Quarta, 18 Maio 2022 - 10:00

Comitê Científico debate aumento de casos de covid em escolas e possibilidade de retorno do uso de máscaras

Reunião extraordinária, que acontece nesta quarta-feira, foi convocada pela Secretaria de Saúde

O Comitê Científico de Petrópolis se reúne nesta quarta-feira (18) para analisar o aumento do número de casos de covid-19 nas escolas da rede municipal e a possibilidade do retorno da obrigatoriedade do uso de máscaras nas unidades de ensino e nos transportes público e escolar. A reunião é extraordinária e foi convocada pela Secretaria de Saúde.

O maior número de casos de covid-19 nas escolas da rede municipal é de profissionais da Educação, como professores e pessoal de apoio em doze escolas e centros de Educação Infantil. Com orientação do Setor de Epidemiologia, as unidades estão com suspensão total ou parcial, de forma preventiva.

“Desde a liberação do uso de máscaras, seguimos realizando o monitoramento diário da situação epidemiológica da cidade. Percebemos as alterações nos índices e já estamos tomando as providências para voltarmos à estabilidade. Hoje (17), em toda a rede de saúde, incluindo hospitais públicos e privados, temos quatro pessoas internadas em leitos clínicos e de UTI”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O secretário de Saúde ressalta que a convocação da reunião extraordinária do Comitê Científico tem o intuito de definir medidas para desacelerar a transmissibilidade do vírus, principalmente nas escolas. “Além disso, o Guia de Retorno das Aulas, onde estão previstos os protocolos que devem ser seguidos dentro das unidades de ensino também será revisto por equipes da Saúde e Educação. O objetivo é reforçar os protocolos sanitários nesses espaços”, explica Marcus Curvelo.

“Todos os protocolos de segurança em vigor estão sendo seguidos nas escolas, mas sabemos que a pandemia ainda não acabou. Por isso, é importante analisar os dados epidemiológicos e adotar medidas para garantir a segurança dos alunos e de toda a comunidade escolar”, afirmou a secretária de Educação, Adriana de Paula.

De acordo com a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, na 18ª Semana Epidemiológica, registrada entre os dias 1 e 7 de maio, foram contabilizados 141 casos da doença, em todo município, o que representa um aumento de 166%, em relação a 17ª Semana. No último levantamento, que compreende os dias 8 e 14 de maio, o crescimento foi de 13%.