Terça, 23 Novembro 2021 - 10:18

Petrópolis chega a 200 mil pessoas com esquema vacinal completo

Petrópolis chega a 200 mil pessoas com esquema vacinal completo

Cidade registrou quatro óbitos até 22 de novembro

Número de mortes que em abril chegou a 299, caiu para quatro com avanço da vacinação

Petrópolis ultrapassa nesta segunda-feira (22/11) a marca de 200 mil pessoas que completaram o ciclo de imunização contra a covid-19, recebendo duas doses ou dose única da vacina. Com o avanço da vacinação, o município, que em abril – mês mais crítico da pandemia – contabilizou 299 mortes, registra redução nos casos graves e teve em 22 dias deste mês, quatro óbitos registrados. O número de mortes é o menor registrado desde março de 2020 – primeiro mês da pandemia – quando a cidade teve dois óbitos confirmados por covid-19. A Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, tem atualmente quatro óbitos em análise – todos no entanto, são referentes a meses anteriores: um do mês de agosto, um de setembro e dois que ocorreram em outubro.

“São os resultados da vacinação se confirmando todos os dias com a redução do número de casos graves. Hoje a cidade supera 200 mil pessoas com a imunização completa e estamos trabalhando para alcançar o maior número de pessoas vacinadas, agora também com a dose de reforço. A meta é protegermos o maior número de pessoas, reduzindo ainda mais os óbitos na cidade pela doença”, destaca o governo interino.

“Agradecemos o trabalho de toda equipe da Secretaria de Saúde, que vem se dedicando de forma incansável a esta campanha de imunização. Também importante destacarmos que a redução de casos graves e mortes, que registramos hoje é resultado da adesão da população, que entendeu a importância da vacinação para vencermos esta pandemia”, completa o secretário de Saúde.

Até sexta-feira (19/11) 199.697 pessoas já haviam concluído o esquema de vacinação na cidade. São 192.892 pessoas que receberam a segunda dose e 6.805 que receberam a vacinas em dose única. A primeira dose da vacina foi aplicada em 238.280 pessoas. A cidade tem ainda 26.643 pessoas que receberam a dose de reforço. Ao passo que a vacinação avança, o número de internações em leitos públicos e privados vem caindo na cidade. No dia 1º de novembro hospitais das redes pública e privada - que no início de abril chegaram a ter 374 pacientes internados - tinham ao todo 14 pacientes internados em leitos clínicos e de UTIs.

Nas últimas semanas o número de internações vem caindo, chegando a cinco no último domingo: três pacientes em leitos de UTI e dois em leitos clínicos. Desde o início do mês o município registrou sete dias com taxa de ocupação zero em leitos clínicos e pela primeira vez no último sábado (20/11) não havia nenhum paciente internado em leitos de UTI na rede pública. No domingo (21/11) a cidade registrava taxa de ocupação de 3,03% em leitos de UTI e 6,67% em leitos clínicos na rede pública.