Imprimir esta página
Sexta, 30 Julho 2021 - 11:23

Prefeitura e Inea iniciam limpeza de rios e lagos pelo Parque São Vicente

Prefeitura e Inea iniciam limpeza de rios e lagos pelo Parque São Vicente

A Prefeitura iniciou pelo Parque São Vicente a limpeza dos lagos e rios do município. Em uma parceria com o Instituto Estadual do Ambiente – Inea, Secretaria de Meio Ambiente e Comdep, o local começou a receber ações de limpeza, desassoreamento e revitalização na manhã desta quinta-feira (29). Com cerca de dois mil metros quadrados, a previsão é que cerca de 150 caminhões de material sejam retirados do local.

O governo interino esteve no Parque São Vicente acompanhando o início dos trabalhos. Além de deixar a cidade mais limpa e bonita, o objetivo principal é garantir que a cidade esteja preparada para o período de chuvas. 

Segundo o presidente da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis – Comdep, além de necessária, a limpeza do lago era um pedido da comunidade do local. “A ação era necessária, pois a última manutenção aconteceu há pouco mais de três anos, realizada pela própria companhia, para a retirada das gigogas. Com essa ação, estamos deixando o espaço mais agradável tanto para os petropolitanos, quanto para os nossos visitantes. Junto com o prefeito, estamos elaborando um cronograma para atender nossos rios e o lago de Nogueira”, explica o presidente Comdep.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, a ação de desassoreamento do lago do Parque São Vicente é importante porque dá ao lago as condições necessárias para seu equilíbrio natural. “Estamos contribuindo para a redução da poluição, melhorando a qualidade de vida e atendendo aos anseios da comunidade. Em continuidade à esta ação realizaremos novo programa de Educação Ambiental através das escolas e associações de moradores”, adianta o secretário.

Os trabalhos estão sendo acompanhados pelo engenheiro civil Haylander Novaes de Santa Rita, da Diretoria de Recuperação Ambiental – Diram, do Inea. “As ações de limpeza devem ser concluídas num prazo entre 15 e 20 dias. Neste momento, estamos trabalhando na remoção de resíduos orgânicos e inorgânicos acumulados no fundo do lago. Dessa forma, promovemos melhorias no escoamento e minimizamos transtornos que poderiam ser causados por alguma adversidade”, explica.

Itens relacionados por tópico