Quarta, 01 Junho 2022 - 09:44

Oficina de robótica na Escola Santos Dumont. Iniciativa é pioneira na rede municipal de ensino da Educação Especial em Petrópolis

Oficina de robótica na Escola Santos Dumont. Iniciativa é pioneira na rede municipal de ensino da Educação Especial em Petrópolis

Os alunos da Escola Municipal de Educação Especial Santos Dumont estão participando de uma iniciativa pioneira na rede pública de Petrópolis: uma oficina de robótica. Usando legos e tabletes os estudantes surdos e com outras deficiências desenvolvem a motricidade, a lateralidade e podem ampliar suas habilidades funcionais. O projeto é desenvolvido com verba do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

“Proporcionar a esses alunos atividades que vão garantir a inclusão é o nosso principal objetivo. Temos várias escolas com Salas de Recursos e unidades com Educação Especial que promovem projetos e realizam atividades diferenciadas para garantir o desenvolvimento desses alunos”, ressaltou o prefeito Rubens Bomtempo.

O investimento da escola foi de cerca de R$10 mil na compra dos equipamentos do projeto que começou há um mês e já mostra resultados positivos. “Queremos transformar nossa escola em um centro especializado na metodologia assistiva que contribui para ampliar as habilidades funcionais das pessoas com deficiência e promover assim, a independência e inclusão”, comentou a diretora da unidade, Aline Maria Santiago Nicolay. “O projeto foi pensado pela professora Mirian Carla Neiva Borges da Silva e pela nossa orientadora pedagógica Viviane Portela Tavares e estamos muito contentes com o progresso dos alunos”, frisou a diretora

A secretária de Educação Adriana de Paula ressalta que projetos como esse mostram o investimento nas práticas pedagógicas dentro das unidades da rede municipal de ensino da cidade. “Escolas são pessoas e os projetos desenvolvidos dentro dos espaços escolares reforçam isso. Nossas escolas são vivas e depois de dois anos com aulas remotas nosso principal objetivo é cuidar dos nossos alunos”, disse a secretária.

A professora de matemática e robótica Mirian Carla Neiva Borges da Silva é quem ministra as aulas. “Eles estão agora com esse primeiro contato com essa linguagem de programação, conhecendo todo o material. Os alunos estão adorando e se divertindo muito com esse mundo da tecnologia que é um importante mecanismo para implantarmos essa metodologia assistiva na escola”, disse a professora.

A Escola Municipal de Educação Especial Santos Dumont existe há mais de 30 anos e há cerca de 21 anos funciona em um prédio na Rua Montecaseros, no Centro da Cidade. Atualmente a unidade conta com 24 alunos, com idades entre cinco e 46 anos. Mas há vagas para 10 estudantes. “Estamos reformando a escola onde vamos criar uma nova sala de recursos e uma sala de cinema. Estamos com vários projetos que visam a garantia da qualidade de ensino e o desenvolvimento das habilidades funcionais dos nossos alunos que resultem em uma verdadeira inclusão social”, concluiu a diretora.