Terça, 13 Julho 2021 - 11:02

Desafios e possibilidades da remota Educação são tema do 1º encontro da Jornada Alusiva ao centenário de Paulo Freire

Evento organizado pela Secretaria de Educação

“Estamos aprendendo a e reeducar a partir de novas experiências”, disse o professor doutor Nilton dos Anjos, palestrante que marcou presença na abertura da Jornada Alusiva ao centenário de Paulo Freire, nessa segunda-feira (12/07). O evento, organizado pela Secretaria de Educação, foi transmitido pelo YouTube e facebook da Prefeitura de Petrópolis e teve como foco os desafios e as possibilidades da remota Educação. Mais dois dias de evento estão programados ao longo da semana.

“Importante salientar que a jornada foi preparada não só para os profissionais da rede municipal, mas, para todos aqueles que se interessam pela educação e pelos desafios impostos por esse momento que estamos vivendo. A educação se reinventou, as relações mudaram e todos tiveram que se ajustar. Não foi e não está sendo fácil, mas, temos que avançar e o diálogo, a troca de informações é sempre positiva. Agradeço ao professor Nilton e a todos os participantes desse primeiro dia de jornada”, disse o governo interino.

Durante o encontro, o professor Nilton dos Anjos, que é professor da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), bacharel e Licenciado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994), Mestre (2002) e Doutor (2007) em Ciência da Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e que realizou parte de sua pesquisa doutoral (2006) e pós-doutoral (2008) na Universidad de Salamanca – Espanha, destacou, os desafios desse novo período em que a educação se tornou remota.

“Nós docentes chegamos a um ponto em que percebemos que também nós tenhamos que aprender a perguntar, reeducar a partir de novas experiências”, disse Nilton, completando que um dos questionamentos mais importantes que deve ser feito pelo professor é: a educação está longe de mim? “Temos que pensar em reaproximação da educação como um todo. Será que a educação ainda é a minha amada? De que modo a educação ainda me acrescenta enquanto eu ainda me sinto perdido? A educação é um amor. Amor por educar, por querer interagir, por gostar de aprender, amor por estar com qualquer um que nos desafie, seja aquele estudante mais indisciplinado. Educar não é uma tarefa fácil, mas é um amor”.

A secretária de Educação agradeceu a colaboração do professor Nilton. “Momento engrandecedor e rico em palavras em que todos nós, educadores nos sentimos acolhidos. Quantas vezes nos sentimos perdidos diante de tantas mudanças e obstáculos impostos por incertezas de um novo tempo? Mas a educação se reinventa. E segue adiante, pensando sempre no melhor para os alunos”.
A programação da Jornada alusiva ao centenário de Paulo Freire segue durante a semana. Confira a programação:

14/07 – Quarta-feira
Título: Saúde mental, relacionamentos positivos e qualidade de vida: por que precisamos falar sobre isso?
Horário: 10h
Palestra com Luciana Senra, Doutora (2016) e Mestra (2012) em Processos Psicossociais em Saúde pelo Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal de Juiz de Fora - PPG Psicologia UFJF. Psicóloga pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora Professora do Curso de Mestrado e da Graduação em Psicologia da Universidade Católica de Petrópolis-UCP/RJ. Possui experiência em Psicologia Clínica na abordagem da Terapia Cognitiva desde 2008. Coordena o Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Cognição Social-NEICOS e colabora como pesquisadora no Núcleo de Estudos em Violência e Ansiedade Social-NEVAS da Universidade Federal de Juiz de Fora-UFJF, por meio do quais desenvolve pesquisas com ênfase em Psicologia Social e da Saúde nos temas processos sociocognitivos, agressividade e violência, e prevenção e promoção de saúde em contextos sociais, coletivos e educacionais

15/07 – Quinta-feira
Título: Culturas e Educações híbridas: singular? plural?
Horário: 10h
Palestra com Adriana Bruno, licenciada em Pedagogia, é Doutora e Mestre em Educação: Currículo pela PUC-SP, com Pós doutorado em educação pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa-PT. É professora associada do Departamento de Didática da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e dos Programas de Pós-Graduação em Educação e em Gestão e Avaliação da Educação Pública - ambos da UFJF. É Pesquisadora PQ-2-CNPq e é líder do Grupo de Pesquisa Aprendizagem em Rede - GRUPAR. Pesquisa, principalmente a partir dos seguintes temas: Formação de professores, Docências, Educação online e Cultura Digital, Didática, Aprendizagem de adultos, Linguagem emocional e Educação, mídias e tecnologias.