Imprimir esta página
Sexta, 06 Maio 2022 - 10:20

Coordenadoria da Juventude mobiliza estudantes para tirar título de eleitor

Ação nas escolas conscientizou jovens sobre a importância de participar das eleições

A Prefeitura, por meio da Coordenadoria da Juventude, mobilizou estudantes quanto a importância de tirar o título de eleitor, para que possam participar das Eleições Gerais de 2022. A ação ocorreu na última semana em duas escolas, o Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio e a Escola Municipal Alto Independência. Ao todo, documentos foram viabilizados pela equipe. Também houve orientação sobre as etapas necessárias.

“Participar das eleições é um direito para todo cidadão acima de 16 anos, tornando-se obrigatório após os 18. Nosso papel, como poder público, é garantir a participação popular e promover a cidadania”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Em outubro, os brasileiros escolherão presidente e governadores, além de deputados estaduais e federais e senadores. O prazo para tirar ou regularizar o título terminou na quarta-feira (04). O coordenador municipal da Juventude, Jean Marques, destaca que a mobilização tem o intuito de engajar o jovem na escolha política.

“Essa mobilização é importante para chamar a juventude para participação cidadã, engajar os jovens na escolha política e trazê-los para o diálogo público. Foi importantíssima a parceria com o Conselho Municipal de Juventude, escolas e associação de moradores do Independência para a mobilização”, disse.

A ação contou com o apoio do Conselho Municipal de Juventude. Secretário do CMJ, Guilherme Gomes Freitas destacou a importância do voto do jovem e o aumento da sua presença na política do país. "É através de leis e projetos Institucionais que a juventude garante mais direitos na sociedade, como é o caso do estatuto da Juventude, da lei da meia entrada, entre outros. Por isso, a importância do jovem ocupar as urnas para sempre garantir nossos direitos. Na eleição desse ano, o jovem pode decidir o futuro do país, e nada mais que justo ocuparmos as urnas em defesa de nosso futuro, em defesa do primeiro emprego, em defesa da cultura e da arte e em defesa da educação que sempre sonhamos", disse.

Itens relacionados por tópico