Quinta, 09 Dezembro 2021 - 10:22

Proerd: 350 alunos da rede municipal se formam no Programa Educacional de Resistência às Drogas

Proerd: 350 alunos da rede municipal se formam no Programa Educacional de Resistência às Drogas

Alunos de 20 escolas da rede municipal de ensino de Petrópolis se formaram esta semana no Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). Ao todo, 350 estudantes participaram das solenidades, que foram realizadas nas unidades escolares respeitando todos os protocolos em função da pandemia. As formaturas reuniram alunos da Educação Infantil de séries iniciais e do 5ª ano do Ensino Fundamental.

“O Proerd, com o suporte da Prefeitura, existe em Petrópolis há 27 anos e é considerado uma importante atividade preventiva ao uso de drogas e violência. O programa fortalece o vínculo entre as escolas, as famílias e a Polícia Militar”, disse o governo interino. Nessas quase três décadas de existência, o Proerd já contou com a participação de mais de 45 mil estudantes de Petrópolis.

A subsecretária de Educação participou de uma das solenidades na Escola Municipal General Heitor Borges, no Bingen. “Com o Proerd, a semente para a formação dos adolescentes de forma mais saudável e com prevenção ao uso de drogas e da violência foi plantada e fortalecida”, comentou a subsecretária.

Em Petrópolis, quatro policiais do 26º BPM ministram as atividades do Proerd nas escolas. São eles: o subtenente Hermann, a sargento Mirian, o sargento Martins e a cabo Ana. As aulas do programa ajudam a conscientizar as crianças sobre as consequências físicas, sociais e legais do uso das drogas. Também prepara os jovens para resistirem às pressões dos grupos que incentivam o uso de entorpecente e mostra a importância do "não" sem constrangimento tanto em relação às ofertas de drogas quanto ao envolvimento com atividades criminosas. Os estudantes também são estimulados a optar por atividades saudáveis e seguras para se divertir, ajudando a reforçar sua autoestima. Os alunos ainda aprendem a lidar com o estresse e resistir às mensagens sobre drogas da mídia e recebem orientações sobre a segurança pessoal quando estiverem em casa, na escola ou na rua.

O Proerd começou no Brasil há 29 anos e é uma adaptação do programa americano chamado de Dare (Drug Abuse Resistence Education - “Educar para Resistir ao Abuso de Drogas”). A implantação no Estado do Rio de Janeiro foi em 1992. Os policiais instrutores passam por um processo de seleção e os aprovados recebem um treinamento especial, quando aprendem habilidades de comunicação e noções de técnica de ensino, psicologia e dinâmicas de grupo, informações sobre as drogas e relações interpessoais.