Quinta, 07 Outubro 2021 - 10:50

Em workshop sobre prevenção e enfrentamento à violência contra mulher, governo interino anuncia primeiro núcleo do projeto Empoderadas no CRAS Centro

Ao todo, segundo a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, serão cinco núcleos no município

O governo municipal participou na manhã desta quarta-feira (06/10) de um workshop de prevenção e enfrentamento à violência contra a mulher. A iniciativa faz parte do projeto Empoderadas, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e foi trazida para Petrópolis pelo governo estadual, com o apoio da Prefeitura. O governo anunciou que, até o fim do mês, um núcleo do programa será aberto no Centro de Referência de Assistência Social da Rua Dom Pedro. Ao todo, serão cinco polos na cidade.

"Parcerias para fortalecer políticas públicas são essenciais para que possamos obter resultados melhores e mais eficazes na ponta. Temos que discutir, conscientizar, provocar reflexão. Ainda em outubro, vamos abrir o núcleo do Empoderadas no CRAS Centro, na Rua Dom Pedro. Agradeço ao secretário Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos por trazer esse importante programa para a cidade e ao governador Cláudio Castro por todo apoio a Petrópolis", disse o governo interino.

O secretário Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos informou que foi percebido um aumento de violência doméstica em 2021 no Estado do Rio de Janeiro. O objetivo do Empoderadas é que as mulheres vítimas sejam acolhidas, mas também tenham instrumentos de autodefesa, para que possam se defender em situações de perigo. Por isso, são ensinadas técnicas de luta. “Em parcerias como essa, quem sai ganhando é a população. Nesse caso são as mulheres, em um movimento extremamente importante”, explicou.

A coordenadora do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram) também esteve presente no evento. “O aumento de casos de violência do ano passado para cá foi de cerca de 700%. Essa alta também ocorreu porque ampliamos nossa rede de atendimento. Ficamos felizes com todo evento que venha para Petrópolis para beneficiar essas mulheres. É muito bom ter a parceria do governo do Estado atuando também nessa luta. Quanto mais apoio para acabarmos com essa violência, melhor”, disse.

O secretário municipal de Assistência Social comemorou a parceria e a implementação do programa. "O programa Empoderadas chega com a missão de atender as mulheres vítimas de violência física, mental e patrimonial. O programa vem na contramão da violência, onde todo trabalho realizado é construído dentro das diretrizes do atendimento multidisciplinar com equipe especializada. Nossa cidade possui um território extenso dividido entre a área rural e urbana com características específicas, onde iremos chegar com nosso trabalho através dos núcleos que serão inaugurados nos próximos meses", disse, lembrando que o governo interino recebeu do Estado a confirmação da chegada de outros programas ao município, incluindo o Centro de Cidadania LGBTQIA.

O workshop foi conduzido pela coordenadora do projeto, a lutadora de jiu-jitsu e MMA. O evento contou ainda com a presença da subsecretária estadual de política públicas para mulheres, da secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, da coordenadora do gabinete de Cidadania e da Superintendente Estadual de Enfrentamento à Violência contra a Mulher.

Parceria com a Guarda Civil Municipal

Durante o evento, o governo municipal também lembrou que uma parceria com o governo estadual possibilitará o treinamento da Guarda Civil Municipal para atender a ocorrências relacionadas à Lei Maria da Penha. “Essa legislação foi uma grande conquista em prol das mulheres vítimas de agressão, mas ainda é preciso mais. Projetos como esse trazem mais empoderamento e coragem para todas nós, mulheres”, disse a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública.