A garantia do acesso seguro e digno dos moradores do Vale do Cuiabá às suas casas foi o compromisso assumido pelo prefeito Rubens Bomtempo ao vistoriar as pontes que foram danificadas com as chuvas que atingiram a região em 2011. Bomtempo lamentou a ausência do poder público nos últimos dois anos na localidade, onde não foi realizada qualquer melhoria. Ainda esta semana a Comdep e a Secretaria de Obras farão um mutirão para a limpeza da região, com desentupimento de bueiros e desobstrução das redes de águas pluviais.

“É muito triste chegar ao Vale do Cuiabá e ver que nada foi feito, principalmente as obras estruturais nas pontes que dão acesso às comunidades, como a do Buraco do Sapo que tem mais de 100 famílias. Vamos levantar todos os custos e ver com o Estado a possibilidade de tomarmos a frente dessas intervenções”, disse Bomtempo ao lado do vereador Ronaldo Luiz de Azevedo, o Ronaldão; do secretário de Obras, Aldir Cony; do secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa; do coordenador da Defesa Civil, Rafael Simão e de moradores da localidade.

O prefeito enviou esta semana um ofício às secretarias estaduais de Obras e do Meio Ambiente, com cópia para o governador Sérgio Cabral, solicitando a paralisação de todos os processos de licitação e ainda a reapresentação de todos os projetos previstos para a região na íntegra para a comunidade: “Precisamos atender aos interesses dos moradores e eles não foram respeitados nem ouvidos em momento algum. Não podemos esquecer que a prioridade é solucionar a questão das moradias das famílias que vivem no Vale”, destacou.

Bomtempo também solicitou informações sobre uma possível verba proveniente de uma emenda parlamentar no valor de R$ 2 milhões para a realização de obras de pavimentação do Vale do Cuiabá. A Prefeitura também fará um levantamento para a extensão da iluminação pública até o ponto final do ônibus do Vale e ainda a troca de lâmpadas.

“Vivo no Cuiabá há 60 anos e nunca vou esquecer a dor que sentimos no dia 11 de janeiro de 2011 ao ver a nossa comunidade ser devastada. O mais difícil foi ver a inoperância do poder público enquanto a nossa gente continuava sofrendo. Só o fato do novo prefeito estar conosco aqui nos acalma. Nos sentimos mais amparados”, declarou a aposentada Maria Luiza Salgado.

Com relação ao pagamento do IPTU, o prefeito também tranquilizou os moradores que perderam as suas casas e já solicitou à Secretaria de Fazenda o imediato recadastramento das famílias: “Estou comprometido com o Vale do Cuiabá e vamos iniciar um trabalho para a região que seja sustentável atendendo, principalmente, aos interesses dos moradores”, concluiu Bomtempo.

A criação da Secretaria Extraordinária de Recuperação, Revitalização e Reconstrução do Vale do Cuiabá é o compromisso do prefeito com a região e será o principal canal de comunicação entre os moradores e o governo municipal. Entre as medidas que serão adotadas pela nova Secretaria estão a construção de casas populares, a criação de uma lei específica para fomentar o desenvolvimento do comércio e a economia local, além da criação do memorial em homenagem às vítimas das chuvas.

O prefeito Rubens Bomtempo anunciou ontem que não haverá Carnaval no Centro e que os repasses, no valor de R$ 1 milhão, que iriam para o desfile das escolas de samba do município serão investidos na saúde. A decisão foi tomada durante reunião com o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Juvenil dos Santos e representantes de escolas e blocos da cidade, que entenderam a situação e concordaram com a providência do governo municipal.

De acordo com o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, as estruturas como as arquibancadas, por exemplo, não serão montadas, o que não impede, no entanto, que os blocos que queiram sair às ruas, desfilem pela Rua do Imperador. “Não estamos cancelando o Carnaval da cidade, só não iremos repassar os recursos, que serão encaminhados para um setor que está em estado de calamidade e precisa de todo o empenho e recursos financeiros. Estamos pensando no bem-estar da população”, diz Juvenil, complementando: “Tivemos a adesão espontânea das agremiações”, garante.

Outros tradicionais eventos, como o Baile dos Fantasmas e o Banho a Fantasia estão mantidos, assim como os bailes que acontecem nos bairros, como Alto da Serra, Praça Pasteur e Pedro do Rio. A matinê no Obelisco também está mantida.

Para garantir a segurança dos foliões que forem para a Avenida curtir os blocos, a Guarda Municipal e as polícias Civil e Militar estarão nas ruas.

 A diretora de patrimônio da Escola de Samba Independente de Petrópolis, Marilda da Silva Antunes, elogiou a medida tomada pelo prefeito Rubens Bomtempo. “A saúde do município está um caos e precisa de todo o apoio. Não é justo realizarmos uma festa, enquanto os hospitais estão sem leitos e sem remédios”.

Dois anos depois da tragédia no Vale do Cuiabá, os moradores da região voltaram a ter esperança de dias melhores. Além da Secretaria Extraordinária de Recuperação e Revitalização do Vale do Cuiabá, o prefeito Rubens Bomtempo anunciou que a localidade vai receber a primeira Unidade de Proteção Comunitária da Defesa Civil e ainda o sistema de alerta e alarme por sirenes.

“Estamos começando o nosso trabalho no Vale do Cuiabá. Sabemos que é árduo e difícil. Vamos assumir a nossa posição de poder local para reestruturar o Vale. Não vamos mais esperar a boa vontade dos outros órgãos para resolver. Seremos pró-ativos e vamos garantir soluções definitivas na habitação popular, infraestrutura e desenvolvimento sócioeconômico.

Bomtempo também vai rediscutir com o Estado o projeto para a realização de obras no local orçadas em R$ 60 milhões e ainda questionar junto ao Inea o projeto do Parque Fluvial, além do critério adotado pelo órgão para definir as áreas de exclusão: “Queremos ver uma solução para o povo. É preciso que o Inea tenha coragem de abrir os projetos para os moradores e ter a humildade e coragem para reconhecer que não fizeram nada pela região”, destacou Bomtempo, durante reunião com os moradores do Vale do Cuiabá no último sábado (12/1).

O prefeito também tranquilizou os moradores que perderam as suas casas com relação ao pagamento do IPTU e já solicitou à Secretaria de Fazenda o imediato recadastramento das famílias.

“É uma alegria poder estar reunido aqui com o prefeito e todos os secretários para encontrarmos uma solução para a nossa gente que está há dois anos esperando uma boa notícia. Tivemos um governo tão despreparado que no dia da tragédia ficamos impedidos de levar comida para quem estava isolado. Agora temos certeza de que vamos avançar porque temos um prefeito que está comprometido com a causa”, disse o presidente da associação de moradores do Vale do Cuiabá, José Quintela.

A defensora pública, Cristiana Mendes lembrou que muitas famílias ainda não encontraram os corpos de parentes: “Esperamos novas providências. O Cuiabá quer há muito tempo uma solução definitiva. Estou feliz em ver todos reunidos e focados nesta questão”.

A Secretaria Extraordinária de Recuperação, Revitalização e Reconstrução do Vale do Cuiabá será o principal canal de comunicação entre os moradores da região e o governo municipal. Entre as medidas que serão adotadas pela nova Secretaria estão a construção de casas populares, a criação de uma lei específica para fomentar o desenvolvimento do comércio e a economia local, além da criação do memorial em homenagem às vítimas das chuvas.

“Esse é um momento muito difícil para todos nós. O ex-prefeito dizia sempre que o Cuiabá foi superado e hoje podemos dizer que quem foi mesmo superado foi ele, toda sua administração omissa, e o seu governo brincalhão. Hoje a esperança renasce em cada um de nós porque vemos o interesse e a presença do poder público. Não estamos mais sozinhos nesta luta”, desabafou o presidente da associação de moradores de Madame Machado, Emerson Carvalho de Souza.

Também participaram da reunião o vice-prefeito, Luiz Fernando Vaz; o vereador Ronaldão, que representou todos os outros parlamentares presentes; os secretários Jorge Maia e Luciane Bomtempo, representando todos os secretários municipais que participaram do encontro, o coordenador da Defesa Civil, Rafael Simão e moradores da região. 

Sábado, 12 Janeiro 2013 - 08:35

Prefeito determina o fim da intervenção

O prefeito Rubens Bomtempo determinou o fim da intervenção nas empresas de ônibus Petrópolis, Autobus e Viação Esperança e convocou os interventores a apresentem o relatório final sobre o processo iniciado em 2010, através da publicação de 3 decretos.

O Prefeito também publicou decreto, revogando o decreto nº 1067/12, da administração passada, editado faltando apenas três dias para o final do mandato, e que previa, de forma irregular e extemporânea, prestação de contas às empresas que foram atingidas pela intervenção no serviço de transporte público municipal.

Segundo o procurador geral do município, Marcus São Thiago, com os quatro decretos publicados pelo prefeito Rubens Bomtempo, o caminho da transparência foi retomado, e, ao mesmo tempo, foi criada uma Comissão Extraordinária, com integrantes do governo, para apurar indícios de irregularidades nos processos de intervenção e na licitação para contratação das novas empresas de transporte público, realizadas pela administração passada.

O Procurador do Município explica que é fundamental que os interventores nomeados em 2010, elaborem um relatório final e apresentem à Comissão, que terá um prazo de 30 dias para fazer a análise de todos os procedimentos administrativos tomados pela administração passada, em relação às intervenções realizadas.  “A população espera muito do nosso governo e precisa ser atendida de forma eficaz”, diz Marcus São Thiago, lembrando que o prefeito Rubens Bomtempo extinguiu a intervenção porque acredita que os motivos que a ensejaram já não se fazem mais presentes há algum tempo, gerando grandes danos ao erário público.

Os ônibus das ex-permissionárias não foram devolvidos e ficaram abandonados numa área alugada com essa finalidade, causando uma despesa desnecessária no valor de R$ 12 mil mensais. “Mas a grande questão é que tiveram prazo de seis meses para concluir o procedimento de intervenção e simplesmente o ignoraram. Esses veículos poderiam ter sido devolvidos em junho, mas deixaram a tarefa para a nova administração concluir o processo de intervenção. Agora, além de todos os problemas que herdamos, ainda teremos que nos debruçar sobre mais esse assunto e concluir a intervenção, porque simplesmente não fizeram o trabalho deles”, disse Gilmar de Oliveira, presidente da CPTrans.

Sexta, 11 Janeiro 2013 - 18:30

Hospital Alcides Carneiro volta a funcionar

Em apenas oito dias úteis de governo, o prefeito Rubens Bomtempo apresentou os primeiros resultados do trabalho de recuperação do Hospital Alcides Carneiro, reafirmando o seu compromisso com a Saúde. A Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com 10 leitos, foi reativada; o hospital está reabastecido com insumos e medicamentos; o 13º salário dos funcionários do Sehac foi pago, a enfermaria de cirurgia foi ativada e a maternidade ganhou mais leitos. 

“A prioridade é a saúde e vamos continuar somando esforços para que o maior hospital público da cidade volte a oferecer os serviços na sua plenitude à população. Ver o hospital reabastecido, as pessoas sendo atendidas novamente e a maternidade com seu funcionamento pleno é motivo de muita felicidade. Este é o início de um novo momento para o HAC”, afirmou Bomtempo. 

A UTI estava interditada e graças à compra de equipamentos e de pequenas intervenções está novamente atendendo os pacientes. O almoxarifado, que há uma semana estava com 30% da sua capacidade, hoje tem 80% de insumos e medicamentos para atender a demanda do hospital. A maternidade ganhou mais uma ala e tem agora 50 leitos para atender com dignidade as gestantes. Os pacientes que fazem cirurgias eletivas e de urgência contam agora com uma enfermaria nova e totalmente equipada. Além disso, a Prefeitura pagou mais de R$ 3 milhões para acertar os salários atrasados dos funcionários do Sehac. 

“Com Bomtempo, já sentimos que a saúde avançou. Trabalhar aqui está diferente. Temos a certeza e a confiança de que tudo vai melhorar”, disse o auxiliar de lavanderia, Bernardo França. 

O prefeito também anunciou que nos próximos dias irá implantar no HAC serviços de cirurgia vascular para atender a uma grave demanda do município; aumentar de quatro para dez, o número de leitos da ginecologia, e ainda, num curto espaço de tempo, ativar o mamógrafo. 

Os defensores públicos, Cléber Francisco Alves e Andréa Carius elogiaram o esforço do atual governo para minimizar a crise da saúde em Petrópolis: “Quero parabenizar esta administração, na pessoa do prefeito Rubens Bomtempo, pelas medidas imediatas já tomadas para devolver o atendimento às pessoas. As ações nos surpreenderam e evitaram o caos.”, disse o Dr. Cleber. 

 Durante a visita ao hospital, que também contou com a presença do vice-prefeito, Luiz Fernando Vaz, do secretário de Saúde, André Sá Earp, da diretoria do Sehac, de integrantes do Conselho Municipal de Saúde, do presidente da Comissão de Saúde da Câmara, o vereador Silmar Fortes; do procurador geral do Município Marcus São Thiago e da chefe de Gabinete, Luciane Bomtempo, o prefeito destacou que vai construir um orçamento para o HAC baseado em projetos e que a unidade será sustentável. 

Rubens Bomtempo conseguiu em emendas parlamentares mais de R$ 5 milhões para a saúde de Petrópolis. Entre os equipamentos que serão adquiridos com esse recurso, está um aparelho de ressonância magnética: “O governo está trabalhando incansavelmente para dar uma rápida resposta aos problemas que a cidade vem enfrentando na área da saúde. Teve vontade e se empenhou para solucionar as principais questões. Como vereador e morador da região fico muito feliz de ver esse hospital voltando à ativa”, disse Silmar Fortes. 

Logo após tomar posse, Bomtempo realizou uma vistoria técnica no HAC e decretou estado de calamidade pública na saúde. Bomtempo encontrou a UTI fechada, a maternidade superlotada e o hospital desabastecido. Além disso, Bomtempo solicitou ao secretário de Saúde a abertura de uma sindicância para apurar outros problemas graves na rede, como o não funcionamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), inaugurado pelo governo anterior sem qualquer estrutura. 

Das três ambulâncias que chegaram para o SAMU há dois anos, duas já estão quebradas. Apesar da inauguração, não houve contratação de profissionais, compra de mobiliário nem aquisição de outros equipamentos para o início do atendimento.

Sexta, 11 Janeiro 2013 - 18:10

Regularizado pagamento do Cartão Imperial

As mais de sete mil famílias cadastradas no programa do Cartão Imperial, podem ficar tranquilas. Isso porque,  a Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania – Setrac, anunciou ontem que os valores devidos já foram depositados e a partir desse sábado (12/01), o pagamento do benefício, que estava atrasado desde o dia 5 de janeiro, está mormalizado.

“Esse era o compromisso do prefeito Rubens Bomtempo com todas as famílias atendidas pelos programas sociais da Prefeitura”, disse o secretário Jorge Maia, da Setrac. Segundo ele, o atraso foi causado falta de pagamento da fatura da empresa Policard (administradora do Cartão Imperial) pela administração anterior. Deveria ter sido quitada até o dia 12 de dezembro de 2012, o que não aconteceu.

O débito, segundo o secretário, era de R$ 529 mil. “As famílias lamentaram o atraso, porém entenderam que houve uma irresponsabilidade do governo anterior, que não efetuou o pagamento e tampouco se preocupou em nos comunicar do problema durante as reuniões realizadas durante a transição. Assim como os beneficiários, fomos surpreendidos pelo problema”, explica Jorge Maia, garantindo que em fevereiro o pagamento serrá feito dentro da data normal.

Sexta, 11 Janeiro 2013 - 10:54

Defesa Civil aciona sirenes para simulação

A Coordenadoria de Defesa Civil acionou na manhã desta quinta-feira (10/1) as 18 sirenes instaladas na cidade para alertar às pessoas que vivem em áreas de risco sobre ocorrências de chuvas fortes. A iniciativa faz parte de uma série de simulações para preparar as comunidades para as situações de emergência.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Rafael Simão, as simulações são simultâneas nas 10 comunidades onde os sistemas de alerta foram instalados e acontecem todo dia 10 de cada mês, às 10h: “Queremos não só testar a eficácia do sistema como também mobilizar a população para participar deste exercício. Infelizmente, a adesão ainda é muito baixa, o que dificulta muito que a simulação aconteça o mais próximo possível da realidade”.

Simão destacou ainda que a atual administração está revendo todo o Sistema Municipal de Defesa Civil e que realiza estudos para implementar novas formas de acionamento das sirenes que garantam mais agilidade no apoio às pessoas que precisam deixar as áreas de risco. Além disso, estão previstas a instalação de dez Unidades de Proteção Comunitária para apoiar os trabalhos de evacuação das áreas.

O Sistema de Alerta e Alarme por Sirenes é formado por líderes comunitários, agentes comunitários de saúde, e integrantes de outros programas municipais

Atualmente, as sirenes são acionadas remotamente por meio de sensores de fibra ótica e internet 3G pela Coordenadoria de Defesa Civil de Petrópolis, ou manualmente nas comunidades em caso de queda de energia elétrica ou conexão, quando existe risco de deslizamento de barreiras ou outras situações adversas, oriundas de condições atmosféricas extremas.

Em seguida, inicia-se o procedimento de desocupação das áreas de risco com o deslocamento temporário dos moradores para os pontos de apoio, locais onde as famílias podem permanecer em segurança até que a situação se estabilize e a avaliação dos imóveis seja feita e a área liberada.

O sistema de acionamento das sirenes é um instrumento de alerta que não substitui a observação da comunidade e o bom senso. O morador que identificar sinais de instabilidade na moradia ou em seu entorno deve procurar local seguro.

Quinta, 10 Janeiro 2013 - 14:23

Coronel Simão passa o comando do 15º GBM

O tenente-coronel Bombeiro Rafael Simão deixou hoje (09/01) o comando do 15º GBM para se dedicar integralmente à Coordenadoria de Defesa Civil do município. Em seu lugar assume o tenente-coronel Igor da Rocha Cunha, garantindo que irá desenvolver um trabalho em parceria com o órgão municipal. O Comando de Bombeiro de Área da Região Serrana, que estava sob a responsabilidade do coronel Souza Viana, também tem novo comandante: o coronel Luiz Emmanoel Palência Barbosa.

A cerimônia aconteceu às 10h, na sede do 15º GBM e cerca de 100 pessoas participaram da cerimônia entre elas o vice-prefeito Luiz Fernando Vaz, representando o prefeito Rubens Bomtempo, e parte do secretariado do governo municipal, como o coronel Calixto Barbosa, da Secretaria de Segurança; Gilmar de Oliveira, presidente da CPTrans e o O comandante da Guarda Civil, Dirceu de Araújo, também participou da solenidade. O coronel Joelson, representou o coronel Sérgio Simões, secretário de Estado de Defesa Civil.

Rafael Simão permaneceu à frente do 15º GBM por pouco mais de um ano e seis meses. “É uma grande satisfação ter Rafael Simão na Defesa Civil. Desde os primeiros momentos da campanha eleitoral, nosso prefeito já expressava preocupação com as catástofres climáticas que da cidade. Por isso criou a Secretaria de Defesa Civil e a entregou nas mãos de uma pessoa extremamente competente, experiente e dedicada como o Simão”, disse o vice-prefeito.

Em seu discurso de despedida, Simão destacou que existe uma parceria firmada entre o governo do Estado e o município, que se uniram para fortalecer a Defesa Civil. Para o tenente-coronel, a cidade já havia percebido a necessidade e apenas aguardava o momento que um prefeito “arrojado e empreendedor como o nosso” criasse a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa Civil. “É um ato de reconhecimento da importância de termos um órgão municipal forte e preparado para enfrentar os grandes desafios e ameaças que afligem o município. Estou honrado com o convite para ser o primeiro Secretário a assumir essa pasta”.

Abandonado pelo governo anterior, o Terminal do Centro passou por uma verdadeira faxina na noite de terça-feira. Funcionários da Comdep e da CPTrans se uniram numa força-tarefa para higienizar o local, que ainda passará por manutenção já que teria recebido da gestão anterior apenas uma pintura, superficial para maquiar o estado de abandono.

Segundo o presidente da CPTrans, Gilmar de Oliveira, circulam pela antiga rodoviária uma média de 30 mil usários do sistema de transporte público do município. “Não havia manutenção e a última reforma não chegou à parte estrutural”. Assim como Gilmar de Oliveira, o presidente da Comdep, Hélio Dias, também acompanhou a limpeza do terminal. A companhia disponibilizou vinte funcionários, além de um caminhão pipa para realizar o serviço, que entrou pela madrugada. “Tivemos que usar produtos de limpeza pesada. Os banheiros também passaram por uma higienização, mas a situação está bastante crítica”, explicou, destacando que a medida faz parte dos mutirões determinados pelo prefeito Rubens Bomtempo para reorganizar a cidade.

Comerciantes e usuários do terminal elogiaram a medida e reclamaram que não existia um cronograma de limpeza do local que estava em situação precária. Segundo o comerciante Jorge Carius, que trabalha no local há mais de 30 anos, o governo anterior deixou vários problemas para serem resolvidos como a falta de balaustradas entre as baias, lixeiras e obras nos banheiros.

Os Terminais do Itamarati, Corrêas e Itaipava também passarão pela limpeza nas próximas semanas.

Terça, 08 Janeiro 2013 - 16:37

Cota única do IPTU com desconto até o dia 21

Quem fizer o pagamento da cota única do IPTU até o dia 21 de janeiro vai ter 10% de desconto. A Secretaria de Fazenda espera arrecadar 45% da receita total do imposto - que é de R$ 67 milhões – para investimentos na saúde, limpeza pública e vários outros setores da administração. “O pagamento da cota única do IPTU  é a contribuição do cidadão para ajudar neste momento de dificuldades do município na área de saúde e da coleta de lixo”,disse o secretário de fazenda, Paulo Roberto Patuléa.

O pagamento da segunda cota única tem desconto de 7% e vence no dia 20 de fevereiro.  A terceira data para quitar o imposto de uma única vez, tem vencimento no dia 20 de março e tem desconto de 5%. Quem não recebeu o carnê do IPTU, pode retirar a segunda via a partir de amanhã, dia nove, na sede da Secretaria de Fazenda, localizada na Rua 16 de Março, número 183.

Segundo Paulo Roberto Patuléa, o pagamento do IPTU e a retirada da segunda via do carnê estão sendo realizados no primeiro andar da Secretaria. As mudanças, de acordo com ele, vão dar mais comodidade e conforto para a população. “Estamos mudando para o primeiro andar, visando a acessibilidade do contribuinte, além de oferecer mais conforto e estrutura com uma administração de cara nova”, ressaltou Patuléa. Outra mudança anunciada pelo secretário, para melhor atender a população, é o horário. A partir de amanhã a Secretaria de Fazenda funciona das 10h às 18h30.