Quinta, 04 Julho 2019 - 18:52

Eleição do Conselho Municipal de Inovação será no dia 16 de agosto

Eleição do Conselho Municipal de Inovação será no dia 16 de agosto

O Conselho Municipal de Inovação vai ser eleito no dia 16 de agosto com inscrições iniciando na próxima segunda-feira (08.07). O Conselho, que terá cadeiras a serem ocupadas pela sociedade, vai nortear as políticas públicas para o setor. Petrópolis é pioneira no Estado na Lei de Inovação e o Conselho é mais um instrumento de fortalecimento para o setor de tecnologia com mais de 100 empresas R$ 355 milhões.

O edital que convoca a  eleição foi apresentado nesta quarta-ferira (03.07) na sede do Sicomércio pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O edital explica o funcionamento do conselho, suas atribuições e composição: o conselho contará com seis representantes do poder público municipal e seis representantes de entidades não governamentais. As inscrições dos interessados em participar do CMI deverão ser entregues entre 8 de julho e 31 de julho, das 9h às 18h de segunda à sexta feira, na Casa dos Conselhos. A documentação necessária também está disponível no endereço eletrônico www.petropolis.rj.gov.br/inovacao/conselho.

A apresentação do edital foi realizada para que as pessoas que se interessam pelas ações que envolvem a inovação e são essenciais para o desenvolvimento dos setores produtivos como agricultura, comércio, indústria, educação, entre outros, pudessem tirar as dúvidas sobre o Conselho.

O Conselho será deliberativo e terá como atribuições formular, propor, avaliar e fiscalizar as ações e políticas públicas de promoção da inovação para o desenvolvimento do município.

“A lei foi construída para consolidar o ambiente de inovação e fomentar a criação de ações que possam fortalecer diversos setores econômicos como cultura, turismo, educação e agricultura. A lei também prevê a criação de cinco pontos principais, como o selo da Inovação, que também vai fomentar o setor,  identificando as empresas que são inovadoras”, explicou o diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões.

De acordo com o estabelecido na Lei Municipal nº 7.799/2019, a Lei da Inovação, as seis entidades não governamentais deverão ser eleitas em Fórum próprio, nos seguintes segmentos: três membros representativos das  instituições de ensino superior, tecnológico, e profissionalizante estabelecidos no Município e três membros representativos de associações empresariais, entidades representativas de categoria econômica, agentes de fomento, instituições públicas e privadas que atuem em prol da ciência, tecnologia e inovação, representantes de parques tecnológicos, incubadoras de empresa, representantes de fundos de investimentos  e/ou empresas de iniciantes Startups.

“Acho muito importante as instituições de ensino participarem dessa construção. Temos que estar juntos fomentando a inovação que pode ser melhor incentivada a partir da participação de agentes de vários setores nesse processo”, disse Márcia Borges, coordenadora do curso de Moda da Universidade Estácio de Sá e especialista em economia criativa.

Eleição na Casa dos Conselhos

As inscrições dos interessados em participar do CMI deverão ser entregues entre 8 de julho e 31 de julho, das 9h às 18h de segunda à sexta feira, na Casa dos Conselhos. No dia 5 de agosto será realizada a análise da inscrição pela comissão eleitoral e homologação das entidades. Já entre os dias 6 e 8 agosto será o período para entidades entrarem com recursos. O Fórum de eleição será realizado no dia 16 de agosto, das 16h às 19h, na Casa dos Conselhos, com a votação entre os pares. A posse dos novos conselheiros será realizada no dia 28 de agosto.

Vale salientar que a condução do processo de eleição estará a cargo da Comissão Eleitoral para a eleição do Conselho Municipal de Inovação, formada a partir da Portaria nº 03/2019 da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. A Comissão permanecerá em atividade desde a posse dos seus membros até a nomeação dos candidatos (as) eleitos (as) para o Conselho Municipal de Inovação – CMI, que será feita através de portaria do Prefeito.