Quinta, 03 Março 2022 - 14:36

Governo municipal intensifica realização de vistorias de áreas afetadas; Bombeiros mantêm buscas em três localidades

Governo municipal intensifica realização de vistorias de áreas afetadas; Bombeiros mantêm buscas em três localidades

Em mais um dia de buscas, a Prefeitura de Petrópolis mantém o efetivo do governo municipal à disposição para apoio ao Corpo de Bombeiros, nas buscas dos cinco desaparecidos após as ocorrências em função da forte chuva do dia 15 de fevereiro. Nesta quinta-feira (3), 150 militares estão empenhados nos trabalhos de buscas no Morro da Oficina, Chácara Flora e ao longo do Rio Quitandinha. A Polícia Civil informou 232 óbitos, sendo 138, mulheres, 94 homens e 44 menores. A Secretaria de Assistência Social mantém o atendimento a 1007 pessoas que perderam suas casas.

A Secretaria de Defesa Civil trabalha nas vistorias das áreas afetadas com todo o efetivo destacado para o atendimento das mais de 4.117 ocorrências, dessas a maior parte foi causada por deslizamentos. Até o momento, mais de 2,2 mil vistorias estão em andamento com as equipes formadas por engenheiros, geólogos e técnicos. Hoje os agentes estão na parte da manhã, destacados para avaliações em diferentes localidades, maior parte nas regiões do primeiro distrito, área com o maior registro de danos.

No primeiro momento, os agentes da Defesa Civil atuaram no atendimento rápido aos casos de maior urgência, principalmente nas áreas com vítimas. Na sequência, os técnicos vêm atuando nas análises por áreas, para em seguida realizarem as vistorias pontuais por residências. Desde o dia 15 de fevereiro, as equipes já atuaram em 44 localidades por toda a cidade. “Orientamos a população que respeite as recomendações e não permaneçam nos locais de risco, que estão sendo interditados”, reforça o secretário de Defesa Civil, Tenente Coronel Gil Kempers.

Assistência Social segue no suporte aos pontos de abrigamento

As 1007 pessoas que estão no momento nos abrigos temporários recebem todo o suporte da Prefeitura de Petrópolis para alimentação, estrutura para higiene pessoal, atendimento de assistência social, saúde, psicológico, ainda são desenvolvidas atividades educativas recreativas com as crianças. Os Agentes Comunitários e Defesa Civil também oferecem apoio aos locais.

No momento, as pessoas que tiveram que sair de suas casas por conta de danos causados pelas chuvas, estão sendo acolhidas em escolas da rede pública e em estruturas voluntárias montadas pelas comunidades em associações, ONGs e entidades. As estruturas podem variar a cada dia, tendo em vista que as pessoas conseguem deslocamento para casa de familiares ou estão sendo direcionadas para o aluguel social.

Todas as pessoas que precisaram recorrer aos pontos de apoio por terem perdido suas casas, terão direito ao aluguel social no valor de R$ 1 mil. Desabrigados têm prioridade e já foram cadastrados por equipes da Prefeitura.

Pontos de apoio em funcionamento no município:

- Pontos administrados pela Prefeitura: Escola Germano Valente; E. M. Papa João Paulo; E.M. Dr. Rubens de Castro Bomtempo; E. M. Duque de Caxias; E.M. Joaquim Deister; E.M. Alto Independência; E. Rui Barbosa; E.M. Geraldo Ventura Dias; E. M. Maria Campos; E. M. Bom Jesus; E.M. Carlos Demiá; E. Nossa Sra. da Gloria; E. João Batista; CEI Chiquinha Rolla; E.C. Santo Antônio; Paróquia Santo Antônio;

- Pontos voluntários nas comunidades: Igreja Assembleia de Deus Ministério Nação; Igreja Videira; Quadra Oswaldo Cruz – PSF; Clube Palmeiras.