A chegada da tecnologia 5G no Brasil está sacramentada e terá um impacto positivo na vida da população. A maior capacidade e velocidade permitirão mais usuários, mais dados e conexões mais rápidas para novos serviços e maior produtividade das empresas, sendo esse apenas um exemplo. Petrópolis está entre as 28 cidades do país preparadas para receber a tecnologia, quando as operadoras vencedoras do leilão estiverem autorizadas a operar o 5G nos municípios de menor porte. No Estado, apenas outras 13 cidades também garantiram a normatização. As demais são oito cidades do Estado de São Paulo, além de Fortaleza, Brasília, Florianópolis, Porto Alegre, Londrina e a cidade mineira de Santa Rita do Sapucaí.

“Tenho certeza que vamos atrair empresas de ponta por conta da viabilidade do 5G em Petrópolis. A nova tecnologia será crucial para uma guinada econômica. Petrópolis é uma cidade que possui uma vocação tecnológica expressiva, com um parque avançado. Com a nova tecnologia poderemos ampliar a capacidade para que mais empresas possam se instalar por aqui, gerando empregos de qualidade. Trabalhamos por uma Petrópolis antenada com o futuro, com melhor infraestrutura e qualidade de vida para seus cidadãos e àqueles que quiserem estabelecer seus negócios aqui”, aponta o governo interino.

Em agosto desse ano, Petrópolis saiu na frente com projeto de lei que dispõe sobre a normatização urbanística para regulamentar os procedimentos de licenciamento e instalação das antenas 5G, que vai atender a demanda para ampliação de cobertura e melhoria na prestação de serviço de telefonia e internet móvel na cidade. A projeto, do Executivo, foi aprovado na Câmara de Vereadores e sancionado pelo governo interino.

A tecnologia 5G irá acelerar o processo de desenvolvimento econômico e social na cidade. A ação direta do governo municipal em regulamentar o tema com uma legislação vai permitir a modernização desta infraestrutura de telecomunicações. Com a ação, será possível implementar novas tecnologias de monitoramento e gestão inteligente da cidade, investimentos em manufatura avançada e de atenção e cuidado com as pessoas, entre tantos benefícios sociais e coletivos. Em um futuro cada vez mais próximo, ter ou não a tecnologia de conexões ultrarrápidas de internet será diferencial para atrair empresas, gerar empregos e renda nas cidades.

Além das facilidades no dia a dia, o 5G promete recursos para o ganho na produtividade para a indústria. Na logística, sistemas inteligentes escolherão a melhor rota com base no clima e trânsito. Os veículos autônomos serão menos suscetíveis a acidentes e as linhas de produção serão otimizadas, com melhor aproveitamento de tempo e sem desperdício de insumos.

O que prevê o projeto aprovado

Entre os cuidados estipulados em lei, está o resguardo da paisagem urbana, bem como o que diz respeito à proteção da saúde da população, conforme os parâmetros adotados pela OMS sobre os limites seguros de exposição humana à radiação eletromagnética e também quanto ao fomento para o compartilhamento e ao uso racional dos ativos de infraestrutura. Haverá exigências para a instalação de equipamentos em áreas de preservação permanente, conservação, interesse ecológico, reservas biológicas, estações ecológicas e zonas intangíveis, primitivas e de uso extensivo localizadas em parques, além de bens tombados e área de tutela.

O projeto também regulamenta a expedição de alvará de construção, certificação de conclusão da obra e autorização ambiental. Também fica especificado que a fiscalização será de responsabilidade da Anatel, e caso haja algum desacordo nos requisitos estabelecidos pela lei, o órgão outorgante deverá intimar a empresa responsável para que no prazo de 60 dias proceda as alterações necessárias à adequação. O projeto de lei também especifica as penalidades para possíveis desacordos com a lei. Haverá uma notificação de advertência em um primeiro momento, multa com valor aplicado pelo código de obras do município em segundo instante e em caso de recorrência, a empresa responsável deverá promover o desmonte e remoção de material, em um prazo de 60 dias, sob risco de multa diária de 10 UFPES.

Parte da programação da 9ª edição da Ubuntu - Festa Afro-Brasileira de Petrópolis, o "IMC nas Redes – Conversas Culturais" terá uma edição especial hoje (18/11) debatendo a realização do evento em 2021. O encontro virtual será transmitido nas redes sociais da prefeitura (Facebook e Youtube), às 19h, com a participação de Marco Antônio Kinkin, Lourdes da Silva Petronilho, a gerente do Centro de Cultura e Pedro Ivo Cipriano. A mediadora da roda de conversa on-line será Rafaela Lisboa, gerente de políticas públicas do Instituto Municipal de Cultura (IMC).

Marco Antônio Kinkin trabalha como Coordenador de Politica e Promoção de Igualdade Racial de prefeitura de Petrópolis. Ele é formado serviço em social, militante do Movimento Negro Unificado (MNU), sambista e torcedor do Botafogo. Já Lourdes da Silva Petronilho é presidenta do Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial e coordenadora Municipal do MNU. Também integra o fórum de mulheres negras do Estado do Rio de Janeiro na Alerj.

Pedro Ivo Cipriano é artista plástico brasileiro contemporâneo. Usa como referência os símbolos da Umbanda, filosofia africana, Glenn Ligon e Rubem Valentim. Mestrando em Educação pela Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF, pós-graduado em Metodologia do Ensino de Artes pelo Centro Universitário Internacional – Uninter, licenciado em Letras pela Universidade Católica de Petrópolis – UCP.

Catarina Maul é gerente do Centro de Cultura Raul de Leoni, petropolitana, pedagoga, funcionária pública da Prefeitura de Petrópolis aposentada na Secretaria de Educação. Foi presidente da Academia Brasileira de Poesia - Casa Raul de Leoni por dois mandatos, apresentadora do programa Bem Cultural na TV petropolitana por 11 anos, é idealizadora/fundadora e coordenadora da Confraria da Poesia Informal. Escreveu, montou e produziu cerca de 15 espetáculos teatrais, alguns com mais de 80 apresentações na cidade de Petrópolis e vizinhas.

Competição será realizada nas categorias sub-13, 15 e 18

Cinco modalidades esportivas estarão em disputa nos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) deste ano. A competição, que acontece nas categorias sub-13, 15 e 18, terá vôlei, xadrez, tênis de mesa, atletismo e poomsae (taekwondo). As datas escolhidas para a realização do torneio são 24, 25, 26 e 27 de novembro, com os jogos sendo realizados no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, no Caxambu, no Centro de Cultura, e no 32° Batalhão de Infantaria Leve (BIL).

A ideia da secretaria de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL) é realizar o Jeups em menor escala neste ano para que, em 2021, os jogos ganhem um proporção maior. "Esporte promove saúde e qualidade de vida. Vamos retornando aos poucos com as atividades e realizando os jogos com os protocolos de saúde vigentes", destacou o governo interino.

Por causa da pandemia, em 2020, o Jeups não foi realizado. Em 2019, último ano em que ocorreu a competição, 54 unidades escolares se inscreveram – o maior número da história dos jogos. "Foi um grande sucesso a última edição do Jeups. Nossa ideia é bater essa quantidade de escolas em 2022", afirma o secretário da SEPJIL, e, na época, Superintendente de Esportes e Lazer do município.

Mais detalhes sobre o Jeups estão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) ou através telefone da SEPJIL: 2233-1218.

As equipes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias seguem com a implementação do Sistema de Alerta e Alarme Alternativo para Escorregamento na comunidade do Floresta. Nesta quarta-feira (17), os agentes realizaram a instalação das placas de sinalização da rota de fuga e indicação do Ponto de Apoio definidos para a localidade. O projeto estabelece um mecanismo alternativo, com o uso de apitos, para a mobilização e posterior desmobilização segura da população, em dias de chuva forte. Essa é mais uma etapa da implantação do projeto, único a seguir o modelo no Brasil, que conta principalmente com a participação comunitária visando uma conduta preventiva entre os moradores.

"É um trabalho que tem como base a mobilização comunitária. A participação efetiva dos moradores gera uma maior conscientização da comunidade, com impactos positivos a curto, médio e longo prazo", lembra o governo interino.

Para a implementação do projeto, a Defesa Civil atuou na estruturação do Núcleo Comunitário de Defesa Civil (NUDEC), com a participação voluntária de moradores da região, que estão sendo preparados para auxiliar a comunidade no momento de emergência. “Estamos com nossas equipes empenhadas na implementação desse projeto, que visa preparar a população a atuar em parceria com a Defesa Civil e ter condições de agir de forma preventiva em situação de risco”, destacou o secretário de Defesa Civil. Anteriormente os moradores, integrantes do NUDEC, receberam instruções básicas com agentes da Defesa Civil sobre prevenção e identificação de riscos, além de definição para os toques dos apitos que funcionarão como sinalizadores sonoros na localidade.

A próxima etapa para a conclusão da implementação do Sistema de Alerta e Alarme para Escorregamentos, será nesta quinta-feira (18), quando será realizado um treinamento para a preparação do simulado na comunidade, programado para o dia 27 de novembro. “Esse treinamento será mais um importante passo para a orientação da população, que está participando ativamente da implementação desse projeto que vai fazer a diferença na localidade”, destaca a diretora de projetos da Defesa Civil.

Para a estruturação do projeto na localidade, os moradores receberão, além dos treinamentos, o material de apoio que conta com colete de identificação do voluntário, apito, lanterna e capa de chuva. No simulado, os moradores testarão a funcionalidade dos toques dos apitos, percorrerão a rota de fuga e o funcionamento da abertura do Ponto de Apoio, estabelecido na Escola Municipal Duque de Caxias. Todas as ações dos moradores na comunidade nos dias de chuva serão orientadas pela Defesa Civil.

Quinta, 18 Novembro 2021 11:58

Boletim vacinação – 17/11/2021 (quarta)

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na quarta-feira(17/11) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.342 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 105 receberam a primeira dose, 1.686 receberam a segunda dose e 551 receberam a dose de reforço.

Até o momento 238.121 pessoas receberam a primeira dose, 189.688 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 26.008 idosos institucionalizados e acamados, idosos maiores de 60 anos, pacientes imunossuprimidos e trabalhadores da Saúde receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização três idosos receberam a segunda dose da vacina. Equipes aplicaram também a dose de reforço em 220 idosos, em quatro pacientes imunossuprimidos e 327 trabalhadores da Saúde.

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 62 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 1.612 pessoas também receberam a segunda dose. Também foram vacinados 98 adolescentes sem comorbidades, sendo 40 com a primeira dose e 58 com a segunda.

Equipes também aplicaram a vacina em 11 gestantes, sendo duas com a primeira dose e nove com a segunda dose. Também foram vacinadas duas puérperas com a segunda dose.

Também receberam a vacina dois trabalhadores da Saúde: um deles com a primeira dose e um com a segunda. Além destes, um profissional de transporte também recebeu a segunda dose.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

Mudanças passarão a valer com liberação de normativas e reorganização do Ministério para distribuição de vacinas seguindo as novas regras

Dose de reforço será aplicada em todos os maiores de 18 anos com intervalo de cinco meses após segunda dose

Segunda dose da Pfizer passará a ser aplicada com intervalo de 21 dias

Equipes da Divisão de Imunização da Secretaria de Saúde trabalham no planejamento para a nova etapa da campanha de Imunização contra a covid-19, que depende do envio de nota técnica do Ministério da Saúde e da chegada de novos lotes de vacinas específicos para este fim. Conforme anunciado pelo ministro da Saúde Marcelo Queiroga, na terça-feira (16.11), a aplicação da dose de reforço terá o prazo reduzido de seis para cinco meses após a segunda dose. O reforço na proteção - até então destinado a idosos, trabalhadores da Saúde e pacientes imunossuprimidos - será estendido a todas as pessoas maiores de 18 anos. O Ministério da Saúde também anunciou nova redução no intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina Pfizer, que passa a ser de 21 dias. O intervalo que inicialmente era de 12 semanas já havia sido reduzido para oito semanas em setembro.

“Petrópolis se destaca na campanha de imunização contra a covid-19 pela organização com que a Secretaria de Saúde vem conduzindo os trabalhos desde o início da vacinação. Temos uma equipe dedicada e comprometida em fazer com que a vacina chegue a todos os petropolitanos. Com as novas medidas anunciadas, que aumentarão novamente o público a ser alcançado, a Secretaria de Saúde está mais uma vez fazendo todo o planejamento para que a cidade se mantenha reconhecida pelo trabalho de excelência”, destaca o governo interino, que agradece ao empenho de todos para os bons resultados da vacinação.

Até terça-feira (16/11) Petrópolis tinha 91,71% das pessoas maiores de 12 anos com pelo menos uma dose da vacina e 72,98% deste grupo com o esquema de vacinação completo, com a segunda dose ou dose única da vacina.

“Os resultados positivos da vacinação são visíveis a cada dia, com a redução dos casos graves que geravam internações. Durante sete dias permanecemos sem pacientes internados em leitos clínicos na rede pública. Hoje temos uma taxa de ocupação de leitos clínicos em 6,67% e 1,5% na ocupação de UTIs SUS. Isso é resultado da vacinação”, destaca o secretário, lembrando a importância da vacinação para estes resultados.

“A vacinação foi feita com agendamento e de forma organizada, com a campanha avançando sem que em momento algum precisássemos suspender o trabalho. Temos equipes fazendo a busca ativa nas comunidades para alcançarmos aquelas pessoas que por algum motivo ainda não tenham conseguido se vacinar e recentemente levamos a vacinação para uma ação de saúde no terminal do Centro. Agora entraremos numa outra etapa importante. Estamos aguardando as orientações do Ministério da Saúde e a chegada de novos lotes de vacinas para que possamos avançar para esta nova etapa da campanha, mas desde já as equipes estão planejando a logística para que tudo esteja organizado tão logo as vacinas sejam entregues”, explica o secretário .

Até terça-feira (16/11), Petrópolis tinha 244.821 pessoas que receberam pelo menos uma dose da vacina e 194.807 pessoas que concluíram o esquema de vacinação com a aplicação de duas doses ou dose única da vacina. Desde o início da aplicação da dose de reforço no início de setembro, 25.457 pessoas, entre idosos com mais de 60 anos, trabalhadores da Saúde e pacientes imunossuprimidos (com imunidade baixa) receberam o reforço na imunização.

Entenda o que vale até este momento (em 17/11):

Primeira dose para todos os maiores de 12 anos
Segunda dose para todos os maiores de 12 anos, respeitando o seguinte intervalo entre 1ª e 2ª doses: Coronavac – 28 dias / AstraZeneca – 8 semanas / Pfizer – 8 semanas
Dose de reforço para idosos com mais de 60 anos (a ser aplicada seis meses após a segunda dose); para trabalhadores da saúde maiores de 18 anos (a ser aplicada seis meses após a segunda dose); e para pacientes imunossuprimidos também maiores de 18 anos (a ser aplicada 28 dias após a segunda dose

Entenda as novas mudanças anunciadas, que entrarão em vigor com a liberação das normas técnicas e a chegada de vacinas:

Primeira dose para todos os maiores de 12 anos
Segunda dose para todos os maiores de 12 anos, respeitando o seguinte intervalo entre 1ª e 2ª doses: Coronavac – 28 dias / AstraZeneca – 8 semanas / Pfizer – 21 dias
Dose de reforço para todos os maiores de 18 anos, a ser aplicada cinco meses após a segunda dose.
*A Secretaria de Saúde ainda aguarda informações e orientações do Ministério da Saúde sobre a aplicação de segunda dose da vacina Janssen, até então com aplicação em dose única, já que não há, até o momento, estas vacinas no país.

A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Turismo, promove o Festival da Gastronomia Afro-Brasileira, entre os dias 17 e 21 de novembro de 2021, paralelamente à Ubuntu – Festa Afro-Brasileira de Petrópolis, que acontece na cidade no mesmo período. O festival está sendo realizado em três categorias: pratos típicos, petiscos e somente delivery.

Será o quarto festival gastronômico realizado este ano (os outros três foram os da Bauernfest, Bunka-Sai e Serra Serata), com o objetivo de fomentar a economia da cidade, em especial à ligada ao segmento gastronômico no período de retomada.

Se inscreveram para participar do evento 13 estabelecimentos, que vão oferecer pratos diferenciados, sempre destacando a culinária afro-brasileira, uma das mais ricas e mais saborosas culinárias do mundo. Todos assinaram um termo de responsabilidade onde se comprometem, entre outras, a cumprir as exigências sanitárias ainda em vigor no município.

Os estabelecimentos participantes, assim como as informações sobre pratos oferecidos no festival, valores e condições especiais para moradores de Petrópolis, você encontra no site oficial do evento www.petropolis.rj.gov.br/festaubuntu.

Quinta, 18 Novembro 2021 11:53

17.11.21 - Boletim Epidemiológico

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde, nesta quarta-feira (17.11), está em 6,67% para leito clínico e em 1,52% para os leitos de UTI na rede pública. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, somando hospitais públicos e privados, são sete pacientes internados: três pessoas em leitos de UTIs e quatro em leitos clínicos. Um óbito foi confirmado e inserido na base de dados do município nesta quarta.

Até agora, foram realizados no município 208.007 testes para Covid-19, com 50.083 resultados positivos e 157.827 negativos (levando em consideração testes rápidos e swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, em 1.556, é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbito:

1- Homem, 82 anos, morador de Araras. Internado em 13.11.21 na UPA Cascatinha. Óbito registrado em 16.11.21 no HNSA. Paciente com pneumopatia crônica, doença cardiovascular crônica e neoplasia

No dia 25 de novembro, em Petrópolis, cidade da Região Serrana e que fica a 65 quilômetros do Rio de Janeiro, vai acontecer a primeira edição do Petrópolis TechSummit 2021 – “Tecnologia para os novos desafios da sociedade”. O evento terá em seu casting nomes expressivos no cenário nacional e internacional de tecnologia. A organização é feita pela Prefeitura de Petrópolis e pelo Serratec - Parque Tecnológico da Região Serrana.

No time de palestrantes estará a Gerente Regional de Pesquisas e Serviços de Tecnologia da Firjan, Carla Giordano, que terá como tema de sua apresentação “O impacto na sociedade pela tecnologia desenvolvida pelos institutos de inovação do Senai”.

Carla é Engenheira de Alimentos, atualmente é. Mestre em Ciências pela Escola de Química da UFRJ, com ênfase no desenvolvimento de rotas tecnológicas. Executiva com ampla visão estratégica, experiência de gestão na área de tecnologia e inovação e no desenvolvimento e implantação de novos produtos e serviços

Programação do Petrópolis TechSummit 2021

Na programação ainda estão confirmadas as palestras do empresário e presidente do Serratec, Guilherme da Motta Alves; do coordenador do Parque Tecnológico de São José dos Campos, Paulo Giarola; do vice-presidente Executivo de Operações da EMBRAER, Luís Carlos Marinho; do diretor do Laboratório Nacional de Computação Cientifica (LNCC), Fábio Borges; do presidente da IBM América Latina, Antônio Martins e do gerente de Operações da Amazon, Marcelo Amaral.

O Petrópolis TechSummit 2021 funcionará em formato híbrido (presencial e transmissão online) em redes sociais e no Youtube. No dia do evento basta acessar o link do Youtube do Serratec: https://bit.ly/SerratecOficial 

As pessoas também podem adicionar o evento na agenda, basta acessar o linkhttps://bit.ly/PetrópolisTechSummit2021

Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata é celebrado nesta quarta-feira (17)

O Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata é celebrado nesta quarta-feira (17). A data faz parte da campanha do Novembro Azul, que tem como objetivo conscientizar os homens sobre o cuidado integral da saúde. Durante todo o mês de novembro, a Prefeitura de Petrópolis realiza ações nos postos de saúde da cidade, palestras e mutirões de atendimentos com o objetivo de alertar as pessoas para os cuidados com a doença. No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens.

Com o tema, “Fortalecendo o acesso dos homens na Atenção Primária de Saúde, Caminhos e estratégias do acesso, direcionando o cuidado integral da população masculina”, a Prefeitura de Petrópolis está realizando a programação do Novembro Azul na cidade. O médico urologista, Ricardo Freire atua no Hospital Alcides Carneiro, unidade pública de referência para a realização de cirurgias oncológicas e diagnóstico de câncer, entre os quais o câncer de próstata. Ele ressalta que um a cada 8 homens no Brasil, terá câncer de próstata.

“O homem tem que procurar o atendimento primário na rede de saúde para fazer o acompanhamento. Um a cada 8 homens no Brasil vai ter câncer de próstata. É importante sempre ele saber como está o seu corpo. Depois do Covid-19, menos de 40% dos homens foram diagnosticados com câncer de próstata. Ou seja, diminuiu muito o diagnóstico da doença, possivelmente porque os homens não foram, ou não voltaram aos urologistas para o acompanhamento de rotina”, alerta Ricardo.

Ele explica o que é o câncer de próstata: “O câncer surge na próstata , que é uma glândula que ajuda a nutrir os espermatozóides, e é exclusiva do homem. Ela passa pelo canal da urina e é importante para fertilização. A maneira mais comum de diagnosticar a doença é através de um exame de sangue específico da próstata, chamado PSA, que ajuda no rastreamento da doença. Outra forma de diagnóstico, é através do toque retal em que a gente sente a próstata, que está bem próxima desta localização”.

Homens negros, ou que tiveram parentes de primeiro grau diagnosticados com câncer de próstata, pessoas com obesidade e acima de 50 anos têm maior risco de desenvolver a doença. Os sintomas mais comuns são dificuldade de urinar, diminuição do jato de urina, necessidade de urinar mais vezes durante o dia e até mesmo, sangue na urina. Por isso, o diagnóstico precoce desse tipo de câncer possibilita melhores resultados.

Ricardo finaliza dizendo que os cuidados gerais com a saúde devem ser mantidos com frequência para evitar a doença: “É importante dizer que não existe a prevenção do câncer de próstata. Existem cuidados que podemos ter para diminuir a chance de câncer de próstata. Exercícios físicos e uma alimentação saudável com tomate, brócolis, castanha do Pará e vitamina D, são alimentos que podem contribuir na diminuição de risco da doença”.

Prefeitura de Petrópolis tem programação de atendimentos no Novembro Azul

O mês de novembro da Prefeitura de Petrópolis conta com eventos presenciais, e o Dia D de atendimento ao público masculino em 27 de novembro. Entre os principais eixos da política de saúde do homem que são abordados estão acesso e acolhimento, sexualidade responsável e planejamento familiar, paternidade e cuidado, doenças prevalentes na população masculina e prevenção de violência e acidentes.

O Hospital Alcides Carneiro (HAC), unidade pública de referência para a realização de cirurgias oncológicas e diagnóstico de câncer, entre os quais o câncer de próstata, terá uma semana inteira dedicada à saúde do homem. Serão pelo menos 228 atendimentos para diferentes procedimentos - entre consultas, exames e cirurgias exclusivamente voltadas para o público masculino - realizados na unidade entre os dias 22 e 27 de novembro. Ao longo da semana serão 140 consultas e 36 cirurgias realizadas neste período – todos com agendamento prévio. No sábado (27/11) – Dia D – serão realizados 52 exames entre ressonâncias magnéticas e ultrassonografias de próstata.

Entre os dias 23 e 25/11, serão promovidas ações no Centro Administrativo da Prefeitura de Petrópolis para os funcionários e servidores, com orientações voltadas à saúde do homem, palestras sobre o cuidado integral de saúde do homem, testagem rápida para Infecções Sexualmente transmissíveis, orientações nutricionais e sobre saúde mental, além de atividades físicas com a Academia da Saúde.

No dia 26, o governo municipal por meio da Secretaria de Saúde, realizará o Pit Stop de atendimentos na Praça Dom Pedro II, no Centro Petrópolis. Serão oferecidas orientações à saúde da população masculina, verificação de pressão arterial, glicose, testagem rápida para infecções sexualmente transmissíveis, abordagem sobre causas externas, violência no trânsito, e apoio de outros serviços da saúde.

Na mesma data, o Centro de Saúde Coletiva Professor Manoel José Ferreira, no Centro da cidade, realizará atendimentos do público masculino terceiro turno, das 17 às 20 horas. Os homens passarão por consultas clínicas, orientações de planejamento familiar e tabagismo, testes de Infecções Sexualmente Transmissíveis, além da solicitação de ultrassonografia de abdômen total e de próstata.

O Dia D da campanha do Novembro Azul em Petrópolis será no dia 27. Mais de 30 unidades de saúde participarão realizando atendimentos à população masculina. Entre as ações previstas estão, abordagem sobre disfunções sexuais, Infecções Sexualmente Transmissíveis, Câncer de Pênis e Câncer de Próstata, solicitação de exames de acordo com a demanda do especialista, orientações junto com a Academia de Saúde, abordagem e fortalecimento sobre o Pré-Natal do parceiro, realização de testes rápidos de Hepatites B e C, HIV e Sífilis, atendimento odontológico, atualização do cartão vacinal do homem, orientações sobre planejamento familiar, consulta multidisciplinar com médico, enfermeiro, dentista e assistente social, aferição de pressão arterial e glicose, mensuração de peso e altura para cálculo do IMC e vigilância nutricional do homem.

O secretário de Educação abriu o ciclo de palestras dentro da programação da 9ª edição da Ubuntu - Festa Afro-Brasileira de Petrópolis da Semana da Consciência Negra. O evento aconteceu na manhã desta quarta-feira (17) na Casa da Educação Visconde de Mauá e foi transmitido ao vivo pelo youtube da Prefeitura de Petrópolis.

“O objetivo da Semana da Consciência Negra é promover a visibilidade das pautas e discussões referentes à igualdade racial. Durante toda a semana estarão sendo promovidas ações que valorizem a cultura negra da nossa cidade”, comentou o governo interino.

A palestra do secretário de Educação teve como tema o “Ensino da Formação Cultural Afro-brasileira e direitos na cidade”. “A escola que nós queremos tem que ser transformadora e o local onde as crianças possam sonhar. A escola é o único caminho para mudar a realidade dessas crianças. Temos um compromisso ético com cada aluno e aluna para que eles consigam se livrar das amarras do preconceito e do racismo”, disse o secretário. “Eu tinha tudo para dar errado: sou preto, pobre e favelado. O que o destino reservava para mim?

Muitos diriam que a marginalidade. Mas como não acredito no destino eu fiz meu próprio caminho. Como dizia Paulo Freire ‘somos sujeitos da própria história’”, acrescentou.

O secretário de Educação ressaltou também a importância da escola pública para combater o racismo estrutural e ser um mecanismo de empoderamento e conscientização. “Represento o povo preto da nossa cidade e tenho a missão que a educação pública em Petrópolis seja popular. Tenho esse compromisso e respeito com as 42 mil crianças matriculadas na nossa rede municipal de ensino”, destacou.

Para a gerente do Centro de Cultura, a Semana da Consciência Negra com a 9ª edição da Ubuntu - Festa Afro-Brasileira de Petrópolis é um evento reflexivo. “Que este evento traga esse empoderamento do povo preto”, ressaltou. O Ubuntu é promovido pela Prefeitura de Petrópolis, por meio do Instituto Municipal de Cultura (IMC), Secretaria de Educação e Turispetro; pela Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial (Copir), pelo Movimento Negro Unificado (MNU), pelo Conselho Municipal de Cultura (CMC), pelo Segmento de Culturas Afro-brasileiras, quilombolas e de matrizes africanas e pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Petrópolis.

A 9ª edição da Ubuntu - Festa Afro-Brasileira de Petrópolis começou na terça-feira (16) com o CDC por aí: Heróis Negros. A programação, online e presencial, segue até este sábado, dia 20 de novembro – Dia da Consciência Negra. Estão previstas palestras, oficinas, seminários, contação de história, shows, capoeira, apresentações de dança, desfiles, homenagem a Zumbi de Palmares (no busto localizado na Praça da Liberdade), concurso de poesia e desenho, além de barracas com comidas típicas e artesanato. A programação completa pode ser encontrada no site e nas redes sociais da Prefeitura de Petrópolis.

A obra é resultado de parceria público-privada e vai recuperar não apenas o monumento, mas também o centro de informação turística.

A Prefeitura, por meio da secretaria de Obras, deu início nesta quarta-feira (17) ao trabalho de recuperação do pórtico do Quitandinha, no principal acesso à cidade. A intervenção é resultado de parceria público privada e inclui, além da pintura, a recuperação do telhado, reforma e substituição de portas e janelas, bem como o restauro da infraestrutura. O trabalho deve estar concluído até o início de dezembro, quando começa a programação do Natal Imperial.

“O pórtico é o cartão de visita da cidade. E, por isso, é fundamental que a gente cuide desse patrimônio. Conseguimos o apoio de uma empresa para executar esse trabalho, que vai deixar o pórtico em condições de receber os turistas que visitam a cidade diariamente", ressalta o governo interino.

A obra teve início hoje. Ontem (16), pela manhã, o secretário de obras, ao lado do subsecretário de obras e do presidente da Companhia Petropolitana de Desenvolvimento - Comdep, junto com um representante técnico da empresa, estiveram na Avenida Ayrton Senna para organizar a intervenção. “A prioridade é finalizar primeiro a estrutura do pórtico. Estão sendo instalados andaimes nas duas torres para que seja executada a limpeza, pintura e a recuperação necessária na infraestrutura. O objetivo é executar esse trabalho com mínimo de impacto sobre o trânsito, que funcionará, quando necessário, nos mesmos moldes do período em que operaram as barreiras sanitárias. Ou seja, desviando pelas ruas laterais ao pórtico”, destacou o secretário de obras.

Além da recuperação do pórtico, também será recuperado o centro de informações turísticas, as áreas no entorno dos equipamentos e os canteiros. “Nossa equipe de paisagismo fará a renovação dos canteiros, para que fique ainda mais bonito do que é atualmente. Além disso, será feita a limpeza de toda a área no entorno”, destaca o presidente da Comdep.

“A reforma dos portais da cidade deixará as entradas de Petrópolis mais bonitas e atrativas. É importante para os petropolitanos e também os turistas. Além desta melhoria, a atual gestão tem investido em ações de fomento e organização da atividade turística, objetivando o fortalecimento do segmento e da economia no momento atual”, afirmou o secretário de Turismo.

Pórtico do Bingen também passará por restauro

Além do pórtico do Quitandinha, outro equipamento que também sofrerá intervenção é o de acesso ao bairro Bingen, que está localizado na avenida Lúcio Meira. “Já temos o projeto de recuperação, que também será executado em parceria com a iniciativa privada. Ali, além do restauro do pórtico, faremos uma adequação ao projeto original. A estrutura de madeira será pintada de vermelho, o restante de branco e marrom, seguindo o padrão original colonial alemão Enxaimel”, informa o secretário de Obras, acrescentando que a intervenção também começará nos próximos dias.

No passado, a estrutura seguia o estilo das construções introduzidas na cidade pelos colonos alemães que, em grande parte, habitaram a região do Bingen. O Enxaimel é uma técnica de construção na qual as paredes são montadas com vigas de madeira em posições horizontais, verticais ou inclinadas, cujos espaços são preenchidos com material de fácil utilização no local.

Ação faz parte da programação da 9ª edição da Ubuntu - Festa Afro-Brasileira de Petrópolis

Heróis negros foram lembrados ontem à noite (16/11) em uma projeção no Obelisco. Como parte da programação da 9ª edição da Ubuntu - Festa Afro-Brasileira de Petrópolis, o projeto “CDC Por Aí” exibiu desenhos e obras de artes feitas por petropolitanos em homenagem a pessoas negras de destaque na história do Brasil. A ação foi promovida pelo Instituto Municipal de Cultura (IMC) e o objetivo é valorizar o potencial criativo dos artistas da cidade e fomentar o acesso a cultura pela população do município.

Foram projetadas obras de artes de artistas locais, assim como desenhos de alunos da rede municipal de ensino. Segundo a responsável pelo projeto “CDC Por Aí”, esse trabalho busca criar oportunidades de acessibilidade e de envolvimento do público na cultura da cidade.

“As pautas de luta contra o racismo precisam ser debatidas até o esgotamento, pois não se apaga marcas tão grandes da escravatura somente com a libertação. É preciso consciência, reparação e real anseio de igualdade por toda a sociedade brasileira. A cultura e a educação possuem papel essencial nisso”, explica a responsável pelo projeto, que é gerente do Centro de Cultura.

Além desta ação, a 9ª edição da Ubuntu – Festa Afro-Brasileira do município – conta com uma vasta programação cultural, incluindo palestras, contações de história e apresentações. A festa é uma iniciativa do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR) em parceria com a Coordenadoria da Promoção da Igualdade Racial (COPIR), Conselho Municipal de Cultura (CMC) - através do segmento de Culturas Afro-brasileiras, quilombolas e de matrizes africanas -, Movimento Negro Unificado, além do apoio do IMC e da Turispetro.

"Preparamos uma programação diversificada para o evento, em conjunto com os segmentos que representam este movimento tão importante. A ideia é estimular a reflexão, a concientização e a união, lembrando a história, celebrando as conquistas e chamando atenção para a luta por direitos, por igualdade. Precisamos ouvir mais, entender mais, unir mais. É o que pretendemos com esta edição da Ubuntu", frisou o governo interino.

“Os interessados em saber mais sobre a programação devem acessar o site e as redes sociais da prefeitura. Ressalto ainda que essa é uma festa tradicional no calendário da cidade. Preparamos tudo com muito carinho. Estamos com uma programação cultural bastante diversificada celebrando a cultura afro que é tão importante”, disse o presidente do IMC.

Prefeito e secretário apresentaram projetos para enfrentamento a doenças crônicas e para criação da “Sala Rosa” para atendimento às mulheres

Ministro elogiou estratégias de vacinação adotadas na cidade e destacou importância da imunização

Com o objetivo de melhorar a infraestrutura da rede de saúde para ampliar os atendimentos a pacientes com doenças não relacionadas à covid-19, o governo interino e o secretário de Saúde, acompanhados pelo deputado Federal Dr. Luizinho, se reuniram com o ministro da Saúde Marcelo Queiroga na terça-feira (17/11) para apresentar projetos que irão fortalecer a rede de saúde preventiva para os petropolitanos. A reunião em Brasília acontece no momento em que a cidade consolida a redução de casos graves de covid-19 e tem mais de 91% da população maior de 12 anos com pelo menos uma dose da vacina e 72,98% deste grupo com o ciclo de vacinação completo com as duas doses ou dose única da vacina – resultados que foram elogiados pelos ministro da Saúde.

“Agradeço aos petropolitanos por colaborarem, indo se vacinar. A vacinação é a maneira mais eficiente de acabarmos com o caráter pandêmico da covid-19 e estamos fazendo isso”, disse o ministro Marcelo Queiroga, após conhecer detalhes sobre as ações de enfrentamento à pandemia em Petrópolis.

“Apresentamos ao ministro todo o trabalho que temos feito na cidade para o controle da pandemia, desde a estruturação da rede para que tivéssemos leitos suficientes para atender os pacientes com covid-19, até as estratégias da Secretaria de Saúde para a vacinação da população, que transcorreu de forma organizada e sem que faltasse vacina em nenhum momento. É um trabalho que levou a redução de casos graves e internações e que permite que hoje possamos estar aqui no Ministério da Saúde buscando melhorias na estrutura da rede de Saúde de Petrópolis para avançarmos em direção às demais demandas, como a saúde preventiva”, destaca o governo interino.

Entre os assuntos discutidos estão os projetos para enfrentamento às doenças crônicas e agravo não transmissíveis e a criação da “Sala Rosa” – espaço com estrutura para o atendimento às mulheres, ambos a serem implementados no Hospital Alcides Carneiro.

“O Hospital Alcides Carneiro é o maior hospital público da cidade, uma unidade que presta atendimento oncológico, de maternidade, realiza cirurgias de média e alta complexidade, exames e também oferece atendimento na saúde preventiva. Temos no HAC um ambulatório com 34 especialidades. Os projetos apresentados ao ministro Queiroga propõem a ampliação das condições técnicas que assegurem o acesso dos pacientes aos serviços de diagnóstico e terapia para prevenção e tratamento dos agravos de saúde”, explica o secretário de Saúde.

Os projetos visam a ampliação na oferta de serviços de exames de imagem promovendo o diagnóstico precoce, a prevenção e tratamento das doenças; reduzindo as mortalidades prematura em casos como doenças do aparelho circulatório e neoplasias de mama, de colo de útero e do aparelho digestivo. Os projetos também preveem a qualificação e ampliação a atenção integral à saúde da mulher com a criação da “Sala Rosa” – que propõe acolhimento e agilidade para o diagnóstico e tratamento precoce do câncer de mama e colo de útero.

já estão abertas as inscrições para as oficinas de capoeira da Casa da Educação Visconde Mauá. As atividades retornam nesta sexta-feira (19), depois de terem sido suspensas em 2020, quando começou a pandemia da covid-19. Agora, as oficinas, que são gratuitas, estão sendo retomadas gradativamente. Os cadastros devem ser feitos na própria Casa da Educação, de segunda a sexta, das 7h às 17h ou pelo telefone (24) 2246-8661.

Nesta retomada, as oficinas de capoeira acontecem nos períodos da manhã e da tarde para crianças acima de quatro anos. No turno da manhã serão três turmas com início às 8h30 e seguem até 11h20. À tarde as atividades começam às 13h30 e vão até 16h20. As oficinas da Casa da Educação Visconde de Mauá são destinadas a alunos da rede municipal de ensino.
Alunos que já estavam matriculados antes da pandemia estão sendo contatados pela equipe da Casa da Educação para a renovação da matrícula. Para os alunos novos as inscrições estão abertas.

Devido aos protocolos sanitários neste momento de pandemia, as outras oficinas oferecidas pela Casa da Educação serão retomadas em 2022. As inscrições para essas oficinas serão abertas em fevereiro do ano que vem.

Serviço:

Oficina de Capoeira
Casa da Educação Visconde de Mauá

Turmas:

Manhã
08h30 às 09h20 de 4 a 6 anos
09h30 às 10h20 de 7 a 10 anos
10h30 às 11h20 de 11 anos em diante

Tarde

13h30 às 14h20 de 4 a 6 anos
14h20 às 15h20 de 7 a 10 anos
15h30 às 16h20 de 11 anos em diante

Governo interino acompanhado do deputado Hugo Leal, se reuniu nesta quarta-feira com o diretor geral da ANTT, Rafael Vitale

Ontem técnicos da ANTT, agentes da PRF e equipe da CPTrans vistoriaram o trajeto da ligação entre os bairros

O governo interino de Petrópolis acompanhado do deputado federal Hugo Leal, anunciou nesta quarta-feira (17/11), após reunião com o diretor geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Rafael Vitale, a assinatura, em dezembro, de um termo de cooperação técnica envolvendo Prefeitura, ANTT, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Concessionária Rio-Juiz de Fora (Concer) para o início da fase de testes na ligação Bingen-Quitandinha. Esta etapa, que será oficializada pela agência nacional após a conclusão dos trabalhos técnicos da PRF e da agência e também da assinatura do termo de cooperação, será iniciada em janeiro de 2022, após a realização de intervenções no trecho urbano da rota alternativa.

Durante a reunião, que também contou com a presença do presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), o governo municipal apresentou o plano de operação, mostrando como vai funcionar a rota, e, em conjunto com a ANTT, alinhou o início da fase de testes, prevista para ser iniciada após o encerramento da programação de Natal. Esta fase vai se estender por 90 dias e terá monitoramento 24 horas, com relatórios periódicos para avaliação. Os resultados da análise servirão de base para a decisão sobre a viabilidade da manutenção da rota após a fase experimental.

Esperada há mais de 80 anos, a ligação Bingen-Quitandinha é considerada uma das mais importantes intervenções visando melhorias na mobilidade urbana no eixo Bingen-Centro-Quitandinha. Faz parte de um pacote de projetos do município, prevendo ações de curto, médio e longo prazo.

“A autorização para os testes no trecho entre Bingen e Quitandinha representa um passo importante, concreto, para viabilizar esta via alternativa. Ao longo do ano, nas várias reuniões com o DNIT e a ANTT, conseguimos mostrar a importância do projeto e apresentar soluções, propostas pela equipe técnica da CPTrans, para que esse sonho possa ser concretizado agora e, no futuro, ser incorporado, com melhorias, à pista da nova subida da serra. Agradeço a todo o apoio que tivemos para que chegássemos até este momento, por meio do trabalho dos deputados federais Doutor Luizinho, Vinícius Farah e, especialmente, Hugo Leal, que sempre lutou por este projeto. Também agradeço a todos os vereadores, que nos ouviram e nos apoiaram no momento em que apresentamos a proposta de municipalização do trecho da BR-040. Sem todo este apoio não estaríamos saindo agora da ANTT com esta notícia tão importante para a cidade”, frisou o governo interino, acrescentando a participação direta do vice-presidente da Comissão de Transporte Público e Mobilidade Urbana na Câmara, vereador Maurinho Branco, neste processo.

O prefeito lembrou que a última obra voltada à mobilidade executada na cidade foi realizada há aproximadamente 10 anos, com alargamento da ponte que liga a União e Indústria, perto da entrada do Carangola, à Estrada da Saudade. “Desde o início do ano, trabalhamos em alternativas viáveis para melhorar a mobilidade urbana na cidade. São projetos que, muitas vezes, têm uma complexidade maior, em função das características da cidade, que é cortada por rios e tem uma geografia acidentada. Também temos a preocupação com a preservação do patrimônio histórico, arquitetônico e natural. Começamos com intervenções mais simples, como a construção da rotatória do Carangola, que está sendo executada pela própria Prefeitura, e já temos sinalização positiva do DNIT para a inclusão de outras rotatórias no projeto executado pelo departamento na União e Indústria. Também estamos trabalhando junto ao Governo do Estado para tirarmos do papel um importante projeto para Itaipava”, detalhou.

Presidente da CPTrans reiterou a importância da ligação Bingen-Quitandinha para a cidade. “Temos um grande desafio, que é criar alternativas para melhorar a mobilidade em Petrópolis. Este é um dos grandes gargalos que temos na cidade. A Bingen-Quitandinha é essencial dentro deste projeto maior. Vai melhorar o fluxo de veículos em todo o eixo, acabando com a necessidade de passar pelo Centro para seguir do Bingen para o Quitandinha. Estamos conscientes de que, para melhorar a mobilidade, precisamos nos reinventar. E é o que estamos fazendo”, destacou, lembrando que há registros de interesse público na ligação Bingen-Quitandinha desde 1941.

“Esta ligação já se mostrou viável quando houve a interdição da pista por conta da cratera e que vai ajudar a reduzir os congestionamentos em trechos críticos como na altura do Hospital Santa Teresa e na Coronel Veiga, além de reduzir também o número de acidentes”, acrescentou.

O deputado Hugo Leal ressaltou que, após muitos anos, esta é a primeira vez que há um passo concreto para tirar o projeto da ligação Bingen-Quitandinha do papel. “Pela primeira vez, este ano, estamos vendo passos concretos para tirar este projeto do papel. É resultado da união de esforços, de muito diálogo e do empenho de toda a equipe da Prefeitura, especialmente do governo interino e de sua equipe técnica na CPTrans. Esta nova rota será um marco para toda a população, com impacto direto na mobilidade e na qualidade de vida”, afirmou.

Vice-presidente da Comissão de Transporte Público e Mobilidade Urbana, o vereador Maurinho Branco comemorou mais este passo. “É o passo mais importante já dado pelo município para concretizar este projeto. Muitos já tentaram, mas agora sim, estamos muito perto de ver esse sonho se tornar realidade. É um projeto que sem dúvida terá impactos enormes na cidade, melhorando significativamente a mobilidade”, disse.

Vistoria técnica foi realizada ontem

Equipe da CPTrans esteve ontem (16/11) no trecho da rodovia federal onde está prevista a intervenção, acompanhada de um técnico da ANTT e de agentes da Polícia Rodoviária Federal, para vistoriar o trajeto da ligação. O objetivo era avaliar os pontos onde há necessidade de intervenções e planejar o período de testes.

No início da tarde, o diretor administrativo-financeiro da CPTrans, o diretor técnico-operacional e o gerente de planejamento, além do assessor especial do gabinete do governo, apresentaram o projeto à equipe da PRF e ao especialista em regulação da ANTT, no posto da PRF, localizado no quilômetro 82 da rodovia federal. Em seguida, percorreram o trajeto a partir do ponto de encontro, passando pelo bairro Amazonas e seguindo até o Parque São Vicente, onde os motoristas retomam o acesso à BR-040.

Ficaram definidos ajustes ao projeto para que seja adequado para a fase de testes. “Uma das intervenções sugeridas pelo técnico da ANTT e pelos agentes da PRF foi a criação de uma faixa de aceleração na saída para a BR-040 a partir do Parque São Vicente, assim como a instalação de guardrail no acesso ao trecho da ligação, na pista de descida da Serra, no km 81, no Bingen”, finalizou o gerente de planejamento da CPTrans.

O Hospital Alcides Carneiro (HAC) realizou na última semana a Semana Interna de Prevenção de Acidentes. O evento, que foi organizado pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do hospital, teve como objetivo conscientizar os funcionários da necessidade de evitar acidentes no trabalho, de acordo com as medidas de proteção individual. Ao todo, foram 7 palestras realizadas durante toda semana com temas variados.

O presidente do Sehac comemorou a realização da 10ª edição do evento: “A Semana de Prevenção de Acidentes é uma das formas de conscientizar os profissionais, como também mostrar para eles os processos e fluxos de trabalho. Nós tivemos ainda explicações sobre a conscientização do câncer de mama, inteligência emocional e outros assuntos”.

Nas palestras realizadas entre os dias 8 e 12 de novembro, além de acidentes de trabalho, foram abordados temas como saúde do homem e Infeções Sexualmente Transmissíveis, Inteligência Emocional, Doação de Sangue, Pró- Medula e Câncer de Mama. Além disso, foi realizado o sorteio de brindes para os participantes. A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) possui 22 membros.

O presidente da CIPA do HAC explica que o intuito é conscientizar e mobilizar os profissionais sobre o uso dos equipamentos de proteção. “Promover melhorias para os funcionários do hospital. Muitas vezes as pessoas ficam na rotina só de trabalho e não possui uma equipe voltada para a segurança desse funcionário. As palestras buscam orientar e sinalizar as pessoas que podem trabalhar de uma forma segura dentro do ambiente profissional. Além disso, queremos mostrar aos funcionários a importância dos Equipamentos de Proteção Individual e Coletiva - EPIs e EPCs. Tudo para eles terem uma qualidade de vida no trabalho”.

Programação conta com atividades presenciais e o dia D em 27 de novembro

Com o tema, “Fortalecendo o acesso dos homens na Atenção Primária de Saúde, Caminhos e estratégias do acesso, direcionando o cuidado integral da população masculina”, a Prefeitura de Petrópolis está realizando a programação do Novembro Azul na cidade. A campanha é um movimento mundial de conscientização da saúde do homem e de combate ao câncer de próstata. O cronograma de ações conta com eventos presenciais e o dia D em 27 de novembro.

O governo interino destaca a necessidade do público masculino cuidar da saúde: “A valorização da saúde do homem é de extrema importância. Buscamos acabar com os preconceitos culturais do gênero masculino e mostrar a importância do cuidado com a saúde. A nossa intenção é fazer com que os homens busquem o atendimento primário na rede, tenham o acompanhamento médico constante e que isso se torne rotina na vida deles”.

O mês de novembro conta com eventos presenciais, e o Dia D de atendimento ao público masculino em 27 de novembro. Entre os principais eixos da política de saúde do homem que são abordados estão acesso e acolhimento, sexualidade responsável e planejamento familiar, paternidade e cuidado, doenças prevalentes na população masculina e prevenção de violência e acidentes.

O secretário de Saúde ressalta que é importante os homens, principalmente os idosos, estarem atentos ao câncer de próstata: “No Brasil o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens. É considerado um câncer de terceira idade, já que cerca de 75% dos casos da doença no mundo ocorrem em pessoas com mais de 65 anos de idade. Porém, isso não justifica que a doença não possa ser diagnosticada em uma pessoa mais jovem. A prevenção é sempre o melhor caminho”.

Quando o câncer de próstata é descoberto na fase inicial, a chance de cura chega a 90%. É o que explica o urologista Michael Antunes: “O câncer de próstata em sua fase inicial é uma patologia assintomática, e quando o diagnóstico da doença é feito na fase inicial, a chance de cura chega a mais de 90%. Existem várias modalidades de terapia que mantém a qualidade de vida do paciente. Por isso a importância da conscientização no Novembro Azul”.

A coordenadora da Área Técnica da Saúde do Homem destaca que o intuito da campanha é trabalhar o cuidado integral com a saúde do público masculino: “Fortalecer a importância do cuidado integral com a saúde do homem. Esse é o nosso principal objetivo. Buscamos agregar valores de prevenção para que não só o câncer de próstata, mas outras doenças, não se tornem um problema mais a frente. A detecção precoce do câncer é uma estratégia para encontrar o tumor em uma fase inicial, e assim possibilitar maior chance de tratamento”.