Depois de dois anos fechado, Prefeitura entrega reforma do Palácio de Cristal

Depois de dois anos fechado, a Prefeitura entregou na manhã desta sexta-feira (22) as obras de reforma do Palácio de Cristal. O monumento foi totalmente restaurado, tanto na parte interna quanto externa. A inovação foi a instalação do piso fulget, drenante e antiderrapante, nos quase 600 metros de passeios entre os canteiros. Durante a solenidade de entrega da reforma, foi plantado nos jardins do Palácio, um ipê amarelo em homenagem às vítimas das chuvas de fevereiro e março.

“Essa obra só foi possível porque tiveram pessoas que acreditaram na gente. Foram meses de muito trabalho, empenho e dedicação para que pudéssemos estar aqui hoje entregando o Palácio de Cristal para a cidade. E convido a todos para em agosto estarem aqui no Palácio durante a Bauernfest, homenageando os nossos colonos alemães que ajudaram na construção da história da nossa cidade”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Durante a solenidade, Bomtempo lembrou que o projeto de reforma não contemplava a restauração do monumento. “Tivemos que abrir uma outra licitação, incluir o Palácio no projeto e com recursos próprios fazer a obra”, disse o prefeito. As intervenções no complexo passaram pela restauração do pórtico de entrada; a recuperação das muretas e gradis ao redor do terreno e das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias; a impermeabilização e pintura dos chafarizes; a drenagem e a recomposição do jardim; a reforma dos sanitários, no subsolo; e a instalação de elevador para pessoas com deficiência e de rampa para acessibilidade. Além da instalação do piso fulget, drenante e antiderrapante.

Durante a cerimônia, o prefeito agradeceu o apoio da Câmara Municipal para a concessão da linha de crédito que possibilitou a implantação de um plano robusto de obras para as áreas afetadas pela catástrofes climáticas, além de intervenções nas encostas, que terão papel fundamental na prevenção aos desastres.

No palácio, os trabalhos da Prefeitura abrangeram a pintura dos tijolos de cerâmica na base da edificação, da estrutura de ferro, esquadrias e cobertura; o polimento e aplicação de resina no piso; a recuperação de fechaduras, cremonas, dobradiças, esquadrias e gradis; e a substituição de vidros e de parte do forro, que recebeu proteção imunizante e pintura, extensiva aos frisos em madeira do prédio.

A muda do ipê foi plantada junto com os alunos da Escola Municipal Hildebrando de Carvalho. A solenidade também contou com a participação da banda Espanta Freguesia e do grupo de capoeira do Mestre Vuê, ambos se apresentaram dentro do Palácio. O Orquidário Binot também montou um estande para a venda de diversas flores e plantas.

Para a secretária de Turismo, Silvia Guedon, a entrega do Palácio de Cristal vai contribuir para o aumento de turistas na cidade. “Já tivemos no último fim de semana uma taxa de ocupação hoteleira no Centro e arredores maior do que nos distritos. Com o Palácio de Cristal reaberto temos certeza que será ainda maior”, ressaltou. A secretária de Cultura, Diana Iliescu, falou do renascimento da cidade e do turismo com a entrega do Palácio. “É emocionante estarmos com o nosso Palácio de volta”.

O secretário de Obras, Almir Schimidt lembrou a história do Palácio de Cristal, que começou a ser planejado em 1875 por Conde D´Eu e inaugurado em 1884. O vice-prefeito Paulo Mustrangi citou a promessa de Bomtempo em entregar o Palácio de Cristal para o povo petropolitano. “Petrópolis tem vocação turística, cultural e para o desenvolvimento”, ressaltou.

O presidente da Comdep, Leonardo França falou sobre os seis meses de trabalho até a entrega do Palácio. “Foi com muito trabalho e dedicação de todos que conseguimos estar aqui hoje entregando o Palácio de Cristal”, comentou. Também participaram da solenidade o secretário de Estado de Turismo Savio Neves; secretários municipais; autoridades e personalidades; os vereadores Hingo Hammes, Yuri Moura, Ronaldo Ramos, Marcelo Chitão, Júnior Coruja e Gil Magno.

As obras externas no Palácio de Cristal começaram em outubro de 2019 e foram paralisadas no início de 2020, por problemas que levaram à substituição da empresa contratada e devido a pesquisas arqueológicas no subsolo da área externa. Em janeiro deste ano, as obras foram retomadas pela atual gestão.

A Prefeitura está promovendo, com a UFRRJ, pesquisa sobre o pefil da demanda turística no Centro e nos distritos de Petrópolis, com vistas à elaboração do Plano Diretor de Turismo.

A CPTrans e a Guarda Civil renovaram, por mais um ano, convênio que garante a atuação dos guardas na fiscalização do trânsito de Petrópolis, em conjunto com os agentes de trânsito.

A Prefeitura reabriu o consultório de atendimento clínico da UPA Cascatinha que estava desativado desde agosto de 2020, quando um incêndio avariou a unidade de saúde.

A Comdep, que já recolheu mais de 320 mil toneladas de detritos desde os desastres climáticos do verão, está realizando serviços de conservação e limpeza em mais de ruas nesta semana.

O Comitê Cientifico de Petrópolis manteve, na manhã desta quarta-feira (18), a obrigatoriedade do uso de máscaras nas unidades de ensino da rede pública e privada, assim como nos transportes públicos e escolares do município.

O prefeito Rubens Bomtempo fez, nesta quinta-feira (14), a entrega simbólica das chaves do utilitário adquirido para o Serviço Social Autônomo Hospital Alcides Carneiro (Sehac) na última semana.

A Guarda Civil Municipal (GM) de Petrópolis, instituição que zela pela proteção do patrimônio e dos cidadãos petropolitanos, celebrou 98 anos de história nesta terça-feira (12).

Dezenove escolas da rede municipal de Petrópolis atingidas pelas chuvas de fevereiro e março receberam cerca de 200 equipamentos eletrônicos doados pela Fundação Telefônica Vivo.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo, garantiu a presença de empresas tradicionais da cidade na Bauernfest (Festa do Colono Alemão), que acontece entre os dias 12 e 28 de agosto.

Pagina 5 de 1819