Leitos clínicos destinados a pacientes com covid-19 na rede pública permaneceram totalmente vazios em Petrópolis. A taxa de ocupação destes leitos se manteve  em zero nesta terça-feira (12.10). Dados da Secretaria de Saúde  mostram a que a ocupação de leitos de UTI covid-19 está em 10,61%, na rede SUS. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 16 pacientes internados na cidade: 12 em UTIs, sendo sete na rede SUS e cinco na rede particular; e quatro em leitos clínicos da rede particular. 

Até agora foram realizados no município 201.889 testes para Covid-19, com 49.029 resultados positivos e 152.428 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.531 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br)

O poder da arte na vida das crianças será o assunto debatido no "IMC nas Redes – Conversas Culturais" da próxima quarta-feira (13/10). O encontro virtual será transmitido nas redes sociais da prefeitura (Facebook e Youtube), às 19h, com a participação de Cecília Pinheiro, Isabelle Fernandes, Laércio Motta, Talita Costa e Marco Aurêh. A mediadora da roda de conversa on-line será com a gerente do Centro de Cultura Raul de Leoni.

Cecília Pinheiro é professora e atua na área na alfabetização e anos iniciais do ensino fundamental. Autora dos livros infantis "Emanuel e Seu Chapéu" e "Um Sentimento Danado". Idealizadora do grupo Raio de Solidariedade onde atua com ações sociais. Formada em licenciatura em educação artística pela UFRJ, Isabelle Fernandes já atuou como arte educadora e ministrou oficinas em centros culturais. Atualmente leciona para crianças e adolescentes na rede particular de ensino de Petrópolis.

Laércio Motta é ator, palhaço, arte educador e psicólogo. Iniciou sua carreira artística em Petrópolis junto ao grupo Teatro Circense Andança. É formado em atuação pela Escola de Teatro de São Paulo, além de ser estudante da Escola de Arte Dramática da USP. É formado no curso de Magistério e em Psicologia pela Universidade Católica de Petrópolis.

Artista circense desde 2016, Talita Costa é integrante da Dupla Malabaguita, que utiliza malabarismo e da palhaçaria em seus shows voltados, principalmente, para o público infantil. Já Marco Aurêh é músico, compositor, ator, diretor teatral, gestor cultural e arte-educador. Especializado em composição de trilhas sonoras para teatro e audiovisual. Possui um efetivo trabalho voltado para a infância e a juventude. Foi produtor, diretor musical, arranjador e intérprete de nove CDs sendo que cinco destes voltados para o público infantil.

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência nesta segunda (11/10) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 1.820 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 183 receberam a primeira dose, 1.400 receberam a segunda dose e  237 receberam a dose de reforço. Até o momento 234.335 pessoas receberam a primeira dose, 144.684 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 5.361 idosos institucionalizados e acamados, idosos maiores de 60 anos e pacientes imunossuprimidos e  receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização cinco  idosos foram vacinados com a segunda dose. Outros 158 receberam a dose de reforço, além de oito pacientes imunossuprimidos e 71 trabalhadores da Saúde.

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 10 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 1.321 pessoas também receberam a segunda dose. Também receberam a primeira dose do imunizante 169 adolescentes sem comorbidades.

A segunda dose da vacina foi aplicada também em uma pessoa com comorbidade.

Equipes vacinaram ainda uma gestante.

A primeira dose da vacina também foi aplicada em um trabalhador da Saúde. Outros 60 profissionais da área receberam a segunda dose. Também receberam a segunda dose cinco profissionais de Educação  e quatro profissionais de transportes.

Cinco pessoas que vivem em situação de rua também foram vacinadas: duas com a primeira dose e três com a segunda.

A vacinação contra a covid-19 segue na quarta-feira em 13 pontos distribuídos na cidade.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

Pela segunda vez em menos de uma semana leitos clínicos destinados a pacientes com covid-19 na rede pública ficaram totalmente vazios em Petrópolis. A taxa de ocupação destes leitos nesta segunda (11/10) ficou em zero – situação já registrada na última quarta-feira (6/10). Já a ocupação de leitos de UTI covid-19 está em 9,09%, com seis pacientes internados na rede SUS. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 15 pacientes internados na cidade: 11 em UTIs, sendo seis na rede SUS e cinco na rede particular; e quatro em leitos clínicos da rede particular.

Até agora foram realizados no município 201.889 testes para Covid-19, com 49.029 resultados positivos e 152.428 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.531 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Município é o único do Estado do Rio a participar da pesquisa, realizada em parceira com a Fiocruz

Levantamento de campo com coleta de informações de moradores começa a ser feito dia 14

Petrópolis está entre os 15 municípios do Brasil – único no Estado do Rio de Janeiro - selecionados pelo Ministério da Saúde para uma pesquisa sobre cobertura vacinal. O “Inquérito de Cobertura Vacinal” tem o apoio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e visa avaliar e estimar a cobertura vacinal de crianças nascidas nos anos de 2017 e 2018. A primeira etapa da pesquisa foi realizada no ano passado apenas nas capitais do país. Nesta nova etapa, os dados serão coletados em 15 municípios do Brasil, que têm mais de 200 mil habitantes. Entre os 92 municípios do estado do Rio de Janeiro, somente Petrópolis participa do estudo.

Os pesquisadores irão coletar informações junto a moradores de diferentes bairros sobre as vacinas BCG, hepatite B, poliomielite, pentavalente, rotavírus humano, febre amarela, meningococo conjugada C, penumococo conjugado 10 valente, influenza, hepatite A, tríplice viral, varicela e reforço para DPT e poliomielite. O levantamento será feito por meio da análise da caderneta de vacinação das crianças desde o seu nascimento até o momento da entrevista.

“Ficamos felizes por Petrópolis ter sido selecionada para este levantamento do Ministério da Saúde. São dados importantes que serão coletados e que futuramente poderão nos ajudar a nortear as políticas públicas na cidade”, destaca o governo interino, lembrando que a atualização da carteira de vacinação pode ser feita na campanha de multivacinação em 15 unidades de Saúde do município. “Aproveito a oportunidade para lembrar aos pais e responsáveis por crianças e adolescentes, que estamos com a campanha de multivacinação em andamento para a atualização da carteira de vacinação das crianças e adolescentes de zero a 15 anos”, cita.

“Os resultados recentes da imunização contra a covid-19 são bastante evidentes e reforçam o papel importante que as vacinas têm para a saúde da população. O mesmo vale para todas as demais vacinas. Elas são fundamentais para a proteção contra doenças. Pais e responsáveis devem estar atentos à caderneta de vacinação das crianças e adolescentes. Vacinar as crianças é um ato de amor”, frisa o secretário de Saúde

A pesquisa do Ministério da Saúde sobre a vacinação terá início no dia 14 (quinta-feira), quando entrevistadores de uma empresa contratada para o levantamento estarão em diferentes bairros conversando com as famílias e coletando os dados. Os entrevistadores irão conversar com os responsáveis pela criança e fotografar a caderneta de vacinação para identificar quais as vacinas ela recebeu. A entrevista coletará os dados de 452 crianças.

“É muito importante que as pessoas recebam os pesquisadores - que estarão indo até as casas identificados - e forneçam as informações. A partir dos resultados apurados o Ministério da Saúde poderá definir novas estratégias para melhorar o acesso à vacinação das crianças em todo país e, assim, ampliar as coberturas vacinais, o que na prática significa proteger a saúde de toda população. A participação de cada um é importante para o melhor resultado deste levantamento”, destaca.

Os entrevistadores estarão portando crachá de identificação e usando blusa da empresa contratada para a pesquisa, além de equipamento de proteção contra a covid-19. Em caso de dúvidas, a orientação é para que o morador entre em contato com o Ministério da Saúde pelo Disque Saúde: 136. Informações também podem ser fornecidas pela empresa contratada para a realização da pesquisa, Science, pelo 0800 025 0174. Dúvidas também podem ser sanadas junto à Fiocruz, que coordena o estudo no Rio de janeiro, pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Crianças da Associação Espaço Educativo São Charbel tiveram uma aula diferente na última sexta-feira (08): os alunos acompanharam o trabalho dos agentes de endemia no Caxambu, bairro em que a creche é localizada. Durante a ação, os estudantes acompanharam a rotina de vistorias no combate e prevenção ao mosquito aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chykungunia.

Participaram das atividades os alunos do 5° ao 9° ano, com idades entre 8 e 14 anos. Durante a ação, realizada seguindo os protocolos de segurança para prevenção à covid-19, eles assistiram de perto as tarefas executadas pelos agentes de combate a endemias em vistorias de domicílios, com transmissão de informações sobre os cuidados necessários para garantir a não proliferação do vetor, destruição de criadouros e aplicação de larvicidas quando necessário.

A Diretora há 35 anos da Associação Espaço Educativo São Charbel conta como surgiu a ideia de levar as crianças para uma vistoria. “Temos uma parceria com os agentes de endemia da região do Caxambu, em que damos um suporte com um trabalho deles aqui no bairro. Através desse contato, tivemos a ideia de fazer uma atividade educativa diferente com as crianças da creche. Os agentes aceitaram prontamente e as crianças gostaram demais”, contou.

O professor de Educação Física da creche foi o responsável por acompanhar as crianças na vistoria. Ele conta que o fator socioeducativo foi o ponto principal da atividade: “Eles andaram pela comunidade, viram a realidade de perto, identificaram possíveis focos dos mosquitos, coletaram amostras, escutaram os agentes conversando com os moradores, ouviram as orientações transmitidas, fizeram perguntas. Foi muito proveitoso. Já fizemos passeios recreativos para o Parque Municipal, caminhadas, levamos a criançada para poços, mas, para mim, se não foi a melhor, foi uma dos melhores atividades, pelo fator socioeducativo. Eles não vão esquecer desse dia nunca mais”.

Ele conta que o conhecimento adquirido pelos alunos foi transmitidos aos outros, que não acompanharam as visitas. “Após o acompanhamento, fizemos uma roda de conversa na creche em que os alunos que participaram da vistoria compartilharam as instruções e conhecimentos adquiridos com aqueles que não estavam presentes. Fizeram perguntas entre si e ainda relataram a experiência de duas caixas d'água que eles viraram para identificar focos do mosquito”.

O professor ainda relata outra situação curiosa com uma criança que acompanhou o trabalho dos agentes. “Na parte da tarde estávamos fazendo atividades de futebol e a bola caiu em um local fora da quadra. Fui buscar a bola com um aluno e nesse caminho tinha um pote cheio de água. Ele já virou pra mim chamando para ver se tinha algum foco de mosquito ali. Olhamos, não tinha e viramos o pote para baixo. Mas é esse tipo de lição que fica. Ele vai levar para dentro da casa esse conhecimento e contar para os pais também, e assim por diante”.

Bons resultados dos agentes de endemia

Os agentes são ligados à Coordenadoria de Vigilância Ambiental do Departamento de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Saúde. No mês de setembro, eles atingiram uma marca importante no fechamento dos trabalhos: mais de 450 mil visitas a domicílio foram realizadas em 2021 pelos profissionais. Por mês, são feitas cerca de 45 mil visitas periódicas. Todos os agentes estão vacinados com as duas doses contra Covid-19.

De acordo com o último Levantamento de Índice Rápido ao Aedes Aegypti (LIRA), Petrópolis tem atualmente o menor índice de risco de infestação de Aedes Aegypti dos últimos quatro anos. A pesquisa realizada entre os dias 02 e 06 de agosto, classifica a cidade para as doenças transmitidas pelo mosquito como dengue, chikungunya e zika. Com 0,10%, a cidade está classificada com baixo risco de infecção predial.

A campanha Um Brinquedo Por Um Sorriso, da Prefeitura, realizada pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, encerrou a arrecadação de brinquedos que atendeu localidades por meio dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC). Entre as comunidades que receberam os brinquedos estão Presidente Sodré, Thouzet, Siméria, Amazonas, São Sebastião, Duques, Serrinha, 24 de Maio, Espírito Santo, Morin, Meio da Serra, Chapa 4 (Valparaíso), Honduras, Independência, Cuiabá, Estrada da Saudade, Taquara e Posse. A iniciativa teve início dia 21 de setembro e contou com a colaboração, além da população, de instituições e empresários da cidade.

"Iniciativas como esta levam apoio e alegria às comunidades. Fazem bem tanto a quem doa quanto a quem recebe a doação. Que ações como esta se multipliquem, não apenas no poder público, mas também na sociedade, em geral", frisou o governo interino.

A campanha recebeu o apoio da Legião da Boa Vontade (LBV), do 15° Grupamento do Corpo de Bombeiros, do 26° Batalhão da Polícia Militar, do Polo da Rua 16 de Março e Instituto Corrente do Bem. As equipes da Defesa Civil se dedicaram nos últimos dias ao recebimento e organização das doações, que foram entregues nas comunidades antes do Dia das Crianças. A ideia foi garantir que as crianças mapeadas nas regiões pudessem receber um presente em tempo das comemorações dessa data tão esperada pelos pequenos. “Essa foi uma ação muito prazerosa para toda a nossa equipe. Conseguimos levar um pouco de alegria para muitas crianças. Trabalhamos diariamente na busca pelo cuidado do próximo e isso vai muito além do trabalho rotineiro atender a chamados de ocorrências”, destacou o secretário de Defesa Civil.

Em algumas comunidades, os brinquedos recebidos complementarão as festividades, como é o caso da região do Amazonas. O representante dos moradores da localidade esteve na sede da Defesa Civil para buscar as doações. “Vamos poder fazer as crianças mais felizes. Agradecemos a todos os envolvidos nessa campanha”, destacou . As crianças do Chapa Quatro, no Valparaíso, também receberam parte das doações. “Quero muito agradecer a Defesa Civil por ajudar nossa ação com as crianças da comunidade. Essa doação vai complementar as festividades que preparamos”, disse o representante da comunidade.

Além das comunidades, com o montante arrecadado, ainda vai ser possível abranger instituições voltadas para o atendimento de crianças. A campanha reuniu brinquedos novos e usados, que passaram por triagem para garantir o bom estado dos itens que serão entregues. “Estamos muito felizes com o resultado dessa campanha e agradecemos o apoio de todos que se juntaram a nós neste ato humanitário. Campanhas como essa farão parte do nosso cronograma de ações”, destacou a diretora de projeto da Defesa Civil.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde, neste domingo (10/10), se manteve em 3,33% em leito clínico da rede SUS. A UTI covid na rede SUS está em  10,61% de ocupação. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 17 pacientes internados na cidade: sendo 12 em UTIs e cinco em leitos clínicos.

Até agora foram realizados no município 201.889 testes para Covid-19, com 49.029 resultados positivos e 152.428 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.531 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência neste sábado (09/10) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 1.205 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 127 receberam a primeira dose, 641 receberam a segunda dose e 437 receberam a dose de reforço. Até o momento 234.152 pessoas receberam a primeira dose, 143.284 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 5.124 idosos institucionalizados e acamados, idosos maiores de 60 anos e pacientes imunossuprimidos e  receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização, 135 idosos foram vacinados com a dose de reforço, além de cinco pacientes imunossuprimidos e 297 trabalhadores da Saúde.

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em uma pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 621 pessoas também receberam a segunda dose. Também receberam a primeira dose do imunizante 126 adolescentes sem comorbidades.

A segunda dose da vacina foi aplicada também em 16 pessoas com comorbidades.

Equipes vacinaram ainda duas gestantes e duas puérperas com a segunda dose. 

A vacinação contra a covid-19 segue na segunda-feira em pontos distribuídos na cidade.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde  neste sábado (09/10) se manteve em 3,33% em leito clínico da rede SUS. A UTI covid na rede SUS está em  9,09% de ocupação. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 16 pacientes internados na cidade: sendo 11 em UTIs e cinco em leitos clínicos.

Até agora foram realizados no município 201.889 testes para Covid-19, com 49.029 resultados positivos e 152.428 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.531 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Na noite desta sexta-feira (8), mais uma ação de Choque de Ordem foi realizada pelo poder público municipal e o 26º Batalhão da Polícia Militar. Durante a ação, a principal irregularidade identificada foi o estacionamento irregular: foram emitidas 36 notificações e quatro veículos foram removidos para o pátio de apreensões do Morin.

"Semanalmente, temos nos reunido com a Polícia Militar, reunião que conta com a CPTrans, com a Guarda e com a fiscalização de posturas, para coordenar as ações de ordenamento urbano, especialmente para garantir o cumprimento dos decretos e coibir o uso do espaço público para práticas irregulares como estacionamento proibido", destacou a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública.

A ação foi concentrada na rua 13 de Maio, na Praça da Liberdade, praça Princesa Isabel e nas ruas de entorno da região. Durante o trabalho das equipes de segurança pública e de fiscalização de posturas e trânsito, 36 veículos foram notificados por irregularidades, especialmente em relação à prática do estacionamento em local proibido. Quatro deles (localizados nas ruas Padre Siqueira e no entorno da Catedral São Pedro de Alcântara) foram removidos pela ausência do proprietário no local para remover o veículo.

No Centro de Saúde, grupos de apoio são abertos, com atendimento gratuito

Com o objetivo de instruir e prevenir a iniciação do tabagismo, estimular a interrupção do fumo e proteger as pessoas da exposição à fumaça ambiental do tabaco, o governo municipal, por meio da Secretaria de Saúde, oferece no Centro de Saúde grupos de apoio abertos e gratuitos à população. A participação é aberta ao público que deseja parar de fumar, sendo necessário apenas o preenchimento de um cadastro na unidade. Os grupos têm horários disponíveis de encontros de segunda a sexta-feira, pela manhã, tarde e à noite.

“Sabemos dos malefícios que o tabagismo provoca e o quanto é difícil abandonar o vício. Este apoio a quem quer deixar o cigarro de lado é essencial. Durante o mês de agosto realizamos a capacitação dos profissionais da rede apoiada nas diretrizes do Programa de Controle do Tabagismo”, destaca o governo interino.

Segundo o INCA, a epidemia global do tabaco mata mais de 8 milhões de pessoas ao ano por doenças crônicas e cerca de 1,2 milhões de fumantes passivos por doenças relacionadas ao tabagismo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) o consumo de tabaco é a principal causa de morte evitável no mundo, respondendo por mais de 60% dos óbitos relacionados às doenças crônicas não transmissíveis (DCNT).

O secretário de Saúde diz que o apoio das pessoas próximas é fundamental para quem deseja acabar com o vício. “Parar de fumar é uma das melhores coisas que a pessoa pode fazer para a sua saúde. Alguns conseguem fazer isso sozinhos e outros precisam de ajuda. Mas o êxito só vem quando realmente o próprio indivíduo toma a decisão de parar de fumar. Por isso, apoie quem tomou essa decisão e estimule com palavras positivas. O tabagismo é um dos principais fatores de risco para qualquer tipo de câncer. Fumar mais de um maço de cigarros por dia durante 10 anos aumenta em 60% a chance de ter um câncer de mama após os 44 anos”, exemplificou.

Para participação nos grupos de apoio, cadastre-se presencialmente no Centro de Saúde ou entre em contato pelo telefone (24) 2237-3616. De segunda a sexta-feira, os grupos se reúnem pela manhã nos horários de 8h e 10h. Pela tarde, o Centro de Saúde possui grupos de apoio às 13h e 15h na segunda, terça e quarta-feira. Na segunda, quarta e sexta-feira é oferecido o atendimento no terceiro turno, às 18 horas.

O Centro de Saúde Professor Manoel José Ferreira fica na Rua Santos Dumont, 100, no Centro da cidade.

Grupos de Tabagismo

Os grupos de tabagismo são realizados dentro das unidades da saúde com reuniões de apoio, medicamentos e orientações totalmente gratuitas à população, para quem deseja parar de fumar. As atividades acontecem por meio de ações educativas, de comunicação e de atenção à saúde. A coordenadora do Programa de Tabagismo de Petrópolis explica como é feito o acompanhamento. “Os grupos realizam quatro sessões de acompanhamento com o paciente, em que cada semana é abordado um assunto diferente. São realizadas palestras relacionadas a saúde do indivíduo com o tabaco, com objetivo que o paciente pare de fumar. Juntamente com as abordagens, é realizado o acompanhamento com uma equipe multidisciplinar com médico, dentista, nutricionista, e outros profissionais”.

“A decisão de parar de fumar é do paciente. Ele decidindo, iniciamos o procedimento com os medicamentos de adesivos de nicotina, de acordo com a demanda dos pacientes”, completa a coordenadora, alertando que o uso dos adesivos deve ser acompanhado pelo profissional responsável do grupo.

Quarta, 13 Outubro 2021 10:40

Boletim vacinação – 08/10/2021 (sexta)

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência nesta sexta (08/10) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 3,052 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 437 receberam a primeira dose, 1.905 receberam a segunda dose e 710 receberam a dose de reforço. Até o momento 234.025 pessoas receberam a primeira dose, 142.643 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 4.687 idosos institucionalizados e acamados, idosos maiores de 70 anos e pacientes imunossuprimidos e receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização, 17 idosos foram vacinados, sendo cinco com a primeira dose e 12 com a segunda dose. Equipes aplicaram também a dose de reforço em 289 idosos, 19 pacientes imunossuprimidos e 402 trabalhadores da Saúde

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 108 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 1.792 pessoas também receberam a segunda dose. Também receberam a primeira dose do imunizante 321 adolescentes sem comorbidades.
A segunda dose da vacina foi aplicada também em 19 pessoas com comorbidades.

Equipes vacinaram ainda cinco gestantes, das quais uma com a primeira dose e quatro com a segunda. Dez puérperas também foram vacinadas, sendo uma com a primeira dose e nove com a segunda dose.

Também foram vacinados com a segunda dose, 41 trabalhadores do setor se transportes e 28 profissionais de Saúde. A primeira dose da vacina também foi aplicada em um trabalhador da limpeza pública.

A vacinação contra a covid-19 segue neste sábado em pontos distribuídos na cidade.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

Quarta, 13 Outubro 2021 10:38

Boletim Geotécnico 002/2021

Condições de Instabilidade de Encostas

O sistema de monitoramento de chuvas do Município de Petrópolis registra acumulados acima dos 150mm nas últimas 96h e mais de 400mm nos últimos 30 dias, no 1º Distrito, sendo boa parte desses registros concentrados nos últimos 6 dias.

Estes acumulados de pluviosidade influem diretamente sobre a plasticidade dos solos. Índices físicos, tais como grau de saturação e peso específico, que associados às características do relevo do município podem desencadear movimentos mais lentos e contínuos do solo.

Devido à permanência da previsão de chuva para os próximos dias, tais condições tendem a se manter e acabam por agravar este cenário. Sendo assim a Defesa Civil solicita que a população fique atenta para qualquer sinal de instabilidade nas encostas e/ou construções.

As alterações podem ser observadas pela inclinação de árvores e postes em direção ao sopé do talude. Nas residências tais movimentos podem ser observados pela presença de rachaduras e portas e janelas emperradas.
Áreas com intervenções humanas, principalmente de águas servidas ou mesmo de águas pluviais, provenientes de calhas ou outros desvios podem contribuir na saturação do solo e sua possível movimentação.

Caso sejam observadas tais características, entre em contato com a Defesa Civil de Petrópolis através do número 199.

Secretaria Municipal de Defesa Civil – Petrópolis, RJ.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde nesta sexta (08/10) se manteve em 3,33%, com um paciente internado em leito clínico da rede SUS. A UTI covid na rede SUS também se mantem em 7,58% de ocupação, com cinco pacientes internados em leitos SUS. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 15 pacientes internados na cidade: sendo 10 em UTIs, sendo cinco na rede SUS e cinco na rede particular, e cinco em leitos clínicos - apenas um na rede pública. Um óbito foi inserido na base de dados do município nesta sexta-feira.

A Secretaria de Saúde verificou que o número de pacientes internados em leitos covid-19 em hospitais privados é menor do que o contabilizado nos últimos dias. Isso foi verificado a partir de uma atualização nesta sexta-feira (08/10) na base de dados referente a informações enviadas pelas unidades particulares, o que gerou uma queda significativa no número de pacientes internados na rede particular. A Secretaria lembra que os dados, no entanto, não interferem no percentual de ocupação divulgado, uma vez que a taxa de ocupação considera apenas os leitos da rede pública.

Até agora foram realizados no município 201.380 testes para Covid-19, com 48.979 resultados positivos e 152.033 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.531 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Reforço na imunização deste grupo começa na segunda-feira (11/10)

Trabalhadores da Saúde maiores de 18 anos que receberam a segunda dose da vacina contra a covid-19 até o dia 15 de março começam a receber a dose de reforço do imunizante nesta segunda-feira (11/10). O anúncio foi feito pelo governo municipal e pelo secretário de Saúde no início da noite desta sexta-feira (08/10). O cadastro para a vacinação deste grupo será aberto neste sábado (10/10) no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Em quatro dias de aplicação do reforço, 1.008 trabalhadores da Saúde receberam a dose de reforço da vacina contra a covid-19.

“Desde o início da campanha de vacinação, a Secretaria de Saúde faz o acompanhamento diário junto à equipe da Divisão de Imunização quanto à chegada dos lotes e demanda pelo cadastramento para que seja feito o planejamento. Isso é fundamental para que possamos definir as ampliações de grupos a serem vacinados e, ao mesmo tempo, possamos garantir que todos os cadastrados recebam a vacina. O mesmo está sendo feito em relação a aplicação das doses de reforço. Com a chegada de novos lotes específicos para trabalhadores da Saúde seguimos avançando”, explica o governo interino.

A aplicação da dose de reforço para trabalhadores da Saúde começou na segunda-feira (04.10) e vem sendo feita de forma escalonada, considerando a quantidade de pessoas vacinadas em cada período e a quantidade de vacinas que são entregues ao município destinadas a este grupo.

“O reforço da vacinação é mais um passo importante dentro da campanha de imunização contra a covid-19 e a aplicação está sendo cuidadosamente planejada para que possamos continuar atendendo todas as pessoas de forma organizada. Os resultados da vacinação são mais evidentes a cada dia, com a queda progressiva nos números de internações. Vacinas salvam vidas e seguiremos avançando com a aplicação das doses de reforço de acordo com a chegada de mais lotes de vacinas para estes grupos”, frisa o secretário de Saúde.

O reforço na vacinação de trabalhadores de Saúde faz parte das diretrizes do Ministério da Saúde. A aplicação da dose de reforço para pessoas que trabalham na área de Saúde deve ser feita seis meses - 180 dias - após a conclusão do esquema de vacinação com a segunda dose ou com a dose única da vacina.

Levantamento da Vigilância Epidemiológica apontam que 17.752 pessoas que trabalham na área de Saúde foram vacinadas contra a covid-19 em Petrópolis. Deste total, 15.878 concluíram o esquema de vacinação, recebendo a segunda dose da vacina.

Entre os dias 9 e 14 de outubro, o governo municipal promove a Semana da Educação, evento on-line em homenagem ao Dia do Professor – comemorado no dia 15 de outubro. Através das redes sociais da prefeitura de Petrópolis (Youtube e Facebook) serão transmitidas quatro palestras voltadas para a comunidade escolar com professores renomados. O objetivo é debater questões atuais do setor envolvendo os profissionais da rede municipal.

“Essa é mais uma maneira de valorizarmos os profissionais da nossa rede de educação. Estamos sempre buscando a capacitação continuada dos nossos profissionais. Também fizemos o ajuste do valor do Reht, uma luta de anos dos professores. Vamos seguir trabalhando por mais ações que possam valorizar os profissionais de educação”, disse o governo interino.

No sábado (09), às 16h, acontece a abertura do evento, com Leonardo Boff, que vai ministrar a palestra "O cuidado necessário e a educação em tempos de pandemia". Na segunda (11), às 19h, a prof. Lívia Souza vai falar sobre "Educação e saúde mental: é possível unir os dois?". Na quarta (13), também às 19h, com a prof. Ana Carolina Carius, o tema será “Pedagogia da Virtualidade - Educação em rede e cultura digital. Refletindo sobre tecnologias digitais no pós-pandemia”.

O encerramento será na quinta-feira, dia 14, às 19h, com o secretário de Educação que vai falar sobre “A Escola que Cuida e acolhe”. “Os temas escolhidos buscam trazer confiança para os profissionais nesse retorno das aulas. Todos nós que já passamos por escolas públicas sabemos o quanto é importante esse ser um espaço que cuida e acolhe. Queremos que o espaço da escola volte a ser encantar”, disse o secretário.

A Coordenadoria Especial de Articulação Institucional, por meio Coordenadoria da Juventude, e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, através do Espaço Empreendedor, estarão presentes na 10ª edição da mostra de feiras de brechós, do Ecobrechó Park. O intuito das pastas na participação é orientar os jovens sobre as possibilidades para se tornar um Microempreendedor Individual (MEI) e realizar registro de marca de forma assertiva. A iniciativa vai acontecer neste sábado (09), a partir das 10h, na Avenida Ipiranga 846, com entrada gratuita.

O governo interino afirma que ações como essa são importantes para inserir a juventude à um mercado de ideias. "Durante a pandemia, muitas pessoas se reinventaram em suas profissões. Queremos trazer a ideia de que é possível criar o seu próprio empreendimento e que o município vai oferecer um suporte para que tudo seja feito de forma clara e segura", disse.

A coordenadora de Políticas Públicas para Juventude garante que o objetivo da participação da Coordenadoria e do Espaço Empreendedor é trazer maiores esclarecimentos e apresentar novas possibilidades aos jovens que têm intenção de criar um empreendimento e ainda possuem dúvidas de como iniciar. “Estaremos realizando uma orientação aos participantes sobre a importância de regularizar as empresas durante esse processo. Nosso município possui uma juventude ativa, com mente criativa. Muitos sonham em ter seu próprio negócio, mas não sabem como iniciar" pontua a coordenadora, que ainda finalizou dizendo que essa ação pode influenciar de forma positiva muitas famílias.

O secretário de Desenvolvimento Econômico conta que o Espaço Empreendedor oferece serviços gratuitos que vão desde a orientação, formalização e capacitação empresarial. "Nossa missão é ajudar o empreendedor a simplificar processos de abertura, alteração, baixa e funcionamento das empresas. Buscamos trazer discernimento na solução de problemas e prover mecanismos de sustentabilidade e longevidade, ajudando-o a prosperar", explica.

Material estava com um homem, que fugiu do local, abandonando a falsa arma e o entorpecente.

Em ação de patrulhamento do entorno do Parque Cremerie, o Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil Municipal de Petrópolis, do canil Rufus Von Kru Gdorf, encontrou um simulacro de arma de fogo e algumas cápsulas de cocaína e trouxinhas de maconha, abandonadas por um homem que fugiu ao avistar os agentes e o cão farejador que acompanhava o grupamento. A droga e a falsa arma foram deixadas em um matagal, na rua Infante Dom Henrique.

“Nossa equipe tem efetuado diariamente esse trabalho de patrulhamento nos pontos turísticos e parques da cidade. A presença do cão farejador, da nossa equipe K9, tem trazido frutos importantes e resultados efetivos no combate ao tráfico. Tanto que, recentemente, esse trabalho foi reconhecido pelo 26º Batalhão da Polícia Militar, em uma homenagem. Quando o suspeito avista nosso grupamento de operações com cães, tem se tornado comum a fuga do local, como aconteceu no Cremerie”, informou o superintendente geral da Guarda Civil Municipal.

A droga e a falsa arma foram encaminhadas para a 105ª Delegacia de Polícia, no Retiro, onde o caso foi registrado. “Esta ação reflete o que vem acontecendo com regularidade nas ações conjuntas com Polícia Militar. Nas operações de Choque de Ordem no centro realizadas recentemente o trabalho do nosso canil, que contou com o apoio da PM, ajudou a localizar drogas também nas praças do Centro Histórico”, lembra a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública - SSOP.

As intervenções de melhoria de pavimentação por toda a cidade, que incluem mais de 60 ruas, já somam 25 km de vias recuperadas

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras, deu início nesta semana ao trabalho de recuperação viária, que acontece dentro do programa Acelera Petrópolis, da Rua Washington Luís, no centro. Um trecho de pouco mais de 650 metros da via de acesso à rua do Imperador recebe o trabalho de fresagem e aplicação da nova camada de asfalto CBQU (Concreto Betuminoso Usinado a Quente), o asfalto quente. A via vai conectar o trecho recém pavimentado da rua Saldanha Marinho à principal via do Centro Histórico e se somar ao trabalho iniciado no dia 3 de julho, que já recuperou 25km em vias públicas na cidade. Ou seja, mais da metade do que está previsto no programa, que inclui mais de 60 ruas.

“Estamos trabalhando intensamente na recuperação das nossas ruas e avançando rápido com melhorias que há muito tempo são esperadas pela população. Fizemos um trabalho para pavimentar a rua Coronel Albino Siqueira, a Cardoso Fontes e a Napoleão Esteves em poucos dias. E agora concluímos a Saldanha Marinho e começamos a Washington Luiz”, lembra o governo interino, acrescentando que a próxima etapa inclui a rua Nelson de Sá Earp. "Já avançamos com o asfalto no Bingen, no centro, em Nogueira, Itaipava, Morin, Alto da Serra e Castelânea. Ainda seguiremos pelo Siméria, Quitandinha, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Sargento Boening e Valparaíso”, ressalta.

Segundo o secretário de Obras ainda serão incluídas no cronograma de intervenções o trecho da Travessa Augusto Fragoso e o bairro Siméria. “Queríamos iniciar esse trabalho ainda nesta semana, mas isso não foi possível em função da chuva. Por isso, acredito que seja possível iniciar essa pavimentação já na próxima semana, a depender das condições climáticas”, destaca.

Mais de 25km já concluídos

Em Nogueira, o trabalho incluiu os 1,6km da Rua Promenade, um trecho de 1,7km da Estrada do Calembe. Além da rua Belo Horizonte (750m), rua Dr. Bina (350m) e rua Padre Correa Lima. Foram quase 6km de ruas asfaltadas. No Bingen, a pavimentação incluiu a rua Dr. Paulo Hervê, um dos principais acessos à cidade, e rua Dr. Henrique Cunha (400m), a avenida Lúcio Meira e as Ruas Luiz Winter (350m) e João Xavier (2,7km), totalizando quase seis quilômetros de pavimentação nova. O trabalho também foi executado na avenida Koeller, no Centro Histórico, e na estrada do Catobira (Itaipava).

Em toda a cidade serão mais de 60 ruas (44km). A secretaria de Obras, iniciou o trabalho no dia 13 de julho. A Rua João Xavier recebeu 2,7 quilômetros de piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), material que também foi aplicado em pouco mais de 500 metros da Rua Luiz Winter, 500 metros da Avenida Lúcio Meira e 1,1km da Rua Dr. Paulo Hervê.

Na última semana, foram concluídas também as melhorias na rua Joaquim Agante Moço que, junto com a rua Desembargador Luiz Antônio Severo, se torna uma alternativa para os motoristas no trecho de Itaipava, onde acontecem as obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT. “São mais de 6km. Um trabalho que também inclui o recapeamento asfáltico em algumas servidões do Morin e também um trecho das Duas Pontes e ruas Washington Luiz e Nelson de Sá Earp (no centro). Também começam agora os trabalhos no Alto Pedro Ivo, na rua Eugênio Werneck e rua Bela Vista, no Morin”, informa o subsecretário de Obras.

Trabalho contempla, ainda, a construção de um muro gabião em um trecho da margem oposta

O governo interino acompanhou nesta sexta-feira (8/10) o trabalho das equipes para construção de um muro de contenção na margem do rio Piabanha, no trecho da rua coronel Duarte da Silveira, Bingen, na altura do número 700. O projeto também inclui um muro gabião na margem oposta, na servidão Pedro Voguel. A intervenção, iniciada nesta semana, era aguardada há quase três anos por moradores da região e deve ser concluída em até 120 dias.

“Desde o início do ano temos trabalhado para tirar do papel obras que eram muito necessárias na cidade. Muitas estavam aguardando solução há anos, como é o caso aqui da rua Coronel Duarte da Silveira. Conseguimos fazer todo o processo licitatório e ainda incluir na melhoria a recuperação da margem no trecho da Pedro Justen", destacou o governo municipal.

Em 2018, o muro na margem do rio começou a ceder, o que provocou também o afundamento de parte da rua Coronel Duarte da Silveira. “Quando a nossa gestão assumiu a prefeitura nos comprometemos a tirar do papel obras que já estavam nessa fila de espera. Há pouco mais de dois meses entregamos a contenção no rio Piabanha, no trecho do acesso ao Vila Militar, outra obra aguardada desde 2018”, conta o secretário de Obras.

Em julho, com recursos do município e apoio de empresários do bairro Carangola, foi feita também a recuperação da rua Agostinho Bernardo Rodrigues, no Cidade Nova, Carangola. “Foram 15 metros de extensão de um muro gabião com dois metros de altura. Ou seja, 30m² de muro. O trecho cedeu há alguns anos, o que vinha dificultando a passagem, especialmente de veículos pesados no local (ônibus e caminhões), já que houve estreitamento da via”, lembrou o secretário de Obras.

Com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre o Outubro Rosa, a Academia da Saúde do Vale do Carangola realizou nesta sexta-feira (08) uma caminhada com as alunas da unidade. A ação também teve o intuito de levar informações às mulheres, sobre os serviços de diagnóstico e de tratamento do câncer de mama, que contribuem para a redução da mortalidade.

"A Academia de Saúde promove eventos técnicos, debates e apresentações sobre diversos temas. No mês de prevenção contra o câncer de mama não seria diferente. É necessário promover ações educativas para disseminar informações sobre os fatores de prevenção e detecção do câncer de mama. A caminhada é a atividade física mais democrática que existe, porque todos podem fazer, e, através dessa atividade, ainda conseguimos conscientizar a população", destaca o governo interino.

A Academia de Saúde é um programa da Prefeitura de Petrópolis que oferece atividade física gratuita à população em quatro locais da cidade: Parque Cremerie, Parque de Itaipava, Castelo São Manoel e Vale do Carangola. As atividades oferecidas nestes locais são gratuitas e abertas ao público e nos locais são praticadas exercícios como: alongamento, ginástica, yoga, meditação, caminhada, hidroginástica, bio pilates, fisioterapia e terapias alternativas como acupuntura, shiatsu e a fitoterapia que é o recurso de prevenção e tratamento de doenças através das plantas medicinais.

O secretário de Saúde destaca que a prática de atividades físicas ajuda no combate ao câncer de mama: "Incluir exercícios físicos ao longo da rotina faz bem ao organismo e ajuda no combate ao câncer. Torna-se algo benéfico para aquelas pacientes que estão em tratamento oncológico, ajudando a reduzir também a intensidade dos efeitos colaterais da medicação".

A Academia da Saúde do Carangola fica próximo ao Posto de Saúde do bairro, assim como a do Vale do Castelo São Manoel, localizado junto à unidade de Saúde da área. As atividades nos Parques Municipais de Itaipava e do Cremerie são realizadas no interior dos parques. Para informações de dias e horários das aulas, o telefone para contato é (24) 2233-8852.

O Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (COMUPA) e a Prefeitura, por meio da Coordenadoria de Bem-Estar Animal (Cobea), vão promover, entre os dias 25, 26 e 27 de novembro, a 1ª Conferência Municipal de Proteção e Defesa dos Animais. O objetivo é discutir propostas para a elaboração do Plano Municipal, com políticas públicas voltadas à causa. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site oficial da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) até o dia 10 de novembro.

“A realização desse debate é muito importante para fomentar as discussões entre a sociedade civil e o conselho, buscando propostas que possam contribuir para o bem-estar e a proteção dos animais”, afirmou o governo interino.

A coordenadora de Bem-estar Animal destacou que a importância desta primeira edição. “A conferência está sendo feita virtualmente de forma a estimular a participação de todos, já que estamos ainda em pandemia. É uma forma de garantir o acesso às informações sobre temas que dizem respeito à causa. É muito importante que haja esse debate”, afirma a coordenadora.

O evento será presidido pelo presidente do COMUPA, e dividido em três encontros. Serão organizadas palestras temáticas e mesas de discussão para a formulação das propostas com foco em temas como a castração para controle da população de cães e gatos e a educação de crianças para o combate aos maus-tratos.

“A conferência tem uma importância muito grande para o município e tenho certeza de que essa primeira edição será um sucesso. Estamos prontos para receber a população de Petrópolis nesse debate” disse o presidente.

Não faltarão opções para quem optar por passar o fim de semana prolongado em Petrópolis. Deste sábado (09) até a próxima terça-feira, dia 12, feriado pelo Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, grande parte dos atrativos turísticos da cidade estarão funcionando normalmente, e alguns prepararam uma programação especial, como o Parque Cremerie, que terá apresentação do grupamento de operações com cães da Guarda Civil Municipal, no próximo domingo, às 10h, promovendo integração com os visitantes; e exposição de equipamento de rádio amador do Grupo Roer, no dia 12, a partir das 8h.

O Parque Cremerie estará aberto normalmente de sábado a terça, das 8h às 17h. Nos distritos, o destaque é o Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes, em Itaipava, que como de praxe funcionará nos quatro dias, das 7h às 19h. O Parque Natural Municipal Padre Quinha, no Centro, estará funcionando nos dias 9, 10 e 12, das 8h30 às 17h30. Na segunda (11) estará fechado.

O Museu Casa de Santos Dumont funcionará normalmente de sábado até terça, das 9h às 17h (bilheteria aberta até às 16h45). No dia 13 de outubro, o museu estará fechado. O Museu Casa do Colono também funcionará nos quatro dias, das 9h às 14h.

Segue em anexo a relação completa de funcionamento dos atrativos públicos e privados da cidade no período entre 9 e 12 de outubro.

A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, segue com as medidas de preparação para o enfrentamento das chuvas de verão. Segundo o governo interino, a partir de cooperação técnica com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden-BR), órgão ligado ao Ministério de Ciências, Tecnologia e Inovações, a cidade vai passar a contar com cinco estações geotécnicas para o monitoramento de umidade do solo. As Plataformas de Coleta de Dados (PCD) vão ser instaladas em prédios públicos próximos a regiões classificadas pela Defesa Civil como sendo de risco na cidade.

Na última semana, técnicos da Defesa Civil acompanharam os geólogos do Cemaden-BR para o reconhecimento de áreas e identificação de pontos para possível instalação dos equipamentos, que contam com pluviômetros e sensores de umidade do solo. Cerca de 30 localidades foram avaliadas para o recebimento do sistema. “Essa é uma importante parceria, que vai contribuir diretamente para o trabalho da Defesa Civil municipal", frisou o governo interino. "Essa estrutura tem muito a agregar na nossa rotina de trabalho, principalmente durante o verão”, destacou o secretário de Defesa Civil.

A iniciativa faz parte do Projeto RedeGeo e vai contribuir para a obtenção de dados ainda mais exatos em situação de chuva forte, para a identificação de áreas que possam sofrer com deslizamentos em encostas urbanas. Os pluviômetros e sensores geotécnicos possibilitam fazer a relação entre a chuva e umidade do solo, permitindo o aprimoramento dos alertas. Além do avanço para o serviço de monitoramento, com os equipamentos, o município passará a ter um número maior de pluviômetros. Atualmente há 51 aparelhos de medição, dos quais 23 do próprio Cemaden-BR e os demais do INEA e Cemaden-RJ, espalhados em 20 localidades pelos cinco distritos.

As estações geotécnicas serão um suporte a mais para a Defesa Civil durante o período do verão, quando as chuvas impactam diretamente no funcionamento da cidade. “Esse sistema de monitoramento nos permitirá mais celeridade na tomada de decisão, o que pode impactar positivamente no trabalho preventivo nas comunidades de maior risco na cidade”, destacou o diretor técnico da Defesa Civil.

O trabalho trazido para Petrópolis pelo Cemaden-BR faz parte de uma rede de monitoramento de parâmetros ambientais que abrange localidades de todo o Brasil. O sistema é voltado para a avaliação de indicadores responsáveis por desastres, como os causados por inundações e deslizamentos. O equipamento permite maior entendimento do impacto da chuva no solo, com maior compreensão dos fenômenos que provocam os deslizamentos e assim, é uma ferramenta a mais para a implantação de medidas de prevenção.

“Todos esses equipamentos são instrumentos voltados para que possamos aumentar a capacidade de previsão e, por conseguinte, aumentar a qualidade dos alertas que mobilizam um protocolo operacional dentro das defesas civis. A meta deste trabalho é fazer a previsão com antecedência”, reforça o geólogo do Cemaden-BR, Mário Roberto Magalhães de Andrade, que retornará com as equipes para a definição dos locais que receberão as estações de monitoramento.

A Prefeitura decretou ponto facultativo na próxima segunda-feira (11/10), mas é preciso ficar atento, porque, garantindo o cumprimento do calendário letivo deste ano, a rede municipal de educação funcionará normalmente, inclusive recebendo o quarto e último grupo previsto no protocolo de retorno presencial. Os pontos de vacinação contra covid-19 também funcionarão na segunda-feira (11). Serviços essenciais como hospitais, UPAs, coleta de lixo e Defesa Civil manterão os plantões normalmente.

Na Educação, o município cumprirá o calendário letivo, que prevê aulas na segunda-feira (11). Nesta data, o quarto e último grupo previsto no Plano de Retorno às atividades presenciais poderão voltar às salas de aula. O grupo inclui as turmas de Centros de Educação Infantil – 0 a três anos, além do 3º período das Escolas de Educação Infantil. Importante lembrar que o retorno presencial é opcional, ainda no modelo híbrido, e está sendo feito de forma escalonada e respeitando os protocolos de segurança.

Já na Saúde, unidades de urgência e emergência, como Unidades de Pronto Atendimento (UPAs - Centro, Cascatinha e Itaipava), Prontos Socorros (Alto da Serra, Posse e Pedro do Rio) – funcionam normalmente. O Hospital Municipal Nelson de Sá Earp e o Alcides Carneiro também estarão com os setores de urgência em funcionamento. As unidades de atendimento da atenção básica (UBSs e PSFs) – estarão fechadas no ponto facultativo e voltam a funcionar na quarta-feira (13).

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias mantém o atendimento de plantão, que para esse fim de semana será reforçado em virtude da previsão de chuva moderada a forte para os próximos dias. As equipes de monitoramento, atendimento a chamados e operações em caso de ocorrências estarão de sobreaviso na sede da secretaria.

A coleta de lixo vai funcionar normalmente durante todo o período do recesso. O Circuito de Lazer da Barão será montado no domingo (10) e na terça (12) para os atletas da cidade.

No restante das repartições públicas do município, em virtude do ponto facultativo, os serviços administrativos voltam apenas na quarta-feira (13).