Nove toneladas de carnes e três de alimentos não perecíveis serão redistribuídos na segunda-feira

Os hospitais Dr. Nelson de Sá Earp (HMNSE) e Alcides Carneiro (HAC), a Secretaria de Assistência Social, e 30 instituições que prestam serviços de assistência social a pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar receberão, na próxima semana, doação de alimentos da Secretaria de Educação. Produtos não perecíveis, além de gêneros do tipo proteínas serão entregues respeitando todos os cuidados sanitários. A doação dos itens foi discutida e aprovada em reunião com o Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e com a Comissão de Educação da Câmara, nesta sexta-feira (2).

Aproximadamente nove toneladas de carnes (fígado, músculo e patinho) e quase três toneladas de azeite, óleo de soja, vinagre, sal, molho de tomate, milho e ervilha em conserva, chocolate em pó, gelatina de morango e goiabada serão entregues. As carnes têm prazo de validade até outubro deste ano, assim como os itens não perecíveis. O processo de entrega dos alimentos será executado pela Secretaria de Educação, com supervisão da equipe de nutrição da gerência de alimentação.

O prefeito interino lembrou que a doação dos itens é parte de um trabalho iniciado em janeiro, com monitoramento e controle de todo o estoque de gêneros alimentícios disponíveis nas escolas e também no depósito da merenda. “Fizemos um levantamento de todos os itens, levando em conta as respectivas datas de validade, e iniciamos os procedimentos para evitar desperdício. Num momento como o que vivemos, não podíamos deixar que houvesse perdas”, lembrou.

Gerente de Alimentação da Secretaria Municipal de Educação  lembrou que manteve uma quantidade de alguns gêneros que seriam utilizados num possível retorno das aulas presenciais, mas, com o aumento dos casos de covid e o adiamento do retorno das aulas no formato híbrido, era necessário adotar medidas para evitar perda de alimentos. “Com o levantamento do estoque, percebemos que seria melhor doar os alimentos para evitar perdas. Entendo que essa é a solução possível no momento, tendo em vista o prazo de validade de alguns itens e a preocupação para que não haja nenhum desperdício num momento tão delicado”, apontou.

Com as medidas restritivas adotadas pelo governo municipal interino, por conta do aumento expressivo dos casos de covid-19, as aulas que estavam previstas para retornar no sistema híbrido nesta segunda-feira foram adiadas. O novo decreto municipal foi publicado nesta semana.

A prefeito interino assinou nesta sexta-feira (2) decreto municipal requisitando todos os leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19 do Hospital Clínico de Corrêas. A unidade passa a funcionar imediatamente como unidade de apoio do município no combate ao coronavírus. Com a requisição, o governo municipal passa a gerenciar os leitos, incluindo o espaço físico, a infraestrutura e os recursos humanos já contratados direta ou indiretamente pelo hospital.

O hospital tem, atualmente, 11 leitos de UTI pactuados com o município, que estavam bloqueados em função de questões administrativas ou da falta de insumos, além de outros que podem entrar em operação. Segundo informações da Secretaria de Saúde, dos leitos pactuados, 10 já começam a operar neste fim de semana com insumos próprios do município e outros 10 podem ser ativados com a chegada de novos materiais (já solicitados ao Governo do Estado) e reorganização e/ou contratação de equipes.

O prefeito lembrou que o município está muito perto da capacidade de ampliação da rede. “Estamos abrindo mais leitos para garantir os atendimentos, apoiando inclusive a rede privada, mas vamos chegar a um momento em que não haverá mais para onde expandir a rede. Não haverá mais equipamentos, nem insumos, nem médicos. Já estamos, todos, hospitais públicos e privados, operando com estruturas extras”, frisou.

Com o desbloqueio dos leitos do Hospital Clínico de Corrêas, o município volta a contar com essa estrutura para internação de pacientes com covid-19 em estado grave. Segundo Aloisio Barbosa, além dos 10 leitos que estão sendo reativados e os outros 10 que podem ser abertos com a chegada de insumos e reforço de pessoal, há, ainda, área física suficiente para acomodar mais 20 pacientes. Não há, no entanto, equipamentos nem equipes para ativar estes leitos neste primeiro momento.

“O hospital ainda tem infraestrutura física para montagem de mais 20 leitos, mas, para que sejam utilizados, será preciso organizar estrutura, conseguir equipamentos e garantir mais insumos. Também vamos precisar reforçar o quadro de pessoal (especialmente médicos), tarefa que tem sido um tanto complicada em todo o Estado. Nossa maior preocupação, neste momento, é garantir a assistência necessária àqueles que precisam”, finalizou o secretário de Saúde.

As equipes de fiscalização da Prefeitura, junto com as forças de segurança, atuaram durante todo dia no município. Fiscais estiveram nas ruas e também em outros pontos de aglomerações, como as cachoeiras. Neste Sexta-feira Santa (02), as barreiras sanitárias impediram a entrada de 93 veículos provenientes de outros municípios. Ao todo, três  estabelecimentos foram intimados a fechar as portas. Um deles acabou sendo interditado pelo descumprimento do decreto em vigor desde o dia 29/03.

O estabelecimento interditado foi uma loja de departamentos, no Centro. O mesmo já tinha sido multado na terça-feira em R$ 2 mil. "Já havia sido orientado, intimado e multado. Hoje retornamos e notificamos, mas os responsáveis insistiram em mantê-lo aberto, por isso optamos pela interdição", explica a secretária. As equipes estiveram ainda no Alto da Serra, onde notificaram um bar e mercearia que estava permitindo que clientes consumissem no local. "Hotéis e pousadas também foram vistoriados e um deles foi intimado a fechar as áreas de lazer, como piscinas e parquinhos", completa.

Até a última quinta-feira (01), 70 comerciantes já tinham sido intimados e 30 multados, em todo o município.

Paralelamente, desde o dia 23 de março, quando a ação nas barreiras sanitárias foi intensificada, até a última quinta-feira (01), 900 veículos foram impedidos de entrar em Petrópolis e tiveram que retornar aos municípios de origem. O controle de acesso ao município acontece de forma fixa em quatro pontos: Quitandinha, Bingen, Alto da Serra e Bonsucesso. Além dessas, uma acontece de forma volante.

Ao longo do feriado, assim como aconteceu durante toda a semana, cachoeiras localizadas em Secretário, Caxambu, Bonfim e Rocio foram fiscalizadas.

Além dos órgãos da Prefeitura,  com SSOP, Secretaria de Meio Ambiente, CPTrans, Vigilância Sanitária, Guarda Civil, Defesa Civil e Coordenadoria Especial de Relações Institucionais, o Inea - Instituto Estadual do Ambiente, a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal, apoiaram as operações de fiscalização.

As medidas restritivas foram necessárias para tentar conter os casos de covid-19 na cidade. Até a noite de ontem (01/04), Petrópolis registrava a morte de 700 pessoas. A ocupação de leitos clínicos pelo SUS é de 93,13% em leitos clínicos e 97,37% em leitos de UTI. É possível acompanhar detalhes sobre os casos no portal da transparência do coronavírus, no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Drive thru no Hiper Shopping e vacinação no posto  Posse a partir de segunda

A prefeitura está ampliando para 10 os pontos de imunização contra a Covid-19 disponíveis para atender idosos com mais de 70 anos. Os novos pontos irão funcionar a partir de segunda-feira (05/4) no Alto da Serra e no distrito da Posse. O agendamento para os novos pontos de vacinação deve ser feito no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) e foi aberto nesta quinta-feira (01/4).

No estacionamento do Hiper Shopping ABC, no Alto da Serra, onde será instalado um drive thru, a vacinação estará disponível de segunda a sábado de 9h às 16h. Já no distrito da Posse o ponto de vacinação funcionará na sede do antigo Posto de Saúde (PSF) da Posse, na Estrada União Indústria, 33.530 - em frente ao CIEP Gabriela Mistral. Neste ponto o horário de atendimento será diferenciado e a vacinação será realizada das 10h às 15h, de segunda a sexta-feira.  Por dia serão 200 vagas para vacinação no drive do Alto da Serra e 150 vagas para o posto da Posse.

Até a tarde desta quinta-feira (01/04) 12.681 idosos com mais de 70 anos já estavam cadastrados para vacinação nos oito pontos disponíveis na cidade. Em função do feriado pela Sexta-feira da Paixão, não haverá atendimento nos pontos de vacinação nesta sexta. No sábado, as equipes retomam a vacinação de idosos no  Petropolitano Football Club (na Avenida Roberto Silveira), na Escola Municipal Josemar Contage, em Corrêas e nos  pontos, que atendem no sistema de drive thru, no Parque Municipal (em Itaipava), no campus da UCP na Rua Benjamim Constant, no Centro ou na área ao lado da quadra da UCP, no Bingen.

Na segunda-feira, além dos dois novos pontos, a vacinação segue sendo realizada no Clube Palmeira, no Itamarati, e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Morin e Quitandinha, que funcionam de segunda a sexta-feira das 9h as 16h.

Em todas as unidades o cadastro é distribuído em horários da manhã e da tarde e a Secretaria de Saúde orienta que as pessoas respeitem o agendamento, comparecendo aos locais de vacinação no período estipulado. Em caso de dúvidas, os dados sobre o agendamento também podem ser consultados após o cadastro pelo endereço eletrônico: https://smspetropolis.net.br/consultaVacina.html

Idosos que tenham dificuldade para acessar a internet podem fazer o agendamento pelos telefones 2233-8850 ou 2233-8852. O setor funciona de segunda a sexta-feira das 9h às 16h.

Novo decreto municipal prevê volta gradual a partir de 3 de maio

O governo municipal publicará um novo decreto adiando a retomada das aulas presenciais, de forma híbrida, em escolas públicas, particulares e universidades de Petrópolis. A nova regra suspende, em parte, algumas medidas definidas no final de janeiro, que previam essa retomada para a próxima segunda-feira (5). No novo documento, a retomada fica adiada para 3 de maio, observadas as orientações sanitárias da Secretaria de Saúde.

O tema vem sendo debatido desde o início do ano. O adiamento, entretanto, se fez necessário no momento em que novas medidas estão sendo tomadas pelo governo com o objetivo de conter o avanço da contaminação pelo Covid-19 na cidade. O decreto prevê a retomada gradual das aulas presenciais das redes de ensino, da Educação Básica, pública e privada, observado o monitoramento do quadro epidemiológico.

O cronograma de aulas remotas para os cerca de 41 mil estudantes da rede pública municipal, através da plataforma Educa em Casa, será mantido.

As equipes de abordagens de pessoas em situação de rua da Secretaria de Assistência Social (SAS) tem intensificando as ações no município. Esta semana, regiões do Centro Histórico estão sendo priorizadas, como a Praça Duque de Caxias, conhecida como Praça do Skate.  Os atendentes do Centro Pop atuaram junto à população vulnerável dando orientações sobre os serviços oferecidos por outros equipamentos da Prefeitura, como o Núcleo de Integração Social – NIS e o Consultório de Rua.

A abordagem realizada pelo Centro Pop ocorre diariamente em diversos pontos do município. Dois funcionários vão ao local para conversar com as pessoas em situação de rua, com o objetivo de mostrá-las que o serviço público pode ajudar neste momento. São feitos aconselhamentos, encaminhamento aos equipamentos responsáveis pelo tratamento de primeiros socorros, exames e até auxilio para que, no caso de o indivíduo não ser morador de Petrópolis, possa voltar à sua cidade de origem onde estão seus familiares.

O trabalho do Centro Pop é reconhecido pelo público mais vulnerável na cidade. O ex-militar João Éder Santiago, conhecido como “China”, fez elogios aos profissionais do Centro Pop dizendo que os considera como parte da sua família. “Eles sempre me ajudaram, são como membros da minha própria família”, disse ele, que faz uso de outros equipamentos da SAS, como o Restaurante Popular e o NIS (Núcleo de Integração Social), no bairro Alto da Serra.

A Operação Choque de Ordem já intimou 70 comerciantes e multou mais 30 desde a última terça-feira (30/03), dia em que começaram a valer as medidas mais restritivas em Petrópolis. Também foram feitas 16 apreensões, duas interdições e uma notificação. Na manhã desta quinta-feira (01/04), outros seis estabelecimentos - sendo três no Bela Vista, dois no Alcobacinha e um no Centro - fecharam as portas a pedido dos fiscais da prefeitura.

As ações das forças de segurança e dos órgãos de fiscalização da prefeitura vão permanecer nos bairros e nos distritos da cidade para que haja o estrito cumprimento do decreto durante sua vigência. As medidas foram necessárias para tentar conter os casos de covid-19 na cidade. Até a noite de ontem (31/03), Petrópolis já registrava a morte de 693 pessoas. A ocupação de leitos clínicos pelo SUS é de 86,44% e 95,54% em leitos de UTI. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Movimento é menor à tarde e agendamento pode ser consultado via internet

A Prefeitura segue com a campanha de vacinação de idosos com mais de 70 anos. Até a tarde de ontem 12.520 pessoas já tinham sido cadastradas para vacinação em oito diferentes pontos da cidade. Para receberem a vacina, os idosos devem estar cadastrados junto à Secretaria de Saúde. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Em todas as unidades o cadastro é distribuído em horários da manhã e da tarde e a Secretaria de Saúde orienta que as pessoas respeitem o agendamento, comparecendo aos locais de vacinação no período estipulado. Em caso de dúvidas, os dados sobre o agendamento também podem ser consultados após o cadastro pelo endereço https://smspetropolis.net.br/consultaVacina.html.

No site os idosos podem optar entre oito pontos de vacinação disponíveis: o Petropolitano Football Club (na Avenida Roberto Silveira), a Escola Municipal Josemar Contage, em Corrêas, o Clube Palmeira, no Itamarati e as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Morin e Quitandinha.  A vacinação também pode ser agendada para um dos pontos, que atendem no sistema de drive thru, no Parque Municipal (em Itaipava), no campus da UCP na Rua Benjamim Constant, no Centro ou na área ao lado da quadra da UCP, no Bingen.

Idosos que tenham dificuldade para acessar a internet podem fazer o agendamento pelos telefones 2233-8850 ou 2233-8852. O setor funciona de segunda a sexta-feira das 9h às 16h.


O prefeito interino se reuniu na manhã desta quarta-feira (31/03) com um grupo de empresários e comerciantes para discutir os avanços da Covid-19 e as medidas restritivas decretadas na segunda-feira (29), em todo o município. O grupo esclareceu dúvidas sobre a decisão e pediu que o município reveja as determinações definidas neste último decreto, além de defender o tratamento precoce.

Para o prefeito interino, o debate transparente é necessário, com envolvimento dos empresários e comerciantes de todos os setores, para o controle da pandemia e redução de novas infecções e óbitos pela doença. “Estamos em um momento extremamente preocupante, por isso precisamos trabalhar juntos e com transparência. Sabemos que muitos não concordam com as medidas, mas precisamos encontrar maneiras de desacelerar a taxa de contágio do coronavírus porque, apesar dos esforços, a rede de saúde não suporta mais a crescente demanda”, frisou ele, que ouviu dos empresários a preocupação em relação aos impactos econômicos das ações.

Ficou definido que será criada uma comissão para acompanhar, no dia 4 de abril, a reunião que irá analisar os resultados das medidas anteriores e definir as próximas que deverão ser tomadas pelo Poder Executivo.

IMC se reúne com representante da Secretaria Estadual de Cultura

Estreitar laços, traçar metas para o futuro e trabalhar na divulgação de ações que possam trazer benefícios aos equipamentos ou oportunidades culturais para Petrópolis. Esses foram os objetivos de uma reunião on-line entre o diretor presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC) e a gerente do Centro de Cultura Raul de Leoni, e, representando o governo do Estado do Rio de Janeiro o responsável por assessoramento de Relações Intermunicipais e por auxiliar os municípios fluminenses na adoção de políticas públicas voltadas para a Cultura.

O encontro, realizado na tarde de ontem (30/03), serviu também para apresentar os trabalhos desenvolvidos neste ano pelo governo municipal dentro do segmento.

As barreiras sanitárias impediram 899 veículos de entrar em Petrópolis do dia 23 de março até hoje (01/04). O controle de acesso ao município acontece de forma fixa em quatro pontos: Quitandinha, Bingen, Alto da Serra e Bonsucesso. Além dessas, uma acontece de forma volante - nesta quinta-feira, os agentes realizaram a ação no Rocio.

Na barreira do Quitandinha, retornaram 34 veículos provenientes de outras cidades até às 16h de hoje. No Bingen, 17 automóveis foram impedidos de entrar no município. Em Bonsucesso, foram 18. Já no bloqueio do Alto da Serra, 15 carros foram obrigados pelas equipes a voltar para os seus municípios.

O trabalho realizado nas barreiras sanitárias conta com equipes da CPTrans, Vigilância Sanitária, Guarda Civil, Defesa Civil e da coordenadoria especial de Relações Institucionais, por intermédio dos agentes regionais.

O objetivo da barreira sanitária é diminuir a migração de pessoas de fora para a cidade, buscando impedir o aumento da circulação e reduzir a taxa de contágio.

Nesta quarta-feira (31.03) uma concessionária de veículos foi multada pela fiscalização

A Operação Choque de Ordem, implementada pelo governo municipal, já expediu quatro multas para estabelecimentos que não estavam cumprindo o decreto municipal, publicado na segunda-feira (29.03). Nessa quarta-feira (31.03), segundo dia de medidas emergenciais mais restritivas, uma concessionária de carros foi multada em R$ 2 mil pelas equipes de fiscalização por estar funcionando fora da normativa do município. Outros 17 estabelecimentos, como papelarias, lojas de roupas e de artigos de embalagens no Centro receberam intimações para fechar as portas

A equipe da fiscalização também esteve pela manhã na tradicional Feira do Pescado, onde realizaram um trabalho de orientação aos comerciantes.  Espaços comerciais não essenciais flagrados em funcionamento também foram intimados encerrar as atividades. As ações das forças de segurança e órgão da Prefeitura estarão atuando de forma contínua em bairros e nos distritos da cidade para que haja o estrito cumprimento do decreto durante sua vigência.

As medidas foram necessárias para tentar conter os casos de covid-19 na cidade. Até a noite de terça-feira (30/03), Petrópolis já registrava a morte de 687 pessoas. O número de pessoas internadas em leitos destinados à covid-19 bateu mais um triste recorde na cidade: 341 pessoas. A ocupação de leitos clínicos pelo SUS é de 88,99% e 99,07% em leitos de UTI. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Procon Petrópolis presta orientação a comerciantes na Feira do Pescado

O Procon Petrópolis também esteve na Feira do Pescado conversando com os comerciantes. O objetivo foi o de prestar orientação aos feirantes na Semana Santa sobre a exposição dos preços, embalagem, manuseio, conservação e pesagem dos alimentos evitando transtornos aos consumidores.