Meio Ambiente abre novo prazo para preenchimento das vagas, que visam atender a unidades de conservação municipais

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, prorrogou o período de inscrições para a composição de Conselhos Consultivos em unidades de conservação. Os interessados, agora, terão até o dia 29 de novembro para realizarem a inscrição e entrega de documentos na sede da secretaria, na Avenida Koeler, 87 ou pelo email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

O objetivo dos conselhos consultivos é auxiliar na gestão dos espaços das seguintes unidades: Parque Natural Municipal Padre Quinha (Centro), o Monumento Natural Pedra do Elefante (Taquaril) e a Floresta Municipal Quarteirão Italiano (Independência). Com isso, é possível fortalecer políticas ambientais, através do diálogo com representantes da sociedade civil e governo, além do estabelecimento de parcerias.

“Com os conselhos, agregamos apoio político e institucional à gestão das Unidades de Conservação do município. É importantíssimo que tenhamos a participação da sociedade civil nestes grupos, para que possamos alinhar estratégias de conservação”, disse o governo interino.

“Quando conseguimos alcançar um conselho consultivo maduro e atuante, colhemos frutos de uma gestão que está em sintonia com a sociedade civil, melhorando nossos resultados através de decisões mais assertivas de acordo com os objetivos da unidade”, completou o secretário de Meio Ambiente.

Nesta nova etapa, são três vagas para o Parque Natural Municipal Padre Quinha direcionadas a representantes de organizações da sociedade civil, que tenham atuação na área ambiental. Além disso, há inscrições também para representantes do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comdema) e de entidades de ensino e pesquisa com atuação em Petrópolis.

Para o Monumento Natural da Pedra do Elefante, são duas vagas para proprietários de imóveis dentro dos limites da unidade. As demais inscrições são direcionadas a representantes de organizações da sociedade civil com atuação ambiental e do setor empresarial.

Já na Floresta Municipal do Quarteirão Italiano, são duas inscrições para representantes de organizações da sociedade civil. As demais são divididas para entidade de ensino e pesquisa, setor empresarial, concessionária de água e esgoto e Comdema.

“Essas três unidades de conservação, por regra do sistema nacional de unidade de conservação, precisam ter, além do seu plano de manejo, conselhos que são consultivos que envolvem a sociedade civil, a comunidade e o governo. Participar de um Conselho é a oportunidade que o cidadão tem de participar das decisões da esfera pública, da vida social e ambiental”, explicou a técnica em análise e recuperação ambiental.

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato pelo telefone: (24) 2246-9233.

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na quinta-feira (11/11) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.115 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 54 receberam a primeira dose, 1.685 receberam a segunda dose e 376 receberam a dose de reforço. Até o momento 237.744 pessoas receberam a primeira dose, 184 427 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 24.442 idosos institucionalizados e acamados, idosos maiores de 60 anos, pacientes imunossuprimidos e trabalhadores da Saúde receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização aplicaram equipes a dose de reforço em 305 idosos, 10 pacientes imunossuprimidos e trabalhadores da Saúde.

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 33 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 1.608 pessoas também receberam a segunda dose. Também foram vacinados 75 adolescentes sem comorbidades, sendo 20 com a primeira dose e 55 com a segunda.

Equipes aplicaram a vacina em 10 gestantes, sendo uma com a primeira dose e nove com a segunda dose. Quatro puérperas também receberam a segunda dose.

Também receberam a segunda dose do imunizante, oito trabalhadores da Saúde e um profissional de transportes.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

Para fortalecer as políticas públicas em defesa da causa animal, a prefeitura de Petrópolis e a Universidade Estácio de Sá estudam uma parceria com objetivo de promover conteúdos sobre o cuidado e defesa dos animais, através de ações intersetoriais nas Secretarias Municipais. A ação prevê, ainda, a elaboração de um termo de cooperação técnica apontando as possibilidades de atuação dos estudantes de veterinária em ações da causa na cidade. A iniciativa colaborará com um reforço importante para a rede de proteção e resgate de animais: a universidade vai abrir uma clínica/escola de veterinária em Petrópolis no segundo semestre do próximo ano.

Os assuntos foram abordados em uma reunião realizada na quinta-feira (11/11) com o secretário-Chefe de Gabinete, o coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, o vereador Domingos Protetor, a gestora da universidade em Petrópolis, Patrícia Bach, a coordenadora do curso de veterinária, Julianna Ferreira de Azevedo e o supervisor financeiro da instituição de ensino, Rômulo Bastos.

“Essa foi a primeira reunião e o pontapé inicial para elaboração de um termo de cooperação técnica que vai fortalecer as políticas públicas municipais, a elaboração de ações em conjunto com as secretarias de Educação e Meio Ambiente, além da Cobea, sempre com a intenção de promover a conscientização da população com relação à causa animal e também para o auxílio da rede de proteção e resgate. Atendendo a um pedido do governo interino, vamos continuar estreitando os laços com a universidade para avançar ainda mais nessa questão”, disse o secretário-Chefe de Gabinete.

Os primeiros alunos do curso de veterinária da Estácio de Sá já estão cursando o 4º período. “O curso já é referência, a universidade vai ter uma clínica/escola para atuação dos estudantes em conjunto com os professores e acreditamos que isso pode ser um ganho importante para o município. A intenção é colaborar com nas demandas no que envolve a causa animal”, conformou Patrícia Bach.

Outros encontros serão marcados para fortalecer a parceria. “Maravilhosa iniciativa, uma conquista para a cidade. Esse é apenas o primeiro passo, acredito que outras ações positivas em parceria surgirão em favor da causa animal”, completou o vereador Domingos Galante.

Pessoas que receberam a primeira dose da vacina AstraZeneca até o dia 20 de setembro podem receber a segunda dose do imunizante a partir de terça-feira (16/11). A exemplo do que foi feito com em relação ao imunizante do laboratório Pfizer/BioNTec, a antecipação da segunda dose da AstraZeneca segue as orientações do Ministério da Saúde, que reduziu o intervalo entre a primeira e segunda dose das vacinas de 12 para oito semanas. No mês passado a Secretaria de Saúde já havia antecipado a aplicação de vacinas da Pfizer.

“Com a redução do intervalo entre primeira e segunda doses da AstraZeneca estamos avançando mais uma etapa para termos o maior número de petropolitanos com o esquema de vacinação completo o mais breve possível. A cidade tem hoje mais de 189 mil pessoas que receberam a segunda dose ou a dose única da vacina, o que representa 71% da população maior de 12 anos com o esquema de vacinação completo. Cada passo é importante para que possamos preservar a saúde das pessoas”, destaca o governo interino.

“Assim como foi feito com a antecipação da segunda dose da Pfizer, a Divisão de Imunização fez todo um planejamento para a antecipação da vacina da AstraZeneca, considerando a data de aplicação das primeiras doses, a quantidade de vacinas do laboratório disponíveis em estoque e a chegada de novos lotes desta vacina. Este planejamento é fundamental para a vacinação siga de forma organizada, com a garantia de que todos encontrarão a vacina no momento em que chegarem ao posto para concluir o processo de imunização”, completa o secretário de Saúde, lembrando que, assim como no caso da Pfizer, a antecipação será feita de forma escalonada.

A orientação da Secretaria de Saúde é para que as pessoas vacinadas com a AstraZeneca verifiquem no cartão de vacinação o dia em que receberam a primeira dose e acompanhem as informações divulgadas pela Secretaria de Saúde para verificarem a data para receber a segunda dose.

No momento da vacinação, a pessoa deve apresentar o cartão de vacinação, para que os dados referentes a primeira dose sejam conferidos pela equipe, CPF e documento de identidade com foto.

A segunda dose é aplicada no mesmo local em que a pessoa recebeu a primeira e não é necessário agendamento.

Até quarta-feira (10/11) 237.690 pessoas receberam a primeira dose, 182.742 receberam a segunda dose, 6.805 pessoas receberam a vacina em dose única e 24.066 pessoas receberam a dose de reforço dos imunizantes.

Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes foi o local escolhido para receber a edição

No sábado (13), das 10h às 15h, Itaipava vai sediar a 2ª etapa distrital da Campanha de adoção de animais realizada pela Prefeitura de Petrópolis, por meio da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea). Após o sucesso de realizações quinzenais no Centro Histórico, o município ampliou a iniciativa também para os distritos com o objetivo de buscar mais acolhimentos. O Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes foi o local escolhido para receber a 14ª edição geral do evento, que ocorre desde fevereiro. As instituições GAPA Itaipava, Dog’s Heaven e Irmão Animal serão as responsáveis por disponibilizar os cães e gatos castrados, vacinados e vermifugados, no espaço. Para ganhar um novo amigo os interessados precisam apresentar carteira de identidade, CPF, comprovante de residência fixa, ser maior de 18 anos, além de atender os pré-requisitos exigidos pela Coordenadoria para garantir que os animais estarão seguros de seus direitos básicos.

O governo interino ressalta que a ideia de trazer as etapas para os distritos surgiu com a intenção de atingir um novo público. “Nem todas as pessoas passam pelo Centro nos finais de semana. Por isso, estudamos a possibilidade de levar a campanha para outros bairros, conquistando mais chances de alcançar novos tutores”, assegura.

A ação deste sábado terá apoio da Rospauth, que vai presentear os novos tutores com um cupom de 10% de desconto em produtos nas lojas da marca. Além disso, o Grupamento de Operações com cães, do canil Rufus Von Kru Gdorf, da Guarda Civil Municipal, estará presente no local.

A coordenadora de Bem-estar Animal, o Parque Municipal de Itaipava foi escolhido por ser uma área que possui um grande fluxo de pessoas. “É um local de fácil acesso, no coração de Itaipava e que reúne uma boa parcela de movimentação. Muitas famílias escolhem o lugar para um passeio e para a prática de exercício, o que nos ajuda a aproximar essas pessoas das nossas barracas para que possam realizar esse ato de amor, que é a adoção”, afirma a coordenadora, que completou afirmando que a Cobea já possibilitou 102 acolhimentos neste ano.

Vale destacar que a campanha pode ganhar uma nova data em caso de novas chuvas. A Coordenadoria disponibiliza o e-mail, Whatsapp e telefone para atendimento da população em caso de dúvidas. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ; telefone: (24) 2291-1505; whatsapp (24) 98839-7243.

Petrópolis já tem 4 famílias habilitadas pelo programa

Informações sobre acolhimento, encontros preparatórios e as técnicas usadas com as famílias que se preparam para acolher uma criança ou adolescentes. Esses foram alguns pontos abordados durante o encontro entre profissionais que atuam no Programa Família Acolhedora em Petrópolis e os responsáveis pelo projeto em Arraial do Cabo. O encontro ocorreu nessa semana, na Casa da Cidadania, em Petrópolis.

Famílias Acolhedoras são voluntárias que recebem, nas suas residências, de forma temporária, crianças e adolescentes vítimas de negligência, abandono ou violência. Com o acolhimento necessário, essas famílias garantem a continuidade dos vínculos afetivos dessas crianças, evitando que sejam encaminhadas para equipamentos institucionais.

Vale destacar que no cadastro do Programa, em Petrópolis, já há quatro famílias. “Petrópolis pode servir de exemplo para outros municípios porque, graças ao trabalho realizado pela equipe do programa na cidade, já temos quatro famílias habilitadas e, continuamos na campanha para que mais pessoas se interessem por essa causa tão importante, que é a de oferecer carinho, proteção e segurança para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade”, contou o governo interino.

De acordo com a coordenadora do Programa, a troca foi positiva. “Tivemos a oportunidade de mostrar como são feitos os nossos treinamentos, conversamos sobre os desafios dos encontros online por conta da pandemia e nossa rotina de acompanhamento. Essa troca é muito valiosa e estimulante para aqueles que estão se dedicando a causa”.

Importante salientar que nas capacitações realizadas em Petrópolis pelo programa, são trabalhados oito temas com os integrantes da família, desde o histórico sobre o trabalho da Assistência Social, até sobre o acesso a programas nos CRAS e suporte psicológico necessário para lidar em situações pontuais. Após passarem pela capacitação online, os inscritos para participação do Programa Família Acolhedora mantém o contato com a Secretaria de Assistência Social que será a responsável pelo encaminhamento dos casos necessários de acolhimento para essas famílias, quando necessário.

“A Secretaria de Assistência Social está de portas abertas para receber outros municípios que tenham interesse em conhecer um pouco mais sobre a atuação do Programa Famílias Acolhedoras em Petrópolis. Além disso, é importante que as famílias petropolitanas saibam que continuamos em busca de mais famílias para habilitação no programa”, afirma o secretário de Assistência Social.

Um os objetivos da Família Acolhedora é preservar a convivência da criança com a família. Durante o todo o período em que a família estiver no lar, profissionais e a própria família trabalharão para possibilitar o retorno ao convívio familiar. Quem tiver interesse em participar do programa pode se inscrever através do cadastro no site da prefeitura, através do telefone 2249-4319, ou, ainda, pelo email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Mais informações sobre o programa também podem ser adquiridas na sede:

Serviço de Acolhimento Familiar
Avenida D. Pedro I, 199, Centro.
2249-4319
Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Inscriçoes também pelo site da prefeitura: www.petropolis.rj.giv.br
Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Comunidades de Corrêas estão sendo beneficiadas pelo mutirão de serviços do Programa Acelera Petrópolis. Operações de tapa-buracos, retiradas de entulhos, capinas, roçadas, melhorias na iluminação pública, entre outras atividades estão inseridas no pacote de ações que acontecem desde o dia 3 de novembro na região.

Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis – Comdep, Secretaria de Assistência Social, Obras, CPTrans e Coordenadoria Especial de Articulações Institucionais – CEAI, atuam para garantir melhorias para a comunidade. Também estão sendo providenciadas novas instalações e manutenções de corrimãos e parquinhos, revitalização de sinalizações de trânsito, reparos em abrigos e ações de cidadania, como visitas do ônibus lilás, Cras Volante e Procon Itinerante.

O mutirão de serviços está concentrado no Bairro da Glória, Bonfim, Caetitu, Castelo São Manoel, Corrêas e Frias. O governo interino destacou a importância das ações para melhoria na qualidade de vida das famílias que residem na região. “O Acelera Petrópolis nasceu com o objetivo de levar mais dignidade e qualidade de vida para os moradores das comunidades. As reivindicações são coletadas por meio de reuniões que realizamos com as lideranças comunitárias de cada região”, explica o governo interino.

Nesta sexta-feira, a Prefeitura também realiza uma ação social no Bairro da Glória, envolvendo o Centro de Referência em Atendimento à Mulher- CRAM, com o ônibus lilás, equipes de IST da Saúde e de saúde bucal, Casa do Trabalhador, Procon Itinerante, Inpas, Programa Petrópolis da Paz, Gabinete da Cidadania, Cobea, Coordenadoria da Juventude e Coordenadoria de Política de Igualdade Racial – Copir. O CRAS Volante da Secretaria de Assistência Social estará, até sexta-feira (12) atuando no Bonfim. Só na última quarta-feira (10/11) foram realizados pela equipe do CRAS, 25 atendimentos: recadastramento de Cartão Imperial e Bolsa Família.

Programação, organizada pela Dellarte, vai se estender até 9 de janeiro, com música, dança, teatro e atividades esportivas e recreativas

O Natal Imperial, em Petrópolis, será aberto no dia 2 de dezembro, com acionamento da iluminação e abertura da programação oficial. A data foi confirmada pela Prefeitura e pela Dellarte, empresa vencedora da licitação para organização da programação da festa, após aprovação do projeto de incentivo junto à Secretaria de Cultura e Economia Criativa. Significa que os custos da programação serão arcados por patrocinador, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (uso de recursos de ICMS para investimento em ações culturais). A programação, que terá música, dança, teatro e atividades esportivas e recreativas, se estenderá até 9 de janeiro.

“Os detalhes da programação estão sendo definidos pela Dellarte, em conjunto com a Prefeitura, e serão divulgados em breve. O mais importante é que temos a garantia de uma programação de qualidade, com opções para todas as idades, totalmente custeada por um patrocinador que será divulgado em breve. É uma enorme conquista para a cidade! Esperamos dar aos petropolitanos momentos de alegria, de esperança. Momentos de lazer e entretenimento, que marquem o momento que vivemos. O avanço da vacinação contra a covid-19 nos permitiu chegar aqui e não podíamos deixar este momento passar em branco”, frisou o governo interino.

Presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC) celebrou a confirmação da aprovação do projeto e lembrou a importância do evento para a cidade. O Natal é um evento para os moradores e também os visitantes. Este respiro será importante, especialmente depois de tudo o que passamos em função da pandemia. Teremos uma vasta programação cultural, que está sendo preparada pela Dellarte com todo o carinho para o povo petropolitano", disse.

O CEO da Dellarte informou que a programação completa deve ser divulgada no dia 22 de novembro. “Estamos preparando tudo para oferecer ao público uma programação variada e que realmente marque este momento”, finalizou.

Em operação desde 2016, o canil passa agora a contar com respaldo legal para dar seguimento às operações de segurança pública e os serviços sociais.

O governo interino sancionou na tarde desta quinta-feira (11) a lei que cria, oficialmente, o Grupamento de Operações com Cães do canil Rufus Von Kru Gdorf, da Guarda Civil Municipal, que é subordinada à Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública - SSOP. O projeto de lei já havia sido aprovado em votação no plenário da Câmara Municipal de Vereadores, por unanimidade, na quarta-feira (10). A partir de agora o canil de perfil k9, que é referência no Estado e que atua na cidade desde 2016, passa a ser uma política pública municipal, devendo ser mantida pelas gestões futuras da prefeitura.

“Não é segredo que o projeto com Grupamento de Operações com Cães é o que tenho maior carinho dos que são desenvolvidos pela nossa Guarda e acompanho esse projeto de oficialização do canil desde a Câmara de Vereadores. É fundamental esse passo de legalização das ações com o canil, para que ele possa ser perpetuado pelas futuras gestões e não corra o risco de ser encerrado no futuro”, destacou o governo interino, durante a assinatura da lei.

Com a lei, as atividades de apoio às ações da própria Guarda Civil Municipal e demais instituições de segurança pública, como a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil, se tornam oficiais. O mesmo vale para as atividades sociais prestadas atualmente pelo canil. “O trabalho de localização de drogas, de apoio nas atividades de segurança, como os choques de ordem, tem trazido frutos importantes para a nossa cidade. Outro trabalho, no entanto, que se mostra igualmente importante é a cinoterapia que foi retomada esse ano, se adaptando aos protocolos da pandemia, junto ao CTO (Centro de Tratamento Oncológico)”, ressalta a secretaria de serviços, segurança e ordem pública.

Na cerimônia de assinatura do documento, ainda estiveram presentes o superintendente adjunto da Guarda Civil Municipal, o coordenador de segurança do município, que tem como áreas de atuação a causa animal. 

Canil referência no Estado

No início de outubro, o canil da Guarda foi homenageado em cerimônia realizado no 26º Batalhão da Polícia Militar. Um reconhecimento aos trabalhos prestados na Operação Praça do Bem e nas ações de reforço da segurança pública que vem sendo realizadas ao longo de todo o ano por toda à cidades, nas sextas-feiras à noite e nos fins de semana. Em uma ação realizada no Retiro, foram 168 cápsulas encontradas por um dos cães do grupamento.

O trabalho também vem se tornando referência para outros municípios e forças de segurança do Estado. “Fomos convidados para ministrar um curso operacional junto à Core (Polícia Civil) na Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro, e, recentemente, recebemos a visita de gestores públicos de Nilópolis que, entre outras atividades, quiseram conhecer mais de perto nosso trabalho K9, para levar o modelo para ser aplicado na cidade da região metropolitana”, informa o cinotécnico responsável pelo canil, que pontua ainda que dez municípios já buscaram capacitação junto ao canil da Guarda de Petrópolis.

Sexta, 12 Novembro 2021 10:52

11.11.21 - Boletim Epidemiológico

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde, nesta quinta-feira (11/11), permaneceu em 0% para leito clínico e 3,03% em leitos de UTI. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, somando hospitais públicos e privados, são 10 pacientes internados. São seis pacientes em UTIs – dois em leitos públicos e quatro em leitos particulares - e quatro em leitos clínicos – todos na rede particular. Um óbito foi confirmado e teve os dados inseridos na base de dados da Secretaria de Saúde nesta quinta.

Até agora, foram realizados no município 207.353 testes para Covid-19, com 49.982 resultados positivos e 157.238 negativos (levando em consideração testes rápidos e swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.555, é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbito:

1 - Homem, 72 anos, morador do Chácara Flora. Internado em 29/10/21 na UPA Cascatinha. Óbito registrado em 10/11/21 no HNSA. Paciente com pneumopatia crônica, doença cardiovascular crônica.

Campanha Entendendo o Diabetes foi realizada no Ambulatório Escola nesta quinta-feira (12)

O Centro de Saúde Professor Manoel José Ferreira, no Centro da cidade, abre as portas para a população nesta sexta-feira (12), para a Campanha Entendendo o Diabetes. De 10h às 16h, quem estiver no local participará de palestras sobre a doença, orientações nutricionais relacionadas ao diabetes e cuidados com o pé do diabético, além da aferição de pressão arterial e glicose. O dia 14 de novembro é a data Mundial de Combate à Diabetes.

O governo destaca que as orientações em saúde relacionadas à doença são sempre necessárias: “Nosso objetivo é oferecer orientações sobre o diabetes. Entender a doença é o melhor caminho para evitar que ela se agrave. Em Petrópolis, acompanhamos mais de oito mil pacientes com a doença. Queremos chamar atenção das pessoas para a importância do acompanhamento médico de forma contínua, assim como cuidados gerais com a saúde”.

O diabetes é uma doença causada pelo aumento do açúcar (glicose) no sangue. Existem alguns tipos de diabetes. Os mais comuns são o diabetes tipo 1 (insulinodependente) e o diabetes tipo 2 (não insulino dependente). O tipo e o uso correto da insulina pelo paciente com diabetes tipo 1 são extremamente importantes para o tratamento e para evitar complicações locais.

O secretário de Saúde ressalta a necessidade de orientações em saúde e relacionados à doença: “Quando não controlado, o diabetes pode levar a algumas complicações, como problemas nos nervos das pernas, nos olhos, nos rins, doenças do coração, vasos sanguíneos e problemas nos pés. Além disso, os pacientes com a doença precisam estar atentos aos tipos de insulinas e orientações corretas para o uso. São cuidados fundamentais para que o paciente tenha a doença controlada, evitando complicações.

A diretora do Centro de Saúde alerta que a unidade realiza o acompanhamento contínuo dos pacientes: “O evento desta sexta-feira é o nosso Dia D de conscientização do diabetes. Mas atendemos os pacientes de forma contínua. A campanha Entendendo o Diabetes busca chamar a atenção das pessoas para os cuidados com a doença”.

Ambulatório Escola realizou atendimentos nesta quinta-feira (12)

O Ambulatório Escola, em Cascatinha, realizou nesta quinta-feira (12) atendimentos e esclarecimento de dúvidas do público, na campanha Entendendo o Diabetes. O evento foi promovido pelo Centro Universitário Arthur Sá Earp Neto e a Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP), por meio da Liga Acadêmica de Endocrinologia da Faculdade de Medicina de Petrópolis (LAEM-FMP) e pelos cursos de Nutrição, Enfermagem e Odontologia da UNIFASE. A ação também contou com a parceria da Prefeitura de Petrópolis, por meio das Áreas Técnicas da Secretaria de Saúde.

As pessoas que passaram pela unidade receberam orientações sobre o diabetes, o uso de insulina, e em saúde da mulher e do homem, além de recomendações nutricionais e odontológicas. Aferição de pressão arterial, glicose e cálculo de índice de massa corporal (IMC) foram outras atividades realizadas com o público.

A médica endocrinologista, Dra. Gisele Hart Ziehe, é professora da UNIFASE/FMP e preceptora da LAEM-FMP. Ela explica que a intenção é fazer com que as pessoas entendam realmente o diabetes. “O diabetes é uma doença crônica assim como a obesidade e hipertensão. A pessoa saber que porta uma doença e entender o diabetes é uma coisa libertadora para o paciente. Ele precisa saber o que fazer quando a glicemia estiver alta ou baixa, se precisa ganhar massa muscular ou perder peso, quais os cuidados com a alimentação que ele deve ter, como fazer a higiene dental, e outras orientações necessárias. O nosso objetivo é que elas entendam melhor o diabetes e administrem sua vida com autonomia”.

Victoria Galvão foi diagnosticada com diabetes há quatro anos. Ela conta que foi pega de surpresa com os atendimentos no Ambulatório Escola. “Vim na consulta com psicólogo e vi que tinha os atendimentos para diabetes aqui. Medi glicose, peso e altura, e recebi orientações sobre a doença. Cheguei a ficar internada por causa do diabetes. É necessário a orientação para que as pessoas saibam o que podem ou não fazer, principalmente em relação a alimentação”, conta ela.

Depois do Vicenzo Rivetti, no Carangola, chegou a vez dos moradores do Bairro da Glória, em Corrêas, receberam uma grande ação social. Promovida pela Prefeitura, a estrutura será montada na Rua Raimundo Nonato e acontece nesta sexta-feira (12) de 10h às 16h. Orientações sobre violência doméstica, direitos do consumidor, realização de testes rápidos de ISTs e saúde bucal serão alguns dos serviços disponíveis.

“Queremos garantir que os serviços oferecidos pelo poder público alcancem toda a população. É fundamental que os cidadãos tenham acesso a informação e a toda estrutura do governo. Na ação que fizemos no Vicenzo Rivetti, por exemplo, apenas o Procon realizou 27 atendimentos. Desses, 20 foram solucionados e 7 agendaram atendimento na sede do órgão. Isso mostra a importância de estarmos dentro das comunidades”, disse o governo interino. Na mesma ocasião, o Gabinete da Cidadania fez dez atendimentos, enquanto o CRAM recebeu 18 mulheres. Já as equipes da Casa do Trabalhador e Programa Petrópolis da Paz, conversaram com comerciantes e moradores, atuando na divulgação dos serviços.

Segundo a coordenadora Especial de Articulação Institucional, que organiza o evento, a intenção é envolver, cada vez mais, os principais setores da Prefeitura em favor dos petropolitanos. Nesta sexta-feira, a ação social envolve o Centro de Referência em Atendimento à Mulher- CRAM, com o ônibus lilás, equipes de IST da Saúde e de saúde bucal, Casa do Trabalhador, Procon Itinerante, Inpas, Programa Petrópolis da Paz, Gabinete da Cidadania, Cobea, Coordenadoria da Juventude e Coordenadoria de Política de Igualdade Racial – Copir.

11 mil meninas serão beneficiadas com o programa, que tem como objetivo combater a pobreza menstrual

Cerca de 11 mil meninas da rede municipal de ensino serão beneficiadas com o projeto que está sendo desenvolvido pela Prefeitura de Petrópolis para combater a pobreza menstrual. As escolas irão distribuir, gratuitamente, os absorventes higiênicos. O projeto de lei, que instituiu o programa na cidade, foi aprovado pela Câmara Municipal nesta quarta-feira (10) e agora vai para sanção do governo interino. 

“Essa é uma iniciativa que vai beneficiar não apenas as nossas alunas, mas toda a comunidade escolar. Todos os profissionais da escola, a família e alunos vão formar uma rede de apoio e acolhimento a essas meninas que não tem condições de adquirir os absorventes. A ONU estima que uma em cada quatro brasileiras já faltou à escola por não ter condições financeiras de comprar absorventes íntimos. Isso é uma realidade que queremos mudar em Petrópolis”, disse o governo interino.

Para o secretário de Educação, o programa dá voz às mulheres e meninas e vai além da distribuição do item higiênico. “Tem a ver com a escuta dentro da escola e na comunidade. Não vamos apenas distribuir os absorventes, mas também promover ações dentro das escolas para que as meninas sejam ouvidas. Esse programa é uma garantia dos direitos dessas meninas”, comentou o secretário.

Além da distribuição dos absorventes higiênicos, o programa também irá realizar palestras e ações de orientação para as alunas, alunos e toda a comunidade escolar. O objetivo é desmistificar o período menstrual (considerado um tabu) e mostrar para as meninas que esse momento é natural e normal, e não pode ser motivo de vergonha.

Pesquisas também revelam que meninas e mulheres chegam a usar pedaços de pano usados, roupas velhas, jornal e até miolo de pão em substituição ao absorvente. Ainda existem casos daquelas que não conseguem realizar de três a seis trocas diárias de absorventes, conforme a indicação de ginecologistas, permanecendo com o mesmo absorvente por muitas horas. Como consequência desse insuficiente ou inadequado manejo da menstruação podem ocorrer diversos problemas à saúde como infecções, por exemplo, além do constrangimento e outras situações.

Esta semana estão sendo realizadas reuniões com as diretoras das escolas da rede sobre a implantação do programa. Cada escola irá receber um repasse para a compra dos absorventes e uma cartilha explicando os protocolos e regras que devem ser seguidos. A previsão é que os absorventes comecem a ser distribuídos para as alunas ainda dentro do mês de novembro.

O Balcão de Emprego da Prefeitura, que é coordenado pelo Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico está oferecendo 38 vagas essa semana. Caso o candidato tenha alguma dúvida ou interesse pode procurar o atendimento presencial no Detra, que fica na Dr. Porciúncula 75, Centro. O telefone para contato é o 2246-8942.

Para que o candidato possa pleitear uma das vagas é necessário que o cadastro e o currículo também estejam atualizados, para que as empresas possam fazer o contato correto com aquelas pessoas que possuam o perfil para a oportunidade ofertada. Essa atualização é feita diretamente no site da prefeitura www.petropolis.rj.gov.br/e-gov/sde/balcao_de_empregos/candidatos/add/.

Os empresários interessados em oferecer vagas de emprego podem disponibilizar as vagas, de forma gratuita, diretamente no site da prefeitura www.petropolis.rj.gov.br/e-gov/sde/balcao_de_empregos/empresas/index. Basta fazer o cadastro e informar a vaga.

Vale ressaltar que a prefeitura é responsável apenas pela divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo. Sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. As seis vagas disponíveis desta semana são essas:

1. Encarregado de Limpeza e Operações / Ambos os sexos / Três vagas / Faixa etária de 25 a 55 anos / Ensino Fundamental / CNH B / Experiência de 1 ano

2. Supervisor de Limpeza e Operações / Ambos os sexos / Três vagas / Faixa etária de 25 a 55 anos / Ensino Fundamental / CNH B / Experiência de 1 ano

3. Auxiliar de Produção / Masculino / 25 vagas / Faixa etária de 22 a 50 anos / Ensino Fundamental / Experiência de 6 meses

4. Serralheiro / Masculino / Cinco vagas / Faixa etária de 22 a 50 anos / Ensino Fundamental / Experiência de 6 meses

5. Costureiro / Ambos os sexos / Duas vagas / Faixa etária de 27 a 33 anos / Ensino Médio / Experiência de 6 meses

Detalhes sobre a estrutura, itinerário, expectativa de público devem ser informadas à Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans.

A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) está solicitando que pedidos de Nada a Opor para eventos previstos para este fim de ano sejam feitos até esta segunda-feira (15/11). A preocupação é garantir um melhor planejamento em relação ao trânsito, em função do maior número de ações e/ou eventos previstos para esta época do ano.

“Nosso foco é garantir que haja fluidez no trânsito e que os eventos de fim de ano ocorram de forma ordeira e sem grandes impactos na mobilidade urbana. Vale lembrar que a cidade costuma receber um número maior de visitantes nesta época, muito deles contribuindo para o aumento da circulação de veículos nas nossas ruas. Por isso, o planejamento antecipado das atividades é essencial para que não haja conflito e, especialmente, impactos no trânsito que não possam ser evitados pela organização”, destaca o diretor-presidente da CPTrans.

Para solicitar a validação do evento junto ao órgão responsável pela organização do trânsito no município, o organizador da ação e/ou evento precisa acessar o site da prefeitura no endereço petropolis.rj.gov.br/cptrans. A partir do acesso, localizar na página principal a ferramenta de solicitação do “Nada Opor para Eventos”. “Aí basta preencher o formulário, que faz a análise preliminar de riscos. É preciso preencher com os dados do organizador (pessoa física ou empresa) e seus colaboradores, além dos dados referentes ao próprio evento”, informa o diretor-presidente da Companhia, que lembra que, em caso de evento realizado em mais de um dia é necessário que seja feita uma solicitação por dia de evento. “Eventos de múltiplos dias podem ter sua declaração de Nada a Opor aprovada apenas para alguns dos dias solicitados”.

Outras informações importantes para a liberação do evento são: data, horário de início e término, expectativa de público, público a que se destina e tipo de evento (corrida, passeio ciclístico, caminhada, apresentação musical, apresentação cultural, entre outros). Se houver local fixo ou deslocamento, é preciso descrever ainda o itinerário (por quais ruas vai passar) e também é necessário apresentar outras liberações (como do Corpo de Bombeiros, Polícias e demais órgãos públicos), caso haja. “Se a estrutura demandar uso de carros de som, instalações elétricas ou de barracas, instalação de palcos, tudo isso deve constar na solicitação”, lembra o diretor-presidente da CPTrans.

Se houver dúvidas no preenchimento do formulário, os organizadores podem solicitar esclarecimentos à CPTrans pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone (24) 2237-1703.

A primeira estação geotécnica de Petrópolis, denominada Quitandinha-Geo, começa a funcionar nesta quinta-feira (11) e com isso, o município passa a contar com estrutura que garantirá o aprimoramento dos protocolos de Defesa Civil, para escorregamentos causados pelas fortes chuvas de verão. A equipe da Secretaria de Defesa Civil de Ações Voluntárias acompanhou ontem (10), os técnicos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN-BR), que iniciaram a instalação dos equipamentos. Petrópolis vai receber no total, cinco estações geotécnicas de monitoramento da umidade do solo. A medida faz parte do acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura de Petrópolis e o Ministério de Ciências, Tecnologia e Inovação, ao qual o CEMADEN é ligado, e é uma das ações de preparação do município focado na prevenção e enfrentamento de desastres.

“Estamos na fase de conclusão dessa parceria que vai trazer ainda mais benefícios para a cidade e vamos conseguir aprimorar o trabalho de prevenção da Defesa Civil”, destaca o governo interino. Ao longo do mês de novembro os técnicos realizarão a instalação de todos os equipamentos, que já estarão em funcionamento durante o verão, quando o trabalho de monitoramento das chuvas se intensifica. “Esses equipamentos vão ser de grande contribuição para o trabalho de monitoramento das áreas de maior risco na cidade”, destacou o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias.

No mês de outubro os técnicos do CEMADEN estiveram na cidade para conhecimento e avaliação das possíveis áreas em que os equipamentos serão instalados. As Plataformas de Coletas de Dados (PCD) vão funcionar em prédios públicos, próximos a regiões classificadas pela Defesa Civil como sendo de maior risco na cidade. A primeira a receber o instrumento de monitoramento é a Escola Municipal Marcelo Alencar, na comunidade do Espírito Santo, no Quitandinha. No local, além de preparar a área para a instalação dos aparelhos, os técnicos do CEMADEN, coletam amostras do solo para estudo em laboratório.

“Identificamos os locais que apresentam maiores condições de receber esses equipamentos e que tenham proximidade com áreas de risco já mapeadas. Com isso aprimoramos o monitoramento de encostas e teremos parâmetros mais assertivos para a emissão de avisos e alertas à população”, destaca o diretor técnico da Defesa Civil. As estações geotécnicas contam com pluviômetros e sensores de umidade do solo. Os equipamentos possibilitam fazer a relação entre a chuva e a infiltração no solo, o que vai resultar em maior celeridade para a identificação de situação de risco de deslizamentos e assim, agilizar a emissão de alertas nas comunidades.

A iniciativa faz parte do Projeto RedeGeo que visa garantir maior exatidão para obtenção de dados sobre áreas que possam oferecer maior risco de deslizamentos em encostas. As estações geotécnicas possibilitarão uma atuação focada na prevenção dos desastres, além de oferecer mais qualificação na aplicação dos protocolos operacionais da Defesa Civil. Com esses equipamentos, o município amplia o número de pluviômetros em funcionamento. Atualmente há 51 aparelhos de medição, dos quais 23 do próprio CEMADEN-BR e os demais do INEA e CEMADEN-RJ, espalhados em 20 localidades pelos cinco distritos.

Atividades serão realizadas no Conjunto Habitacional Oswaldo Santarsiérie Médici

A prefeitura, através da secretaria de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL), promove na próxima segunda-feira, dia 15 de novembro – feriado da Proclamação da República – uma edição do Festival das Comunidades na Posse. As atividades acontecem no Conjunto Habitacional Oswaldo Santarsiérie Médici, de 9h às 12h. Serão realizadas aulas de ginástica e dança para adultos e recreação para crianças. A ação será realizada seguindo todos os protocolos vigentes de segurança contra a Covid-19.

O intuito da prefeitura é atender não apenas os moradores do Conjunto Habitacional, mas de toda a população daquela região. Apesar do espaço não contar com uma quadra comunitária, a equipe vai realizar as atividades em uma área de lazer que pertence ao Conjunto. “Será uma manhã de diversão e muito esporte para toda a comunidade do entorno”, garante o secretário da SEPJIL.

O Festival das Comunidades foi criado para estimular a prática esportiva nos bairros. Até o fim do ano, todas as regiões de Petrópolis serão atendidas. "Criamos o programa em 2017, quando fui Secretário de Esportes do município. Desde aquela época, o festival é muito bem aceito nos bairros. É uma atividade itinerante e que abre espaço para pessoas de todas as idades participarem", ressaltou o governo interino.

Em 2021, o Festival das Comunidades já foi realizado nas quadras comunitárias do Atílio Marotti, Moinho Preto (Vila São Francisco), Vila Rica, Bela Vista, 24 de Maio, Parque Cremerie e no Duques. Em Cascatinha, em virtude da chuva, a realização do programa precisou ser adiada. É uma atividade itinerante e que acontece por toda a cidade. “Vamos agraciar todas as regiões da cidade até o fim do ano com muito esporte e lazer, promovendo saúde e qualidade de vida", completou o secretário da SEPJIL.

Chefe do Centro Tecnológico do Exército, General de Brigada Armando Morado Ferreira, também será palestrante no evento de tecnologia organizado pela Prefeitura de Petrópolis e Serratec

Faltam 15 dias para a realização do Petrópolis TechSummit 2021, que é organizado pela Prefeitura de Petrópolis e pelo Serratec - Parque Tecnológico da Região Serrana, com o apoio da Firjan. No dia 25 de novembro, das 9h as 17h, diversos nomes de grande expressão no cenário nacional e internacional estarão reunidos para debater os rumos do setor tecnológico. Entre eles estará o General de Brigada Armando Morado Ferreira, que é o atual Chefe do Centro Tecnológico do Exército. Sua palestra irá abordar temas que envolvem a tecnologias para a sociedade, com ênfase para os setores de defesa e segurança pública.

O General de Brigada Armando Morado Ferreira é graduado em Engenharia Mecânica e de Automóvel pelo Instituto Militar de Engenharia. Tem mestrado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Militar de Engenharia; doutorado em Engenharia Mecânica pela Universidade de Delaware, nos EUA; mestrado em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército; MBA com ênfase em gerenciamento de projetos pela Fundação Getúlio Vargas e especialização em Política, Estratégia e Alta-Administração do Exército, pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

Armando atua como professor do IME, foi assessor do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, supervisor do Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento da Família de Blindados Guarani e Comandante do Instituto Militar de Engenharia. Ganhou ainda a Medalha da Ordem do Mérito Militar (Grau Comendador), Medalha da Ordem do Mérito Aeronáutico (Grau Comendador), Medalha Tiradentes da ALERJ e Membro Titular da Academia Nacional de Engenharia.

Programação do Petrópolis TechSummit 2021

Na programação ainda estão confirmadas as palestras do empresário e presidente do Serratec, Guilherme da Motta Alves; do coordenador do Parque Tecnológico de São José dos Campos, Paulo Giarola; da gerente regional de Serviços Tecnológicos da FIRJAN, Carla Giordano; do vice-presidente Executivo de Operações da EMBRAER, Luís Carlos Marinho; do diretor do Laboratório Nacional de Computação Cientifica (LNCC), Fábio Borges; do presidente da IBM América Latina, Antônio Martins e do gerente de Operações da Amazon, Marcelo Amaral.

O Petrópolis TechSummit 2021 funcionará em formato híbrido (presencial e transmissão online) em redes sociais e no Youtube. No dia do evento basta acessar o link do Youtube do Serratec: https://bit.ly/SerratecOficial 
As pessoas também podem adicionar o evento na agenda, basta acessar o link https://bit.ly/PetrópolisTechSummit2021