da Posse no sábado e durante a semana continuamos em Vila Rica, Itaipava, Bataillard, Pedras Brancas, Machado Fagundes e no Caps Nise, na Montecaseros. No próximo sábado (24), finalizamos os trabalhos referentes ao Dia do Homem na unidade Menino Jesus”.

A coordenadora de saúde do homem destaca a necessidade de conscientização do público masculino: “Buscamos valorizar a saúde do homem e fazê-los entender da importância do diagnóstico de doenças que podem afetar o bem-estar deles. Por isso a importância de realizar exames periodicamente e buscar informações sobre os cuidados básicos de saúde e para o corpo”.

O prefeito interino de Petrópolis garantiu, nesta sexta-feira (16/7), a redução na tarifa de ônibus a partir do dia 1º de agosto. A redução será de R$ 0,20, de R$ 4,40 para R$ 4,20. Além disso, o governo municipal conseguiu junto às empresas a assinatura de um termo de compromisso para o retorno de 100% da frota de ônibus nas linhas troncais, em horários de pico.

As mudanças ocorrem após pressão do governo municipal para garantir melhorias no sistema de transporte, já que uma decisão judicial determinou, no fim do ano passado, pagamento de subsídio às empresas, em decorrência de alegado desequilíbrio financeiro durante a pandemia e também do não pagamento de valores previstos em lei para subsidiar a gratuidade de estudantes. Desde o início do ano, o governo municipal vem negando o pagamento sem a garantia de melhorias no sistema, em benefício da população. A contrapartida garantida agora - com redução do valor da passagem e retorno da frota - segue na contramão do que vêm fazendo outros municípios, ao subsidiar o transporte público no contexto da pandemia da covid-19, sem qualquer tipo de melhoria no sistema.

“Desde o início do ano vínhamos buscando diálogo com as empresas, de forma a garantir melhorias no sistema de transporte. Tudo o que envolve este serviço sempre foi motivo de muita preocupação, especialmente neste período de pandemia. O problema é que toda a questão estava judicializada, o que dificultava a gestão do município sobre o serviço”, explicou o governo interino.

“Agora, com a garantia de redução da tarifa e compromisso das empresas - formalizado judicialmente - de retorno da frota nos horários de maior movimento, damos um passo firme e importante na direção de soluções para tenhamos um transporte mais eficiente e de melhor qualidade. Temos conhecimento das alegações das empresas, mas também, e principalmente, da necessidade do trabalhador que depende do transporte público”, destacou o governo interino, que trabalhou ao lado do procurador do Município e do Controlador Geral no processo que culminou, agora, no termo de compromisso validado por empresas, Prefeitura e Ministério Público. “É uma vitória em favor da população”, frisou.

Para cobrar a redução da passagem, o município utilizou o simulador de tarifas do próprio Sindicato das Empresas de Transporte – Setranspetro, que previa que, se houvesse pagamento de subsídio municipal para a gratuidade, a tarifa poderia ser mais barata. “Essa redução do valor faz parte de um pacote de mudanças no sistema proposto pelo município”, salientou o diretor-presidente da CPTrans.

Segundo o procurador geral do município, as empresas assumiram o compromisso de já retomar a operação com média de 80% da oferta de viagens e 90% das linhas troncais nos horários de pico. A partir de 1º de agosto, a operação deve ser com 100% da frota nas linhas troncais nos horários de pico. “Neste prazo de um mês as empresas deverão se readequar, contratando rodoviários para garantir o retorno das linhas e horários que deixaram de operar”, ressaltou.

“Se era necessário pagamento do subsídio, era também necessária a garantia de um sistema de transporte melhor, com mais ônibus em circulação e infraestrutura adequada. Estudamos ainda a implantação de corredores exclusivos em vias troncais e medidas que já estão sendo adotadas para impedir a concorrência desleal, como a intensificação, junto com o Detro, das fiscalizações no transporte clandestino”, ressaltou o diretor-presidente da CPTrans.

O subsídio em outras cidades

Na última semana, a prefeitura de Juiz de Fora, Minas Gerais, anunciou o subsídio do transporte coletivo para manter o preço da passagem de ônibus sem reajuste. Segundo a gestão municipal da cidade mineira, um acordo realizado para evitar o aumento da tarifa e evitar demissões. Em abril, sem anunciar contrapartidas, a prefeitura de Campinas, no interior de São Paulo, divulgou o subsídio de R$ 72 milhões ao sistema de transporte público. Valor considerado insuficiente pela Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas.

Na capital, em março, a Rio Ônibus, sindicato que representa as empresas de ônibus do Rio de Janeiro, informou que acumula um déficit de receita de R$ 1,2 bilhão, considerando o período de um ano de pandemia de Covid-19, quando a média diária de passageiros transportados caiu (segundo o sindicato) de 3,5 milhões para 1,8 milhão. Um acordo de subsídio ainda não foi divulgado pela gestão municipal. Ainda em março, a perspectiva do aumento no ISS levou o Rio Ônibus a indicar a possibilidade de aumento de R$ 0,10 na tarifa.