O trabalho acontece, nesta semana, na Rua do Imperador e nas praças do Centro Histórico.

A cidade começou a ganhar nesta semana a cara do Natal Imperial. A empresa vencedora do processo licitatório e responsável pela instalação da iluminação da festa, que começa no dia dois de dezembro, deu início à instalação do equipamento. Na noite de segunda-feira (22), técnicos da Vasconcelos e Santos LTDA colocaram as luzes em árvores e luminárias na Praça Dom Pedro II. O trabalho continua ao longo dessa semana.

“Tenho certeza de que daremos à cidade uma festa bonita. Em breve, o Centro Histórico estará todo iluminado. O Natal Imperial é o resultado da união da Prefeitura com o Fecomércio RJ (por meio do Sesc RJ), com a Dellarte e a CLARO, além do Governo do Estado, com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. É uma parceria inédita, que vai garantir aos petropolitanos e turistas momentos muito especiais neste fim de ano. O que vai ajudar a mostrar a vocação turística de nossa cidade e o porquê é bom visitar Petrópolis no Natal”, destaca o governo interino.
O trabalho segue da Praça Dom Pedro II para a Praça dos Expedicionários e depois para toda a extensão da Rua do Imperador. “A expectativa é de que esse trabalho seja finalizado até sexta-feira”, ressalta o coordenador da empresa.
O Natal Imperial 2021 e o Natal Sesc 2021 terão programação até nove de janeiro. Todas as atrações são gratuitas. No dia dois de dezembro acontece o primeiro grande evento do calendário oficial do município, com programação presencial, desde março de 2020, quando começou a pandemia.
Programação anunciada pelo Prefeito
Em evento no Sesc Quitandinha, na manhã de segunda-feira, o governo interino, anunciou a programação completa do Natal Imperial ao lado do secretário estadual de Turismo, do secretário especial de Relações Intermunicipais do Estado, da diretora presidente da Dellarte, Myrian Dauelsberg, do CEO da Dellarte, Steffen Dauelsberg, e do representantes da CLARO, patrocinadora oficial do evento, por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Estado do Rio. No evento também esteve presente o diretor de marketing da Fecomércio RJ, que apresentou, junto das autoridades municipais e do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio), a programação na cidade.
O Natal Imperial terá programação 100% custeada pelo patrocinador, por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Estado do Rio. Além disso, a Fecomércio, por meio do Sesc, também se juntou ao governo municipal, garantindo programação no Parque Municipal, em Itaipava. O Sesc-RJ também vai garantir iluminação e decoração natalina em oito pontos da cidade, incluindo o Sesc Quitandinha, os pórticos do Quitandinha e do Bingen, o Senac Petrópolis, a Praça Dom Pedro, o CEFET e as ruas Teresa e 16 de Março.

Identificar e tratar problemas oftalmológicos em crianças para melhorar o desempenho de estudantes da rede pública é o objetivo do projeto que está sendo elaborado pela Prefeitura de Petrópolis. Nesta terça-feira (23), o governo interino se reuniu com o juiz da Vara da Infância e da Juventude e do Idoso de Petrópolis, José Claudio de Macedo Fernandes, o diretor executivo do Hospital Santa Teresa (Rede Santa Catarina), Leonardo Menezes, com a subsecretária de Educação e com a coordenadora Especial de Articulação Institucional, para tratarem do projeto.

“Este encontro é um primeiro passo para que possamos articular a implementação de um projeto para identificarmos crianças com problemas de visão que muitas vezes têm o aprendizado prejudicado, para que possamos fazer os encaminhamentos para solução do problema. A intenção é articularmos com entidades e empresas uma parceria para que possamos implementar um projeto piloto e posteriormente atender todos os alunos da nossa rede”, explica o prefeito, lembrando que haverá ainda a articulação com outras entidades e empresas para a implementação do projeto a partir do ano que vem.
“Há uma preocupação com a questão da visão das crianças, pois sabemos que esta é uma causa comum de fracasso escolar. É uma questão que nos preocupa ainda mais agora em função da pandemia – período em que muitas tiveram uma maior exposição aos equipamentos tecnológicos, como celulares, tabletes, computadores e aparelhos de tv”, explica o juiz da Vara da Infância e da Juventude.
“Existe uma rotina pediátrica para identificar os problemas oftalmológicos nas crianças, mas muitas vezes, no dia a dia eles são percebidos na escola. Daí a importância de termos este alinhamento com a prefeitura”, pontua o diretor administrativo do HST.
A intenção do município é que um projeto piloto seja implementado no início do ano que vem, com crianças do primeiro ano do Ensino Fundamental I e posteriormente, de forma escalonada para os demais alunos.
“Tivemos hoje um primeiro encontro em que algumas ideias foram apresentadas e identificamos outras parcerias importantes a serem alinhadas para que possamos desenvolver o projeto. O prefeito está agendando um novo encontro para o mês que vem, com outras partes a serem envolvidas para que possamos dar andamento”, explica a coordenadora do Articulação Institucional.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias recebeu na manhã desta terça-feira (23), agentes regionais para a instrução básica de acionamento do órgão em situação de emergência. A iniciativa, realizada com o apoio da Coordenadoria Especial de Articulação Institucional, promoveu o alinhamento das atividades dos representantes das comunidades, que atuam como interface para o fornecimento de informações em situação de ocorrências, principalmente em dias de chuva forte. A medida foi mais uma etapa da preparação da Defesa Civil para o período de chuvas, que faz parte do Plano Verão 2022.

Os agentes regionais são importantes parceiros para que a gestão municipal funcione. São através desses representantes das comunidades que conseguimos entender as maiores necessidades e garantir serviços de qualidade para a população”, destacou o governo interino.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, o preparo das comunidades tem sido uma atuação constante da Defesa Civil. Ao longo do ano já foi feita a reestruturação os Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC), hoje em funcionamento em 22 comunidades; a readequação dos pontos de apoio pelas comunidades, que agora passam a contar com equipes de acolhida para o atendimento da população de áreas de risco; o mapeamento das áreas e definição das rotas de fuga seguras para os dias de chuva intensa; feito o teste das 18 sirenes pelas comunidades; a implementação do Sistema de Alerta e Alarme Alternativo para Escorregamentos na comunidade do Floresta e a promoção do treinamento com as comunidades.

“O plano de enfrentamento a desastres no município vem sendo feito em longo prazo. Durante todo o ano atuamos no conhecimento das necessidades das localidades, conhecemos as fragilidades das regiões e principalmente, nos aproximamos das comunidades. Estamos agora nos aproximando do período de chuvas, precisamos cada vez mais que a população esteja alinhada com nosso trabalho para que consigamos oferecer maior agilidade de atendimento no caso de emergência”, destacou o secretário de Defesa Civil.

No encontro com os agentes regionais todo o processo de funcionamento da Defesa Civil foi repassado com os representantes das comunidades. “Para nós, que estamos nas comunidades, esse treinamento é de suma importância. É fundamental saber que temos uma Defesa Civil atuante que nos dará suporte se for necessário. Esse preparo nos orienta a saber como agir, a quem acionar em uma situação de emergência”, pontua o agente regional do Bingen. Para a coordenadora Especial de Articulação Institucional, a inciativa fortalece a proximidades com as comunidades. “A ação é de grande importância para o alinhamento entre o governo e a população”, destacou.

Em continuidade ao trabalho com as comunidades, os agentes da Defesa Civil estarão nesta quarta-feira (24) na Posse, onde reforçarão as orientações com os moradores da localidade. “Amanhã vamos levar todo o treinamento que temos feito com as demais comunidades aos representantes da Posse. Nosso foco é garantir que as comunidades estejam mais preparadas e atuantes, com o suporte da Defesa Civil, no processo de enfrentamento a desastres”, destacou a diretora de projetos da Defesa Civil.

Na sexta-feira (26) o Centro de Saúde realiza o Dia D do Novembro Azul

O Centro de Saúde Professor Manoel José Ferreira, no Centro da Cidade, estará de portas abertas especialmente para o público masculino nesta quarta (24) e quinta-feira (25). A ação em saúde do homem faz parte da campanha do Novembro Azul do município. O movimento mundial busca conscientizar os homens no cuidado com a saúde, especialmente no combate ao câncer de próstata.

Durante os dias desta quarta (24) e quinta-feira (25) os homens que estiverem na unidade poderão fazer testes rápidos contra Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), atualização do cartão de vacinas e receberão orientações sobre Planejamento Familiar e Tabagismo. Além disso, das 14 horas às 16h30 na quarta-feira, e das 8h30 às 12 horas, o público masculino poderá realizar consultas clínicas na unidade.

“No Novembro Azul, buscamos conscientizar os homens da importância da prevenção contra o câncer de próstata. Mas além disso, o nosso objetivo é incentivar o público masculino nos cuidados em geral com a saúde. A valorização da saúde do homem é de extrema importância”, disse o governo interino.

Já na sexta-feira (26), o Centro de Saúde Coletiva realizará o Dia D de atendimentos do público masculino no terceiro turno, das 17 às 20 horas. Os homens passarão por consultas clínicas, orientações de planejamento familiar e tabagismo, testes de Infecções Sexualmente Transmissíveis, além da solicitação de ultrassonografia de abdômen total e de próstata.

Também na sexta (26), o governo municipal por meio da Secretaria de Saúde, realizará o Pit Stop de atendimentos na Praça Dom Pedro II, no Centro Petrópolis.

Além disso, O Hospital Alcides Carneiro (HAC), unidade pública de referência para a realização de cirurgias oncológicas e diagnóstico de câncer terá uma semana dedicada à saúde do homem. Serão pelo menos 228 atendimentos para diferentes procedimentos - entre consultas, exames e cirurgias exclusivamente voltadas para o público masculino.

A programação do Novembro Azul da Prefeitura de Petrópolis conta com eventos presenciais e o Dia D no sábado, dia 27 de novembro, com mais de 30 unidades de saúde participando de atendimentos à população masculina.

Quarta, 24 Novembro 2021 - 15:02

23.11.21 - Boletim Epidemiológico

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde, nesta terça (23.11), está em 3,33% para leito clínico e 3,03% para leitos de UTI na rede pública. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, somando hospitais públicos e privados, são sete pacientes internados: três em leitos clínicos e quatro em leitos de UTI nas redes pública e privada da cidade.

Até agora, foram realizados no município 209.151 testes para Covid-19, com 50.158 resultados positivos e 158.753 negativos (levando em consideração testes rápidos e swab).
A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, em 1.556, é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

O "IMC nas Redes – Conversas Culturais" de quarta-feira (24/11) vai debater o artesanato como manifestação da cultura negra. O encontro virtual será transmitido nas redes sociais da prefeitura (Facebook e Youtube), às 19h, com a participação de Neuza Nascimento, Ludimila Costa e Andreza Dalcamin. A mediadora da roda de conversa on-line será Ana Luíza Castro, servidora do Instituto Municipal de Cultura (IMC).

Neuza Nascimento começou a fazer artesanato em 2019, confeccionando bijuterias a base de sementes, pedras e miçangas. Hoje produz peças de macramê. Também é produtora freelance de conteúdos jornalísticos para a internet, além de ser escritora.

Ludimila Costa, petropolitana, 55 anos, é professora e artesã costureira. Realiza um trabalho com bolsas para fortalecer as mulheres. Acredita na reutilização dos materiais e considera uma paixão criar coisas lindas e únicas.

Andreza Dalcamin é artista têxtil, criadora do Estúdio Arte das Pretas. Militante da Economia Solidária, participo do Circuito EcoSol Praça Alcindo Sodré e também do Núcleo de Economia Criativa do Sesc. No ano passado colaborou com a coleção da Razão Social Moda sustentável.

A ação é parte do trabalho de cinoterapia retomado pela Prefeitura de Petrópolis em junho.

Esta terça-feira (23) foi mais um dia de cinoterapia no Centro de Tratamento Oncológico (CTO). O trabalho realizado pelo Grupamento de Operações com Cães, do canil Rufus Von Kru Gdorf, da Guarda Civil Municipal. A agente especial Jujuba - cadela de três anos de idade, da raça Golden Retriever - como sempre faz quinzenalmente às terças-feiras, tinha a responsabilidade de recepcionar os pacientes. Enquanto, na sala de espera, o grupo Crochemigas distribuiu gorros e mantas de crochê para alegrar o momento de quem luta contra o câncer.

“Estou muito feliz. Acho muito legal isso que elas estão fazendo. Adorei o presente”, destacou a aposentada Maria do Socorro Pereira que, aos 67 anos, venceu a luta contra o câncer. Ela foi uma das pacientes presenteadas com o trabalho das Crochemigas, parceiras da Guarda Civil Municipal no trabalho de cinoterapia desde que o grupo surgiu em 2018. “Começamos como um grupo de quatro amigas que nos reuníamos para apreender o crochê. Decidimos então fazer com que esse trabalho chegasse a mais pessoas, por meio de doações e foi assim que formamos a parceria com a Guarda. É um orgulho para nós poder trazer um pouco de alegria para quem vive esse momento tão difícil”, destacou a relações públicas do grupo, Márcia Coelho Neto, que junto de outras crochemigas como a Cleuza Amaral, Andreia Gaivão e Lúcia Leone entregou mais de 40 peças de crochê na ação no CTO.
Antes de ir embora, Maria do Socorro fez questão de cumprimentar a anfitriã Jujuba. “Amo cachorro e fico tão feliz quando ela está aqui”, destacou a aposentada, que ainda aproveitou para agradecer ao inspetor Diego Costa da Guarda Civil Municipal. “É para nós, guardas, uma satisfação muito grande poder realizar esse trabalho também. Estou na cinoterapia há três anos, desde que a Jujuba começou aqui também. Tenho muito orgulho disso”, destacou o inspetor.
Para a psicóloga do CTO, Cristina Volker, o trabalho de cinoterapia e também a ação do grupo Crochemigas tem efeito muito positivo sobre os pacientes. “Há estudos sobre isso, sobre o efeito da relação de amizade do homem com o cão sobre o bem-estar. Os animais têm se mostrado muito importantes nesse trabalho de cinoterapia. E a ação de hoje, com o grupo de crochê também colabora muito para reduzir a pressão que essas pessoas sofrem na luta contra o câncer. Ajuda a tornar esse momento tão difícil muito mais leve”, afirma a psicóloga.
A cinoterapia, que foi retomada esse ano pela Guarda Civil, promove bem-estar físico, emocional, cognitivo e social e tem o “melhor amigo do homem” como principal agente terapêutico. “É um trabalho fundamental prestado pela nossa Guarda Civil, que felizmente conseguimos fazer com que retornasse. Os cães são a alegria não só dos pacientes, que passam por um momento muito difícil, como também dos familiares, que estão ali acompanhando todo esse processo”, destaca o cinotécnico do Grupamento de Operações com da Guarda.

Documento garante consolidação do Manual Cicloviário da cidade

Fortalecer o desenvolvimento de um Manual Técnico que estimule a mobilidade cicloviária, com padronização que segue normas técnicas visando a segurança e, sobretudo, estimula a adesão a esse modo de transporte. Esses são alguns dos objetivos da Carta de Intenção ao Manual Técnico de Infraestrura Cicloviária, assinada nessa terça-feira (23/11) pelo governo interino e pela vereadora Gilda Beatriz, durante um encontro com a Acipe – Associação dos Ciclistas de Petrópolis.

A ação fortalece a elaboração do Manual Técnico de Infraestrura Cicloviária 2022, proposto pela Comissão Especial de Mobilidade Cicloviária (CEMC). Segundo a carta, a ideia principal é desenvolver um manual técnico e uma série de ações em parceria com a prefeitura, estimulando a discussão sobre as questões referentes à mobilidade cicloviária, proporcionando a troca de informações e experiências sobre soluções para uso de bicicleta como transporte do município.

“Poder público e sociedade civil continuam avançando nessa questão tão importante que é a de fortalecer a estrutura cicloviária do nosso município. Temos muitos desafios, mas, vamos vencer cada etapa para que a teoria finalmente saia do papel e se torne realidade na nossa cidade. As equipes técnicas das secretarias já estão envolvidas nesse projeto, para garantir a continuidade e consolidação do Manual Cicloviário”, afirmou o governo interino, destacando, ainda, outros benefícios do uso rotineiro de bicicletas. “Promoção da saúde, estímulo a pratica de um esporte que pode ser realizado por pessoas de várias faixas etárias e, também, desafogamento do trânsito”.

Na ocasião, a presidente da Acipe, Isabella Guedes, explicou, que a adesão garante, ainda, orientar os técnicos da prefeitura, gestores públicos, engenheiros, arquitetos, lideranças da sociedade civil organizada, envolvidos e responsáveis pela elaboração de projetos e obras e que atuam na formulação de políticas públicas de mobilidade urbana.

“Fico feliz em ver poder público, Câmara e equipes das secretarias envolvidos nesse planejamento. Hoje posso afirmar que temos um grupo de trabalho que avança sempre em busca do melhor planejamento, que garantirá segurança para os ciclistas, e a consolidação do manual”, frisa Isabella.

Vale destacar que, de forma consultiva para melhoria e ampliação da infraestrutura cicloviária de Petrópolis, a elaboração do manual e das ações terá a colaboração da Acipe e de integrantes da Comissão Especial de Mobilidade Cicloviária, que inclui representantes da CPTrans, Departamento de Urbanismo da Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica e Secretaria de Obras.

“Através do diálogo estamos avançando a cada dia, o apoio da sociedade civil está sendo imprescindível e tenho certeza que alcançaremos nosso objetivo maior em benefício de todos”, afirmou o coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica.

A vereadora Gilda Beatriz, que preside a Comissão Especial de Mobilidade Cicloviária (CEMC), também assinou a carta. “Só tenho que parabenizar a todos aqueles que defendem essa causa. Não posso deixar de agradecer a colaboração da Acipe que vem, tecnicamente, auxiliando o poder público em todas as questões referentes a mobilidade cicloviária”, disse.

Durante o encontro, o diretor-presidente da CPTrans destacou a coerência das ações. “O governo interino sempre esteve alinhado com a proposta e, através das indicações da Acipe, estamos avançando. Vamos instalar um bicicletário próximo à Câmara Municipal e já estamos revendo alguns pontos como sinalização em pontos específicos da cidade e adequação da ciclofaixa da Avenida Barão do Rio Branco”, contou.

As próximas fases do trabalho entre poder público e Acipe, incluem a realização de workshops participativos e capacitação técnica seguidos de experiência prática; Elaboração do Manual Técnico e material educativo.

Faltam apenas dois dias para a realização da primeira edição do Petrópolis TechSummit 2021 - “Tecnologia para os novos desafios da sociedade”, com a organização da Prefeitura de Petrópolis e pelo Serratec - Parque Tecnológico da Região Serrana, e apoio da Firjan. Na próxima quinta-feira (25.11) Petrópolis se transformará na capital da tecnologia, com a reunião de executivos e profissionais de grande expressão nacional e internacional de empresas como IBM, Amazon, Embraer, LNCC, entre outros, para um ciclo de palestras com objetivo de troca de ideias e experiências, compartilhar soluções e provocar reflexões sobre como a tecnologia vem contribuindo e como pode ser estruturante nos desafios da nossa sociedade. Os interessados que queiram participar do evento podem acessar a página do YouTube do parque tecnológico pelo link - https://bit.ly/SerratecOficial, das 9h às 17h.

Na programação estão confirmadas as palestras do empresário e presidente do Serratec, Guilherme da Motta Alves, do chefe do Centro Tecnológico do Exército, General de Brigada Armando Ferreira; do coordenador do Parque Tecnológico de São José dos Campos, Paulo Giarola; da gerente regional de Serviços Tecnológicos da FIRJAN, Carla Giordano; do vice-presidente Executivo de Operações da EMBRAER, Luís Carlos Marinho; do diretor do Laboratório Nacional de Computação Cientifica (LNCC), Fábio Borges; do presidente da IBM América Latina, Antônio Martins e do gerente de Operações da Amazon, Marcelo Amaral.

O Petrópolis TechSummit 2021 funcionará em formato híbrido, sendo que a parte presencial será apenas para convidados, que irão seguir todos os protocolos sanitários necessários (uso de máscara, álcool em gel e distanciamento).

A transmissão online vai ser dedicada para aqueles que desejam participar do evento. A transmissão será feita pelo canal do Youtube do Serratec: https://bit.ly/SerratecOficial 

As pessoas também podem adicionar o evento na agenda, basta acessar o link https://bit.ly/PetrópolisTechSummit2021

A Prefeitura vai levar noções básicas de primeiros socorros às comunidades. A iniciativa é resultado de um trabalho conjunto da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias e da Secretaria de Saúde, através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), envolvendo integrantes dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC). A iniciativa visa capacitar os voluntários para prestar o primeiro atendimento em situações de emergência e oferecer um suporte básico até a chegada do socorro nas comunidades. Com o curso Guardiões da Comunidade, a Defesa Civil pretende preparar ainda mais os moradores de cada localidade para situações de crise, principalmente em caso de ocorrências causadas pelas fortes chuvas.

“Esse é um treinamento que vai preparar os moradores para situações de emergência. Essa noção de primeiros socorros é importante e quanto mais pessoas tiverem esse conhecimento, melhor”, destacou o governo interino, ressaltando que a ação segue a linha da atuação intersetorial do governo.

O secretário de Defesa Civil reforçou que a ideia inicial do serviço é oferecer maiores condições de atuação para as pessoas em dias de chuva forte, mas que a iniciativa oferece preparo para os moradores em situações diversas. “Percebemos que essa é uma instrução que vai além, que pode ajudar os moradores em qualquer situação e é por meio dos NUDECs, que estamos conseguindo levar essa noção de segurança para as comunidades”, pontuou.

A instrução do SAMU é mais um mecanismo para as comunidades que faz parte do preparo para o período de chuvas. Além de restruturação dos NUDEC e dos pontos de apoio para acolhimento da população em dias de chuva, os moradores de cada região estão sendo orientados para atuar de forma preventiva nos dias de maior risco. “É de grande importância que a comunidade saiba como dar um suporte inicial, um primeiro atendimento básico até que o socorro especializado chegue aos locais. Estamos tentando cada vez mais fazer com os moradores estejam mais preparados e tenham condutas que possam minimizar danos”, destacou a diretora de projetos da Defesa Civil.

O curso vai oferecer orientações sobre os conceitos e etapas básicas de primeiros socorros; dará noções sobre tipos de ferimentos; como agir em situações de lesões, contusões, fraturas e amputações; como deve ser a conduta em caso de acidentes com choque elétrico; atendimento adequado para o caso de convulsões, acidentes com picadas ou mordidas de animais; transporte adequado de vítima; além de passar informações básicas sobre o que é e como funciona do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

Para os agentes do SAMU essa é uma importante iniciativa que oferece maior preparo dentro das comunidades e pode salvar vidas. “Esse tipo de instruções é de grande relevância para os munícipes, principalmente em uma cidade como a nossa, que constantemente sofre com desastres. Com essa capacitação a população terá conhecimento básico para a manutenção da vida até a chegada do socorro qualificado”, destacou o coordenador de enfermagem do SAMU, Joelson da Silva Gomes. De acordo com ele, a instrução vai contribuir não só para a comunidade como um todo, mas até mesmo para a conduta de cada morador em possíveis emergências domésticas. “Um minuto pode fazer a diferença entre hospitalização curta ou invalidez permanente. Essas instruções farão a diferença e poderão ajudar a salvar vidas”, reforçou.

O curso Guardiões da Comunidade será oferecido por meio dos NUDEC, que atualmente fazem interação direta entre a Defesa Civil e as comunidades. Através dos voluntários, integrantes dos NUDEC, a Defesa Civil tem alcançado contato direto com as lideranças locais e fortalecido mecanismos de segurança nas regiões. “Esse é mais um importante trabalho em que unimos nossos esforços para o bem das comunidades, com foco na prevenção de vidas”, destacou o secretário de Saúde.

Pagina 8 de 1725