As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na quarta (14/07) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 1.675 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 1.006 receberam a primeira dose e 669 receberam a segunda dose. Até o momento 130.155 pessoas receberam a primeira dose, 42.756 receberam a segunda dose e 6.704 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização foram vacinados 544 idosos, sendo quatro com a primeira dose e 540 com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 857 pessoas com idade entre 44 e 59 anos sem comorbidades e seis que receberam a segunda dose.

Também receberam a primeira dose do imunizante um deficiente e 28 pessoas com comorbidades. Outras 24 pessoas com comorbidades tomaram a segunda dose. Além destes, cinco pacientes acamados foram vacinados, das quais uma com a primeira dose e quatro com a segunda.

Receberam a vacina ainda 22 gestantes, sendo 16 com a primeira dose e seis com a segunda. Além dessas, 37 puérperas e lactantes receberam a vacina, sendo 36 com a primeira dose e uma com a segunda.

Equipes vacinaram também 141 profissionais, de Saúde, sendo 42 com a primeira dose e 99 com a segunda. Também receberam a segunda dose, 50 trabalhadores da Educação, dos quais 21 com a primeira dose e 29 com a segunda.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue na quinta (15/07), com a vacinação de pessoas acima de 43 anos sem comorbidades e pessoas de grupos prioritários elencados pelo Ministério da Saúde. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). A vacinação contra a covid-19 acontece em pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

Obra, que utiliza recursos do Finisa, vai se estender a outras ruas, totalizando o asfaltamento de 42 quilômetros de vias públicas.

O governo interino acompanhou, nesta terça-feira (13), o início das obras para asfaltamento da Rua João Xavier, no Bingen. Os trabalhos fazem parte do programa Acelera Petrópolis, que leva diferentes serviços aos quatro cantos da cidade, e se estenderão, nesta via, por 3 km. Além desta, outras 58 ruas pela cidade receberão novo asfalto, totalizando 42km. As obras de asfaltamento serão garantidas com recursos do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (FINISA), da Caixa Econômica Federal (CEF), e recursos próprios do município.

“Trabalhamos muito para garantir o início das obras. O pacote completo inclui 59 ruas, o que sem dúvida é um ganho enorme para a cidade. Ver as máquinas em operação na Rua João Xavier nos deixa satisfeitos. Era algo que os moradores esperavam há muito tempo”, destacou o governo interino, ao lado do secretário de Obras, Maurício Veiga, e do subsecretário de Obras.

Na Rua João Xavier, as estrias (processo de raspagem da pavimentação antiga) começaram a ser feitas na terça-feira. “Depois será instalada uma camada de 5 a 8 cm de asfalto, dependendo do trecho”, informou o Veiga, lembrando que o trabalho seguirá para as ruas Paulo Hervê e Henrique Cunha, além da Av. Lúcio Meira, no Bingen. “Serão 4,6km de ruas asfaltadas apenas aqui no Bingen. Depois o trabalho segue para a Nogueira, onde serão asfaltados 4,4km das Ruas Promenade, Dr. Bina e Padre Correa Lima, além da Estrada do Calembe”, informou o secretário de Obras.

Também haverá asfaltamento de vias no Centro, Morin, Siméria, Quitandinha, Itaipava, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Alto da Serra, Sargento Boening (trecho de acesso, Praça Pasteur e Saldanha Marinho) e Valparaíso.


O texto foi aprovado com 14 votos

Depois de 18 anos, Petrópolis tem uma nova Lei de Incentivos Fiscais. O novo texto foi aprovado em primeira e segunda discussão na Câmara de Vereadores nesta quarta-feira (14.07). Com 14 votos, o projeto com a nova lei tem como principal objetivo atrair novos empreendimentos para o município e fortalecer a economia. Mais moderno, o texto amplia o prazo do benefício para até 15 anos e cria novas regras, baseadas em pontuações, para definir como será o incentivo. Quanto mais pontos, maior o benefício.

A nova legislação foi estruturada a partir de estudos e pesquisas de leis similares de outros municípios, como Maringá, São José dos Campos e Juiz de Fora, entre outras. Será baseada em uma pontuação de incentivo fiscal que vai analisar critérios técnicos, financeiros e estratégicos. A tabela foi desenvolvida por um grupo de trabalho formado por representantes das secretarias de Desenvolvimento Econômico, Fazenda, Planejamento, Obras e Procuradoria.

“A nova lei torna a cidade mais atrativa para novos empreendimentos e também novos investimentos das que já estão instaladas na cidade. O texto foi atualizado e agora está mais adequado ao momento que vivemos. Vamos criar novos postos de trabalho, valorizar nossa produção local e envolver todos os negócios com a realidade da cidade”, aponta o governo interino.

Os critérios inseridos na tabela de pontuação para a liberação dos incentivos (redução do ISS, isenção de IPTU e isenção de licenças e taxas municipais) são mais diversificados do que na legislação anterior. Levam em conta o alinhamento com as principais vocações do município - com setores de turismo, tecnologia e têxtil - e critérios de geração de empregos diretos, compra de produtos locais, localização, soma de investimentos, capacitação, entre outros. Quanto mais critérios a empresa atender, maior será a pontuação.

“A lei anterior gerava dificuldade para a instalação e permanência dos empreendimentos, sem diferenciar empresas de maior porte de um empreendimento de menor porte. Observamos que era necessário mudar esse conjunto para estruturar uma lei mais atrativa e que atenda as demandas da cidade. Os empreendimentos devem estar incorporados à realidade do município” explica o secretário de Desenvolvimento Econômico.

O secretário de Desenvolvimento Econômico destaca ainda que o governo municipal vai promover um movimento para que as empresas possam se instalar no 3º distrito. “Vamos promover uma descentralização, com incentivos para instalações de empresas no 3º distrito. Lembro que a cidade também tem 60 galpões privados disponíveis para a instalação de empresas e indústrias. São aproximadamente 250 mil metros quadrados de área disponível. A nova lei possui objetivos claros e bem mais justos para as empresas.

Nova lei terá critério de dosimetria para cumprimento de critérios de fiscalização

A nova Lei de Incentivos Fiscais também apresenta uma outra novidade. Agora será adotada a dosimetria para os critérios de análise de prestação de contas das empresas. Esse fator oferecerá mais flexibilidade para a empresa na hora da prestação de contas, com a proporcionalidade do cumprimento do que for acordado em contrato. O secretário exemplifica que, se uma empresa cumprir 80% das exigências, receberá 80% dos incentivos fiscais previstos.

“Mais uma modernização do texto, um formato justo para a empresa e para o governo. Anteriormente, se faltasse na prestação de contas 2% do exigido, eram cobradas todas as taxas pelo período todo do incentivo. Com a nova lei, tudo será feito de acordo com a dosimetria, com critérios corretos e justos”, afirma o secretário, que destaca que o município hoje tem 20 empresas querendo se instalar na cidade. “Destas, oito já protocolaram a intenção de ir para o Condomínio Industrial da Posse, que hoje tem um projeto concreto, com a edificação das ruas, lotes, tudo em processo adiantado”.

Empresas também poderão ter incentivo fiscal mediante adoção de uma praça ou jardim

Dentro da revisão o empresário também encontrará mais uma contrapartida para conseguir o incentivo fiscal. Empresas de menor porte poderão adotar uma praça ou um jardim na cidade e ficarão responsáveis pelo espaço ao longo da duração do incentivo fiscal, que pode ser de um a 15 anos. O grupo de trabalho do governo municipal realizou um levantamento que o município possui 31 praças, com total de 42 mil metros quadrados. O secretário de Desenvolvimento Econômico destaca que “esse será um modo de beneficiar e inserir o empresariado com o município, além de esquentar mercado de jardinagem e paisagismo, que é bem grande na cidade”, completa.


A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta quarta (14/07), em 20,90% em leitos clínicos e 44,32% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 91 pacientes internados, sendo 54 em UTIs e 37 em leitos clínicos. Seis óbitos foram incluídos na base estatística nesta quarta-feira, porém, cinco deles são referentes ao período entre novembro de 2020 e abril deste ano, e foram inseridos agora no sistema, após o recebimento dos atestados de óbitos e resultados de exames com diagnóstico positivo.

Até agora foram realizados no município 175.386 testes para Covid-19, com 42.783 resultados positivos e 131.739 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.333 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Homem, 78 anos, morador no Morin. Internado em 09.11.2020 no PSLS e transferido para o SMH. Óbito registrado em 13.11.2020 no SMH. Paciente com aneurisma de aorta, hipertensão arterial e doença pulmonar obstrutiva crônica.

Mulher, 84 anos, moradora no São Sebastião. Internada em 12.01.2021 na UPA Centro e transferida para o HNSA. Óbito registrado em 14.01.2021no HNSA. Paciente com hipertensão arterial e doença cardiovascular crônica.

Homem, 69 anos, morador em Corrêas. Internado em 25.01.2021 no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. Óbito registrado em 03.03.2021 no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. Paciente com doença cardiovascular crônica.

Homem, 77 anos, morador na Vila Militar. Internado em 31.03.2021 na UPA Centro. Óbito registrado em 31.03.2021 na UPA Centro. Paciente com hipertensão arterial.

Homem, 75 anos, morador em Araras. Internado em 21.03.2021 no Hospital Adventista Silvestre. Óbito registrado em 15.04.2021 no Hospital Adventista Silvestre. Paciente com Alzheimer e hipertensão arterial.

Mulher, 73 anos, moradora em Corrêas. Internada em 22.04.2021. Óbito registrado em 04.07.2021 no Hospital Unimed. Paciente com diabetes, hipertensão arterial e obesidade.

O ônibus lilás do Centro de Referência em Atendimento a Mulher – CRAM se tornou um importante aliado do programa Acelera Petrópolis, que está sendo desenvolvido pela Prefeitura. A estrutura, que oferece atendimentos com psicólogos, assistente social e uma advogada já esteve no Alto Independência, Roseiral, Vicenzo Rivetti e Vale do Carangola e um total de 40 mulheres já foram recebidas no espaço.

“A presença do ônibus lilás dentro do Acelera Petrópolis é fundamental para garantirmos que as políticas públicas cheguem até as mulheres das comunidades. Muitas delas precisam de orientação e, as vezes, não conseguem sair de seus bairros para buscar o apoio e orientações relacionadas ou não a casos de violência doméstica”, disse o governo interino.

Para a coordenadora do CRAM, acompanhando o Acelera Petrópolis, a instituição consegue identificar as mulheres que vivenciam situações de violência dentro das comunidades, mas que não conseguem ser ouvidas ou se locomoverem até o equipamento, no centro da cidade.

“A nossa intenção é levar orientação às mulheres de uma forma acolhedora, abrindo um espaço para que se sintam seguras para compartilhar dúvidas e sentimentos, e além disso, conscientizar para que as que sofreram algum tipo de violência denunciem”, explica a coordenadora do CRAM.

A equipe que atua no ônibus lilás esclarece dúvidas e passa orientações as moradoras sobre diferentes assuntos, inclusive pensão alimentícia. A busca inicial geralmente é por questões jurídicas como guarda dos filhos e também procura por psicóloga. Mas em diversos atendimentos, descobrimos na conversa que a mulher sofre algum tipo de violência e que, muita das vezes, nem ela identificou. Acompanhar o Acelera Petrópolis está permitindo que elas sejam esclarecidas”, completa a coordenadora.

Na próxima sexta-feira, a estrutura vai estar no Cidade Nova, de 9h às 14h, na Paróquia São Sebastião do Carangola.

Na semana passada já tinha sido doado, pelo produtor, uma tonelada do alimento.

O governo municipal iniciou nesta quarta-feira (14) a distribuição de duas toneladas de laranjas e tangerinas, doadas à Prefeitura no início desta semana por um produtor rural da região do Bonfim, em Corrêas. Equipes das secretarias de Defesa Civil, Meio Ambiente, Assistência Social, Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans e Articulação Institucional do governo interino da Prefeitura de Petrópolis participaram da ação, realizada durante a tarde na área conhecida como Cantinho da Esperança, no Atílio Marotti. Esta foi a segunda doação do produtor, que, na semana passada, já tinha entregue ao governo municipal mais de uma tonelada de frutas, para distribuição a moradores do Carangola.

O secretário de Meio Ambiente lembrou que a nova doação vai beneficiar outras comunidades. “A repercussão das primeiras primeiras ações para distribuição das frutas foi muito positiva. Tanto o produtor quanto a população viram que a doação realmente está chegando na ponta, complementando a cesta básica das famílias”, disse.

As laranjas recebidas hoje vão virar suco na casa da Rafaela Virginia. “Suco é mais saudável. Vai ser a nossa feira. Vai ajudar muito. Ainda mais agora nesse frio. É vitamina para as crianças”, afirmou a moradora. Já a cuidadora de idosos Laís Soares afirmou que a doação vai ajudar a melhorar a alimentação da família. “Porque eu não tenho costume de comprar frutas. É bom porque a minha filha gosta muito, vai ser um suquinho de manhã. Muito legal esta iniciativa. O produtor doou bastante frutas”.

A entrega que começou hoje no Atílio Marotti segue ainda amanhã para a comunidade do Alemão (também no Retiro) e para o Vale do Carangola, onde acontece o programa Acelera Petrópolis. “Integramos a doação às ações nas comunidades que vêm sendo atendidas pelo programa. Além das frutas, esses locais têm recebido as equipes da Prefeitura para uma série de serviços, como roçada, capina, ações de tapa-buracos, sinalização viária, melhorias em parquinhos e praças e também em abrigos de ônibus, entre outras intervenções. “Organizamos o mutirão para a colheita e também para a distribuição, para beneficiar os moradores, especialmente os mais necessitados”, salientou a coordenadora especial de articulação institucional da prefeitura.

Iniciativa é resultado de doação de produtor

Na última semana, no dia 8, o produtor Marco Antônio Coelho, que produz flores e frutas no Vale do Bonfim decidiu fazer doação de uma tonelada de frutas. Doação que foi ampliada para mais duas toneladas nesta semana. A iniciativa aconteceu depois da recuperação de um trecho de quase 4km de estradas vicinais na região produtora - onde foi feito nivelamento com máquina e aplicação de cascalho, pela secretaria de Obras, ligando a comunidade ao Pinheiral. “Havia três anos que não acontecia esse trabalho de recuperação de estrada aqui e a gente vinha tendo muita dificuldade de escoar a produção. Quando aconteceu essa intervenção, essa melhoria, resolvi doar as laranjas e frutas ao município. É bom saber que a doação tem chegado à casa de quem precisa”, destacou o produtor.


Aquisição de material de combate aos incêndios florestais, como bombas costais e um kit para uma pick-up, cartilha virtual com dicas de prevenção para a rede municipal de Educação e para os Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs) e articulação dos órgãos de resposta. Desde o início do inverno, no mês passado, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias vem trabalhando de forma antecipada e organizada para o enfrentamento do período de estiagem.

"O trabalho integrado entre os órgãos com a participação efetiva da população pode trazer bons resultados para a cidade nesse momento que é sempre mais crítico em relação aos incêndios florestais", ressalta o governo interino.

Na semana passada, o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias recebeu o comandante do Corpo de Bombeiros de Área II- Serrana, e o capitão chefe da Seção de Defesa Civil do 15º Grupamento de Bombeiro Militar. A reunião teve como objetivo o alinhamento entre os órgãos para as ações de combate aos incêndios florestais.

“A cooperação inter agências possibilita uma maior capilaridade na redução dos danos causados pelos incêndios e também nas atividades de prevenção”, disse o secretário, ressaltando ainda a participação do sub-chefe da Reserva Biológica de Araras e do representante do Refúgio de Vida Silvestre Estadual da Serra da Estrela.

Entre os temas abordados estão a cooperação para ações de combate as queimadas em áreas urbanas ou em reservas florestais, além do cadastro das agências em uma plataforma estadual para o gerenciamento de recursos operacionais.

"Cada vez mais vamos trabalhar integrados e em conjunto. Os incêndios florestais causam uma série de impactos à cidade, além de agravos ao meio ambiente e à saúde da população", completa o secretário de Defesa Civil.

Transmissão pelo YouTube e Facebook da Prefeitura de Petrópolis

O segundo dia da Jornada Alusiva ao Centenário de Paulo Freire, realizada pela Secretaria de Educação, nessa quarta-feira (14/07), contou com a participação da Doutora e Mestra em psicologia Luciana Senra, que falou sobre o tema: Saúde mental, relacionamentos positivos e qualidade de vida: por que precisamos falar sobre isso? A palestra foi transmitida pelo YouTube e Facebook da Prefeitura de Petrópolis.

Na ocasião, Luciana Senra, que é professora do Curso de Mestrado e da Graduação em Psicologia da Universidade Católica de Petrópolis-UCP/RJ, possui experiência em Psicologia Clínica na abordagem da Terapia Cognitiva desde 2008, coordena o Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Cognição Social-NEICOS e colabora como pesquisadora no Núcleo de Estudos em Violência e Ansiedade Social-NEVAS da Universidade Federal de Juiz de Fora-UFJF, destacou elementos importantes do Bem- estar: Integridade, motivação, flexibilidade, perspectiva de tempo, resiliência, adaptação e enfrentamento de estresse.

“Temos que nos fazer perguntas como, que emoções estou enfrentando nesse momento? Desde o início da pandemia, começamos a pensar em futuro, em medo, ciclo e alguns sentimentos afloraram desde então. Estamos cercados pela tecnologia, cursos, mas, a imposição do isolamento, a distância social e a dificuldade em lidar com os dispositivos é diferente para cada pessoa. Tudo isso precisa ser repensado. As emoções são muitas e a saúde mental, o bem-estar, tem que estar no foco”, disse Luciana.

Durante o encontro, outras questões também foram contextualizadas, como:
- Dimensões do relacionamento positivo: vinculo social, empatia e redes de amizade.
- Efeitos do isolamento: estresse, sintomas depressivos, fragmentação do sono, fadiga e exaustão.
- Importância da qualidade de vida: apoio e conexão social

“A preocupação com o amanhã, com os ajustes necessários com as novas rotinas, tudo isso pode ser muito desgastante, sobretudo para os profissionais da Educação que tiveram que se reinventar diante de tantas mudanças. Por isso, o encontro foi muito esclarecer e benéfico para todos. Só temos a agradecer”, contou a secretária de Educação.

O último dia da Jornada Alusiva ao Centenário de Paulo Freire será na quinta-feira (15/07). O encontro será transmitido às 10h pelo Youtube e Facebook da Prefeitura Municipal de Petrópolis. Confira:

Tema: Culturas e Educações híbridas: singular? plural?

Palestra com Adriana Bruno, licenciada em Pedagogia, é Doutora e Mestre em Educação: Currículo pela PUC-SP, com Pós doutorado em educação pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa-PT. É professora associada do Departamento de Didática da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e dos Programas de Pós-Graduação em Educação e em Gestão e Avaliação da Educação Pública - ambos da UFJF. É Pesquisadora PQ-2-CNPq e é líder do Grupo de Pesquisa Aprendizagem em Rede - GRUPAR. Pesquisa, principalmente a partir dos seguintes temas: Formação de professores, Docências, Educação online e Cultura Digital, Didática, Aprendizagem de adultos, Linguagem emocional e Educação, mídias e tecnologias.


Ao todo serão 41 unidades com ações de conscientização e exames voltados à saúde do homem

"Homem em Movimento: Visando o cuidado Integral da Saúde". Esse é o tema escolhido pela Área Técnica de Saúde do Homem para celebrar o Dia Nacional do Homem, comemorado em 15 de julho. O dia 17/07 foi escolhido como dia D da data, em que as unidades realizarão um mutirão de atendimento das 08h às 16h, com ações de conscientização e exames voltados ao cuidado da saúde masculina. Desde o último sábado (10) estão sendo realizados atendimentos, que seguem até o dia 24/07, nas unidades de saúde da cidade.

O objetivo da ação é de fortalecer a importância do cuidado integral do homem, abordando assuntos como disfunções sexuais, infecções sexualmente transmissíveis, câncer de pênis e de próstata, ressaltar a importância da atividade física e do autocuidado, e fortalecer o pré-natal do parceiro.

Além disso, serão disponibilizados testes rápidos de Hepatites B e C, HIV e Sífilis, atendimento odontológico, aferição de pressão arterial, Glicemia Capilar, mensuração de peso e altura para cálculo de IMC, atualização do cartão vacinal, orientações sobre planejamento familiar e vigilância nutricional do homem.

“A valorização da saúde do homem é de extrema importância. Realizar exames periodicamente e buscar informações são alguns dos cuidados básicos. O Programa de Saúde do Homem no município tem desenvolvido ações de promoção e prevenção a saúde de destaque no Estado”, ressaltou o secretário de saúde.

A unidade de saúde da Posse deu início as atividades no último sábado (10) e também realizará ações no dia 17. Nesta quarta-feira (14), a equipe do Bataillard, no período da tarde, e a de Pedras Brancas realizam atendimentos. Já na quinta-feira (15), as unidades do Vila Rica, Nova Cascatinha e Itaipava estarão de portas abertas durante todo o dia para receber o público masculino. A equipe de Machado Fagundes fará atendimentos no dia 16, na sexta-feira.

O mutirão de atendimentos no próximo sábado (17) será realizado nas unidades de saúde dos bairros: Araras, Águas Lindas, Dr. Thouzet, Alto da Serra, Vale do Carangola, Alto Siméria, Retiro, Secretário, Amazonas, Lajinha, Vale das Videiras, Meio da Serra, Boa esperança, Primeiro de maio, Estrada da Saudade, Fazenda Inglesa, Moinho Preto, São João Batista, Castrioto, Santa Trindade, São Sebastião, Morin, Vila Felipe, Castelo São Manoel, Itamarati, Independência, Quitandinha, Bonfim, Itaipava, e no Centro de Saúde. No dia 24/07, a unidade do Menino Jesus completará as ações referentes ao Dia Nacional do Homem.


As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na terça (13/07) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.026 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 1.527 receberam a primeira dose e 499 receberam a segunda dose. Até o momento 129.149 pessoas receberam a primeira dose, 42.087 receberam a segunda dose e 6.704 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização foram vacinados 405 idosos, sendo 18 com a primeira dose e 387 com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 1.406 pessoas com idade entre 45 e 59 anos sem comorbidades e 10 que receberam a segunda dose.

Também receberam a primeira dose do imunizante 74 pessoas com comorbidades e quatro deficientes. Além destes, cinco pacientes acamados receberam a primeira dose e quatro a segunda. Uma puérpera também recebeu a primeira dose.

Equipes vacinaram também 113 profissionais de Saúde, sendo 22 com a primeira dose e 91 com a segunda. Também receberam a segunda dose, seis trabalhadores da Educação. Um trabalhador do setor de transportes coletivos também recebeu a primeira dose da vacina.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue na quarta (14/07), com a vacinação de pessoas acima de 44 anos sem comorbidades e pessoas de grupos prioritários elencados pelo Ministério da Saúde. No sábado a prefeitura iniciou o cadastro de pessoas maiores de 43 anos para a vacinação. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). A vacinação contra a covid-19 acontece em pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.