O primeiro dia do mutirão de revalidação do cadastro do Aluguel Social, nesta quarta-feira (11), atendeu mais de 150 famílias. Os atendimentos continuarão sendo realizados nos próximos dias, até o dia 10 de junho, na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta (na sede da Prefeitura, na Avenida Koeler, 260, Centro). A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura e o governo do estado.

O objetivo do mutirão é qualificar os cadastros do município e do estado, resolver pendências e garantir o aluguel social para quem de fato precisa do benefício.

Por isso, todos devem vir: quem já alugou um imóvel, quem ainda está desalojado, quem já foi cadastrado pelo Estado e/ou pelo município, quem está aguardando para apresentar o contrato e quem por algum motivo ainda não deu entrada no aluguel social.

Serviço:

Mutirão #TodosporPetrópolis - Revalidação do cadastro para Aluguel Social
Local: Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta (na sede da Prefeitura, Avenida Koeler, 260, Centro)
Horário: as senhas são distribuídas das 9h às 14h.

Calendário:

A e B - dias 11, 12 e 13 de maio
C e D - dias 16, 17 e 18 de maio
E - dia 19 de maio
F e G - dia 20 de maio
H, I e J - dias 23 e 24 de maio
K e L - dias 25 e 26 de maio
M - dias 27 e 30 de maio
N, O e P - dia 31 de maio
Q e R - dias 01 e 02 de junho
S, T e U - dias 3 e 6 de junho
V, W, Y e Z - dia 7 de junho
Repescagem - dias 8, 9 e 10 de junho

Quem deve comparecer:

• Quem já alugou um imóvel
• Quem ainda está desalojado
• Quem já foi cadastrado pelo Estado e/ou pelo município
• Quem está aguardando para apresentar o contrato

Documentação para revalidação do cadastro do Aluguel Social:

1. Documento de Identificação de todos os membros da família (RG, CPF, Certidão de Nascimento ou Casamento);

2. Comprovantes de Rendimentos de todo núcleo familiar:

• Carteira de trabalho (nº, dados pessoais, emprego e página de emprego em branco, se for o caso, comprovando o rendimento ou desemprego e último contracheque) (caso haja).
• Caso o emprego seja informal, deverá ser fornecida carta de próprio punho da fonte pagadora;

3. Laudo da Defesa Civil comprovando a perda das condições de habitabilidade do imóvel onde era domiciliada a família afetada.

4. No caso de LOCATÁRIOS: Contrato de Locação vigente com firma reconhecida e/ou comprovante de residência atualizado (a partir de março de 2022) em nome do beneficiário ou de terceiro desde que faça parte do núcleo familiar e que resida no imóvel;

5. Comprovante de Residência do imóvel atingido em nome da pessoa que representará a família para fins de recebimento do aluguel social, devendo ser priorizado o responsável familiar devidamente inscrito no Cadastro Único;

6. Número de Identificação Social (NIS) e Relatório do Cadastro Único demonstrando o núcleo familiar (o beneficiário que ainda não possuir o NIS e não for inscrito no Cadastro Único terá um prazo máximo de 90 dias para providenciá-los);

7. Comprovante de Conta Bancária da Caixa Econômica Federal (CEF);

8. Declaração assinada pelo beneficiário de que a família afetada não possui outra residência em condições de habitabilidade (emitida pelo município);

9. Declaração de propriedade de imóvel assinada (emitida pelo Estado), devendo ser apresentado pelo beneficiário para fins de comprovação de propriedade (caso possua):

• Registro Geral de Imóveis;
• Escritura Pública de Imóvel;
• Declaração de Posse;
• Promessa de compra e venda ou
• Quaisquer outros títulos hábeis

Profissionais do Instituto Científico e Tecnológico de Defesa Civil (ICTDEC) trocam experiências a partir de ações adotadas no município

O engajamento comunitário em ações de Defesa Civil, voltado para o fortalecimento de ações de prevenção e enfrentamento de desastres, foi o foco da dinâmica realizada pela Secretaria da Defesa Civil do município durante o curso Dimensão Social e Atuação Profissional em Situação de Desastres. A iniciativa foi desenvolvida pela Escola de Defesa Civil (ESDC), da Secretaria Estadual de Defesa Civil, por meio de encontro on-line. Cerca de 100 participantes - representantes de unidades de Defesa Civil de municípios de todo o Estado - conheceram um pouco do trabalho de formação comunitária desenvolvido em Petrópolis.

Para falar sobre o assunto a Defesa Civil contou com a participação de representante de um dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC), como exemplo do trabalho estruturado na cidade. “A melhor exemplificação do trabalho que construímos com as comunidades é representante local, falando da importância do trabalho em parceria entre a Defesa Civil e comunidades”, destacou o secretário de Defesa Civil, Tenente Coronel Gil Kempers.

Durante o encontro, foram apresentados os mecanismos utilizados no processo de formação comunitária na cidade. Para a criação dos NUDEC e Equipes de Acolhida foram realizados treinamentos presenciais e virtuais com os representantes das comunidades, em que foram discutidas questões locais, visando estabelecer maior participação local em questões relacionadas à Defesa Civil, como identificação de risco e atuação em situação de emergência.

“Toda a formação que construímos tem como foco a questão do pertencimento e da participação comunitária como base para as transformações que a comunidade necessita. Uma das marcas da Defesa Civil é a aproximação e integração com as comunidades para reduzir riscos de desastres”, destacou o gestor de projetos da Defesa Civil, Rodrigo D’Almeida.

A partir da atuação dos representantes locais por meio dos NUDEC a Defesa Civil consegue se antecipar em ações de prevenção. Além de treinamentos e orientações constantes, por meio de grupos de comunicação de aplicativo, a Defesa Civil mantém contato constante com os representantes dos NUDEC locais. Por meio desse canal, em situações de emergência, os representantes locais recebem orientações de segurança, até que os agentes de Defesa Civil e demais órgãos competentes cheguem no local

"Hoje mostramos que é possível a Defesa Civil e a comunidade trabalhar em conjunto. Agora recebemos em tempo real as informações sobre os alertas e mobilizamos a comunidade em situação de risco”, destacou a diretora do NUDEC do Vale do Cuiabá, Cristina Rosário.

A coordenadora do treinamento pela SEDC, a Tenente Coronel Gabriela Franco destaca a experiência que o município tem no estabelecimento de parcerias com as comunidades. “A nossa proposta é poder trabalhar com os profissionais e criar uma rede com esses profissionais para que possam atuar em uma situação desastre”, pontuou.

Cerca de 160 escolas e centros de Educação Infantil da Rede Municipal vão receber o projeto “De Conto em Conto”. A iniciativa foi lançada na manhã desta quarta-feira (11) na Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia) e contou com a participação dos alunos das unidades Germano Valente e Monsenhor Gentil. O projeto de contação de histórias é promovido pela Prefeitura, por meio do Departamento de Educação Infantil da Secretaria de Educação.

“Nossas escolas e centro de Educação Infantil contam com projetos que buscam incentivar a leitura e promovem aprendizagem de forma inclusiva. Cultura e educação andam sempre juntas e projetos como esse mostram a qualidade do ensino dentro das nossas unidades”, comentou o prefeito Rubens Bomtempo.

Em todas as unidades em que o projeto acontecer será levado um tecido e junto com os alunos será feito um trabalho. “No encerramento do ‘De Conto em Conto’, todos esses trabalhos vão se juntar em uma enorme colcha que será apresentada no encerramento do projeto previsto também para acontecer na Praça da Águia”, disse a secretária de Educação Adriana de Paula.

O Banco do Brasil (BB) reabriu nesta quarta-feira (11) a agência 2885, na Rua do Imperador. A instituição atendeu a pedidos do Procon Petrópolis e cumpriu o prazo informado, após notificação e reunião nas últimas semanas. O local foi atingido pelas chuvas de fevereiro e estava fechado desde então.

Neste primeiro momento, a agência reabriu sem elevadores, já que os equipamentos também foram atingidos pelas chuvas. Ficou pactuado com o Procon que o atendimento aos que necessitem desta locomoção será feito no andar térreo.

“Agradecemos aos representantes do banco, que foram solícitos aos nossos pedidos. A reabertura representa um alívio a mais para o consumidor, que era obrigado a se deslocar para a agência localizada na Rua Paulo Barbosa”, disse o coordenador do Procon, Fafá Badia.

Convênio que havia sido paralisado em 2021 foi prorrogado a pedido do município

Buscando maior rapidez na recuperação da estrutura viária do município, a Prefeitura de Petrópolis assinou, na manhã desta terça-feira (10.05), termo aditivo de um convênio firmado com o Departamento de Estradas e Rodagens (DER). O acordo possibilita a cooperação entre os órgãos envolvidos para execução de obras de infraestrutura viária. O convênio havia sido paralisado pelo município no ano passado e foi prorrogado pelo DER a pedido do governo municipal.

O acordo prevê a execução de obras de recuperação e demais ações que contribuam para a melhoria da malha viária da cidade. Ainda de acordo com o termo aditivo, o órgão estadual é responsável por fornecer todos os materiais necessários para a execução dos projetos enviados pela prefeitura. A cessão dos insumos fica condicionada a pedido prévio por parte do município, por meio de um plano de trabalho.

O prefeito Rubens Bomtempo lembrou que a malha viária da cidade foi muito danificada com as chuvas. “Agora, com esse termo aditivo, vamos poder dar mais agilidade na reconstrução e recuperação das vias da cidade”, disse.

O vice-presidente do DER, Mauro Valverde, destacou a importância da parceria. “Ao beneficiar o município com o asfalto, estamos ajudando a proporcionar o desenvolvimento para a cidade”, disse.

Proposta das empresas de ônibus, que queriam levar preço da passagem para R$ 7,58, foi rejeitada

O Conselho Municipal de Trânsito e Transportes (Comutran), em reunião na noite desta terça-feira (10), aprovou o reajuste de 9% na tarifa dos ônibus municipais. A medida busca fazer frente ao aumento, em 30 meses, de mais de 80% do diesel e de 9,5% no salário dos trabalhadores rodoviários. Ou seja, o reajuste, no entendimento do Conselho, é um forma de garantir o equilíbrio econômico e financeiro do sistema. E mais do que isso: garantir que o sistema continue existindo.

Com o reajuste de 9%, a tarifa passará de R$ 4,40 para R$ 4,80, caso seja paga no cartão. No pagamento por dinheiro, a tarifa ficará em R$ 4,95.

"Diante do aumento do custo da operação, principalmente impulsionado pelo aumento de 80% no preço médio de distribuição do óleo diesel em Petrópolis e da obrigatoriedade contratual de se manter o equilíbrio econômico e financeiro, se fez necessária a revisão tarifária para propiciarmos o pleno funcionamento do sistema de transporte público da nossa cidade", disse o diretor-presidente da CPTrans, Jamil Sabrá.

Enquanto o custo do sistema vem aumentando (devido ao diesel e aos reajustes dos rodoviários), a receita vem caindo: o número de passageiros pagantes vem diminuindo a cada ano, devido à migração de passageiros para outros modais de transporte (carros, motos, aplicativos de transporte etc.). Assim, com o reajuste da tarifa de ônibus, o Comutran busca garantir o equilíbrio econômico e financeiro do sistema.

Como dito ao longo da reunião do Comutran, o transporte público coletivo vive uma crise nas cidades grandes e médias de todo o país, aprofundada a cada ano. Há uma tendência de queda do número de passageiros nos ônibus municipais. Com isso, há cada vez menos pessoas "dividindo a conta" do sistema de transporte público, o que encarece a tarifa (já que o sistema é custeado apenas pelos passageiros pagantes).

Em relação à qualidade dos serviços prestados pelas empresas de ônibus, a CPTrans tomará medidas duras contra a Cascatinha, a Petro Ita e todas as empresas que apresentam deficiência na prestação do serviço.

A “Qualidade da Água para consumo humano após o desastre” será o tema de uma roda de conversa marcada para esta quarta-feira (11), no Colégio Rui Barbosa, no Alto da Serra e na quinta-feira (12), na Escola Geraldo Ventura Dias, no Meio da Serra. A ação, desenvolvida pela Secretaria de Saúde, por meio de uma parceria entre a Vigilância Ambiental e Fundação Nacional de Saúde (Funasa), será voltada para os moradores do Alto da serra e Comunidade São Francisco, na Horta.

O encontro com os moradores das regiões é um dos desdobramentos das ações de análises da água para consumo humano nas áreas afetadas pelas chuvas dos dias 15 de fevereiro e 20 de março. 

No trabalho, realizado junto com a Funasa, Ministério da Saúde (MS) e Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen), o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, explica que foram feitas 349 coletas em minas, poços e nos reservatórios da concessionária Águas do Imperador, como por exemplo, em clínicas médicas, hospitais, creches, abrigos - como as associações de moradores, escolas e igrejas, casas, condomínios residenciais - e outros locais considerados estratégicos, por exemplo.

“As análises, no entanto, já são feitas de forma rotineira semanalmente do primeiro ao quinto distrito, porém, foram intensificadas nos locais mais afetados pelas chuvas. Aquelas que deram resultado insatisfatórios haviam sido colhidas em poços e minais e os responsáveis por esses locais foram orientados a tomar algumas medidas, como o uso de hipoclorito de sódio (água sanitária), limpeza adequada dos reservatórios de água”, explica o secretário de Saúde.

Com mais de 97,7% do público vacinável alcançado com a primeira dose da vacina contra a covid-19, a Secretaria de Saúde está promovendo novas mudanças nos postos de imunização. A partir da próxima segunda-feira, dia 16 de maio, a campanha acontece apenas nas unidades de Saúde.

“Com a segunda dose, já chegamos a 90,2% da população e mais de 142 mil petropolitanos já receberam o primeiro reforço. As equipes de imunização fizeram um excelente trabalho e com a ampla cobertura do público vacinável, esse redimensionamento está sendo possível”, destaca o prefeito Rubens Bomtempo.

O secretário de Saúde, Marcus Curvelo, explica que os atendimentos do drive thru do Hipershopping Petrópolis, no Alto da Serra, passarão a ser realizados na UBS do Morin. Já o instalado no Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes, em Itaipava, passará a funcionar na UBS do distrito, enquanto o posto de imunização do Supermercado Extra, no Quitandinha, será levado para a UBS da mesma região.

“Até a manhã desta terça-feira (10), 260.871 pessoas acima de cinco anos, incluindo imunocomprometidos, já tinham recebido a primeira dose, enquanto 240.875 foram imunizados com a segunda aplicação da vacina. Estamos avançando, mas é fundamental que a população continue se imunizando e buscando completar o esquema vacinal”, completa o secretário de Saúde.

Veja as mudanças:

Drive Thru Hipershopping Petrópolis, no Alto da Serra – Os atendimentos passarão a acontecer na UBS do Morin – Público adulto.
De segunda-feira a sexta-feira – 8h30 às 16h30

Drive Thru Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes, em Itaipava - Os atendimentos passarão a acontecer na UBS Itaipava – Público Adulto
De segunda-feira a sexta-feira – 8h30 às 19h – Público adulto
De segunda-feira a sexta-feira – 8h30 às 16h – Público pediátrico

Posto Extra Quitandinha - Os atendimentos passarão a acontecer na UBS Quitandinha
De segunda-feira a sexta-feira – 8h30 às 19h Público adulto e pediátrico

Outros postos de vacinação:

Centro de Saúde Coletiva (Rua Santos Dumont, no Centro da Cidade)
UBS Itamarati
ESF Posse
ESF Menino Jesus de Praga (João Xavier)

Instabilidade no tempo se mantém para a quinta-feira (12), com previsão de dia chuvoso

A previsão do tempo é de chuva fraca a moderada a noite para esta quarta-feira (11), informa a Defesa Civil. O dia será de céu parcialmente nublado, com previsão de ventos fracos a moderados. A temperatura varia entre 11°C e 24°C.

As condições do tempo podem permanecer instáveis na quinta-feira (12). A mudança do tempo se deve ao transporte de umidade pelo oceano, que poderá manter o dia chuvoso ao longo do período.

Equipes da Defesa Civil seguem de plantão e qualquer atualização meteorológica para o município será comunicada por meio de avisos e alertas, por SMS ou informes em grupos de comunicação por aplicativo.

Para receber os avisos por SMS, basta cadastrar o CEP por meio de mensagem de texto para o número 40199. O acesso aos avisos também é possível por meio de grupos por aplicativo, através do link https://t.me/defesacivilpetropolis.

O Hospital Alcides Carneiro (HAC) recebeu novas camas e poltronas para a pediatria. O novo mobiliário chegou na sexta-feira (6) e vai ampliar a capacidade de atendimento da unidade, principalmente no período de inverno, quando há aumento no número de casos relacionados a síndromes respiratórias, principalmente entre as crianças.

"O Hospital Alcides Carneiro é a maior unidade de saúde da nossa cidade, sendo referência na pediatria e maternidade. Estes equipamentos chegam para proporcionar uma assistência ainda mais adequada às nossas crianças e aos familiares que as acompanham", declarou o prefeito Rubens Bomtempo.

O novo mobiliário já foi instalado e está sendo usado pelos pacientes. “Já estamos garantindo uma maior oferta de leitos com as novas camas e poltronas”, declarou o diretor-presidente do Serviço Social Autônomo do Hospital Alcides Carneiro (Sehac), Ricardo Patuléa.

Pagina 14 de 1811