Termina nesta sexta-feira (14/6) o processo seletivo simplificado para a contratação temporária de 51 profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). O contrato para ambos os casos é de seis meses podendo ser prorrogado por mais seis. Até o momento 162 pessoas já se inscreveram.

Para o Cerest estão sendo abertas oito vagas para médico do trabalho, enfermeiro do trabalho, técnico em enfermagem e técnico em segurança do trabalho. São ao todo duas vagas para cada especialidade. Os salários variam de R$ 1.314 a R$ 3.222. Já para o SAMU estão sendo oferecidas 14 vagas para médico (sendo sete para atender nas ambulâncias e sete para a Central Telefônica), sete para enfermeiro, 10 para técnico de enfermagem e 12 para motorista. Os salários variam de R$ 4.870 a R$ 1.133.

Os candidatos interessados em participar dos processos seletivos devem comparecer no Departamento de Recursos Humanos da Fundação Municipal de Saúde, à Rua Aureliano Coutinho, segundo andar, Centro; de segunda à sexta-feira, de nove horas ao meio dia. Os interessados devem levar os seguintes documentos: identidade; CPF; título de eleitor e comprovante de quitação com a Justiça Eleitoral (última votação); quitação com a obrigação militar (no caso de sexo masculino); comprovação de escolaridade na área pretendida, através de diploma ou certificado expedido por instituição educacional; inscrição nos respectivos conselhos de classe, no caso de profissões regulamentadas; além do currículo. O resultado final do processo será divulgado no dia 21 de junho.

O prefeito Rubens Bomtempo determinou a instalação de iluminação pública, coletoras de lixo e também uma alternativa imediata para garantir aos moradores do Condomínio Marília Capua, no Vale do Cuiabá, os serviços de transporte público. As medidas foram anunciadas pelo prefeito durante visita ao local na manhã desta sexta-feira (7/6).

“As famílias precisam de infraestrutura para morarem aqui. Vamos fazer uma força-tarefa e atender a todas as reivindicações”, disse Bomtempo que também anunciou o início das obras para a construção de 50 casas junto com o Estado no Vale do Cuiabá em parceria com o Instituto da Criança. As intervenções de terraplanagem já foram iniciadas e o prefeito já solicitou à Ampla a extensão da rede de iluminação até o terreno e também à Secretaria de Obras a pavimentação dos acessos do futuro conjunto habitacional.

A coletora de lixo que irá atender às 24 famílias que vivem no condomínio será fechada e já está sendo construída pela Comdep. A previsão é a de que em 15 dias ela esteja instalada. Com relação ao ônibus, a CPTrans informou que está estudando a viabilidade técnica e fará, na próxima semana, um teste para avaliar o serviço na região.

O conjunto habitacional foi construído pelo Instituto da Criança em benefício das vítimas das chuvas de 2011. As 24 casas do projeto foram entregues em maio deste ano e as intervenções anunciadas pelo prefeito atendem às reivindicações dos moradores.

“O prefeito nos surpreendeu e prontamente atendeu às nossas necessidades. Estou muito feliz com a presença dele aqui. Mostrou que ele tem compromisso e que vai trabalhar durante esses anos pelo bem das comunidades”, disse a moradora da casa 11, Marlene Soares da Mota Aquino.

O secretário de Obras, Aldir Cony; o presidente da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), Hélio Dias; o presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes, Gilmar de Oliveira; o diretor adjunto da Águas do Imperador, Márcio Salles e representantes da Ampla também participaram da vistoria realizada pelo prefeito Rubens Bomtempo na região.

A Prefeitura de Petrópolis irá iniciar ainda no mês de junho o maior conjunto de obras da história
do município. O anuncio do começo das intervenções do PAC – Plano de Aceleração do Crescimento, na Estrada da Saudade foi feito hoje pelo prefeito Rubens Bomtempo, durante reunião realizada no gabinete.

A previsão é que sejam investidos mais de R$ 23 milhões em ações de drenagem, pavimentação, sistema viário, construção de dois Centros de Educação Infantil, cobertura e melhorias de quadras. O objetivo é que as obras sejam concluídas em 18 meses. “O convênio estava praticamente perdido, mas conseguimos resgatá-lo. É um processo importante não só para a Estrada da Saudade, mas para toda a cidade. Transformará a qualidade de vida das pessoas que moram na Estrada da Saudade e imediações”, disse o prefeito.

O Consórcio Cidade Imperial saiu vencedor da licitação, cujo resultado foi divulgado na última
semana. O pontapé inicial será no Felix, com a construção de um Centro de Educação Infantil.
Antes, porém, Rubens Bomtempo pretende realizar reuniões nas comunidades para ouvir os moradores. A primeira está sendo marcada para a próxima semana, no Boa Vista. Também estão previstas a regularização fundiária e o reassentamento de 164 famílias.

A solicitação de Rubens Bomtempo é que a empreiteira responsável pelas obras dê preferência à mão de obra local, contratando moradores da própria comunidade. “Essa medida vai de encontro com o compromisso de garantir o envolvimento da comunidade, trazendo os moradores para dentro dos projetos”, disse o prefeito.

Ampliação de viradouros, implantação do Minha Casa, Minha Vida, assim como a pavimentação de toda a Estrada do Cascatinha, permitindo que a CPTrans promova intervenções necessárias para a melhoria no fluxo de veículos, também estão incluídos. A implantação de Centros de Referência Comunitária e melhorias no sistema viário, que compreende o alargamento de curvas, criação de baias, alargamento de viradouros nos pontos de ônibus, além de obras localizadas de contenção, integram o projeto.

A tarde desta sexta-feira (7/06) vai ficar na memória de dez alunos da rede municipal: eles foram premiados no concurso “Frases Educativas sobre o Meio Ambiente” desenvolvido pela Secretaria de Educação. O material produzido pelos estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental será afixado nas coletoras de lixo instaladas em todo o município, como forma de mobilizar a população para a necessidade de cuidado com o meio ambiente.

A chefe de Gabinete e primeira-dama, Luciane Bomtempo, participou da premiação realizada às 15h, na Casa Barão de Mauá e disse que o evento significa a retomada de um programa iniciado pelo prefeito Rubens Bomtempo em seu último governo. “Agora, o objetivo é perseguir as ações de reciclagem e queremos promover mais ações nas escolas, pois as crianças levam a ideia para dentro de casa. São agentes multiplicadores. A escola é o caminho para começar tudo”, disse Luciane Bomtempo.

Ao todo, foram selecionadas onze frases que serão encaminhadas para a Comdep para a confecção dos adesivos. Segundo o presidente da Companhia, Hélio Dias, essa importante ação das crianças ajuda a melhorar o meio ambiente. “Esse é um presente que a Comdep está recebendo e as frases serão utilizadas nas lixeiras com o objetivo de conscientizar a população”, disse o presidente da Companhia.

A sub-secretária de Educação, Rosilene Ribeiro, destaca que o projeto exige conscientização das
crianças. “Todos os alunos tiveram que parar para pensar no futuro e na importante questão de
preservação. Não se trata de um concurso qualquer”, disse.

A professora Esmeralda Collares, organizadora do concurso também se emocionou com o resultado do trabalho. “A educação não existe sem a educação ambiental. É preciso olhar para essa questão e assim criar cidadãos comprometidos com o meio ambiente”, salienta.

Foram premiados alunos das escolas Paroquial São Pio X, Augusto Pugnaloni, Rotary, Paulo Freire, Dr. Rubens de Castro Bomtempo, Geraldo Ventura Dias, Fábrica do Saber, Prefeito Jamil Sabrá e Theodoro Machado.

Frases vencedoras:

 "Não Jogue Lixo no chão, apenas no Latão” – Carolina Fernandes da Silva, 5º ano, Escola Paroquial São Pio X.

 “O Meio Ambiente é uma preciosidade, que nós deveríamos cuidar como prioridade – Amanda Soares Ferreira, 9° ano, Escola Municipal Augusto Pugnaloni.

“Você vive bem? Cuide do Meio Ambiente, para os seus filhos viverem também” – João Victor da Silva Oliveira, 6º ano, Escola Municipal Augusto Pugnaloni.

“Cada lixo no seu lugar e o planeta vamos ajudar”, Eduardo Freire Azevedo Gonçalves, 5 º ano,
Escola Municipal Rotary.

“Com mais conscientização haverá menos poluição”, Eduardo Freire Azevedo Gonçalves, 5 º ano,
Escola Municipal Rotary

 "Ajude a natureza, não jogue lixo no chão”, Lucas Rodrigues da Silva, 5º ano, Escola Municipal
Paulo Freire.

“Para que jogar lixo no chão, se na lixeira está a solução”, Rafael da Silva Alves, 6º ano, Escola
Municipal Dr. Rubens de Castro Bomtempo.

“Só tem um jeito de mostrar sua educação: não jogue lixo nos rios, não jogue lixo no chão”, Robert da Silva Leite, 7º ano, Escola Municipal Geraldo Ventura Dias.

“O futuro está no presente: Cuidar do Meio Ambiente”, Diego de Souza Silva, 7º ano, Escola
Municipal Fábrica do Saber.

“Lixo Reciclado, mundo renovado; Preserve a vida, jogue o lixo na lixeira”, Michel Antônio Justen
da Silva, 9º ano, Escola Municipal Prefeito Jamil Sabra.

“O lixo não é um luxo, mas pode se transformar,basta você reciclar”, Diovana Vieira Furtado, 6º
ano, Escola Municipal Theodoro Machado.

Petrópolis vai receber um serviço de alta tecnologia que promete colaborar com a comunicação de dados de forma dinâmica entre os setores públicos e privados. Começou a ser instalada em
Petrópolis, após o empenho direto do prefeito Rubens Bomtempo, a Rede Metropolitana de Alta
Velocidade. A ferramenta garante a integração de instituições de ensino, pesquisa e órgão públicos para colaboração e desenvolvimento de novas tecnologias.

“Para que Petrópolis se transforme num verdadeiro polo tecnológico precisamos oferecer conectividade. Queremos atrair não só empresas de tecnologia, mas também as que necessitam do uso de computação de alto desempenho”, afirmou o prefeito Rubens Bomtempo.

O projeto estava parado desde 2010, quando foi estabelecido um convênio com o Ministério da
Ciência e Tecnologia para implementar as ações necessárias e apresentar um projeto ao Programa Redecomep. Acabou não saindo do papel porque o governo passado não conseguiu resolver com a Ampla o uso compartilhado da infraestrutura dos postes: “Após uma reunião com o Conselho Gestor da Rede, o prefeito Rubens Bomtempo determinou que essa pendência fosse imediatamente resolvida”, explicou o secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho.

O projeto, que visa implementar uma rede de comunicação de alta velocidade, é fundamental para que Petrópolis fortaleça sua posição no Estado do Rio e no Brasil como um dos mais importantes polos de alta tecnologia.

Além disso, a rede será elemento fundamental de interligação do supercomputador que será instalado no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e o centro de pesquisas de alto desempenho da empresa francesa Bull, que virá para Petrópolis.

A Rede Metropolitana de Petrópolis interligará inicialmente a Prefeitura, LNCC, CEFET, Fiocruz,
Universidade Católica de Petrópolis e o Museu Imperial. O município pretende expandir a rede
rapidamente para atender outras instituições e aumentar o grau de cooperação e colaboração das instituições de ciência e tecnologia instaladas em Petrópolis.

Sexta, 07 Junho 2013 - 20:57

Defesa Civil em novo endereço

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil informa que, por motivo de mudança de endereço neste fim de semana, o telefone 199 pode estar temporariamente fora de linha.

Os moradores poderão utilizar o telefone 153 da Guarda Civil ou o 2246- 9163.

A partir de segunda-feira (10/06), os laudos da Defesa Civil poderão ser buscados no horário de 8 as 18 horas, na nova sede, na Rua Buarque de Macedo, 128.

A Secretaria de Fazenda interditou duas lanchonetes no Terminal Rodoviário de Integração da Estação Rodoviária Imperatriz Leopoldina, no Centro, na manhã desta sexta-feira (07/06) e uma na subida da Rua Santos Dumont. Os três estabelecimentos apresentaram problemas de falta de higiene em seus depósitos. Em um deles foi detectado risco de incêndio, pois o quadro de distribuição de energia foi encontrado sem tampa de proteção e ao lado de botijões de gás e óleos de cozinha. A mesma lanchonete apresentava também focos de insetos e piso quebrado no segundo andar, onde fica localizada a cozinha, apresentando risco de acidentes para os funcionários.

“O nosso trabalho é de reeducação. O empresário não pode visar somente o lucro. Tem que querer melhorar sempre, ter consciência de sua responsabilidade. Falamos da saúde e da segurança alimentar do povo petropolitano”, assegurou o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa.

Além das duas interdições na antiga rodoviária, também foram notificadas quatro lanchonetes no Terminal Rodoviário do Centro, por falta de higiene, e um supermercado, na Rua Caldas Viana, por más condições de armazenamento das carnes - encontradas penduradas em suportes (ganchos) enferrujados - e produtos irregulares.

Também foram vistoriados os estabelecimentos da Rua Doutor Porciúncula e Praça Marechal Carmona. Segundo Paulo Roberto Patuléa, a fiscalização da Fazenda vai continuar percorrendo todas as ruas do município, em um trabalho planejado, ordenado e com o objetivo de prevenir e orientar os empresários sobre a adequação fiscal, código de posturas e normas de vigilância sanitária.

“O novo governo está restabelecendo a ordem pública, se aproximando das pessoas e melhorando a cidade”, afirmou Patuléa.

A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) também receberá uma notificação por problemas com infiltrações e rachaduras nas paredes do Terminal Rodoviário de Integração da Estação Rodoviária Imperatriz Leopoldina. O presidente da CPTrans, Gilmar de Oliveira, assegurou que já foi realizada a avaliação das necessidades de reparos no edifício e a Companhia está elaborando projeto para realizar uma reforma no local.

Neste sábado (8/6) é o Dia “D” da campanha nacional de vacinação contra a poliomielite. As doses são para crianças de seis meses a cinco anos. Setenta postos estarão abertos para atender a população. A vacinação começa às 8 horas e segue até às 17 horas.

A partir de segunda-feira, dia 10 de junho, 45 postos estarão abertos para a aplicação das doses da vacina. As unidades irão funcionar de segunda a sexta-feira, de 8h às 16 horas. A campanha nacional de vacinação contra a pólio termina dia 21 de junho.

A poliomielite é caracterizada pela febre, mal-estar, cefaleia e a possibilidade de paralisia. A vacina é a única forma eficaz de prevenção contra a doença. No Brasil, as campanhas nacionais começaram em 1980 e não existem casos de pólio desde 1989.

O município de Petrópolis iniciou a sua participação no programa de formação esportiva escolar Atleta na Escola do Ministério da Educação (MEC). Seiscentos alunos da rede municipal de ensino participaram da primeira etapa do programa, que terminou hoje (07/06), no Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava.

Os jovens, entre 12 e 17 anos, foram pré-selecionados em suas instituições de ensino e convidados a participar das atividades de salto em distância e corridas de resistência e de velocidade.

O projeto tem como objetivo incentivar a prática de esportes entre os jovens e é dividido em quatro etapas: escolar, municipal/regional, estadual e nacional. A coordenadora da Divisão de Educação Esportiva, Maria Elisa Badia e o gerente de projetos esportivos, Leandro de Azevedo, ambos da Secretaria de Educação, estiveram à frente das atividades no parque. Eles contaram com a ajuda de 12 professores de educação física, para avaliar os melhores atletas.

“A educação física visa democratizar o acesso das escolas às práticas esportivas. É por isso que estamos aqui, investindo na educação e no esporte”, afirma Maria Elisa Badia.

Cada escola cadastrada no programa receberá R$1.000. Além disso, as escolas receberão R$3 por aluno que participar. Essa verba será utilizada para o transporte, alimentação e demais despesas dos participantes. Quatrocentos e trinta e dois jovens irão participar da segunda etapa do programa, que vai acontecer em julho. O programa Atleta na Escola conta com o apoio da Secretaria de Esportes e Lazer e da Secretaria de Educação.

Sexta, 07 Junho 2013 - 10:29

Bomtempo anuncia projetos para a saúde

Para organizar o sistema de saúde do município e reestruturar o Hospital Alcides Carneiro (HAC), o prefeito Rubens Bomtempo anunciou junto com o governo do estado o envio de R$ 8 milhões para a reforma do HAC, e ainda a implantação de uma Clínica de Saúde da Família na região do segundo distrito. O encontro aconteceu na tarde hoje (6/6), durante visita do secretário de estado de saúde, Sérgio Côrtes, ao hospital.

“Consegui que o governador Sérgio Cabral se sensibilizasse, pois temos uma demanda real e sem a ajuda do governo do estado seria mais difícil organizar o sistema de saúde”, destacou o prefeito. Bomtempo acrescentou que o investimento na atenção básica, com a implantação da Clínica da Família, que contará com quatro equipes de Programa de Saúde da Família (PSFs), vai desafogar o Alcides Carneiro, podendo assim investir na ampliação de leitos e equipamentos para a unidade.

Sérgio Côrtes destacou a importância de referenciar o HAC como unidade de alta e média complexidade. “Nós entendemos que este hospital tem grande potencial, e não deve ser uma emergência de porta aberta. O setor de urgência deve ser referenciado, atendendo aos casos que a UPA não tem condições de assumir”, frisou o secretário de estado de saúde, acrescentando que o governo do estado estará do lado da Prefeitura para que o Alcides Carneiro abra como emergência referenciada.

“É uma satisfação saber que o governo do estado tem o mesmo planejamento que o nosso para o Hospital Alcides Carneiro. Com a emergência referenciada no HAC, o município vai poder investir em mais leitos de retaguarda para as especialidades e também contribuir para a redução das filas de espera das cirurgias. Associado à Clínica da Família, com um atendimento de atenção básica bem desenvolvida, vamos estruturar a saúde dessa região”, pontuou o prefeito.

A emergência do Hospital Alcides Carneiro está fechada desde outubro do ano passado. A previsão é que seja reaberta até o início de julho, após a conclusão das obras que estão sendo realizadas pela Prefeitura. Segundo o secretário de saúde, André de Sá Earp, a procuradoria do município irá solicitar a Justiça Federal à prorrogação do prazo para a reabertura do setor.

O secretário de estado de saúde também ressaltou que a implantação da Clínica da Família irá desafogar a UPA de Cascatinha. “Casos mais graves serão referenciados pela atenção básica. E a Clínica da Família referencia o atendimento mais complexo para a UPA. Estatísticas mostram que 0,47% dos casos que chegam às UPAs são urgências que devem ser encaminhadas para os hospitais. A UPA é altamente resolutiva”, afirmou.

A Clínica de Saúde da Família será construída na Estrada Mineira. Estima-se que 16 mil pessoas sejam atendidas na unidade. A construção da clínica (cuja estimativa é de quatro meses) deve começar após o processo de desapropriação do terreno for concluído. A previsão é que a unidade esteja funcionando no segundo semestre.