Quarta, 11 Março 2020 - 18:16

Prefeito sanciona lei proibindo a soltura de fogos de artifício

Medida visa proteger pessoas com deficiência, idosos, além dos animais

O prefeito sancionou a lei municipal que determina a proibição da soltura de fogos de estampidos e de artifícios com efeito sonoro ruidoso. A medida visa proteger pessoas com deficiência (em especial os autistas), idosos e os animais. O município tem um prazo de 60 dias para regulamentar, com efeitos a partir do dia 9 de março.

O barulho causado pelos fogos é nocivo para pessoas com transtorno do espectro do autismo. Sobretudo as crianças que podem ser muito sensíveis a sons e, com o estouro, ficarem ansiosas e entrar em crises. Já com relação aos animais, a medida protege não somente animais com donos, mas especialmente os de rua e os silvestres.

Essa medida é mais uma ação efetiva da prefeitura pela causa animal. No ano passado, o executivo determinou o fim do uso de cavalos em charretes de passeios. Este anúncio foi feito pelo prefeito Bernardo Rossi em março, após 117 mil pessoas votarem pelo fim do uso dos animais para o trabalho.

Também neste sentido, a prefeitura criou o Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (Comupa) e implementou, também em 2019, a Semana Municipal de Proteção Animal.