Sexta, 29 Julho 2022 - 12:19

UPA Cascatinha tem novo horário para realização de testes de sintomas gripais

Novo horário para a realização de testes, na UPA Cascatinha, em pessoas com sintomas gripais. Desde 1º de agosto, o atendimento funciona das 8h às 20h, na tenda da unidade de saúde.

 

Com mais de 47% de redução no número de atendimentos diários no polo de testagem para pessoas com síndromes gripais, a Secretaria de Saúde está promovendo mudanças nos horários de funcionamento da tenda instalada na área externa da UPA Cascatinha. O acolhimento de pacientes que estava acontecendo 24 horas, desde 1º de agosto, volta a funcionar das 8h às 20h.

"Estamos vivendo um momento de diminuição importante no número de casos de covid-19 e de pacientes com síndromes gripais. Isso é o reflexo das medidas sanitárias que adotamos, inclusive a própria ampliação do horário de atendimento deste polo no início de junho. Na ocasião, a medida ajudou a manter os fluxos normais nas portas de entrada de urgência e emergência no município. Porém, vamos continuar observando e se for necessário, retomamos o atendimento 24 horas", declarou o Prefeito Rubens Bomtempo.

Enquanto no mês de junho estavam sendo realizados uma média de 230 testes diários, em julho esse número reduziu para 120. De acordo com o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, a vacinação é a principal responsável pela queda no número de casos. "Além do cumprimento dos protocolos sanitários, a adesão à vacinação também contribui para que os casos positivos não evoluam para as formas mais graves da doença e a consequente alta no número de hospitalizações e utilização dos serviços de emergência.", explicou.

"Neste período do ano, com a chegada do inverno, é natural ocorrer um aumento no número de pacientes com sintomas gripais, mas nos antecipamos e pudemos realizar o atendimento em horário integral para evitar gargalos no atendimento à população e reduzir bastante o riscos de contágio por doenças como a covid-19 e a influenza entre os pacientes nas unidades de saúde", declarou o diretor-presidente do Serviço Social Autônomo Hospital Alcides Carneiro (Sehac), Ricardo Patuléa.

Uma equipe formada por dois médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem continuará no local atendendo no período diurno, de forma exclusiva, os pacientes que apresentarem sintomas como febre, tosse e falta de ar.