A prefeitura inicia esta semana obras para melhorias na Unidade Básica de Saúde do bairro Mosela. Serão realizadas intervenções no telhado, pintura, além de revisão nas partes hidráulica e elétrica da unidade, que há anos não recebe reformas significativas. Por conta das obras, a partir desta terça-feira (13/07) a UBS da Mosela estará fechada. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos em 90 dias. Com as intervenções os atendimentos e vacinas estão sendo redirecionados para outras unidades de Saúde. A retirada dos equipamentos, mudança e reestruturação de um dos pontos de atendimento, na Escola Municipal Salvador Kling, está sendo feita nesta terça-feira. O atendimento na Escola começa nesta quarta-feira (14/07).

Durante as obras o atendimento das equipes acontece na Escola Municipal Salvador Kling, que estará funcionando das 8h às 17h. Usuários que precisem de atendimento no terceiro turno (das 17h às 20h), podem buscar ainda o posto de Saúde do Pedras Brancas.

“A Secretaria de Saúde reorganizou as equipes e redirecionou os atendimentos para unidades dentro do próprio bairro, para facilitar o acesso para os pacientes. Já as vacinas estão sendo centralizadas no Centro de Saúde. Tudo está sendo organizado para que os moradores continuem sendo assistidos da melhor forma durante o período de obras, que irão melhorar a estrutura da UBS”, explica o secretário de Saúde.

No Centro de Saúde Coletiva Professor Manoel José Ferreira, a vacinação de rotina será feita das 9h às 19h30.

A sala especial de vacinas do PSF da Mosela também foi redirecionada durante a obra para o Centro de Saúde Coletiva. A orientação é para que pessoas com comorbidades que precisam retirar vacinas especiais, compareçam ao Centro de Saúde para fazer a retirada dos imunizantes, que serão entregues das 9h às 16h30.

Confira os novos locais para atendimento e vacinas:

Atendimentos
Escola Municipal Salvador Kling (Mosela)
Horário: das 8h às 17h - (a partir de 14/07).
End: Rua Mosela, 995 - Mosela
Posto de Saúde da Família do Pedras Brancas
Horário: das 17h às 20h (terceiro turno).
End: Rua Pedras Brancas, 1.190 - Mosela

Vacinas
Vacinação - Centro de Saúde Coletiva Professor Manoel José Ferreira
Horário: das 9h às 19h30
End: Rua Santos Dumont, 100 - Centro.

Sala Especial de vacinas - Centro de Saúde Coletiva Professor Manoel José Ferreira
Horário: 9h às 16h30
End: Rua Santos Dumont,100 - Centro.
*Ponto destinado a pessoas com comorbidades que precisam retirar vacinas especiais.

Um ato na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta, nesta terça-feira (13), marcou a assinatura do contrato dos primeiros convocados do Processo Seletivo da Secretaria de Educação. Os profissionais já escolherão vaga nessa semana, receberão formação sobre o trabalho na rede Municipal e iniciarão a atuação no ensino remoto.

“Um reforço necessário e esperado que fará diferença na rede municipal. Os profissionais terão o suporte da Secretaria de Educação e poderão, a partir de agora, auxiliar os alunos e equipes gestoras das Unidades Escolares. As crianças e adolescentes serão os mais beneficiados em todo esse processo”, disse o governo interino.

Neste primeiro momento, os professores atuarão no ensino remoto. “Eles receberão as informações e formações necessárias no que diz respeito à dinâmica do ensino remoto, o uso da plataforma Educa em Casa e os documentos norteadores da rede”, explicou a secretária de Educação.

A convocação para assinatura do contrato pela Secretaria de Administração e posterior escolha de vagas na Secretaria de Educação será feita por blocos.

Adriane Machado foi uma das convocadas nessa primeira fase. “Estou feliz. Estava ansiosa por esse dia e espero poder começar a trabalhar logo com as crianças. É o que eu gosto de fazer. Sou professora por vocação. Comprometimento é fundamental e a expectativa é a melhor possível”, disse.

Alethea Patrick Santos ressaltou que a pandemia atrapalhou o percurso normal do ensino, mas garantiu que está pronta para auxiliar no que for necessário. “São muitos os desafios, sabemos disso. Mas estou pronta para a batalha. As crianças podem esperar o melhor de mim. Sorriso no rosto, vestir a camisa, lutar pelo melhor, educação é a minha bandeira e minha paixão”.

O Procon Petrópolis realizou nesta terça-feira (13.07) uma operação de fiscalização em postos de combustíveis do bairro Bingen. Um posto teve uma bomba lacrada por apresentar teor de álcool na gasolina comum acima do permitido por lei. Além disso, houve uma autuação por desacordo com as normas de consumo, não ter o Código de Defesa do Consumidor à disposição dos clientes e falta de exposição dos preços de aditivos usados em motores de automóveis.

Nos postos foram verificados os volumes dos bicos de abastecimento com a utilização do balde de aferição, devidamente calibrado e lacrado pelo Inmetro. Também foi visto se a exposição dos preços dos combustíveis e apresentação ao consumidor estão corretas, de acordo com a nova legislação. Também foi averiguada a pressão das bombas de GNV, licença municipal de operação, certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros, alvará de funcionamento, disponibilidade do CDC para os clientes e se o posto possui as três últimas notas fiscais de compra de combustíveis.

O coordenador do órgão afirmou que a fiscalização aos postos de combustíveis da cidade terá continuidade. "O consumidor não pode ser penalizado por erros praticados por empresas que exploram a comercialização de combustíveis. É fundamental que ele seja respeitado na sua relação de consumo, até porque o preço para encher um tanque está caro. O Código de Defesa do Consumidor é muito claro e o cliente tem que ser respeitado. Por isso, vamos continuar com essas operações por tempo indeterminado", destaca.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta terça (13/07), em 41,10% em leitos clínicos e 53,26% em UTIs. Levando m conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 115 pacientes internados, sendo 65 em UTIs e 50 em leitos clínicos. Três óbitos foram confirmados e inseridos na base de dados do município nesta terça.

Até agora foram realizados no município 174.945 testes para Covid-19, com 42.622 resultados positivos e 131.468 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.327 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Homem, 64 anos, morador no Bingen. Internado em 29.06.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito em 09.07.2021 no HNSA. Paciente com hipertensão arterial.

Mulher, 60 anos, moradora no Quitandinha. Internada em 29.06.2021 na UPA Cascatinha e transferida para o HNSA. Óbito em 09.07.2021 no HNSA. Paciente sem comorbidades.

Mulher, 44 anos, moradora no Mosela. Internada em 06.07.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito em 07.07.2021 no HNSA. Paciente sem comorbidades.

Com o lema “Não podemos abraçar, mas podemos aquecer”, quase 2 mil doações foram recebidas na campanha do agasalho, realizada pela Prefeitura, por meio da Coordenadoria Especial de Articulações Institucionais e Gabinete da Cidadania. As peças já começaram a serem destinadas às instituições do município. Foram arrecadadas roupas, cobertores, toalhas, material de higiene pessoal e latas de leite infantil. A previsão é de que todo o material seja entregue até a próxima sexta-feira (16).

A ação também teve o apoio da Secretaria de Assistência Social, CPTrans e Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias.

“Mais uma vez, a população mostrou o espírito de solidariedade. Mesmo após o fim da campanha, as doações continuam chegando. Estamos passando por um inverno bastante rigoroso e esse envolvimento da cidade é fundamental. Graças à união de todos, estamos chegando a quem realmente necessita”, disse o governo interino.

As doações estão sendo entregues ao Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM), Casa da Cidadania e aos moradores em situação de rua, através do Núcleo de Integração Social (NIS) e Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop). Das mais de 1,9 mil peças recebidas, até esta terça-feira (13), cerca de 1.195 itens já tinham sido entregues. Latas de leite infantil também foram recebidas e encaminhadas aos projetos sociais “Obra do Berço” e “Saúde da Criança”, da Igreja Sagrado Coração de Jesus.

“A participação das pessoas nos deixou muito felizes. Não imaginamos que, mesmo com o término da campanha, as pessoas continuariam trazendo doações para os pontos de arrecadação. O povo petropolitano aderiu à campanha com muito amor e carinho, demonstrando exatamente o que é “fazer o bem sem olhar a quem”. Estamos orgulhosos”, disse a coordenadora do Gabinete da Cidadania.

A prefeitura, através do Instituto Municipal de Cultura (IMC), está atualizando o banco de dados de projetos culturais da cidade. Os interessados podem se cadastrar pela internet, no site (www.petropolis.rj.gov.br), ou presencialmente, no Centro de Cultura Raul de Leoni, que fica na Praça Visconde de Mauá, 305, no Centro Histórico. O objetivo do governo interino é mapear a produção dos artistas locais, e com esses dados, elaborar políticas públicas visando o fomento da cultura no município.

"Quem vier fazer o cadastro presencialmente, terá que trazer o seu projeto impresso", explica a gerente de políticas públicas do IMC. “É muito fácil, basta preencher o nosso formulário. Isso vai nos permitir mapear a produção artística da nossa cidade. A partir daí, podemos elaborar políticas públicas de apoio para cada segmento”, completa.

O formulário é dividido em 18 segmentos, dentre eles, dança, artes visuais, artes cênicas, culturas afro-brasileiras, quilombolas e matrizes africanas, artesanato, entre outros. É necessário detalhar o projeto cultural e justificar a sua elaboração. Em caso de dúvida ou de envio de material complementar, o proponente pode fazer contato com o IMC através do e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

“Queremos estar, cada dia mais, próximos do artista local. O poder público trabalha com esse objetivo. Estamos lutando para oferecer mais espaço para quem fomenta a cultura na nossa cidade”, diz o presidente do IMC.