Neste sábado, 597 profissionais de unidades hospitalares foram vacinados

A campanha de vacinação contra a Covid-19 entrou em uma nova etapa neste sábado. As equipes de enfermagem estiveram em três unidades hospitalares para vacinar profissionais de saúde que não atuam diretamente no combate à doença. A ação foi coordenada pelo Departamento de Vigilância em Saúde do município e vacinou 597 pessoas. Ao todo, já foram aplicadas 3.613 doses.

Neste sábado, as equipes de enfermagem estiveram no Hospital Alcides Carneiro, Hospital Unimed e Hospital Santa Teresa. O enfermeiro chefe da Clínica Masculina, Adriano Calsavari, foi o primeiro a ser vacinado no HAC e destacou a importância de ser vacinado neste momento: “A vacina vai permitir que menos funcionários fiquem afastados e, com isso, teremos uma qualidade maior no atendimento dos pacientes e conseguiremos prestar um serviço melhor para a população”.

Nesta etapa, a vacinação foi estendida aos demais profissionais de saúde que atuam nas unidades hospitalares que não foram contemplados na primeira etapa. Também serão vacinados todos os funcionários e agentes comunitários de Saúde que estão na ativa nas UBS, PSF, Pronto Atendimento, Centro de Saúde, Serviço de Atendimento Domiciliar e Núcleo de Apoio à Saúde da Família.

Pedindo a nota fiscal, contribuinte terá abatimento no valor do imposto

Notas fiscais de serviços podem virar crédito e garantir abatimento no valor do IPTU em Petrópolis. O benefício é garantido pela Nota Imperial, que pode gerar desconto de até 20% no valor do tributo. Os créditos são acumulados com notas de serviços de beleza, academia, mensalidades de cursos e escolas, estacionamento, autoescola e até mesmo cuidados com o pet, como banho e tosa de animais, entre outros serviços que geram o pagamento de ISS. Atualmente, 28.367 prestadores de serviços, comércio, autônomos com MEI, entre outros, estão inscritos no programa.

Neste ano de 2021, 110 contribuintes tiveram o desconto, o que mostra que o serviço ainda é pouco utilizado pela população. A prefeitura irá intensificar a divulgação da Nota Imperial à população. Esse sistema é bom para o município, que melhora o controle fiscal, evita a sonegação e aumenta a arrecadação de ISS, sem acréscimo a carga tributária. Também é bom para o contribuinte, que tem um desconto considerável no IPTU. A legislação foi alterada em 2018 para facilitar a concessão do benefício, já que o contribuinte se cadastra uma única vez e passa a ter os valores computados automaticamente para acumular o desconto no IPTU já no momento em que pagar pelo serviço.

Para que o contribuinte possa utilizar a ferramenta e direcionar os créditos que geram desconto, basta que o mesmo acesse o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) e clique no ícone “Sua Nota vale desconto”. Lá a pessoa informa o CPF e o número de inscrição do imóvel que receberá o benefício. O desconto no imposto é resultado do acúmulo de créditos computados cada vez que o cliente paga por um serviço e exige a nota fiscal eletrônica de serviço.

Cabe lembrar que um mesmo imóvel pode ser indicado por diferentes pessoas para receber os créditos, e que não é mais necessário que o contribuinte acumule notas e vá até a prefeitura abrir um processo para conseguir o desconto.

No caso de serviços prestados à pessoa física, o valor contabilizado para desconto no IPTU é de 40% sobre a alíquota recolhida pelo prestador do serviço, referente ao ISS - que varia de 2% a 5%. Com isso, uma nota fiscal por um serviço que o cliente pague R$ 200, por exemplo, e gere o recolhimento de 5% de ISS (R$ 10,) garante ao consumidor que fez o pagamento R$ 4, em crédito para desconto no IPTU. No caso emissão de nota para pessoa jurídica, os créditos são gerados a partir de 20% sobre o valor da alíquota recolhida.

Cabe destacar que os créditos da Nota Imperial geram abatimento no valor do IPTU, não alterando, no entanto, o valor referente à taxa de lixo, cobrada no mesmo carnê.


A operação choque de ordem da noite desta sexta-feira (29/01) notificou seis estabelecimentos comerciais por descumprimento dos decretos municipais. Ao todo, foram realizadas 12 vistorias nas praças da Liberdade e Princesa Isabel, ruas 13 de Maio e 7 de Abril, além de bares na Chácara Flora e Pontes Fones. As equipes também orientaram sobre a importância do uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social.

Participaram da operação fiscais da Fazenda, SSOP, CPTrans, Vigilância Sanitária, além da Guarda Municipal e da Polícia Militar, que encaminhou um grupo de jovens para a delegacia após uma briga na Praça da Liberdade.

Equipes da Comdep também trabalharam na madrugada para garantir a limpeza de locais em que vinham sendo verificados problemas. Na Praça Princesa Isabel, por exemplo, já durante a madrugada equipes fizeram a limpeza, deixando o espaço preparado para receber os participantes da feira da economia solidária, realizada aos sábados.

A Prefeitura reforça que o mais importante nesse momento são as vidas dos petropolitanos e que a operação também ajuda a reduzir a ocupação em leitos, evitando que o vírus se espalhe ainda mais.

Segunda, 01 Fevereiro 2021 16:51

Atendimentos no CRAM dobram em janeiro


O Centro de Referência em Atendimento à Mulher – CRAM está encerrando o mês de janeiro com o dobro de acolhimentos realizados no mesmo período do ano passado. Até a última quarta-feira (27), a instituição já havia recebido 68 mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.

De acordo com o CRAM, em janeiro de 2020, foram registrados 34 atendimentos o que, na ocasião, já era considerado alto. O Centro está estudando o motivo real desse aumento, que pode estar relacionado a pandemia, pois as estatísticas mostram que a casa é o lugar mais perigoso para a vítima de violência. Além disso, há uma confiança das mulheres no atendimento do CRAM e na dinâmica de trabalho integrado da rede, que vem se fortalecendo nos últimos anos.

Ao todo, foram feitos 42 novos atendimentos e recebidos 26 retornos. A maioria dos casos estão relacionados a ameaça e lesão corporal. As principais demandas foram de mulheres procurando orientações jurídicas e atendimentos psicológicos.

O governo municipal, com as secretarias de Saúde e Educação, e em conjunto com a Câmara de Vereadores, o Sindicato dos Professores de Petrópolis e Região (Sinpro), o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Rio de Janeiro (Sepe - Núcleo Petrópolis) e representantes de escolas particulares e da União Estadual de Estudantes Secundaristas (UEES-RJ), definiu na manhã desta sexta-feira (29) detalhes da retomada das aulas em escolas públicas, particulares e universidades de Petrópolis. Em reunião pela manhã foi confirmado que o calendário escolar será iniciado no dia 3 de fevereiro, para acolhimento, com aulas remotas a partir do dia 8 de fevereiro. As aulas presenciais, com ensino híbrido, serão retomadas gradualmente em 5 de abril.
 
A retomada das aulas presenciais deverá seguir o que prevê o plano de retorno das aulas, elaborado por um grupo de trabalho com a participação de diferentes setores do segmento em 2020. O documento será revisado e atualizado, levando em conta as novas informações relacionadas à pandemia. Os estudos avançaram desde a finalização do documento. É preciso que o grupo de trabalho avalie este documento, adequando-o ao momento atual. A tarefa será dos integrantes do grupo de trabalho.

Escola Segura

O governo municipal anunciou durante a reunião a criação de um selo, o Escola Segura, certificando as unidades de ensino prontas para atender exigências para a reabertura das salas de aula. A ideia segue modelo do Selo Academia Segura, proposto na Câmara Municipal, antes da autorização para a retomada das atividades das academias.

O selo vai garantir que aquela unidade de ensino foi vistoriada e está pronta para atender as determinações para garantir a segurança de alunos, professores e demais funcionários.

Reunião

A reunião realizada nesta sexta-feira serviu para a discussão dos últimos pontos do decreto. “O diálogo é sempre o melhor caminho. Petrópolis tem um plano de retomada detalhado. Está muito à frente de outros municípios da região”, afirmou a representante do Sepe, Rose Silveira, ao lado de Daniel Salomão, que também representava o sindicato.

A Secretaria de Educação anunciou que a Plataforma Educa em Casa, utilizada por alunos da rede municipal de Educação, foi remodelada, e os alunos que não têm acesso à internet receberão, como em 2020, o material impresso. O ano letivo iniciará com uma plataforma totalmente remodelada. As turmas receberão material formulado pelo seu professor, acabando com a oferta de um único material para todos.

A prefeitura publicou em seu site (www.petropolis.rj.gov.br), na última quinta-feira (28), o Plano Municipal de Vacinação. O planejamento prevê a vacinação da população em quatro fases, conforme segmentação divulgada pelo Ministério da Saúde e dados contidos no Data SUS. O trabalho, no entanto, depende, ainda, da chegada de novas remessas da vacina, já que, até agora, a cidade recebeu pouco mais de 8 mil doses, número bem menor do que o necessário para a vacinação de todo o público previsto na primeira fase da campanha (cerca de 30 mil pessoas).

No plano, a prefeitura indica 14 pontos que podem funcionar como postos de vacinação. Também há previsão de vacinação no sistema de drive thru. O Plano Municipal foi criado com base na estimativa geral do público que será atendido pelo Governo Federal. Petrópolis recebeu apenas 27% das doses necessárias para a primeira fase e aguarda as novas remessas para colocar o planejamento em operação.

A estimativa populacional a ser imunizada foi baseada nas doses aplicadas na Campanha Nacional contra a Influenza de 2020 e pode sofrer alterações de acordo com as doses enviadas pelo Ministério ou caso haja necessidade.

Seguindo recomendação do Ministério da Saúde, profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate à Covid-19 em UTIs, urgência e emergências, além de idosos com mais de 60 anos em instituições de longa permanência e deficientes maiores de 18 anos residentes em instituições inclusivas, foram os primeiros a serem vacinados, nesta primeira etapa.

Na próxima semana, a vacinação será estendida aos demais profissionais de saúde que atuam nas unidades hospitalares que não foram contemplados na primeira etapa. Também serão vacinados todos os funcionários e agentes comunitários de Saúde que estão na ativa nas UBS, PSF, Pronto Atendimento, Centro de Saúde, Serviço de Atendimento Domiciliar e Núcleo de Apoio à Saúde da Família.

Até agora o município recebeu 4.905 doses da Coronavac que foram aplicadas de forma volante. A segunda remessa recebida foi de 3.280 doses da AstraZeneca. As equipes da Secretaria de Saúde continuam fazendo a aplicação das doses nas unidades públicas e particulares que atendem a estes públicos.

As equipes de enfermagem estiveram, nesta sexta-feira (29), em seis instituições para realizar a vacinação contra a Covid-19. A ação foi coordenada pelo Departamento de Vigilância em Saúde do município e vacinou 459 pessoas. Ao todo, já foram aplicadas 3.016 doses.
Nesta sexta-feira, as equipes de enfermagem estiveram no Hospital Clínico de Corrêas, Laboratório de Corrêas, Casa de Saúde Santa Mônica, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Centro de Saúde e nas unidades básicas de saúde da primeira região que englobam o Quitandinha, Dr. Thouzet, Independência e Amazonas.
Boletim epidemiológico.

A revitalização do Relógio das Flores e do entorno foi tema de uma reunião entre representantes da prefeitura e da iniciativa privada na noite de ontem (28/01). O objetivo é que o atrativo, administrado pelo poder público, volte a funcionar no dia 16 de março, aniversário da cidade. Além disso, a proposta é instalar câmeras de segurança e realizar melhorias diversas, como na iluminação, limpeza e conservação dos jardins do local.

A intenção é estreitar laços e unir forças pela cidade. A reunião foi o primeiro contato entre os órgãos. O objetivo é que a partir de próximos encontros sejam definidos como serão feitos todos os serviços, como a limpeza e conservação dos jardins do atrativo, assim como a manutenção do equipamento do relógio (ponteiros e maquinário), e todos os cuidados para perfeita operação do equipamento.
Também estiveram presentes no encontro representantes da Secretaria de Meio Ambiente, da COMDEP, da CPTrans, Marcos Falconi, responsável pela manutenção do relógio, o reitor da UCP, Pe. Pedro Paulo de Carvalho Rosa, o vice-reitor, maestro Marcelo Vizani, o pró-reitor administrativo, Anderson Cunha, e empresários do entorno.

O Relógios das Flores comemora 50 anos no ano que vem. Ele foi inaugurado em 1972 em comemoração aos 150 anos da Independência do Brasil e desde então é um dos atrativos turísticos mais visitados em Petrópolis.

Petrópolis foi destaque em uma lista divulgada ontem (28/01) pelo Ministério do Turismo como destino de viagem tendência para 2021. O Governo Federal apresentou 21 locais pelo país, sendo que a Cidade Imperial foi uma das sete citadas da região Sudeste. O estudo segue a tendência de comportamento identificada em viajantes após a pandemia do Coronavírus, tendo como base os principais sites de pesquisa do setor, além de publicações e dos destinos que se alinham à demanda do novo turista.

A Cidade Imperial teve destaque por estar rodeada por uma exuberante Mata Atlântica. Petrópolis e Angra dos Reis são as únicas cidades, além da capital, que representam o Estado do Rio de Janeiro. Brasília (DF), Foz do Iguaçu (PR), Rio de Janeiro (RJ) e Maceió (AL) aparecem no topo da listagem. O Sudeste, juntamente com o Nordeste, lidera a listagem com sete destinos cada. A região Sul conta com quatro destinos: Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Foz do Iguaçu (PR) e Gramado (RS). Além de Brasília, a região Centro-Oeste conta com os municípios goianos de Alto Paraíso de Goiás e Cavalcante.

Por conta da pandemia do Coronavírus, os pontos turísticos da cidade estão em funcionamento com horários definidos, e regras de saúde e higienização. A Casa Santos Dumont, o museu Casa do Colono, e o Trono de Fátima, aos fins de semana, estão em funcionamento. Além deles, o Centro Cultural de Nogueira e de Pedro do Rio estão abertos ao público. Por questões sanitárias e de segurança, outros locais não estão em funcionamento.

O Hospital Alcides Carneiro realizada, neste sábado (30/01), o segundo mutirão de consultas do ano. Serão atendidos cerca de 200 pacientes pré-agendados no ambulatório da unidade, em diferentes especialidades médicas. Os mutirões visam agilizar os atendimentos dos pacientes que aguardam pela primeira consulta ou que precisam dar continuidade a tratamentos médicos, reduzindo o número de pessoas na fila de espera.

O mutirão de consultas deste sábado começa às 7h e a previsão é que todos sejam atendidos até o início da tarde. O ambulatório oferta atendimentos em cardiologia (30 pacientes), ortopedia (80 pacientes), clínico geral (30 pacientes), neurologia (30 pacientes).

O pátio da sede da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias virou espaço para aula de meditação e de yoga hoje (29/01). A iniciativa voluntária é da fisioterapeuta Andréa Sindorf, especialista em terapia integrativa. A partir de agora, todas as sextas-feiras, a professora vai auxiliar a equipe com atividades que proporcionam mais qualidade de vida e ajudam, principalmente, na concentração dos funcionários da pasta.

Segundo a professora, a meditação diminui a ansiedade e as dores crônicas, mas também ajuda na atenção e no foco, atribuições importantes para os agentes da Defesa Civil. "São pessoas que precisam tomar decisões rápidas e que muitas vezes trabalham em resgates e outras situações de estresse. O meu objetivo é ajudar para que esses agentes tenham uma saúde plena”, conta Andréa.
 
Atividades como essas mantém os funcionários motivados e preparados para as situações de emergência. Neste ano, por exemplo, foram registradas 265 ocorrências em toda a cidade – sendo 102 deslizamentos de terra.

Equipes da Prefeitura trabalharam nesta semana no asfaltamento de importantes vias de Petrópolis: as ruas Carlos Gomes, no Centro, e Getúlio Vargas, no Quitandinha. Nesta quinta-feira (27/01) terá início a recuperação da Rua Caldas Viana, paralela ao terminal rodoviário do Centro.

Na noite da última quarta-feira a Rua Carlos Gomes foi revitalizada com nova pavimentação. Um trecho de aproximadamente 500 metros ganhou capeamento de asfalto quente. Na manhã desta quarta-feira (28/01), foi a vez da rua Getúlio Vargas, no Quitandinha ganhar o restante da pavimentação que começou em dezembro de 2020, mas não chegou a ser concluída. Foram 300 metros de asfalto aplicados no local. A soma de ambas as ruas totaliza 800 metros de asfalto que fazem parte do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) da Caixa Econômica Federal conseguido pelo município.

Hoje também tem início o recapeamento da Rua Caldas Viana no Centro, esta por meio de uma emenda parlamentar do Governo Federal. A via que é paralela ao terminal rodoviário também será totalmente recuperada.

Além dessas três vias, outras também irão receber o serviço de asfaltamento: as ruas Alberto Torres, Floriano Peixoto e Av. Koeler.

Vale destacar que o serviço de tapa buraco também segue sendo realizado, com mais de 300 toneladas de asfalto aplicadas em trechos do centro e de todos os distritos.

A prefeitura, por meio da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea), vai promover feiras de doação de animais quinzenalmente a partir de fevereiro. O primeiro evento acontece na Praça Dom Pedro, no dia 6, de 10 às 15h. Em cada ação, serão disponibilizadas duas barracas para os protetores - estes deverão estar cadastrados na Cobea para serem incluídos no cronograma. O objetivo é estimular a posse responsável com a frase, "Não compre, adote".

Os animais (filhotes e adultos) levados para a feira pelos protetores estarão vacinados, vermifugados e as fêmeas castradas. Para adotar é preciso ser maior de idade, além de ter em mãos o documento de identidade, CPF e um comprovante de residência. Segundo João Valois, coordenador de Bem-estar Animal, para adotar é necessário ter responsabilidade.

Os protetores interessados em participar podem fazer contato com a Cobea através do telefone: (24) 2291-1505 ou por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. "

As equipes de enfermagem estiveram, nesta quinta-feira (28), em cinco instituições para realizar a vacinação contra a Covid-19. A ação foi coordenada pelo Departamento de Vigilância em Saúde do município e vacinou 274 pessoas. Ao todo, já foram aplicadas 2.557 doses.

Nesta quarta-feira, foram vacinados 241 profissionais de saúde e 33 idosos. As unidades que receberam as equipes de enfermagem foram Sanatório Oswaldo Cruz, Pronto Socorro Leônidas Sampaio, UPA Centro, UPA Itaipava e Lar Santa Catarina. Até o momento, 1.872 profissionais da Saúde que atuam na linha de frente no combate à doença já foram vacinados.

Um decreto municipal que será publicado neste sábado (30.01) no Diário Oficial vai nortear a volta às aulas em Petrópolis. Segundo o governo municipal, que se reuniu pela manhã com representantes da Secretaria Municipal de Educação, Sepe, Sinpro, Câmara de Vereadores e outras entidades representativas do setor educacional, o texto do documento será discutido em nova reunião a ser realizada nesta sexta-feira (29.01). O encontro terá a participação de nomes da área técnica da Saúde e de representantes de escolas particulares.

O decreto trará informações sobre previsão de retorno das aulas presenciais nas escolas públicas, privadas e também em universidades.

A reunião realizada nesta quinta-feira (28) contou com a participação do presidente da Câmara em exercício, Fred Procópio, do presidente da Comissão de Educação da Câmara, Yuri Moura, e da vereadora Gilda Beatriz, que também é membro da comissão, Rose da Silveira, que é representante do SEPE e conselheira do COMED e Frederico Luiz Marmo Fadini, presidente do Sinpro.

Com os atendimentos suspensos desde o início da pandemia, em março de 2020, o Ônibus Lilás do Centro de Referência em Atendimento à Mulher - CRAM, voltará a oferecer atendimento nas comunidades mais distantes a partir de fevereiro. Na estrutura, as equipes oferecem serviços multidisciplinares, psicólogos e auxílio jurídico. A ideia é acolher e orientar as mulheres, especialmente as vítimas de violência doméstica.

A primeira comunidade a receber a estrutura será o Vila Rica. O ônibus lilás é uma estrutura itinerante que aproxima as mulheres de quem pode orientá-las e ajudá-las. O objetivo é difundir ainda mais a Lei Maria da Penha, suas formas de prevenção e mecanismos para romper com a situação de violência.

As equipes também orientam sobre outros atendimentos, por exemplo, dúvidas relacionadas a pensão alimentícia, entre outras. O equipamento tem salas que garantem a privacidade delas. Além disso, o Centro estará atento às normas de higiene e distanciamento social e o uso de máscaras.

O ônibus começa a circular no dia 13 de fevereiro e os atendimentos acontecem sempre de 9h às 14h. Veja o cronograma:

13/02 – Escola Santa Teresinha, no Vila Rica.
27/02 – Praça de Secretário, em Secretário.
06/03 – Posto de Saúde da Posse
13/03 – Posto de Saúde do Brejal
20/03 – Escola M. Amélia Antunes Rabelo, em Madame Machado
27/03 – Escola Paulo Montes, em Araras.
03/04 – Escola Abelardo Delamare, no Caxambu.