A Secretaria Municipal de Saúde fará nesta quarta-feira (31) uma reunião para detalhar o novo decreto estadual que cria o calendário único de vacinação contra a covid-19 e discutir a reorganização do trabalho das equipes, no momento do recebimento de doses em quantidade suficiente para atender os públicos especificados. O município seguirá as orientações estaduais, que valem para todo os municípios fluminenses, fazendo o realinhamento das ações para garantir que o trabalho continue sendo realizado de maneira organizada e sem risco de interrupção por falta de doses.

Neste momento as equipes seguirão vacinando idosos com mais de 70 anos, profissionais de saúde e acamados, conforme planejamento municipal, seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde. Novas etapas serão anunciadas conforme a chegada de novas doses.

Até agora mais de 27 mil pessoas foram vacinadas contra a covid-19 em Petrópolis. O número representa 8,8% da população. A média é maior do que a registrada no estado, de 6,3% da população.

Quem está à procura de peixes frescos para o almoço da Semana Santa vai poder conferir os produtos da tradicional Feira do Pescado, na Rua Visconde de Souza Franco. As vendas começam nessa quarta-feira (31.03) das 12h às 22h. Na quinta-feira (01.04) as vendas serão feitas durante todo o dia, das 8h às 22h e seguem na sexta-feira (02.04) até às 12h.

A expectativa é de que sejam vendidas 15 toneladas de peixes. A via ficará fechada ao trânsito durante os três dias e serão instaladas, por conta das medidas de restrição, 20 barracas, respeitando as normas de distanciamento. O Departamento de Agricultura vai acompanhar o funcionamento da feira, orientando os feirantes nas medidas de sanitização e proteção contra o coronavírus, com uso de máscara e álcool em gel, além de manterem o distanciamento correto durante esses dias.

A feira ocorre por meio da parceria entre o departamento de Agricultura, da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Comdep, que realiza a limpeza do lugar e CPTrans, que organiza o trânsito. Além disso, a Enel realiza a ligação de energia para as barracas e a Guarda Civil reforça a segurança. Todos os feirantes vão usar uniformes e a Vigilância Sanitária vistoria as barracas.

Terça, 30 Março 2021 20:25

Boletim vacinação – 30/03/2021

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência nesta terça-feira (30/03) a vacinação contra a Covid-19. Durante todo o dia, 1.502 pessoas foram vacinadas na cidade, destas 119 receberam a segunda dose. Até o momento 27.252 pessoas receberam a primeira dose e outras 1.386 receberam a segunda dose do imunizante.

Nos pontos de drive thru do Centro, de Itaipava e do Bingen, assim como nas UBS e PSFs e nos pontos de vacinação do Petropolitano Futebol Clube e da Escola Municipal Josemar Contage, em Corrêas, assim como instituições de longa permanência, 1.167 idosos receberam a primeira dose da vacina e outros 53 a segunda. Em paralelo, equipes do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) vacinaram 38 pessoas, sendo 26 com a segunda dose do imunizante. Ainda nesta terça-feira, 204 profissionais da saúde receberam a primeira dose do imunizante e 40 a segunda.

A vacinação de idosos com mais de 70 anos seguirá sendo realizada na quarta-feira (30/03) no campus da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) na Rua Benjamin Constant – Centro; no Parque Municipal, em Itaipava; na UCP do Bingen; nas UBSs do Quitandinha, do Morin e do Itamarati; na sede do Petropolitano Futebol Clube, no Centro; e na Escola Josemar Contage, em Corrêas. Importante destacar que nos pontos de drive thru, idosos que chegam à pé também são vacinados.

Para receber a vacina, idosos devem estar cadastrados no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Pacientes acamados também continuam sendo vacinados.

Terça, 30 Março 2021 20:24

Boletim epidemiológico – 30/03/2021

O boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde desta terça-feira (30.03) mostra que Petrópolis fez, até agora, 131.297 testes para Covid-19, com 24.656 resultados positivos e 101.530 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab). Mais 14 óbitos foram registrados hoje (30.03)

Neste momento, 148 pessoas estão internadas em leitos de UTI privados e pelo SUS. Outras 193 estão em leitos clínicos, considerando leitos privados e SUS, totalizando assim, 341 internações em toda a rede da cidade. A ocupação de leitos clínicos pelo SUS é de 88,99% e 99,07% em leitos de UTI.

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 687, é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados não lançados no fim do ano passado. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br)

Óbitos registrados

1-     Mulher, 79 anos, moradora do Centro. Internada no HAC em 16.03.21. Óbito registrado no HAC no dia 30.03.21. Paciente com hipertensão arterial

2-     Homem, 77 anos, morador de Secretário. Internado em 25.03.21 no Hospital Unimed. Óbito registrado em 28.03,21 no Hospital Unimed. Paciente com hipertensão arterial.

3-     Homem, 81 anos morador de Nogueira. Internado no Hospital Unimed em 24.03.21. Óbito registrado em 29.03.21 no Hospital Unimed. Paciente com doença cardiovascular e demência senil

4-     Homem, 61 anos, morador da Mosela. Internado na UPA Cascatinha em 15.03.21 e transferido para o HNSA em 16.03.21. óbito registrado em 30.03.21 no HNSA. Paciente com hipertensão arterial.

5-     Mulher, 86 anos, moradora de Araras. Internada em 22.03.21 na UPA Cascatinha e transferida para o HNSA em 23.03.21. Óbito registrado em 25.03.21 no HNSA. Paciente com insuficiência renal aguda, hipertensão arterial e doença pulmonar obstrutiva crônica.

6-     Homem, 77 anos, morador do Brejal. Internado na UPA Itaipava em 18.03.21 e transferido para o HNSA em 20.03.21. óbito registrado em 25.03.21. Paciente com doença renal crônica.

7-     Homem, 58 anos, morador do Pedras Brancas. Internado em 15.03.21 na UPA Centro e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 27.03.21. Paciente tinha hipertensão arterial.

8-     Mulher 65 anos, moradora da Mosela. Internada na UPA Cascatinha em 14.03.21 e transferida para o HNSA em 15.03.21   Óbito em 26.03.21 no HNSA. Paciente com hipertensão arterial.

9-     Mulher, 57 anos, moradora do Bingen. Internada na UPA Cascatinha em 04.03.21 e transferida para o HNSA em 13.03.21. Óbito registrado em 23.03.21 no HNSA. Paciente com hipertensão.

10-   Mulher, 83 ano, moradora de Cascatinha. Internada na UPA Cascatinha em 04.03.21 e transferida para o HNSA em 22.03.21. Óbito registrado em 24.03.21 no HNSA. Paciente com hipertensão e diabetes.

11-   Homem, 92 anos, morador do Valparaíso. Internado em 03.03.21 no PSLS e transferido para o HMNSE em 04.03.21. Óbito registrado em 29.03.21 no HMNSE. Paciente com doença renal crônica e hipertensão.

12-   Mulher, 60 anos, moradora do Vila Rica. Internada na UPA Cascatinha em 16.03.21 e transferida para o HMNSE em 22.03.21. Óbito registrado em 26.03.21 no HMNSE. Paciente com hipertensão arterial.  

13-   Homem, 63 anos, morador do Castelo de São Manoel. Internado na UPA Itaipava em 16.03.21 e transferido para o HMNSE em 18.03.21. Óbito registrado em 28.03.21 no HMNSE. Paciente com hepatite C e hipertensão.

14-   Mulher, 88 anos, moradora do Valparaiso. Internada no PSLS em 21.03.21 e transferida para o HMNSE em 22.03.21. Óbito registrado em 29.03.21 no HMNSE. Paciente com doença cardiovascular.

O Procon Petrópolis esteve nesta terça-feira percorrendo as agências bancárias do Centro Histórico para verificar o funcionamento do atendimento interno aos clientes. A rotina do órgão, só neste mês, resultou na autuação de três delas pelo não cumprimento da lei que está assegurada no Código de Defesa do Consumidor.

Fiscais do órgão tem ampliado a fiscalização ao tempo de espera dos clientes para atendimento no caixa. “Não houve modificação na lei que reserva o tempo necessário para atender o cliente. Ele fica do lado de fora além do que está previsto. Checamos pessoalmente as agências e aquelas onde concluímos que havia irregularidade foram multadas”, explicou o coordenador do Procon, Jorge Badia. Ele alerta que que os estabelecimentos podem ter o alvará de funcionamento cassados se houver reincidências.

Nas agências que foram multadas, o órgão constatou que havia clientes que estavam aguardando atendimento por até 40 minutos ou mais. De acordo com a lei, o tempo de espera é de 15 minutos e, às vésperas de feriado até 30 minutos. Por conta da pandemia do coronavírus, essas ações nas redes bancárias serão permanentes.

A Operação Choque de Ordem, que reúne secretarias municipais em parceria com as forças de segurança, esteve nas ruas do centro, bairros e distritos, na manhã desta terça-feira (30), fiscalizando estabelecimentos comerciais que estivessem descumprindo o novo decreto municipal, publicado na segunda-feira (29). Neste primeiro dia de medidas emergenciais mais restritivas, foram sete estabelecimentos intimados a fechar as portas e um multado por desobediência às normas.

No Centro, a multa de R$ 2 mil foi aplicada contra uma loja de departamentos que, apesar de ter sido orientada pela manhã, no início da tarde as equipes de fiscalização flagraram o estabelecimento descumprindo as determinações.

De acordo com a secretária, apenas lanchonetes, restaurantes, bares, quiosques e similares podem trabalhar com delivery e take away, conforme previsto em decreto municipal. Há também estabelecimentos que trabalham com gêneros alimentícios, autorizados a trabalhar desta maneira.

Estabelecimentos também foram fechados nos bairros e nos distritos. Além dos espaços comerciais não essenciais flagrados em funcionamento, as equipes de fiscalização também estiveram com vendedores ambulantes. Eles foram orientados e suspenderam as vendas.

As ações conjuntas entre os órgãos da Prefeitura e forças de segurança para coibir o descumprimento das normas vão se estender de forma intensificada até o fim do decreto. As medidas foram necessárias para tentar conter os casos de covid-19 na cidade. Até a noite de segunda-feira (29/03), Petrópolis já registrava a morte de 673 pessoas. O número de pessoas internadas em leitos destinados à covid-19 bateu recorde na cidade: 334 pessoas, sendo 148 em leitos de UTI.

Além disso, os pontos de apoio montados para atendimento a pessoas com sintomas de covid-19 têm registrado aumento na procura. Só no mês de março, os três pontos de apoio montados pelo município fizeram 6.468 atendimentos (até domingo, dia 28). Oitocentos foram registrados apenas de sexta-feira a domingo. O número representa um aumento de 52% em relação ao mês de janeiro.