Segunda, 28 Março 2022 - 10:26

ExpoRio começa e Petrópolis marca presença com stand no evento

Objetivo do município é aproveitar o momento para buscar apoio e criar conexões para o turismo

Começou nesta quinta-feira (24) a ExpoRio 2022, evento voltado para valorização dos destinos turísticos do Estado. Durante a abertura, o carinho dos participantes com Petrópolis foi materializado: os secretários municipais Diana Iliescu (Cultura); Silvia Guedon (Turismo) e Marcelo Soares (Desenvolvimento Econômico) foram ovacionados por representantes de outros municípios.

“O secretário estadual de turismo pediu aos participantes do encontro que todos se empenhassem para ajudar Petrópolis que precisa, nesse momento, de apoio para recomeçar. A cidade agradece essa onda de solidariedade que estamos acompanhando desde a primeira chuva em fevereiro. Agora é olhar para frente e reconstruir a cidade”, revela Silvia Guédon, secretária de Turismo.

Considerado o maior evento de turismo do Estado, a exposição reúne informações dos 92 municípios do Rio de Janeiro para uma troca de experiências e divulgação dos principais atrativos de cada região. Petrópolis fará parte do stand da Serra Verde Imperial e contará com parcerias com a Sociedade Civil organizada, apresentando o que há de melhor no município. “Trouxemos amostras de tudo que faz de Petrópolis um lugar especial. Artesanato, gastronomia, roteiros culturais, entre outros. Acreditamos que essa é uma ótima oportunidade de mostrar que a cidade é resiliente e vai se recuperar, principalmente contando com o turismo que movimenta mais de 50 setores econômicos do município e gera cerca de oito mil empregos”, pontua Marcelo Soares.

A ExpoRio Turismo 2022 segue até o próximo domingo (27). No último dia, a secretária municipal de turismo participa da mesa que terá como tema: “Petrópolis: a retomada da Cidade Imperial”.

“Sabemos que o momento agora é de assistência às famílias e reconstrução das vias e prevenção nas áreas de risco, mas não podemos deixar de aproveitar as oportunidades para pensarmos no pós-chuva. Temos que trabalhar em diferentes frentes com uma única motivação: fazer da cidade um local seguro e próspero. Olhando para o futuro e continuando a trabalhar uma das nossas bases econômicas, vamos nos reerguer”, finaliza Silvia.