A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, desenvolvida pelo governo federal em parceira com os estados e municípios, será realizada de 15 a 26 de abril em 45 unidades de saúde de Petrópolis e vai atender cerca de 60 mil pessoas. A vacina é indicada para pessoas com 60 anos ou mais, crianças entre seis meses e dois anos, gestantes, mulheres com até 45 dias pós-parto, trabalhadores da área da saúde e pessoas portadoras de algumas doenças crônicas.

A vacinação vai acontecer nos Postos de Saúde da Família, Instituto da Mulher, da Criança e do Adolescente (Centro de Saúde), sala de vacina do Hospital Alcides Carneiro e Ambulatório Escola. De segunda a sexta-feira, a vacinação ocorrerá nos horários de rotina das unidades de saúde. No sábado (20/04), o dia D da campanha, mais cinco unidades de saúde serão disponibilizadas e haverá um total de 550 profissionais da saúde dedicados à vacinação. A medida tem o objetivo de possibilitar o acesso à vacinação às pessoas que fiquem impedidas de ir às unidades de saúde durante os outros dias.

Entre os grupos selecionados para receber a vacina - aqueles considerados mais vulneráveis aos agravos decorrentes de gripes prolongadas - setenta por cento são idosos. Segundo a gerente de imunização da secretaria de Saúde, Alessandra Sauan, “é importante destacar que a vacina é contra-indicada para pessoas que têm alergia a ovo de galinha, pois o vírus é inoculado em ovos, depois é morto e utilizado para produzir a vacina. Então é possível que ela contenha a proteína de ovo que afeta as pessoas alérgicas”.

As pessoas que estiverem dentro dos grupos indicados a participar da campanha devem se lembrar de levar o cartão de vacina. Mas, de acordo com a coordenadora de epidemiologia, Elizabeth Cavalcanti, quem não tiver o cartão deve ir assim mesmo a uma unidade de saúde, pois receberá um novo no local. Confira em detalhes quem deve tomar a vacina:

  • Indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
  • Crianças de 6 meses a menores de 2 anos;
  • Gestantes: em qualquer idade gestacional, e não há necessidade de comprovação da situação gestacional;
  • Puérperas: mulheres no período até 45 dias após o parto. Elas deverão apresentar qualquer documento (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros) para serem vacinadas.
  • Trabalhador de saúde: aquele que exerce atividades de promoção e assistência à saúde nos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade (trabalhador que atua na atenção básica, pronto atendimento, ambulatórios e hospitais, recepcionistas, pessoal de limpeza, seguranças, motoristas de ambulâncias, equipes de laboratório, agente de saúde e de endemias).
  • Pessoas portadoras de doenças crônicas (listagem ao final do informe): A vacinação deste grupo passa a ser realizada em todos os postos de vacinação e não apenas nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE). No entanto, mantém-se a necessidade de prescrição médica, que deverá ser apresentada no ato da vacinação. Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS), devem se dirigir aos postos que estão cadastrados para receberem a vacina. Os pacientes já vacinados anteriormente deverão apresentar apenas o cartão de vacinação do ano anterior, onde consta dose de vacina contra influenza.

A prefeitura e o governo do Estado estão agilizando linhas crédito especiais para os empresários da cidade que tiveram prejuízos com as chuvas e organizaram uma reunião, em parceria com a Caixa Econômica, Banco do Brasil, BNDES e AgeRio (Agência Estadual de Fomento) para a próxima terça-feira (16/04), às 11 horas, para que todos possam conhecer e se orientar sobre o financiamento. A reunião acontece na sede regional da Firjan, na Rua Dom Pedro, 579 e é aberta a aos empresários de Petrópolis prejudicados com as inundações e deslizamentos. “O prefeito Rubens Bomtempo se juntou ao governo do Estado para que as instituições financeiras possam agilizar o processo”, disse o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa.
 
Caminhão-banco da CEF já está na cidade – Um caminhão da CEF que funciona como um minibanco já está na cidade e irá oferecer atendimento como um escritório avançado de financiamento. O veículo possui 15 metros e ficará instalado próximo à Praça Dom Pedro. Os atendimentos começam a partir da próxima segunda-feira (15/04).

O prefeito Rubens Bomtempo determinou que a Secretaria de Saúde faça o estudo para a implantação laboratorial de exames complementares para funcionar nas dependências do Pronto Socorro Leônidas Sampaio. Atualmente, toda a demanda é feita pelo  Hospital Municipal Nelson de Sá Earp que, apenas no mês de março, atendeu 230 solicitações de exame de sangue e outros 120 de urina, encaminhados pela unidade de saúde do Alto da Serra.

“Tenho certeza que a implementação desse laboratório vai melhorar a qualidade do serviço, proporcionando, inclusive, a agilização consultas. Esse serviço vai ser referência para os PSFs de toda aquela região”, disse o prefeito, destacando que, atualmente, um paciente chega à unidade com suspeita de infarto e entre a coleta de sangue e o resultado, às vezes é obrigado a aguardar por mais de duas horas. “Nosso objetivo é que a partir do segundo semestre, o laboratório já esteja implantado e essa espera será reduzida para cerca de dez minutos”, complementa.

De acordo com o secretário de saúde André de Sá Earp, os estudos para a implantação do laboratório já estão sendo elaborados e hoje pela manhã (12/04) ele realizou uma visita ao local para estudar o espaço que poderá ser utilizado. “A medida irá garantir a diminuição do tempo de espera nas emergências. Às vezes o paciente é atendido rapidamente, mas como o resultado do exame demora a chegar, os pacientes acabam passando muito tempo na unidade”, explica o secretário.

O diretor administrativo do Pronto Socorro Leônidas Sampaio, Alexandre Carvalho Cunha, destaca que uma média de 50 a 60 coletas de sangue são enviadas para o HMNSE diariamente. “Mas essa medida determinada pelo prefeito garante a otimização do serviço e ainda contribui para que os médicos trabalhem com mais agilidade e segurança”, disse.

A ampliação do setor de maternidade do Hospital Alcides Carneiro, realizada em janeiro, já garantiu a melhoria de qualidade no atendimento às gestantes do município.  Segundo o diretor técnico do hospital, Lécio Carneiro Júnior, com o aumento da quantidade de leitos da maternidade, que passou de 23 para 48, o número de profissionais trabalhando no setor também precisou ser reformulado, possibilitando um crescimento ordenado dos atendimentos. Hoje, um total de sete médicos, sendo quatro plantonistas e três diaristas estão na maternidade diariamente.

O fechamento do Hospital Casa da Providência em 31 de dezembro também ocasionou um aumento de atendimentos, cujo crescimento nos últimos três meses foi de quase 80% no número de gestantes e parturientes que procuraram a unidade. “Esse período tem sido bastante animador. Apesar do crescimento, raramente a ocupação chega a 100% e, dessa forma, não temos mulheres esperando nos corredores”, disse o diretor técnico. Entre janeiro março, foram realizados 37 partos normais e cesarianas. Os atendimentos de emergência passaram de 2.652 para 2.946.

A unidade é referência na região, como Teresópolis e São José do Vale do Rio Preto, para partos de alto risco. Esse aumento na demanda também alcançou outras áreas e melhorias foram aplicadas no atendimento neonatal, com a disponibilização de mais médicos e enfermeiros, assim como o número de leitos. Atualmente, a unidade dispõe de 10 leitos de UT Neonatal e outros 15 de UTI Neonatal Intermediária. “O prefeito assumiu o município no mesmo dia em que o Hospital Casa Providência fechava as suas portas e imediatamente tomou as medidas necessárias para receber a demanda garantindo um atendimento humanitário as gestantes”, finalizou o diretor.

Uma proposta inovadora para o Mais Educação foi defendida pelo prefeito Rubens Bomtempo nesta manhã (9/4), ao inserir mais 15 escolas no programa do Governo Federal. Em evento direcionado às professoras e diretoras da rede municipal, Bomtempo lançou um novo perfil do "professor comunitário" constante do programa, com a abertura de vagas para profissionais aposentados da rede.

Durante a apresentação das 15 novas unidadesparticipantes, realizada no Theatro Dom Pedro, o prefeitoassinou o termo de parceria entre o Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor (Inpas) e a Secretaria de Educação para o fornecimento do banco de dados de todos os profissionais aposentados. Vinte e dois professores aposentados já responderam ao chamado e vão voltar às salas de aula para atuarem no Mais Educação.

“Queremos qualificar a escola, transformá-la num espaço de reaproximação da família e de melhoria da vida dos alunos. Isso só é possível com muito diálogo, troca de ideias, experiências e com uma efetiva participação de todos os envolvidos”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, que agregou valor ao programa ao incluir a Secretaria de Esportes e Lazer. “Estamos prontos para assumir este desafio dentro das escolas utilizando o esporte como importante ferramenta de disciplina e transformação dos estudantes”, destacou o secretário Renato Freixiela.

No município, o Programa Mais Educação atenderá agora a 83 unidades. Mais de 8 mil alunos dos primeiro e segundo segmentos do Ensino Fundamental são inseridos nas ações para melhorar o ambiente escolar, tendo como base estudos desenvolvidos pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

De acordo com a secretária de Educação, Mônica Freitas, a parceria da Prefeitura com o Governo Federal está baseada na crença de que integrar diferentes saberes, espaços educativos, pessoas da comunidade e conhecimentos é buscar uma aprendizagem significativa e mais cidadã. “Na reformulação do Mais Educação reunimos os professores, pois são os gestores que dão vida a este programa, que só tem entusiasmado os alunos”, disse Mônica.

Os recursos disponibilizados pela União para a realização do programa contemplam a manutenção dos monitores, a compra de material e kits pedagógicos, a adaptação dos espaços físicos e ainda o desenvolvimento de ações específicas para a realização de diversas atividades.

“Estou muito feliz de ver que esse governo pensa como nós, professores, em fazer a extensão da carga horária dos alunos na escola com qualidade. A expectativa é muito boa principalmente porque vamos conseguir ligar a sala de aula com as atividades do projeto aliando à realidade dos alunos daquela comunidade”, comemorou a diretora da Escola Municipal São José do Caetitu, Edinéa Valle de Mello.

Qualquer professor aposentado da rede que quiser participar do Mais Educação poderá procurar a Secretaria de Educação e se inscrever para o projeto.

A Escola Municipal de Educação Integral Padre Quinha foi inaugurada no último sábado com a ampliação do horário de atendimento aos alunos. Além da mudança de nome da unidade de ensino, que antes se chamava Escola Santo Antônio do Vale do Cuiabá, o prefeito Rubens Bomtempo assinou um convênio com a Ong Pro Saber, garantindo que os 94 alunos sejam atendidos em tempo integral. A ação prevê ainda o fortalecimento no currículo das crianças, com oficinas de leitura, horta e temáticas voltadas para a consciência ambiental. A expectativa é que esse investimento nas crianças repercuta em toda a comunidade.

Ao lado da chefe de gabinete e primeira-dama Luciane Bomtempo, o prefeito  conheceu todas as dependências da unidade. “Com uma escola nesses moldes, estaremos formando o aluno na sua integralidade, estaremos formando um cidadão”, disse Bomtempo, que também destacou o exemplo deixado pelo Padre Quinha. “Todas as homenagens feitas ao religioso serão poucas diante de tudo o que ele ofereceu ao longo de sua vida. Precisamos que os valores deixados por ele estejam presentes todos os dias”.

A secretária de Educação, Mônica Freitas, também acompanhou a visita e frisou que a parceria favorecerá a formação integral do aluno nas diversas etapas de seu desenvolvimento. “Eles são o futuro. Precisamos formar cidadãos que valorizem o respeito, assim como Padre Quinha nos ensinou. Está sendo oferecido um espaço de qualidade com um nome que transmite valor social”, disse a secretária.

Para a professora e diretora Cleonilde Fernandes, a inclusão da unidade no ensino integral permite que a escola olhe para a criança na sua totalidade. Antônio Pereira, da Academia Petropolitana de Educação, também esteve presente no evento, assim como familiares do padre, como a mãe Djanira Medeiros Nunes e o irmão do religioso, o diácono João Henrique Medeiros Nunes. O bispo Dom Gregório Paixão celebrou uma missa antes da inauguração e reservou parte da solenidade para passar a grande mensagem de Padre Quinha, através de seu trabalho na Oficina de Jesus.

Com o tema “Quem a muda a cidade somos nós – reforma urbana já”, a Conferência Municipal da Cidade de Petrópolis deu início, no último sábado (6/04), à proposta de discussão de assuntos relacionados ao município com reuniões plenárias e audiências públicas que vão acontecer em várias localidades. Até o dia 27 de abril, a Conferência estará aberta às propostas dos cidadãos. Estas também podem ser enviadas pelo site www.petropolis.rj.gov.br, no banner da Conferência.

Na abertura do evento, no salão nobre da UCP, mais de 300 pessoas participaram dos debates e puderam assistir a palestras e explicações sobre o programa Cidades Sustentáveis, sobre o Plano Diretor e sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias. Além do prefeito Rubens Bomtempo, do secretário de Planejamento e Urbanismo, Eduardo Áscoli, do presidente do Conselho da Cidade, Carlos Eduardo da Cunha Pereira, do presidente de honra desta 5ª Conferência e presidente da Frente Pró-Petrópolis, Philippe Guedon, estiveram representadas as demais secretarias de governo e mais de 40 entidades da sociedade civil.

 “Ações como essa conferência são mecanismos importantes, pois promovem a participação popular que é a melhor maneira de discutir os problemas e o que foi pactuado durante a campanha eleitoral”, disse o prefeito, salientando que o grande desafio do gestor público é o diálogo permanente com todos. O Secretário de Planejamento, Eduardo Ascoli, destacou a confiança e o objetivo de se desenvolver algo marcante para a cidade, como já aconteceu nos governos anteriores do prefeito Rubens Bomtempo. O presidente de honra da 5ª Conferência Municipal da Cidade, Philippe Guedon, destacou que o Plano Diretor é o instrumento básico para o desenvolvimento do município. “E esse auditório lotado indica que o povo está mais participativo”, disse.

O vereador Thiago Damaceno ressaltou que através de ações práticas, o prefeito Rubens Bomtempo tem mostrado o seu compromisso com a sociedade civil. “Temos uma grande oportunidade para colocar Petrópolis na dianteira na questão do planejamento e na gestão pública”. A importância da discussão sobre o plano diretor também foi citada pelo presidente do Comcidade, Carlos Eduardo Cunha: “dentro desse tema, temos questões importantes e de extrema relevância para o futuro do município”. A etapa municipal da conferência é preparatória para a etapa estadual, que acontece em julho e antecede a etapa nacional, em novembro. Qualquer cidadão está convidado a participar com propostas que transformem e melhorem o espaço urbano, dando legitimidade às políticas públicas.

Encaixotado há três anos, o único mamógrafo do Hospital Alcides Carneiro teve seu primeiro dia de trabalho justamente na data em que se comemora o Dia Mundial de Combate ao Câncer. Ao despachar no HAC no início da última segunda-feira (8/04), o prefeito Rubens Bomtempo inaugurou o novo serviço, inédito na história da unidade. Até então, a mamografia pelo SUS era feita apenas no Instituto da Mulher, da Criança e do Adolescente, na Rua Santos Dumont.  A previsão é que o novo equipamento realize entre 20 e 30 exames de mamografia diariamente, o que representa uma média de 400 a 600 procedimentos mensais.  A expectativa é que cerca de 20 biópsias também sejam feitas mensalmente, ajudando na prevenção e combate ao câncer de mama.

“O serviço é um sonho tão antigo que não pode mais ser adiado. O equipamento foi adquirido há três anos pela Faculdade de Medicina e agora passará a ser útil para a população”, disse o prefeito durante a solenidade. O secretário de Saúde André de Sá Earp também destacou: “A inauguração deste serviço representa grande passo no auxílio para o diagnóstico precoce do câncer de mama, permitindo um tratamento mais eficaz e com reais possibilidades de cura".

Representantes da Associação Petropolitana de Pacientes Oncológicos – APPO  participaram da abertura da nova sala e comemoraram a providência. “Desde que esse aparelho chegou, estamos lutando para que ele entre em funcionamento, pois é mais um campo para a mamografia e ainda irá oferecer mais condições de trabalho aos profissionais. Vamos poder tratar da prevenção garantindo um diagnóstico mais precoce. É uma grande vitória”, disse Ana Cristina Coelho Mattos, presidente da APPO.

De acordo com o mastologista Carlos Vinícius, o aparelho atende a necessidade das mulheres petropolitanas, cobrindo uma lacuna existente no serviço no município. “Ainda temos muitas batalhas a serem vencidas, mas como médico, o prefeito entende a importância desse ato, lembrando que o câncer é a segunda maior causa de mortes no país”, salientou o médico, acrescentando: “Havia uma diferença desse tipo de serviço entre o setor público e o privado. Com esse equipamento, também estamos pondo um fim nessa situação”.

A primeira paciente a realizar o exame no novo mamógrafo, Regina Célia de Oliveira, 40, também é funcionária do HAC. Ela foi encaminhada pelo médico devido ao histórico familiar. “Minhas duas irmãs tiveram nódulo no seio e, diante dessa situação, meu médico quis antecipar um possível diagnóstico. Com esse novo mamógrafo, pude ser atendida mais rapidamente, porém, minhas irmãs não tiveram a mesma sorte e na época, para agilizar, foram obrigadas a pagar pelo procedimento. Mesmo assim ainda aguardaram alguns dias”, disse Regina. Nessa primeira semana, serão priorizados os atendimentos aos pacientes internos para agilizar diagnósticos. A próxima agenda para a realização dos exames abre a partir de 15 de abril e, com o encaminhamento de um médico, a marcação poderá ser feita por telefone 2236 6600, como já acontece com outras especialidades.

A nomeação de 208 concursados convocados para suprir a demanda da Educação foi publicada hoje (04/04) no Diário Oficial. Com a medida, os novos servidores precisam apenas assinar o livro de posse, o que deve ser feito até a próxima quarta-feira (10/04), para iniciar o trabalho numa das 180 instituições de ensino do município. Desde que assumiu o governo, o prefeito Rubens Bomtempo já providenciou a contratação de 369 profissionais da área, extinguindo a carência enfrentada no setor nos últimos anos.

Ao todo, 250 concursados foram chamados, mas 42 deles não atenderam à solicitação e uma nova convocação será em breve providenciada. De acordo com a secretária de Educação Mônica Freitas, os contratados são professores do primeiro segmento, educação infantil e pessoal de apoio. “Tão logo assinem o livro de posse, todos poderão arregaçar as mangas e iniciar o trabalho. A chegada destes novos servidores significa que a rede estará provida de profissionais de alta qualidade. Eles irão proporcionar ainda uma troca de experiência e irão trazer novas ideias e propostas. Com isso, os alunos é que saem ganhando”, diz a secretária.

Os novos contratados preencherão as seguintes vagas: secretário escolar, auxiliar de secretaria, inspetor de disciplina, auxiliar de serviços gerais, cozinheiro, educador de educação infantil, professor para as áreas de educação básica, educação infantil e anos iniciais. Professores para atender as disciplinas de língua portuguesa, artes, ciências, física, geografia, história e matemática também foram chamados. Esses irão se juntar aos outros 161 empossados em fevereiro.

Outra providência que está sendo tomada pelas escolas é o atendimento de 90 crianças que, em conseqüência das chuvas, perderam todo material escolar. “Diretoras das unidades de toda a rede foram sensíveis ao assunto e realizaram esse levantamento. O material será comprado e entregue aos estudantes”, explica Mônica Freitas. 

No caso de famílias desabrigadas que estão se mudando para outros bairros, a secretaria de Educação providenciará as transferências dos alunos para as unidades mais próximas. “Temos crianças que moravam no Independência e foram para o Cascatinha, dificultando a locomoção. Foi preciso pensar com rapidez nestas transferências”, complementa.

Quinta, 04 Abril 2013 - 19:36

BOLETIM - Defesa Civil

Por meio da Coordenadoria de Comunicação Social, a Defesa Civil informa que depois de 18 dias internado, Rodrigo Oliveira, 21, vítima de um deslizamento de terra no Independência, faleceu na manhã de hoje (04/04), no Hospital Santa Teresa, elevando para 34 o número de mortos na tragédia que abala a cidade desde o dia 17 de março. Ele era marido de Drucilane Alves, 31, que também chegou a ser socorrida com vida pelos vizinhos, resistindo por pouco mais de 24 horas.

No Hospital Santa Teresa, ainda estão internados Ricardo Correa, de 45 anos, membro da Defesa Civil do município e Marcelo da Silva Moura, de 41 anos, ambos resgatados no Quitandinha. O primeiro permanece em estado grave no CTI, enquanto o outro está estável e passará por uma cirurgia amanhã de enxerto na perna que foi esmagada no soterramento.

Notícias por data

« Janeiro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

turispetro

iluminacao

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo