Segunda, 11 Março 2013 - 16:56

Prefeito se reúne com Comempe

O prefeito Rubens Bomtempo esteve reunido com o Conselho dos Ministros Evangélicos do Município de Petrópolis (Comempe) na manhã de hoje (11/3). Em pauta, a tradicional Marcha para Jesus, que vai acontecer no dia 16 de março, com concentração às 14 horas na Praça Paulo Carneiro. O tema deste ano será “Crack, é possível vencer”.

Bomtempo aproveitou o encontro para fazer um balanço dos 70 dias de governo. Entre as principais conquistas realizadas na área social estão as aberturas dos CRAS e CREAS, possíveis graças à convocação de mais de 100 funcionários concursados. O prefeito também falou sobre as mais de 40 pessoas em situação de rua que foram acolhidas pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac).

Na área de educação, Bomtempo destacou a contratação de profissionais e o programa Mais Educação, que estará em 88 escolas. “Estamos resolvendo o gargalo da demanda reprimida do Ensino Fundamental. Já abrimos mais 300 vagas para creches e esperamos que até o final do ano possamos ter mais 300”, afirmou.

Também participaram do encontro, a secretária de Educação, Monica Freitas; o secretário da Setrac, Jorge Maia; o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Juvenil dos Santos;  o vereador Pastor Sebastião e mais 70 pastores de diversas denominações evangélicas.

Sábado, 09 Março 2013 - 07:46

Restauro do Obelisco em nova fase

A restauração do Obelisco está passando por uma nova fase. A empresa responsável pelo dano causado ao monumento em janeiro iniciou a proteção impermeabilizante no topo, com a aplicação de aditivos. O objetivo é que esta fase esteja concluída até este fim de semana. A secretaria de Obras supervisiona o trabalho e acredita que o serviço completo pode ficar pronto até o dia 16 de Março, quando a cidade comemora 170 anos de fundação. Mas ainda será necessário a aprovação do Inepac – Instituto Estadual do Patrimônio Cultural.

Na próxima semana, a pedra adquirida para compor o monumento será apresentada para a análise do instituto e do restaurador contratado para a realização do serviço. De acordo com o secretário de Obras, Aldir Cony, o atraso da obra foi causado pelas dificuldades encontradas para obter o material exigido pelo Inepac. “A pedra que será usada no restauro precisa ser semelhante à existente no monumento, ou seja, ter a mesma aparência, inclusive no desgaste causado pelo tempo, como sol e chuva”, explica. “Esse foi um dos entraves, mas não houve paralisação dos trabalhos”, complementa.

Com o objetivo de agilizar o processo e garantir que o restauro fosse feito num curto espaço de tempo, foi firmada uma parceria entre a empresa responsável pelo serviço, Inepac e Prefeitura de Petrópolis. A partir da montagem do andaime e após a cobertura da ponta do Obelisco, em fevereiro, iniciou-se a peregrinação em busca da pedra, mas aquelas que foram encontradas, não atendiam as exigências impostas pelo instituto.

A extremidade do monumento foi danificada em janeiro, quando a empresa contratada pelo governo anterior para a colocação e posterior retirada da iluminação de Natal, fazia a remoção das lâmpadas. Na ocasião, a máquina que realizava o serviço esbarrou na ponta do Obelisco, causando os danos. A empresa se comprometeu em providenciar e custear todo o reparo, que está sendo acompanhado e fiscalizado pela Secretaria de Obras.

Neste domingo (10/3) a Defesa Civil vai acionar as 18 sirenes instaladas na cidade para alertar às pessoas que vivem em áreas de risco sobre ocorrências de chuvas fortes. A iniciativa faz parte de uma série de simulações para preparar as comunidades para as situações de emergência. O acionamento vai acontecer às 10h e vai contar com a participação de 92 agentes de Defesa Civil.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Rafael Simão, as simulações são simultâneas nas comunidades onde os sistemas foram instalados. Os moradores das ruas Amazonas, Duques, Espírito Santo, Ceará e Rio de Janeiro, no Quitandinha, e também do São Sebastião, Vital Brasil, Siméria, Independência, Taquara, Dr. Thouzet, 24 de Maio, Sargento Boening, Vila Felipe, Comunidade dos Ferroviários e João Xavier, devem ficar atentos e participar do simulado.

“É importante que os moradores dessas regiões se dirijam aos pontos de apoio ao acionamento das sirenes. É uma maneira de garantir mais agilidade das pessoas em situação de risco no caso de uma emergência e também de treinar a nossa equipe”, explicou Rafael Simão.

Atualmente, as sirenes são acionadas remotamente por meio de sensores de fibra ótica e internet 3G pela Coordenadoria de Defesa Civil de Petrópolis, ou manualmente nas comunidades em caso de queda de energia elétrica ou conexão, quando existe risco de deslizamento de barreiras ou outras situações adversas, oriundas de condições atmosféricas extremas. 

Em seguida, inicia-se o procedimento de desocupação das áreas de risco com o deslocamento temporário dos moradores para os pontos de apoio, locais onde as famílias podem permanecer em segurança até que a situação se estabilize e a avaliação dos imóveis seja feita e a área liberada. 

O sistema de acionamento das sirenes é um instrumento de alerta que não substitui a observação da comunidade e o bom senso. O morador que identificar sinais de instabilidade na moradia ou em seu entorno deve procurar local seguro.

Com menos de 70 dias de governo o prefeito Rubens Bomtempo atendeu a uma das principais reivindicações dos moradores da região de Itaipava. Bomtempo liberou hoje, ao lado do presidente da Concer, Pedro Jonsson, a Estrada do Catobira para os moradores acessarem a Rodovia BR-040 sentido Rio de Janeiro. Há um mês, o prefeito abriu o local para acesso à pista sentido Juiz de Fora.

 “Essa demanda estava reprimida e graças ao diálogo com a Concer, que entendeu as dificuldades que estamos enfrentando neste início de governo, conseguimos concentrar os esforços para a liberação deste acesso que vai facilitar muito a vida dos motoristas e o trânsito de Itaipava”, disse o prefeito, informando ainda que desde a interrupção do trecho, contava apenas com a ponte da Manga Larga, além da saída em Bonsucesso para o acesso à Rodovia BR-040.

Os trechos, sentido Juiz de Fora e Rio de Janeiro, foram fechados em dezembro, após o governo anterior abandonar as obras, rompendo acordo firmado com a Concer: “O termo de cooperação foi abandonado pela antiga administração, que não cumpriu o que tinha sido pactuado. Mas a concessionária assumiu o compromisso porque percebeu que essa via é importante para Itaipava como anel viário”, ressaltou Bomtempo.

A Secretaria de Obras concluiu a pavimentação da estrada e a CPTrans instalou a sinalização de segurança para os veículos na  saída das pistas em direção à rodovia federal. De acordo com a CPTrans, a estrada é tão importante para o planejamento do trânsito na região, que existem outras propostas de utilização da via já incluídas no Plano de Mobilidade apresentado ao Ministério das Cidades.

O presidente da Concer, Pedro Jonsson, destacou que esta parceria com Bomtempo é apenas o início de uma série de outras ações importantes para Petrópolis, como as obras de duplicação da serra e a ligação Bingen x Quitandinha: “Precisamos de homens públicos persistentes e com diálogo aberto, como Bomtempo, para tornar realidade grandes projetos que vão trazer inúmeros benefícios socioeconômicos para a cidade e municípios vizinhos”.

Uma missa em ação de graças realizada na Igreja do Rosário e um café da manhã com servidoras municipais, na Praça da Inconfidência, fizeram parte da programação idealizada pela chefe de gabinete Luciane Bomtempo, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, que reuniu cerca de 500 mulheres, ontem de manhã.

Um bolo foi servido na praça, além da distribuição de rosas e outras surpresas, como a realização de um “brechó chic”, presenteando as trabalhadoras com duas peças de roupas arrecadadas através de uma grande campanha realizada pela primeira dama. As mulheres também receberam 500 camisas e 600 nécessaires confeccionadas com material reciclável. “Não esperava esse carinho e reconhecimento. Estou muito feliz”, disse a trabalhadora Ana Paula, de 43 anos.

O brechó foi montado numa loja cedida por um empresário no Shopping Estação. Para chegar ao local, as mulheres saíram em caminhada pela Rua Caldas Viana até a Paulo Barbosa. As comemorações foram abertas na noite de quinta-feira, com a reativação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, que aconteceu no Centro de Referência e Atendimento à Mulher.

“Acredito que eventos como esse mostram que as mulheres são especiais e marcam a luta pela igualdade de direitos. Hoje, o sexo feminino está cada vez mais presente ocupando espaços que eram exclusivamente dos homens. Podemos comprovar isso na própria Prefeitura, que tem mulheres à frente de secretarias, cargos importantes do primeiro escalão”, disse Luciane.

Reativação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher - “Mulher no Espaço do Poder e no Mundo do Trabalho” foi o tema da mesa-redonda realizada na quinta-feira (7/3) no Centro de Referência e Atendimento à Mulher (CRAM). O evento contou com a participação de cerca de 150 pessoas e serviu para marcar a reativação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, após quase um ano sem atividades.

O Conselho, que foi criado em 2005 para desenvolver políticas públicas voltadas para as mulheres, também se propõe a fomentar as grandes ações solidárias da Prefeitura de Petrópolis.

“Tenho um sonho que acalento e que eu gostaria que vocês me ajudassem a realizar: transformar este município em um lugar de solidariedade. Um local onde não exista mais violência doméstica nem miséria”, afirmou a chefe de Gabinete, Luciane Bomtempo, anunciando o lançamento do Programa Cidade Solidária. “Vamos cultivar essa cultura solidária. Juntos, unindo nossas ideias”, incentivou Luciane Bomtempo, convidando todos os presentes a debater soluções.

Para a coordenadora do CRAM, Adriana Madeira, a sensibilidade do prefeito e da chefe de Gabinete é espelho e inspiração para continuar a luta em defesa da mulher. “Nós precisamos dessa tomada de consciência. Temos que transformar a realidade das mulheres petropolitanas”, concluiu.

Além de Luciane Bomtempo e Adriana Madeira, também participaram da mesa-redonda a vereadora Gilda Beatriz; a juíza da 1ª Vara Cível de Petrópolis, Claudia Wider; a empresária e presidente da Regional Serrana da FIRJAN, Waltraud Keuper Pereira; a membro do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Maria Auxiliadora Pires Ribeiro; a presidente do Diretório do Partido Socialista Brasileiro (PSB) de Petrópolis e secretária de Controle Interno, Rosangela Stumpf; a secretária de Educação, Monica Freitas e a coordenadora da Igualdade Racial, Lourdes da Silva Petronilho.  

Sexta, 08 Março 2013 - 15:24

Prefeitura inicia renovação de extintores

A Secretaria de Administração iniciou nesta quinta (7/03) a recarga e reposição dos extintores de incêndio de toda a administração direta. A princípio, um total de 120 equipamentos, compostos de água pressurizada e dióxido de carbono, estão sendo substituídos. O procedimento foi acompanhado por técnicos que, em recente vistoria, identificaram equipamentos com prazo de recarga vencida desde o ano passado.

“Imediatamente iniciamos a renovação. A Prefeitura está investindo cerca de R$ 6 mil  e este custo pode ser considerado baixo se levarmos em conta a segurança e proteção de funcionários e do patrimônio público”, avaliou o secretário de Administração Henrique Manzani. A ação começou pelo prédio principal da Prefeitura instalado na avenida Koeler, onde se concentram o gabinete do Prefeito, a Secretaria de Obras e de Administração.

Um estudo também está sendo realizado para levantar os pontos onde os extintores precisam ser disponibilizados. “A idéia é recolocá-los em locais mais visíveis e de fácil acesso. Em alguns setores estão apenas dentro das salas, quando existe a necessidade de também estarem nos corredores”, disse Manzani, garantindo que todos os setores das repartições públicas municipais vão receber extintores ou a recarga.

Com o tema: “Quem Muda a Cidade Somos Nós – Reforma Urbana Já”, a quinta edição da Conferência Municipal da Cidade será realizada dia 23 de março na Universidade Católica de Petrópolis, campus Benjamin Constant. Do encontro sairão propostas de políticas públicas urbanas para a Conferência Estadual. O objetivo é obter um plano estratégico que indique diretrizes básicas de ação a serem implementadas pelo Ministério das Cidades.

O "Plano Diretor" e, "Petrópolis, Cidade Sustentável", foram os subtemas definidos pelo Conselho da Cidade para discussão durante o evento, que será itinerante e se encerrará apenas em abril. A ideia é atingir o maior número de petropolitanos em torno desse debates.

Os preparativos para a comemoração dos 170 anos de fundação da cidade já começaram. Numa parceria entre a Secretaria de Obras e Comdep, uma operação de limpeza e revitalização do Centro Histórico esta entre a série de ações que estão sendo realizadas desde quarta-feira (06-03). Praças limpas, com bancos cuidados, receberão o plantio de mudas para o outono. Monumentos e calçadas também ganham tratamento especial, assim como alguns trechos dos rios passarão por dragagem mecânica.

O trabalho na Rua do Imperador vai começar com a remoção das cabines telefônicas instaladas ao longo das calçadas, que estão sem os aparelhos. A substituição de lâmpadas queimadas, repintura de postes e lavagem do transbordo também são ações previstas. A restauração da ponta do Obelisco, já com o aceite do Inepac – Instituto Estadual do Patrimônio Cultural será retomada. “O objetivo é que o trabalho de restauro do monumento esteja concluído até o próximo domingo. Em seguida ele será todo lavado”, garante o secretário de Obras Aldir Cony.

Os bueiros, segundo Cony, também estão ganhando a atenção. “Na realidade, a limpeza já acontece a cada 15 dias e, dessa vez, será feita de forma ainda mais rigorosa, renovando os equipamentos que forem necessários, como os cestos protetores que impedem que folhas e outros detritos caiam na rede”, explica, complementando: “Nesse momento, estamos realizando um esforço concentrado das secretarias para limpar a cidade para o dia da festa”.

Em relação a vistoria e troca de lâmpadas queimadas, o trabalho está concentrado no Centro Histórico, porém, vem sendo realizado em todo o município. “Nesse setor, existe uma grande demanda reprimida, pois o serviço estava totalmente abandonado. Não houve continuidade na manutenção preventiva e corretiva, como vinha sendo feito até o fim do ano de 2008”, explicou o secretário.

Junto com as ações, a dragagem de rios, que inclui a limpeza manual e mecânica, será iniciada nas confluências dos rios Piabanha com o Quitandinha e Quitandinha com o Palatinado, que ficam, respectivamente nos arredores do Palácio de Cristal e no Obelisco. “Basta passar por esses trechos que é possível observar grandes bancos de areia que se acumularam por conta da falta de atenção da gestão anterior”.

A Comdep, segundo o presidente da companhia, Hélio Dias, caberá ainda a manutenção e substituição de todo mobiliário urbano, como os bancos das praças. “As calçadas serão lavadas e para garantir uma higienização mais profunda, vamos utilizar produtos de limpeza pesada”, explica, lembrando que, como acontece semanalmente, o Terminal do Centro, que registra uma circulação diária de aproximadamente 30 mil pessoas, também ganhará um banho especial. Um total de 200 coletoras de lixo chegam até o fim da semana e serão instaladas ao longo da Rua do Imperador e nos arredores do Centro Histórico.

O plantio de mudas de época, como das espécies boca de leão e hortênsias, por exemplo, também estão acontecendo, junto com as ações de jardinagem. “Já fizemos o plantio de 1,5 mil mudas que foram colocadas no Relógio das Flores e Praça Dom Pedro. Os corredores da cidade, como Quitandinha, Barão do Rio Branco e Bingen, além das mudas, estão recebendo roçadas. Podas de árvores também estão previstas”.

A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte – CPTrans, está participando do mutirão de limpeza e providenciando a revitalização na sinalização horizontal e vertical. “Já realizamos esse trabalho de limpeza de placas e renovação de pintura em algumas regiões, como no Carangola, por exemplo. Agora, estamos trazendo para o centro, dando a nossa contribuição para garantir que a cidade esteja ainda mais bela no dia que completa seus 170 anos”.

A quase uma semana de completar 170 anos, Petrópolis ganha seu primeiro presente: o prefeito Rubens Bomtempo anunciou a conquista de R$ 37 milhões em empréstimo da Caixa Econômica Federal para a realização de obras dentro do PAC Mobilidade Urbana. Os recursos federais serão garantidos pelo FGTS, com uma taxa de 6% de juros ao ano e carência de 3 anos.

A cerimônia de celebração do convênio foi realizada em Brasília nesta quarta-feira (6/03) e contou com a presença do prefeito Rubens Bomtempo e do presidente da CPTrans, Gilmar de Oliveira. Sessenta e seis municípios, considerados de médio porte, serão contemplados, porém, o cronograma das obras vai depender dos trâmites de liberação do Ministério das Cidades. Bomtempo adiantou a apresentação dos projetos básicos e agora deve aguardar a autorização das licitações e do calendário de cumprimento das fases do programa.

Ao todo cinco grandes projetos de trânsito vão procurar dar outra cara à cidade e facilitar a mobilidade: as duas entradas da cidade – Bingen e Quitandinha – receberão obras, além de faixa seletiva na rua General Rondon, conrtução de rótulas próximo à Rua Olavo Bilac e nas Duas Pontes, incluindo ainda um projeto para diminuir o gargalo encontrado entre o Bingen e o centro da cidade. A reforma do Terminal centro também foi contemplada. “Vamos agora harmonizar os interesses da cidade com os projetos ambientais. Essa é uma grande preocupação e tudo precisa ser consolidado com trabalho e empenho”, disse Bomtempo ao comemorar o novo empréstimo.

Garrafas de óleo estão sendo arrecadadas entre os funcionários das secretarias da Prefeitura de Petrópolis, como forma de apoiar o programa Sábado Solidário, promovido pela Rádio Imperial, marcado para o dia 9 de março. As doações estão sendo feitas a pedido da Chefe de Gabinete Luciane Bomtempo, atendendo a uma solicitação do padre Jac, que coordena o evento.

O objetivo é chegar à marca de 500 doações, o que representa uma média de 25 garrafas de óleo por secretaria. Os funcionários vão fazer a entrega do produto até a tarde dessa quinta-feira (07-03), no Gabinete do Prefeito.