Segunda, 23 Maio 2022 - 10:16

Nota - Luto oficial


A Prefeitura de Petrópolis decretou luto oficial de três dias em solidariedade aos pais, familiares e amigos de Maria Thereza Vitorino Ribeiro, 1 ano, aluna do CEI Carolina Amorim (localizado em Cascatinha), que faleceu neste domingo.

Na sexta-feira (20/05), por volta das 14h, segundo a unidade educacional, Maria Thereza se engasgou quando ingeria uma fatia de maçã. Ela foi imediatamente atendida pelos educadores.

Maria Thereza foi levada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Cascatinha, onde foi reanimada e intubada. A criança foi transferida para internação no Hospital Alcides Carneiro. Maria Thereza morreu na manhã deste domingo. As causas da morte estão sendo investigadas.

A Prefeitura agradece aos funcionários da Educação que acolheram a família neste momento difícil e informa que está abrindo uma sindicância para apurar os fatos ocorridos com a criança na creche.

A Prefeitura tem 78 centros de educação infantil e atende diariamente 7.293 crianças.

Novas solicitações ao governo federal somam R$ 12,3 milhões para 25 obras

Com obras e outras ações emergenciais em curso desde a primeira catástrofe climática, ocorrida em fevereiro, a Prefeitura de Petrópolis se prepara para realizar obras de maior porte em vários bairros. O governo municipal solicitou R$ 12,3 milhões ao governo federal para tirar do papel esses projetos, enquadrados como ações de reconstrução da infraestrutura urbana.

“Continuamos cuidando das obras emergenciais e do atendimento das pessoas atingidas, mas estamos planejando também obras maiores, de natureza estruturante, para recuperar o que foi destruído e eliminar novos riscos, em diversos pontos do município. Apresentamos nossos projetos e esperamos continuar contando com o apoio federal”, diz Rubens Bomtempo.

A Prefeitura recebeu, até esta sexta-feira (20), R$ 10,5 milhões de ajuda federal para obras e outras iniciativas emergenciais. Elas são “destinadas a restabelecer as condições de segurança e habitabilidade e os serviços essenciais”, de acordo com o Decreto 10.593, de 2020, que enquadra de modo diferente as medidas de reconstrução, ao tratar do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil.

As ações de recuperação são associadas a impactos de natureza estruturante. Segundo a definição dada pelo decreto federal, são “medidas desenvolvidas após a ocorrência do desastre destinadas a restabelecer a normalidade social que abrangem a reconstrução de infraestrutura danificada ou destruída e a recuperação do meio ambiente e da economia”.

A Prefeitura planeja executar 25 dessas obras com os recursos solicitados ao Ministério do Desenvolvimento Regional. A maioria dos projetos, assinala o secretário de Obras, Habitação e Regularização Fundiária, Almir Schmidt, é de contenção de encostas com cortinas atirantadas (paredões de concreto armado fixado com tirantes de aço) e, em alguns casos, como muros de gabião.

As obras de reconstrução implicam desafios maiores de engenharia, explica na secretaria a diretoria do Departamento de Obras Públicas, Jéssica Seabra.  “Elas são de maior porte e mais longas, pelo grau de dificuldade”, ela salienta, destacando fatores como inclinações acentuadas das encostas e alturas maiores exigidas às contenções, para eliminação dos riscos – quesito que nem sempre pode ser atendido pelos muros de gabião, apropriados para alturas menores.

Das 25 solicitações, três se destinam à recuperação de prédios públicos avariados na catástrofe de 15 de fevereiro: a Escola Municipal José Fernandes da Silva, no Alto da Serra; o Núcleo de Integração Social (NIS), no mesmo bairro: e o Centro de Cultura Raul de Leoni, centro da cidade.


Contenções de encostas à espera de recursos

Estrada do Juruá / Nossa Senhora de Fátima (Posse)

Praça da Liberdade (Centro)

Rua Augusto Severo (Morin)

Rua Carlos Gomes (Centro)

Rua Coronel Veiga (Ponte Fones)

Rua da Bica (Taquara)

Rua Dom João Braga (Alto da Serra)

Rua Domingos Andrade Bastos (Centro)

Rua Doutor Bonjean (Provisória)

Rua Duarte da Silveira (Duarte da Silveira)

Rua Gregório Cruzick (Itamarati)

Rua Guilherme Dalma Nunes (Boa Vista)

Rua Henrique João da Cruz (Boa Vista)

Rua Joaquim Ribeiro da Motta (Caxambu)

Rua Norma Maria Heiner (Nogueira)

Rua Oliveira Bulhões (Roseiral)

Rua Padre Moreira (Centro)

Rua Pedro Elmer (Itamarati)

Rua São Paulo (Quitandinha)

Rua Sargento Fontes (Castelânea)

Rua Visconde do Bom Retiro (Centro)

Servidão João Ferreira de Castro (Morin)


Do projeto à conclusão da obra

Os recursos recebidos e os pagamentos feitos pela Prefeitura são divulgados no portal Petrópolis – Aqui tem transparência (https://web2.petropolis.rj.gov.br/transparencia/recursos-recebidos.php). Veja o passo a passo do início ao fim de uma obra:

_ Engenheiros da Secretaria de Obras avaliam no lugar a solução adequada para o problema, elaboram o projeto básico da obra e estimam seu custo

_ No Gabinete do Prefeito, as informações sobre o projeto e o pedido de recursos financeiros são encaminhados à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil


_ Com a aprovação técnica do projeto e do valor pela Defesa Civil nacional, a liberação futura dos recursos é autorizada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional

_ Os recursos são transferidos à Prefeitura e reservados para que a Secretaria de Obras contrate a empresa que fara a obra

_ Os pagamentos à empresa são feitos em parcelas pela Prefeitura, de acordo com medições técnicas do trabalho realizado

_ Terminada a obra, a Prefeitura presta contas ao ministério.

O terceiro encontro entre a equipe do governo municipal e representantes do setor produtivo, aconteceu na manhã desta sexta-feira (20.05), na sede da Firjan, em Petrópolis. O planejamento de ações prioritárias para a recuperação e retomada econômica da cidade foi discutido durante o evento.

Empresários da Construção civil, turismo, indústria, comércio e tecnologia participaram do evento. Durante o encontro, os representantes de diversos órgãos e instituições, debateram o planejamento de algumas ações prioritárias para a recuperação e retomada econômica do município.

Entre os temas tratados na reunião, a parceria entre o poder público e os setores produtivos para a recuperação da cidade, foi destaque.

Questões sobre a prevenção de eventos climáticos; ordenamento urbano; melhoria da infraestrutura, energia e telecomunicações; intensificação na fiscalização dos ambulantes; ampliação do polo tecnológico; projeto de capacitação tecnológica para o ensino público; simplificação e agilidade na concessão de licenças para a construção civil, também foram alguns dos assuntos abordados.

O prefeito Rubens Bomtempo reforçou o esforço da gestão municipal em apoiar a ampla cadeia de segmentos e planejar juntos ações para retomada e aceleração da economia do município.

“Esse é o terceiro encontro que fizemos. No primeiro momento discutimos os desafios para a recuperação econômica da cidade. Depois tivemos um grande encontro no Serratec, onde cada segmento apresentou algumas reivindicações e sugestões. Hoje, estamos aqui planejando juntos as futuras ações. Nosso objetivo agora é alinhar um plano de desenvolvimento integrado para acelerar a recuperação econômica da cidade”, disse.

Durante o encontro, o prefeito também destacou a importância da retomada do Conselho Municipal da Cidade (Comcidade).

“É importante reativar o Comcidade para ouvir as necessidades de cada segmento e junto com a sociedade civil, buscar soluções integradas e gerar desdobramentos, promovendo diversos encontros futuros. Não existe uma solução individual, a única solução é coletiva, destacou.

Sobre a revitalização da cidade, o governo municipal destacou que várias ações já estão apresentando resultados. “Estamos conseguindo agora entregar um conjunto grande de obras. Mais intervenções terão início nas próximas semanas. Estamos avançando com a dragagem dos rios e vamos intensificar a limpeza e desobstrução de bueiros e galerias. Também estamos trabalhando junto com o Iphan, buscando soluções para recuperar a ambiência do Centro Histórico”, disse o prefeito que também destacou o plantio das flores do Centro Histórico. “Quero agradecer a iniciativa privada pela doação das flores que estamos plantando. Também estamos revitalizando o relógio das flores com essa parceria”, ressaltou.

 

A coordenadora regional do Sebrae na região serrana, Cláudia Pacheco, destacou que a retomada econômica passa pela recuperação dos pequenos negócios.

“Estamos utilizando nossas redes para fazer um trabalho de sensibilização. O Sebrae vai começar uma ação para apoiar os artesões. Também vamos fazer um mapeamento com os empresários para medir o impacto econômico na cidade. É necessário estimular e articular parcerias estratégias para o fomentar o empreendedorismo”, disse.

Prefeito, secretários de governo e vereadores se reuniram nesta segunda-feira (16.05), com empresários do bairro Valparaíso, com o objetivo de fomentar, promover e consolidar o Polo Gastronômico do Valparaíso.

Durante encontro, foram elencados pelos empresários alguns pontos importantes para melhoria do polo. Entre as demandas, a melhoria na iluminação pública, sinalização específica direcionando os turistas, falta de estacionamento e a inclusão do polo gastronômico no roteiro turístico da cidade – foram alguns dos assuntos debatidos. O objetivo é que os encontros com o grupo aconteçam regularmente.

“Estamos atuando junto aos empresários com o objetivo de fortificar os polos gastronômicos da cidade. Na última semana iniciamos uma série de ações e intervenções na rua 13 de maio. A cada encontro vamos estabelecer as prioridades com os empresários e planejar metas para atender as demandas. Dessa forma vamos construir juntos uma agenda positiva e fortalecer o desenvolvimento econômico”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Para Henrique Motter, empresário e representante do Sindicato de Hotelaria, Bares e Restaurantes, a aproximação do poder público com os empresários pode consolidar o polo gastronômico do Valparaíso.

“Todos nós estamos muitos motivados, houve uma presença muito forte de todos os empresários aqui do Valparaíso. Alguns não conseguiram estar presente, é natural. Essa aproximação vai proporcionar que nós tenhamos um batismo do Valparaíso, como uma área gourmet da nossa cidade, um bairro muito importante e de suporte do Centro Histórico”, disse.

Buscando maior celeridade nas ações de melhorias do bairro, a prefeitura além de intensificar as ações de limpeza, capina e roçada, também está empenhada na recuperação dos espaços públicos, incluindo a pintura dos postes, a troca e instalação de coletoras de lixo. No local, ainda estão previstas melhorias na iluminação pública e uma operação tapa-buraco. A CPTrans vai realizar a readequação e revitalização da sinalização do bairro.

Participaram do encontro: a secretária chefe de gabinete, Luciane Bomtempo; o presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC) Diana Iliescu, o diretor presidente da Comdep, Leonardo França; o presidente da CPtrans, Jamil Sabrá; além dos secretários de Obras, Almir Schmidt, e os vereadores Yuri Moura e Marcelo Lessa.

A Central de Abastecimento Farmacêutico e Insumos foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (20), no Hospital Alcides Carneiro. Com o novo espaço, a Prefeitura está organizando de maneira mais eficiente e econômica a distribuição de medicação para as unidades de saúde do município, incluindo o próprio hospital e as três Unidades de Pronto Atendimento – UPAs.

A central, que ganhou o nome de Antônio Alves Moreira, que foi presidente do Serviço Social Autônomo do Hospital Alcides Carneiro – Sehac, atende todas as normas de segurança e já recebeu, inclusive, a Certidão de Regularidade 2022. “Junto com as equipes do HAC e do Sehac, temos trabalhado com afinco e empenho para garantir os avanços do hospital. Sabemos que ainda existe muita coisa para ser feita, porém, este é um passo importante e que vai auxiliar toda a nossa rede de saúde. Temos buscado trabalhar com o diálogo e a intersetorialidade, pois com a união de todos será possível chegarmos ainda mais longe”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O secretário de Saúde, Marcus Curvelo, também destacou a importância da integração entre o Sehac e a Secretaria de Saúde. “Ambos têm uma função primordial enquanto rede de saúde, pois o Alcides Carneiro é fundamental no atendimento no fluxo demandado pela nossa população. Em pouco tempo, a unidade de saúde está voltando a experimentar uma outra forma de lidar e cuidar com o paciente”, destaca Curvelo.

O diretor-presidente do Sehac, Ricardo Patuléa, comemorou o início das atividades e ressaltou o planejamento realizado pela pasta. "A instalação da nossa Central de Abastecimento chega para atender de forma estratégica o fornecimento de medicamentos para as unidades de saúde da cidade de forma organizada, eficiente e econômica", declarou.

O sarampo é uma doença seriamente contagiosa causada por um vírus propagado pelas vias aéreas. Além de deixar graves sequelas ela pode, inclusive, levar à morte. Por isso, a Secretaria de Saúde, por meio da Divisão de Imunização, está reforçando a importância da vacinação, principalmente de crianças de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias, mesmo daqueles que já tomaram uma dose do imunizante em outra época.

“A princípio, a campanha de vacinação contra o sarampo, assim como a da influenza (gripe) se encerra em três de junho e ainda não sabemos se será prorrogada pelo Ministério da Saúde. Neste momento, não temos casos confirmados da doença no município, porém, a conscientização de pais e responsáveis é fundamental para ampliarmos a cobertura vacinal e, assim, garantir a proteção de todos”, destaca o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

A campanha que começou em quatro de abril é voltada para os trabalhadores da Saúde e crianças de seis meses a menores de cinco anos. A previsão é imunizar 16.038 meninos e meninas, mas, até esta quinta-feira (19), apenas 1.627 doses foram aplicadas neste público. “Ou seja, até o momento, alcançamos pouco mais de 10% do público alvo esperado. É importante frisar que a vacinação deve ser feita mesmo que o esquema vacinal da criança esteja completo”, explica Thayene Varella, chefe da Divisão de Imunização da Secretaria de Saúde.

A vacina utilizada na campanha é a tríplice viral, que protege ainda contra a rubéola e a caxumba. “Os pais e responsáveis de crianças que ainda não receberam a dose devem procurar uma das salas de imunização disponibilizadas pelo município para colocar a carteira de vacinação dos filhos em dia e protegê-los contra o sarampo”, completa o secretário de Saúde.

A Prefeitura recebeu nesta semana uma doação de 12 toneladas de alimentos (entre feijão, arroz e macarrão) da empresa de dermatologia Galderma, sediada em São Paulo (SP).

Os alimentos abastecerão os abrigos do município e os Cras (Centros de Referência de Assistência Social), assistindo as famílias em condições de vulnerabilidade em Petrópolis.

Representantes da empresa estiveram em Petrópolis, na sede da Prefeitura, para a entrega dos alimentos, que foi recebida pelo secretário de Assistência Social, Fernando Araújo.

"Recebemos essa doação com muito carinho. Agrademos à empresa e aos seus diretores que trabalharam para que esse alimentos chegassem até aqui. É uma doação que será muito importante para continuarmos dando uma assistência de qualidade às famílias em condições de vulnerabilidade", disse o secretário Fernando Araújo.

O material foi arrecado pela Galderma em uma corrida de rua patrocinada pela empresa no Rio de Janeiro neste ano. Petrópolis foi escolhida para receber os alimentos por conta dos desastres das chuvas de fevereiro e março.

"Ficamos felizes em poder apoiar o município de Petrópolis e fazer parte dessa ação tão importante. A Galderma tem investido em ações sociais. Esse é um dos pilares importantes para nós. Estamos felizes de poder fazer não só essa entrega de alimentos, mas também uma série de ações sociais ao longo do ano, que vão poder trazer um pouco de alento às pessoas que sofreram com essa tragédia", disse o gerente fiscal da Galderma, Eduardo Martins.

A CPTrans encaminhou, nesta semana, ofício ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) solicitando medidas de segurança no tráfego da Estrada União e Indústria. Entre elas, estão faixas de pedestres, redutores de velocidade e reforço na sinalização (horizontal e vertical).

O DNIT é a entidade responsável pelas obras que vêm sendo realizadas na Estrada União e Indústria.

"Encaminhamos o ofício à Superintendência Regional do DNIT. E esperamos que as demandas sejam atendidas, por serem fundamentais para a segurança de pedestres e motoristas que utilizam diariamente a via", disse o diretor-presidente da CPTrans, Jamil Sabrá.

Intervenções solicitadas

• Em frente ao Condomínio La Villette (Nogueira), 7.299 - Redutores de meia pista, placas informativas, faixas de pedestres e sinalização (horizontal e vertical)
• Em frente ao Ciep Cândido Portinari, 11.960 - Faixa de pedestres e sinalização (horizontal e vertical)
• Em frente à Escola Municipal Celina Schechner, 11.976 - Faixa de pedestres e sinalização (horizontal e vertical)
• Em frente ao Restaurante Confesso Gastrobar, 12.656 - Redutor de velocidade
• Em frente ao Colégio Bom Jesus Canarinhos, 11.540 - Faixa de pedestre

O Grupo de Trabalho e Planejamento Assistencial da Saúde de Petrópolis se reuniu na manhã de quinta-feira (19), no Hospital Alcides Carneiro (HAC). A equipe, que é uma iniciativa do governo municipal, conta com o secretário de Saúde Marcus Curvelo, além de diretores e coordenadores das principais unidades de saúde pública da cidade, avaliou vários dados relacionados ao funcionamento do HAC, Upas, Hospital Municipal Nelson de Sá Earp, Pronto-Socorro Leônidas Sampaio, além do Centro de Saúde Coletiva.

Os gestores, que se encontram quinzenalmente, seguem um trabalho conjunto permanente de análise de fluxos, avaliações de estruturas físicas, resolução de filas de espera, abertura e reforço de atendimentos de urgência e ambulatoriais, além do aumento da oferta de procedimentos como cirurgias e pareceres.

O diretor-presidente do Serviço Social Autônomo Hospital Alcides Carneiro – Sehac, Ricardo Patuléa, ressaltou os resultados da força-tarefa. "Temos muito a fazer, mas o resultado destes quatro meses de trabalho é excelente. Retomamos vários exames, reduzimos sensivelmente as filas de espera, dinamizamos os fluxos, reparamos muitos problemas estruturais e desenvolvemos soluções para aumentar e melhorar os atendimentos", declarou.

Serão 566 votantes, sendo 55 candidatos ao Comutran

A Conferência Municipal de Trânsito e Transporte deste ano será realizada neste sábado (21), no Centro de Cultura Raul de Leoni , no Centro. Lá, serão eleitos os membros da sociedade civil no Conselho Municipal de Trânsito e Transportes (Comutran). Para votar e ser votado, a população se inscreveu na CPTrans (presencialmente e pela internet), batendo recorde na história da conferência: serão 566 votantes, sendo 55 candidatos.

O tema da conferência será "Avanços da Tecnologia na Mobilidade Urbana”. O evento será uma oportunidade para poder público, sociedade civil organizada, pesquisadores da área de transportes e população de um modo geral discutirem a cidade: a atual situação da mobilidade urbana de Petrópolis, políticas públicas para o setor e os rumos que a cidade tomará nos próximos anos.

"É um momento importante para a cidade. A conferência e o Comutran são espaços de participação popular e de pensar a mobilidade urbana de Petrópolis. Essa alta participação nas inscrições indica uma vontade que a sociedade tem em participar da formulação de políticas públicas, o que demonstra um amadurecimento da sociedade", disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Serão eleitos os 11 representantes da sociedade civil no Comutran para mandatos de um ano. Puderam ser candidatos ou eleitores as entidades com sede em Petrópolis e qualquer cidadão morador da cidade que já tenha completado 16 anos.

"Temos em mãos uma excelente oportunidade de reunirmos a sociedade para debater como a tecnologia pode impactar positivamente a mobilidade urbana de Petrópolis. Ficamos muito felizes com o engajamento da população e participação recorde", disse o diretor-presidente da CPTrans, Jamil Sabrá.

Serviço

Conferência Municipal de Trânsito e Transporte
Tema: Avanços da Tecnologia na Mobilidade Urbana
Local: Centro de Cultura Raul de Leoni (Praça Visconde de Mauá, 305, Centro)
Quando: 21 de maio (sábado) das 9h às 13h

Pagina 4 de 1806